Tapete Bakhtiari

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Bakhtiari
Procedência Chahar Mahaal e Bakhtiari
Tipo de nó Nó turco
exceto para Shahrekord (nó persa)
Tipo de trabalho Tear vertical
exceto alguns casos isolados
de tear horizontal
Veludo lã comprimento médio
Urdume e trama algodão, às vezes lã
Densidade dos nós 1.200 a 2.000 nós/dm²
Tamanhos principalmente sedjadeh
e 150-170 x 280-320 cm
Tapete persa

O tapete Bakhtiari é um tipo de tapete persa. A tribo Bakhtiari habita as regiões montanhosas da Cordilheira de Zagros no oeste do Irã (Pérsia). No Irã vivem atualmente 1.600.000 pessoas pertencentes as tribos Bakhtiari. Há mais de 50 desenhos e qualidades diferentes destes tapetes rústicos e nômades produzidos nesta região.

Os desenhos com representações de jardins são os mais procurados, seguidos dos modelos que têm um medalhão central e desenhos representando árvores da vida.

Normalmente, todos os tapetes são vendidos como Bakhtiaris, mas em alguns casos individuais de identificação, levam o nome das populações onde foram produzidos, como Feridan, Farah Dumbah, Boldaji, Saman, Bain, Luri, Owlad e assim sucessivamente. Ocasionalmente, os exemplares de trabalho mais delicado denominam-se "Bibibaffs".

Descrição[editar | editar código-fonte]

Fundo quase sempre dividido em quadrados ou losangos e delimitado por uma borda uniforme que faz ressaltar a ornamentação. As ornamentações são de motivos animais e vegetais alternados. Também podem ser encontrados motivos de flores e arbustos que adornam as "árvores da vida".

Considera-se geralmente que os exemplares mais delicados de desenhos Bakhtiari procedem do povo de Chabal Shotur e da maior cidade da região, Shahrekord, cujos produtos são reconhecidos pelo uso do nó persa, pelos tapetes de medalhão que lembram os dos tapetes de Isfahan que datam do período anterior à dinastia Pahlavi. Existem tapetes desta procedência com um medalhão central, de execução mais esquemática.