Teatro da Cornucópia

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Teatro da Cornucópia
Sede do Teatro da Cornucópia na Rua Tenente Raúl Cascais 1A, em Lisboa
Localização R. Ten. Raúl Cascais 1A, Lisboa
Tipo Teatro
Gênero Teatro independente
Inauguração 1973
Encerramento 2016
Proprietário Ministério da Cultura
Website www.teatro-cornucopia.pt

O Teatro da Cornucópia foi uma das mais prestigiadas companhias teatrais portuguesas. A sua atividade foi cessada em Dezembro de 2016, por decisão do seu dirigente Luís Miguel Cintra[1].

História[editar | editar código-fonte]

O Teatro da Cornucópia foi fundado em 1973 por Jorge Silva Melo e Luis Miguel Cintra, vindos do teatro universitário, que reuniram em torno do seu projecto de companhia de teatro um pequeno grupo de actores profissionais. Até ao 25 de Abril de 1974 trabalhou sem sede própria e foi apoiado por subsídios esporádicos da Fundação Calouste Gulbenkian. O programa inicial, condicionado pela censura fascista, centrava-se no reportório clássico (Molière e Marivaux). A partir de 1974 centrou-se na dramaturgia contemporânea com a intenção de construir um teatro de reflexão com uma função activa na realidade cultural portuguesa. Num primeiro ciclo temático (pequena burguesia-revolução-dominação ideológica) levou à cena Terror e Miséria no Terceiro Reich de Brecht, Pequenos Burgueses de Gorki, Ah Q de Jean Jourdheuil e Bernard Chartreux, Casimiro e Carolina de Odon Von Horváth, Woyzeck de Büchner, Alta Austria e Música Para Si de Kroetz e O Treino do Campeão Antes da Corrida de Michel Deutsch. Foi nessa fase que a companhia teve a colaboração dramatúrgica de Jean Jourdheuil e que nele ingressou a cenógrafa Cristina Reis que, a partir de 1980, com a saída de Jorge Silva Melo, viria a partilhar a direcção com Luis Miguel Cintra.

Muitas vezes a companhia criou ciclos temáticos como propostas de reflexão. Assim dedicou ao cómico e à comédia um ciclo em que incluiu um espectáculo Karl Valentin, um espectáculo Plauto, Capitão Schelle, Capitão Eçço de Rezvani, O Labirinto de Creta de António José da Silva (o Judeu), Não se Paga, Não se Paga de Dario Fo. A partir de 1983 com o espectáculo Oratória (montagem de textos de Gil Vicente, Goethe e Brecht) a companhia centrou o seu reportório num tema a que chamou “O Mal Estar do Nosso Tempo” onde incluiu Mariana Espera Casamento de Jean Paul Wenzel e Novas Perspectivas de Xaver Kroetz, A Missão de Heiner Müller e O Parque de Botho Strauss. Apesar de menos organizada em ciclos temáticos, é uma tendência eminentemente reflexiva e poética que se foi acentuando na programação posterior a 1985 com espectáculos como Ricardo III de Shakespeare, um ciclo de 3 espectáculos de Strindberg ou a Trilogia da Guerra de Edward Bond. A reflexão sobre diferentes temas acabou por estender-se ao próprio teatro como representação da vida. Assim a companhia dedicou a esse tema um ciclo em que incluiu O Público de Garcia Lorca, Céu de Papel (montagem de textos de Pirandello e Beckett), Salada (uma colagem de números tradicionais de palhaços) e Um Poeta Afinado de Manoel de Figueiredo.

