Teatrógrafo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Animatógrafo do Rossio, Lisboa

Teatrógrafo (ou animatógrafo – animatographo) é um neologismo decorrente do inglês Theatrograph, que designa um projector de cinema fabricado por Robert William Paul em 1896. O teatrógrafo e o vitascópio (vitascope) de Thomas Edison eram os projectores mais vendidos em todo o mundo no final da primeira década do séc. XX.

O termo animatógrafo é incorrectamente usado quando se refere ao cinematógrafo, invento explorado pelos irmãos Lumière, aparelho que viu a luz do dia pouco antes nesse mesmo ano. Era máquina de filmar, de revelar e de projectar filmes. O teatrógrafo (animatógrafo) e o vitascópio eram simples projectores.

Animatógrafo foi a designação introduzida por Edwin Rousby, agente comercial de William Paul nas suas digressões em Portugal para a apresentação do teatrógrafo, em 1896. Na segunda digressão, Rousby apresenta uma versão melhorada do aparelho, a que chama Animatógrafo Colossal. O termo vulgarizou-se em Portugal pela circunstância de as primeiras salas de projecção de filmes se intitularem “animatographo”.

Noutras línguas, como o inglês animatograph ou o francês animatographe, o termo não aparece associado ao aparelho de William Paul. O uso português da palavra permite que ela seja por vezes entendida como cinematógrafo.


Referências[editar | editar código-fonte]

  • «Animatographo (lat. animus, animado, e gr. graphein, descrever). Termo hýbrido por que é conhecido em Portugal o apparelho universalmente denominado cinematographo» - Lello Universal

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]