Teatro São Luiz

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Teatro S. Luiz)
Ir para: navegação, pesquisa
São Luiz Teatro Municipal
Localização Rua António Maria Cardoso, Lisboa
Tipo Teatro municipal
Inauguração 22 de Maio de 1894
Reformação 16 de Janeiro de 1916
Proprietário Câmara Municipal de Lisboa
Estilo Arquitetônico Dominante "Parisiense" e cosmopolita
Antigos nomes Teatro Dona Amélia
Website www.teatroaberto.com

O São Luiz Teatro Municipal é um teatro localizado na Rua António Maria Cardoso, em Lisboa, Portugal, sendo considerado uma das mais importantes salas de espectáculos da cidade.

Foi inaugurado em 22 de Maio de 1894, tendo então o nome Teatro Dona Amélia, à época rainha de Portugal. A ideia da sua construção partiu do actor Guilherme da Silveira, que conseguiu cativar diversos investidores, entre os quais Luís de Braga Júnior, o Visconde de São Luiz de Braga, que viria a ser o principal impulsionador do novo teatro. O projecto foi feito pelo arquitecto francês Louis Reynaud, que lhe conferiu um ar "parisiense" e cosmopolita.

Com a queda da monarquia e fuga da família real em 1910, o visconde rebatiza a sala, passando então a chamar-se Teatro da República.

Em 1914 um incêndio viria a destruir por completo o teatro. O visconde chama o arquitecto Tertuliano Marques para reconstruir o teatro, pedindo-lhe que seguisse a traça original, tendo a sala sido reaberta a 16 de Janeiro de 1916.

Em 1928 o teatro foi novamente remodelado, desta feita para adatação a cinema, passando a chamar-se São Luiz Cine, tendo estreado com a projecção do filme Metropolis de Fritz Lang. Em 1930, foi modernizado, passando a ser o primeiro cinema sonoro de Portugal.

A partir de 1960 o cinema começou a perder público, o que levou ao retorno, sem sucesso, do teatro. Em 1971, já quase sem público, a sala acabou por ser comprada pela Câmara Municipal de Lisboa, passando a ter o nome Teatro Municipal de São Luis. Incicia-se então um longo período de altos e baixo, em que nenhum projecto cultural consegue devolver a sala à importância de outrora.

Em 1998 é iniciada uma grande obra de remodelação e ampliação do teatro. O arquitecto Francisco Silva Dias fez o programa base, que foram estabelecidas as linhas principais da intervenção a realizar[1]. O programa previa a recuperação da sala principal, a remodelação do palco e zonas de apoio, a criação de uma sala estúdio, de um café-concerto e de um restaurante.

O projecto da sala principal é desenvolvido pelo Departamento de Património Cultural da Câmara Municipal, pelo arquitecto Jorge Carvalho, com o apoio e consultoria da empresa Espaço Tempo e Utopia. O projecto da sala estúdio, do café concerto e do restaurante é desenvolvido pelo arquitecto José Romano.

Em 1990, a Câmara Municipal de Lisboa cedeu o espaço à Companhia Teatral do Chiado e a Mário Viegas, o qual desenvolveu variadíssimas acções culturais e apresenta os seus espectáculos em conjunto com Juvenal Garcês.

Em Julho de 2016 Luís Miguel Cintra foi homenageado no Teatro Municipal de São Luís com a atribuição do seu nome à sala principal[2].

Peças[editar | editar código-fonte]

"Espectáculos apresentados pelo São Luiz Teatro Municipal
Ano Peça Encenação Elenco Local
2015 As you like it (Como Queiram) Beatriz Batarda Carla Maciel, Nuno Lopes, Sara Carinhas, Sérgio Praia, Marco Martins, Luísa Cruz, Bruno Nogueira, Romeu Costa, Leonor Salgueiro, Rui Mendes

Referências

  1. «São Luiz Teatro Municipal / Cronologia». Consultado em 7 de Novembro de 2011 
  2. Observador (5 de Julho de 2016). «São Luiz dá nome de Luís Miguel Cintra à sala principal do teatro». Consultado em 16 de Dezembro de 2016 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Teatro São Luiz