O Teatro da Cornucópia levou à cena alguns dos grandes clássicos de todos os tempos (Gil Vicente, Shakespeare, Wycherley, Tchekov, Strindberg, Beaumarchais, Lenz, Hölderlin, Kleist, Shakspeare), e tabordou textos de muitos géneros mas a sua orientação não era a de uma companhia de reportório. Pretendeu intervir culturalmente na sociedade portuguesa e não abdicar do teatro como terreno privilegiado da criação artística e grande instrumento de pensamento das sociedades. Desde 1990 abordou alguns dos dramaturgos de escrita mais radical do século XX (Beckett, Orton, Botho Strauss, P. Handke, Edward Bond, Genet, Gertrude Stein, Lars Nóren, Brecht, Pasolini, Fassbinder). A propósito da queda do regime comunista nos países de Leste, em 1992 voltou a Heiner Müller de quem fez nova encenação de A Missão e Mauser. Fez a estreia mundial de dois textos: O Colar de Sophia de Mello Breyner Andresen em 2002 e A Cadeira de Edward Bond em 2005. Elaborou vários espectáculos a partir textos não teatrais: de Raul Brandão, a Primavera Negra; de Francisco de Holanda, Diálogos sobre a Pintura na Cidade de Roma; o poema A Margem da Alegria de Ruy Belo. Convidou encenadores estrangeiros: Stephan Stroux, Christine Laurent, Brigitte Jaques, Carlos Aladro, Ana Zamora; produziu e co-produziu espectáculos de jovens encenadores (Miguel Guilherme, José Meireles, António Pires, José Wallenstein, Ricardo Aibéo, Beatriz Batarda) e um espectáculo de novíssimos actores (O Dia de Marte).

A partir de 1974 o Teatro da Cornucópia passou ser regularmente subsidiado pelo Estado e recebeu apoios pontuais da Fundação Caloust Gulbenkian e de várias entidades como o Instituto Alemão, o British Council, a Embaixada de Espanha, a Embaixada da Suécia, a Comissão Nacional para as Comemorações dos Descobrimentos Portugueses, o Instituto Camões, o Inatel, a Câmara Municipal de Lisboa, etc.

Em 1975 a companhia mudou-se para o Teatro do Bairro Alto (antigo Centro de Amadores de Ballet), na Rua Tenente Raúl Cascais, em Lisboa, onde permaneceu até 2016. Em 1986/7 o edifício sofreu obras de melhoramento o que o tornou num espaço privilegiado para todo o género de espectáculos. Este local de trabalho permitiu à companhia uma permanente experimentação de espaços cénicos, uma inversão da relação tradicional do palco com a plateia, o que dificultou, por outro lado, a adaptação dos seus cenários a outros palcos. Apesar disso, o Teatro da Cornucópia não deixou de fazer digressões a outras cidades do país e apresentou regularmente os seus espectáculos fora de Lisboa.

Em 1984 participou no XXXII Festival Internacional de Teatro da Bienal de Veneza com A Missão de Heiner Müller.

Em 1991 apresentou no Théâtre Varia de Bruxelas Comédia de Rubena de Gil Vicente integrado na Europália'91 dedicada a Portugal e no mesmo ano apresentou esse espectáculo em Udine (Itália) integrado na organização L'École des Maîtres.

Em 1994 viu dois dos seus espectáculos integrados na programação de Lisboa94, Capital Europeia da Cultura.

Em 1995 apresentou o Triunfo do Inverno de Gil Vicente no Théâtre de la Commune-Pandora, Aubervilliers (Paris).

Em 1998 participou no Festival dos 100 Dias da Expo'98 com um projecto (Teatro do Mundo - Teatro do Eu) que marca os seus 25 anos de actividade e em que volta a três autores do nosso século já abordados em espectáculos anteriores da companhia: Strindgberg (Um Sonho), García Lorca (Quando Passarem Cinco Anos) e Heiner Müller (Máquina Hamlet).

Estabeleceu nos últimos anos co-produções com o Teatro Nacional S. João, Teatro Nacional D. Maria II, Teatro Nacional S. Carlos, Teatro Municipal de Almada e São Luiz Teatro Municipal. Por várias vezes se integrou no Festival de Teatro de Almada.

Para além da apresentação normal dos seus espectáculos, o Teatro da Cornucópia procurou dinamizar o seu espaço com outras actividades. A companhia acolheu nas suas instalações espectáculos de outros grupos e tem realizado inúmeras actividades paralelas (apresentação de livros, conferências, uma semana dedicada à criança, cursos de técnica básica para actores, colóquios, exposições, leituras de textos, etc.). Para cada espectáculo a companhia publicou um volume de Textos de Apoio com uma antologia desenvolvida de textos que completavam a compreensão de cada encenação.

