Teatro Maria Della Costa

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Teatro Maria Della Costa
Tipo Teatro
Arquiteto Oscar Niemeyer e Lúcio Costa
Fim da construção 1954
Proprietário atual Associação dos Produtores de Espetáculos Teatrais do Estado de São Paulo (Apetesp)
Endereço Rua Paim, 72
Bela Vista, São Paulo

O Teatro Maria Della Costa é um teatro de São Paulo, fundado em outubro de 1954 pela atriz Maria Della Costa e pelo empresário Sandro Polônio, com a participação da atriz Itália Fausta. Tem capacidade para 370 pessoas.[1]

História[editar | editar código-fonte]

O espetáculo de estreia foi "O Canto da Cotovia" de Jean Anouhil, sob a direção de Gianni Ratto.[2][3]

O prédio foi projetado por Oscar Niemeyer e Lúcio Costa e construído com o financiamento de extinto Banco Nacional, facilitado pelo empresário Octávio Frias de Oliveira, então proprietário da Folha de S. Paulo.[4]

Em 1978, a Associação dos Produtores de Espetáculos Teatrais do Estado de São Paulo (Apetesp), durante a gestão do então presidente Raul Cortez, adquiriu o teatro, com o objetivo de prestar maiores benefícios aos seus associados.[5][6]

Em maio de 1995, durante a gestão do então presidente Sérgio D’Antino, sem condições de funcionamento — devido ao estado precário em que se encontrava — passou por uma reforma geral que se estendeu até 1996, e foi re-inaugurado em 30 de julho de 1996 com uma grande festa para a classe artística.[5][6]

Crítica[editar | editar código-fonte]

Em 28 de setembro de 2014, foi publicado na Folha de S.Paulo o resultado da avaliação feita pela equipe do jornal ao visitar os sessenta maiores teatros da cidade de São Paulo. O local foi premiado com três estrelas, uma nota "regular", com o consenso: "O teatro tem hall de entrada amplo, com mesas para se sentar enquanto a sala não é liberada. Os cadeirantes, no entanto, não têm acesso ao hall nem à bonbonnière (eles entram direto na sala de espetáculo, que fica no segundo andar, por uma porta na rua). Apesar de simples, o local é bem projetado, e o público tem boa visão do palco."[1]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b Fabiana Seragusa e Rafael Balago (28 de setembro de 2014). «Especial avalia os 60 maiores teatros de SP; veja lista com acertos e falhas». Folha de S.Paulo. www1.folha.uol.com.br. Consultado em 3 de janeiro de 2017 
  2. «Teatro Popular de Arte - TPA (Teatro Maria Della Costa - TMDC)». Itaú Cultural. 24 de setembro de 2008. Consultado em 1 de janeiro de 2014 
  3. «Biografia de Maria Della Costa». Funarte. Consultado em 1 de janeiro de 2014 
  4. «Maria Della Costa». UOL Educação. Consultado em 1 de janeiro de 2014 
  5. a b «História». Teatro Maria Della Costa. Consultado em 1 de janeiro de 2014 
  6. a b «Teatro Maria Della Costa». Gui de Acessibilidade Cultural de São Paulo. Consultado em 1 de janeiro de 2014 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre teatro (genérico) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.