Tarabai

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Município de Tarabai
Bandeira de Tarabai
Brasão de Tarabai
Bandeira Brasão
Hino
Aniversário 21 de março
Fundação 21 de março de 1965 (51 anos)
Gentílico tarabaense
Prefeito(a) Elias Natalino Pereira (PSDB)
(2013–2016)
Localização
Localização de Tarabai
Localização de Tarabai em São Paulo
Tarabai está localizado em: Brasil
Tarabai
Localização de Tarabai no Brasil
22° 18' 10" S 51° 33' 32" O22° 18' 10" S 51° 33' 32" O
Unidade federativa  São Paulo
Mesorregião Presidente Prudente IBGE/2008[1]
Microrregião Presidente Prudente IBGE/2008[1]
Municípios limítrofes Pirapozinho, Álvares Machado, Presidente Bernardes, Estrela do Norte e Sandovalina
Distância até a capital Não disponível
Características geográficas
Área 197,221 km² [2]
População 7 236 hab. estimativa IBGE 2016[3]
Densidade 36,69 hab./km²
Altitude 445 m
Clima Não disponível
Fuso horário UTC−3
Indicadores
IDH-M 0,763 alto PNUD/2000[4]
PIB R$ 42 716,277 mil IBGE/2008[5]
PIB per capita R$ 6 668,17 IBGE/2008[5]
Página oficial

Tarabai é um município brasileiro do estado de São Paulo. Localiza-se a uma latitude 22º18'09" sul e a uma longitude 51º33'33" oeste, estando a uma altitude de 445 metros. Sua população estimada em 2010 era de 7.369 habitantes.

História[editar | editar código-fonte]

Foi fundada por João Boff, em 1939. Com o objetivo de fundar uma vila, comprou, a 28 km de Presidente Prudente, 30 alqueires de terra, dividindo-os em 500 lotes, dando ao local o nome de Nova Itália, em homenagem à sua terra natal. Mais tarde, vendeu os 500 lotes de terra para Ulpiano Sevilha Dias, que chegara à região em 1941, a quem confiou a continuidade de seu trabalho. Ele comprou terrenos marginais, traçou-os em lotes, alinhou-os em ruas e pôs-se a vendê-los afim de que a vila continuasse crescendo.

-1941, a vila passou a se chamar Nova América, e neste ano foi instalada a primeira indústria e com ela a primeira rede de energia elétrica e o primeiro telefone.

Foi construído um templo religioso, em terreno doado por João Boff.

-1943 foi instituído uma espécie de correio, funcionando na casa de Ulpiano Sevilha, que distribuía e encaminhava a correspondência.

-1944, Nova América experimentou o início de progresso, a chegada de colonizadores vindos de outros Estados da União e de grande número de japoneses. Em 1948 foi construído o primeiro grupo escolar.

-1953 foi criado o Distrito de Nova América com sede no povoado de Nova América do município de Pirapozinho.

-1954 foi instalado o Cartório de Registro Civil e Anexos e, neste mesmo ano, em homenagem ao Major Felício Tarabai, Nova América passou a denominar-se Tarabai.

-1955 foi inaugurada a iluminação pública de Tarabai.

Administração[editar | editar código-fonte]

Distrito criado com a denominação de Tarabai, pela lei estadual em 30 de dezembro de 1953, foi fixado ao quadro para vigorar respectivamente no período de 1954-1958, o Distrito figura no Município de Pirapozinho.

Assim permanecendo em divisão territorial datada de 01-VII-1960. Elevado à categoria de município com a denominação de Tarabai, de 28 de fevereiro de 1964, desmembrado do Município de Pirapozinho, com sede no Distrito de Tarabai. Constituído do Distrito Sede. Sua instalação verificou-se no dia 31 de março de 1965.

Em divisão territorial datada de 31-XII-1995 o Município de Tarabai é constituído do Distrito Sede. Assim permanecendo em divisão territorial datada de 15-VII-1997

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b «Divisão Territorial do Brasil». Divisão Territorial do Brasil e Limites Territoriais. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 1 de julho de 2008. Consultado em 11 de outubro de 2008. 
  2. IBGE (10 out. 2002). «Área territorial oficial». Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Consultado em 5 dez. 2010. 
  3. «ESTIMATIVAS DA POPULAÇÃO RESIDENTE NO BRASIL E UNIDADES DA FEDERAÇÃO COM DATA DE REFERÊNCIA EM 1º DE JULHO DE 2016» (PDF). IBGE. Consultado em 2 de dezembro de 2016. 
  4. «Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil». Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). 2000. Consultado em 11 de outubro de 2008. 
  5. a b «Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Consultado em 11 dez. 2010. 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]