Realizou ainda para a televisão, em co-produção com o Grupo Zero, a filmagem de Música Para SiViagem Para a Felicidade e Novas Perspectivas de Kroetz e E Não Se Pode Exterminá-lo? de Karl Valentin com realização de Solveig Nordlund. Fez a produção do espectáculo A Morte do Príncipe com Luis Miguel Cintra e Maria de Medeiros, a partir de textos de Fernando Pessoa, para o Festival de Avignon de 1988 e o Festival de Outono de Paris de 1989. Apresentou no Teatro do Bairro Alto em 1990, em colaboração com a RTP o espectáculo de ópera Façade/O Urso de William Walton, com direcção musical de João Paulo Santos e filmado por Oliveira Costa. No ano 2000 realizou outro espectáculo de ópera em co-produção com a Culturporto/Rivoli Teatro Municipal, o Teatro Nacional S. Carlos e a Orquestra Nacional do Porto, também com direcção musical de João Paulo Santos: The English Cat de Hans Werner Henze/Edward Bond. Com o mesmo maestro levou à cena em 2002 História do Soldado de Stravinsky/Ramuz. Colaborou com o Teatro Nacional de S. Carlos em 2003 na apresentação da oratória cénica de Honnegger-Claudel Jeanne d’Arc au Bûcher.

Em quatro décadas, centrou-se sobretudo na dramaturgia contemporânea "com a intenção de construir um teatro de reflexão com uma função ativa na realidade cultural portuguesa".

Apresentou obras de: Sófocles, Plauto, Séneca, Lope de Vega, Calderón de la Barca, Shakespeare, Corneille, Marivaux, Beaumarchais, Hölderlin, Schiller, Strindberg, Ibsen, Tchekov, Gorki, Ostróvski, Pirandello, Brecht, Catherine Dasté, Franz-Xaver Kroetz, Michel Deutsch, Odon Von Horváth, Georg Büchner, Karl Valentin, Dario Fo, Jean Paul Wenzel, Claudine Fiévet, Heiner Müller, Botho Strauss, William Wycherley, Edward Bond, Lorca, Igor Stravinsky, William Walton, Hans Werner Henze, Samuel Beckett, Joe Orton, Georg Buchner, Peter Handke, Georges Courteline, Genet, Jean-Claude Biette, Gertrude Stein, Lars Norén, Ferenc Molnár, Stig Dagerman, Heinrich von Kleist, Pasolini, R.W. Fassbinder, Christian Dietrich Grabbe, Jakob Lenz, Gil Vicente, Luís de Camões, Francisco de Holanda, António José da Silva, Almeida Garrett, Raul Brandão, Fiama H.P. Brandão, Eduarda Dionísio, Sophia M.B. Andresen, Manuel de Figueiredo, José Meireles e Ruy Belo.

Peças[editar | editar código-fonte]

"Espectáculos apresentados pelo Teatro da Cornucópia
Ano Peça Encenação Elenco Local
1973 O Misantropo de Molière Luís Miguel Cintra Filinto Filipe La Féria

Alceste Luis Miguel Cintra

Oronte Jorge Silva Melo

Celimena Glicínia Quartin

Basco Carlos Fernando

Eliante Raquel Maria

Clitandro Luis Lima Barreto

Acasto Orlando Costa

Guarda Jorge Silva Melo

Arsinoê Dalila Rocha

Dubuá Carlos Fernando

Teatro Laura Alves
13 de Julho de 1974 Terror e Miséria no III Reich de Bertolt Brecht Jorge Silva Melo e Luís Miguel Cintra Augusto de Figueiredo

Dalila Rocha

Glicínia Quartin

Helena Domingos

Jorge Silva Melo

Luís Lima Barreto

Luis Miguel Cintra

Orlando Costa

Pedro Penilo

Raquel Maria

Sociedade Filarmónica Incrível Almadense
1974 A Ilha dos Escravos Jorge Silva Melo Arlequim Luis Miguel Cintra

Ificrato Luís Lima Barreto

Trivelino Orlando Costa

Cleanta Raquel Maria

Eufrosina Dalila Rocha

Terraço do Capitólio
1974 A Herança de Pierre Marivaux Jorge Silva Melo Cavaleiro Luís Lima Barreto

Hortense Margarida Carpinteiro

Lisete Raquel Maria

Lepino Filipe La Féria

Marquês Jorge Silva Melo/Orlando Costa

Condessa Dalila Rocha

Terraço do Capitólio
1975 Pequenos Burgueses de Máximo Gorki Jorge Silva Melo Polia Márcia Breia / Raquel Maria

