Teatro Maria Matos

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Maria Matos Teatro Municipal
Teatro Municipal Maria Matos
Localização Av. Frei Miguel Contreiras 52, Lisboa
Tipo Teatro municipal
Inauguração 22 de Outubro de 1969
Proprietário Câmara Municipal de Lisboa
Website www.teatromariamatos.pt

O Teatro Maria Matos é um teatro português sediado em Lisboa. Abriu as suas portas ao público a 22 de Outubro de 1969 em homenagem a uma actriz de grande prestígio, Maria Matos. O seu actual diretor artístico é Mark Deputter,[1] encarregue da área de Teatro e Dança, estando a Música a cargo de Pedro Santos e a programação para crianças e jovens entregue a Susana Menezes.

História[editar | editar código-fonte]

Com um passado mais convencional e popular, desde os clássicos do tempo da RTP (Artur Ramos) e de Repertório (Armando Cortez), ao Teatro de Revista, trazido com as produções do Teatro Maria Vitória, em consequência do seu incêndio, em 1983, passando pelo Teatro dito comercial e pelas comédias musicais e o apoio a projectos da acção social e espectáculos destinados ao público infantil e escolar, em 1999, o Teatro Maria Matos assume uma vontade de mudança, modernizando-se, e passando a ter uma programação diversificada de modo a tornar-se um espaço de experimentação de novas linguagens artísticas, impondo-se como um espaço alternativo entre os vários públicos da cidade de Lisboa e de Portugal.

Construção[editar | editar código-fonte]

A construção da estrutura do Teatro foi da responsabilidade do arquiteto Fernando Ramalho. O projecto inicial sofreu alterações da estrutura, já em construção, dando lugar a um segundo projeto do arquiteto Barros da Fonseca.

A 24 de Setembro de 1982, o teatro é adquirido pela Câmara Municipal de Lisboa.

Programação Teatral[editar | editar código-fonte]

O musical Cabaret, um êxito da Broadway que originou o filme Cabaret, foi o grande destaque da programação do Teatro em 2008, com estreia a 4 de Setembro. A partir de Junho de 2009, a programação de Teatro e Dança a cargo de Mark Deputter, seguiu um rumo mais contemporâneo e  experimental, ligado à criação independente, com a vinda de muitas companhias estrangeiras. [1]

Peças[editar | editar código-fonte]

"Espectáculos apresentados pelo Maria Matos Teatro Municipal
Ano Peça Encenação Elenco Local
1975 Schweik na Segunda Guerra Mundial Raul Solnado, Lourdes Norberto, Armando Cortez e Vítor de Sousa
2015 Tomorrow's Parties Forced Entertainment

Programação Musical[editar | editar código-fonte]

Nos últimos anos o Maria Matos tem-se destacado pela sua programação musical, tendo organizado eventos de homenagem a John Cage, chamado "100 Cage"[2], e a outros músicos.

Referências

  1. teatromariamatos.pt: Mark Deputter (Biografia), acessado 13 denovembro de 2009

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Página oficial