Tartaruga (submarino)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Turtle model at the Royal navy submarine museum.jpg

Tartaruga é o nome de um submarino de 1775 utilizado na guerra de independencia americana feito de madeira para apenas uma pessoa era o primeiro submarino usado em gerra. por ser pequeno e conter pouco ar podia ficar submerso apenas alguns minutos. Recebeu este nome pois o formato lembra o casco de uma tartaruga.

Resultado[editar | editar código-fonte]

Em 5 de outubro, o sargento Lee fez uma nova tentativa de anexar a carga a uma fragata ancorada em Manhattan. Ele relatou que foi visto por sentinelas do navio, e por isso abortou a missão. O submarino foi afundado alguns dias depois pelos britânicos quando a frágil embarcação estava estacionada em Fort Lee, Nova Jérsei. Bushnell relatou que tentou salvar o Tartaruga, mas o seu destino final é desconhecido.[1] Sobre a tentativa, George Washington escreveu que era "um esforço de gênio", mas que "uma combinação de muitas coisas era necessária" para o sucesso da empreitada.[2]

Réplicas[editar | editar código-fonte]

Em 1976, uma réplica foi projetada por Joseph Leary e construída por Fred Frese para as comemorações do bicentenário dos Estados Unidos. Ela foi batizada pela então governadora do Connecticut, Ella Grasso, e depois o artefato foi levado para o rio Connecticut, onde foi testado. Atualmente esta réplica pertence ao Connecticut River Museum.[3]

Em 3 de agosto de 2007 três homens foram detidos pela polícia enquanto pilotavam uma réplica da Tartaruga a 61 metros do navio transatlântico Queen Mary 2, que estava ancorado no terminal de cruzeiros em Red Hook, no Brooklyn, Nova Iorque. A réplica foi criada pelo artista nova iorquino Duke Riley e dois residentes de Rhode Island, um dos quais afirmava ser descendente de David Bushnell. Riley foi notificado pela Guarda Costeira Americana por ter usado uma embarcação irregular, e por violar a zona de segurança em torno do Queen Mary 2.[4]

Referências

  1. Diamant, p. 33
  2. Diamant, p. 34
  3. «David Bushnell's American Turtle - The First Submarine» (em inglês). Connecticut River Museum. Consultado em 06/11/2011. 
  4. «Makeshift submarine found in East River» (em inglês). Eyewitness News. 03/08/2007. Consultado em 06/11/2011. 

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • Coggins, Jack (2002). Ships and Seamen of the American Revolution (Mineola, NY: Courier Dover Publications). ISBN 9780486420721. OCLC 48795929. 
  • Compton-Hall, Richard (1999). The Submarine Pioneers Sutton Publishing [S.l.] ISBN 0750921544. 
  • Diamant, Lincoln (2004). Chaining the Hudson: The Fight for the River in the American Revolution (New York: Fordham University Press). ISBN 9780823223398. OCLC 491786080. 
  • Rindskopf, Mike H; Naval Submarine League (U.S.); Turner Publishing Company staff; Morris, Richard Knowles (1997). Steel Boats, Iron Men: History of the U.S. Submarine Force (Paducah, KY: Turner Publishing). ISBN 9781563110818. OCLC 34352971. 
  • Schecter, Barnet (2002). The Battle for New York (New York: Walker). ISBN 0802713742. 
  • Sleeman, Charles (1880). Torpedoes and torpedo warfare (Portsmouth, UK: Griffin). OCLC 4041073. 
Ícone de esboço Este artigo sobre tópicos militares é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.