Tatiana Lia Gama

Piotr Jorge Silva Melo/Luís Lima Barreto

Bessemenov Alexandre Passos

Akoulina Gina Santos

Stefania Helena Domingos

Pertchikine Augusto de Figueiredo

Teteriov Luis Miguel Cintra / Orlando Costa

Nil Orlando Costa / Luis Miguel Cintra

Elena Glicínia Quartin

Tchitchkine Luís Lima Barreto / Jorge Silva Melo

Tzvetaieva Raquel Maria / Márcia Breia

Teatro do Bairro Alto/Teatro da Cornucópia
1976 Ah Q de Jean Jourdheuil e Bernard Chartreux Jorge Silva Melo Wang Orlando Costa 

Ah Q Jorge Silva Melo 

Wou Ma Glicínia Quartim 

Sr. Tchao Rui Furtado 

Filho Tchao Luís Lima Barreto 

Sra. Tchao Márcia Breia 

Nora Raquel Maria 

Velhos Augusto de Figueiredo e Jorge Nascimento 

Estalajadeiro Alexandre Passos 

Filho Tsien Luis Miguel Cintra 

Monja Budista Lia Gama 

Juiz Gilberto Gonçalves

Teatro do Bairro Alto/Teatro da Cornucópia
1986 Pai de August Strinberg Luís Miguel Cintra O Capitão Luis Miguel Cintra

Laura, sua mulher Manuela de Freitas

Berta, sua filha Sandra Paula 

O Doutor Ostermark, médico Ruy Furtado

O Pastor, irmão de Laura Luís Lima Barreto

Margret, velha ama do Capitão Glicínia Quartin

Nöjd, soldado do regimento do Capitão Francisco Costa

Svärd, ordenança do Capitão Gilberto Gonçalves

Teatro do Bairro Alto/Teatro da Cornucópia
1993 Primavera Negra de de Eduarda Dionísio a partir da obra de Raul Brandão Luís Miguel Cintra Anacleto Gilberto Gonçalves

Gebo Rui Pedro

Mulher do Gebo Laura Soveral

Pilha do Gebo/Prostituta 4 Luísa Cruz

Filósofo Luis Miguel Cintra

Revolucionário António Fonseca

Proprietário José Manuel Mendes

Velha 1 (Enforcada) Carmen Santos

Padre Luís Lima Barreto

Candidinha Glicínia Quartin

Ladrão Diogo Dória

Prostituta 1 Laurinda Ferreira

Prostituta 2 Teresa Roby

Prostituta 3 (a Mouca)/a Desgraça/a Dor Manuela de Freitas

Presidente do Conselho de Estado/Filho da Enforcada Rogério Vieira

Filho da Candidinha Luís Lucas

Velha 2 Antónia Terrinha

Velha 3 Márcia Breia

Estropiado de Guerra José Airosa

Joana Laura Soveral

Pita José Manuel Mendes

Avejão Diogo Dória

Moribunda Isabel Muñoz Cardoso

Teatro do Bairro Alto/Teatro da Cornucópia
1993 Sete Portas de Botho Strauss Luís Miguel Cintra Adriano Luz

António Fonseca

Diogo Dória

Gilberto Gonçalves

Glicínia Quartin

Luísa Cruz

Luís Lima Barreto

Luís Lucas

Luis Miguel Cintra

Manuela de Freitas

Miguel Guilherme

Natália Vieira

Paulo Pinto

Rogério Vieira

Teresa Roby

Teatro do Bairro Alto/Teatro da Cornucópia
1994 O Triunfo do Inverno Luis Miguel Cintra Autor-Inverno Luis Miguel Cintra

Brisco Pelayo (Pastor) Miguel Borges

Juan Guijarro (Pastor) Pedro Carraça

Brásia Caiada (velha) Glicínia Quartin 

Piloto Miguel Guilherme 

Marinheiro Adriano Luz

Grumetes Rogério Vieira (Gregório), Luís Lucas (Gonçalo) e Luís Lima Barreto (Afonso)

Sereias Beatriz Batarda, Helena Afonso e José Manuel Mendes

Verão Manuel Brás da Costa

Serra de Sintra Luísa Cruz

Forneira Márcia Breia

Ferreiro António Fonseca

Infante Mário Marques

Rei Fernando Ribeiro

Rainha Cláudia Andrade

Moço Moça Tónan Quito e Rita Durão

Músicos: César Viana (flauta), Paulo Galvão (alaúde)

Teatro do Bairro Alto/Teatro da Cornucópia
1995 Dia de Marte António Fonseca Irene Rita Durão, Rita Duarte e Cláudia Andrade

