Team Lazarus

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Itália Lazarus
Informações gerais
Nome completo Team Lazarus
Base Pádua,  Itália
Chefe de equipe Itália Tancredi Pagiaro
Categorias GP2 Series
Motor Mecachrome
Chassis Dallara
GP2 Series
Estreia Malásia GP da Malásia (feature race), 2012
Corridas concluídas 23
Última corrida =Emirados Árabes Unidos GP de Abu Dhabi (sprint race), 2013
Posição no último campeonato (2013) 12º (13 pontos)
Outras categorias
Euroseries 3000, Auto GP

Team Lazarus é uma equipe italiana de automobilismo que disputa atualmente a GP2 Series. Sua sede localiza-se em Pádua.

História[editar | editar código-fonte]

Euroseries 3000 e Auto GP[editar | editar código-fonte]

Fundada por Tancredi Pagiaro em 2009, a Lazarus estrearia em competições no mesmo ano, ao disputar a Euroseries 3000 (atual Auto GP), tendo como pilotos o romeno Michael Herck e o brasileiro Diego Nunes, inicialmente na rodada dupla de Portimão. Após esta, Herck foi substituído pelo italiano Michael Dalle Stelle, e o time encerraria a temporada em sétimo lugar, com 12 pontos.

Em 2010, com o também italiano Fabio Onidi, a Lazarus fecharia o campeonato (agora rebatizado de Auto GP) em sexto, com 24 pontos (quatro terceiros lugares como melhor resultado). No ano seguinte, a equipe mantém Onidi e contrata seu compatriota Fabrizio Crestani; ambos fizeram uma boa temporada, com a primeira vitória da equipe na sprint race de Mônaco, ajudando-a a garantir a terceira posição, com 190 pontos (empatada com a Campos Racing, que ficou com o vice-campeonato de construtores por ter uma vitória a mais que a Lazarus).

GP2[editar | editar código-fonte]

Em 2012, Pagiaro uniu-se a investidores venezuelanos e comprou o espólio da tradicional Super Nova Racing, que não conseguira o orçamento necessário para disputar a temporada da GP2 do mesmo ano. Firmou uma parceria com o governo da Venezuela e mudou seu nome para Venezuela GP Lazarus, contratando Fabrizio Crestani (sexto colocado na Euroseries 3000 de 2011) e Giancarlo Serenelli, único piloto com mais de trinta anos de idade que disputou o campeonato. A dupla não conseguiu disputar a temporada completa, tendo Crestani marcado apenas um ponto, e Serenelli, não marcando nenhum. O espanhol Sergio Canamasas e o austríaco René Binder disputaram as últimas provas da temporada - ambos também não pontuaram. No campeonato de construtores, a Lazarus ficou em penúltimo lugar, com apenas um ponto - a Scuderia Coloni perdeu todos os pontos marcados após anunciar que deixaria a GP2 ao final da temporada.

Para a temporada de 2013, a Lazarus contratou o italiano Kevin Giovesi e manteve René Binder. Durante o campeonato, repatriou Fabrizio Crestani e trouxe outro italiano, Vittorio Ghirelli, para o restante da temporada. Ambos, no entanto, não obtiveram resultados expressivos a bordo do carro #25 - Ghirelli marcou um ponto na feature race de Monza.

Pilotos[editar | editar código-fonte]

Links[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre Automobilismo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.