Brian Tónan Quito e Femando Ribeiro

Pai António Fonseca

Polícias José Álvaro Correia, David Lopes, Cláudio Garrudo, João Ribeiro, Hugo Neves e Francisco Ponciano

Oficial da Polícia João Castel Branco

Vizinha Ana Rita Férrer

Cão Armando Quito

Criança Daniel Durão

Mulher Polícia Kieza Santos Correia

Enfermeiras Sara Duarte, Raquel Guerra e Raquel Cardoso

Músicos Ricardo Santos, Ricardo Leão, Paulo Taylor e Francisco Ferreira

Teatro do Bairro Alto/Teatro da Cornucópia
1996 Um Auto de Gil Vicente Luis Miguel Cintra Pero Safio Rogério Vieira

Paula Vicente Margarida Marinho

Bernardim Ribeiro José Airosa

Chatel Luís Lucas

Gil Vicente Luís Lima Barreto ou Luis Miguel Cintra

Infanta Dona Beatriz Beatriz Batarda

El-Rei Dom Manuel José Manuel Mendes

Barão Saint-Germain Marcantónio DeI Carlo

Conde de ViIa-Nova António Fonseca

Bispo de Targa Alfredo Martinho

Falcoeiros Miguel Borges, Nicolau dos Mares, Renato Aires e Tónan Quito

Actor (Sol) Luís Assis

Actriz (Lua) Rita Durão

Pagem João Murima

Joana do Taco Márcia Breia

Cantora (Vénus) Sandra Medeiros

Actor (Vento Sul) João Murima

Actor (Vento Nordeste) Renato Aires

Actor (Vento Norte) Nicolau dos Mares

Actor(Vento Noroeste) Tónan Quito

Actor(Mar) Miguel Borges

Marinheiro Miguel Borges

Inês de MeIo Márcia Breia

Séquito do Rei (3° acto) Nicolau dos Mares, Renato Aires e Tónan Quito

Entreactos Luís Assis, João Murima, Márcia Breia, Miguel Borges, Nicolau dos Mares, Renato Aires e Tónan Quito

Músicos Paulo Galvão (Ataúde) e César Viana (Flauta)

Teatro Nacional S. João, Teatro do Bairro Alto/Teatro da Cornucópia
1996 Barba Azul de Jean-Claude Biette Christine Laurent (por ordem de entrada)

Narradora/Ama Glicínia Quartin

Escritor Luis Lima Barreto

A Mãe Maria d' Aires

O Pai Rogério Vieira

Dois Criados Guilherme Mendonça e Nicolau dos Mares

O Bispo José Manuel Mendes

O Leproso António Pires

Barba-Azul Luis Miguel Cintra

Guilherme Ricardo Aibéo

Tomás Marcello Urgeghe

Catarina Cláudia Andrade

Rapariga da Tempestade (Segunda Esposa) Rafaela Santos

Um Cruzado Marcello Urgeghe

O Velho Criado José Manuel Mendes

O Jovem Criado Ricardo Aibéo

Signora Fulrnine Zita Duarte (actriz cedida pelo Teatro Nacional D. Maria II)

Tuono António Pires

Rapariga (actriz na cena do teatro) Rafaela Santos

Pastor (actor na cena do teatro) Rogério Vieira

Nova Esposa Rita Durão

A Irmã Morena (Esposa) Sofia Marques

A Irmã Loira (Ana) Rita Lello

Os dois irmãos Guilherme Mendonça e Nicolau dos Mares

O Músico Paulo Galvão

Teatro do Bairro Alto/Teatro da Cornucópia
1997 Os Sete Infantes Luis Miguel Cintra Conde D. Garcia Fernandes José Manuel Mendes

Gonçalo Gustiuz Luis Miguel Cintra

D. Sancha, sua mulher Márcia Breia

Os sete infantes:

Diego Gonçalves, o maior Paulo Moura Lopes

Manim Gonçalves Francisco Nascimento

Sueiro Gonçalves Duarte Guimarães

Fernão Gonçalves Pedro Lacerda

Rui Gonçalves Hugo Sequeira

Gustiuz Gonçalves Nuno Lopes

Gonçalo Gonçalves, o menor Ricardo Aibéo

Munho Salido, aio dos sete infantes Luís Lima Barreto

Um actor Cucharrão) Tonan Quito

Uma actriz ( Criada) Rita Durão

Rui Vasques Rogério Vieira

D. Lambra, sua mulher Beatriz Batarda

Álvaro Sa!tches, cavaleiro Nicolau dos Mares

Um escudeiro de D. Lambra Luís Assis

Um escudeiro de Rui Vasques Luís Assis

Almançor; rei de Córdova José Manuel Mendes

Alicante, rei mouro Nicolau dos Mares

Moura um, irmã de Almanço Rita Durão

O Rei de Segura Nicolau dos Mares

Mudarm Gonçalves, ftlho de Gonçalo Gustiuz e da irmã de Almançor Ricardo Aibéo

Um escudeiro de Mudarra Luís Assis

Teatro do Bairro Alto/Teatro da Cornucópia
1998 Máquina Hamlet Luis Miguel Cintra Hamlet Luis Miguel Cintra

Ofélia Rita Loureiro

Horácio Luís Lucas ou Nicolau Lima Antunes

Cláudio António Fonseca ou Luis Lima Barreto

As Quatro Mulheres Mortas Rita Durão, Solange F., Sofia Marques e Tânia Lima Antunes

Vozes Luísa Cruz, Melanie Mederlind e Teresa Sobral

Teatro do Bairro Alto/Teatro da Cornucópia
1998 Um Sonho de August Strindberg Luís Miguel Cintra Ana Margarida Videira, António Fonseca, Bruno Santos, Duarte Guimarães, Glicínia Quartin, João Candeias, José Airosa, José Manuel Mendes, Luís Assis, Luís Lima Barreto, Luís Lucas, Luis Miguel Cintra, Luísa Cruz, Manuela de Freitas, Márcia Breia, Melanie Mederlind, Nicolau Lima Antunes, Nuno Lopes, Nuno Vieira de Almeida, Pedro Lacerda, Pedro Santos, Ricardo Aibéo, Rita Durão, Rita Loureiro, Rogério Vieira, Ruben Lopes, Sofia Marques, Solange F., Tânia Lima Antunes e Teresa Sobral CCB, Teatro do Bairro Alto/Teatro da Cornucópia, Teatro Nacional S. João
1998 Quando Passarem Cinco Anos Luis Miguel Cintra Jovem Pedro Lacerda

Velho José Manuel Mendes

Dactilógrafa Luísa Cruz

Amigo primeiro Nicolau Lima Antunes

Um Menino Morto Luís Assis

Um Gato Morto Luís Lucas

Criado Luís Lima Barreto

Amigo segundo Ricardo Aibéo

Noiva Rita Durão

Jogador de Rugby Nuno Lopes

Criada da noiva Sofia Marques

Pai da noiva Rogério Vieira

Manequim Rita Loureiro

Arlequim José Airosa

Rapariga Márcia Breia

Palhaço António Fonseca

Máscara Amarela Manuela de Freitas

Figuras no bosque Luís Lucas e Nuno Lopes

Criada do Jovem Márcia Breia

Jogador Primeiro José Manuel Mendes

Jogador Segundo Ricardo Aibéo

Jogador Terceiro Nicolau Lima Antunes

Guitarrista João Pedro Duarte

Teatro do Bairro Alto/Teatro da Cornucópia, Teatro Nacional S. João
1999 O Lírio Luis Miguel Cintra Rita e Dolores (duas raparigas que vão à Feira) Solange F. e Maria Cuevas

Maria Rita Durão

Júlia Alves Sofia Marques

A Viúva Moscatel Márcia Breia

O Lírio -André Nascimento José Airosa

O Inspector Luís Lima Barreto

O Agente Lopes Pedro Martinez

Policias no Jardim Duarte Guimarães e Nuno Lopes

A Fotógrafa Laura Soveral

O Papo-Seco Luis Miguel Cintra

Um Policia de Braga Almeno Gonçalves

O Filho da Fotógrafa Luís Lucas

Hugo Barros Ricardo Aibéo

O Tesoureiro da Fábrica Almeno Gonçalves

Guardas Republicanos Duarte Guimarães e Nuno Lopes

O Médico Luís Lima Barreto

O Enfermeiro Pedro Martinez

O Droguista Pedro Lacerda

Policias do Céu Duarte Guimarães e Nuno Lopes

O Inspector do Céu Luís Lima Barreto

Um Policia no Céu Pedro Martinez

Dr. Castro e Silva Luís Lucas

Estevão Martins Pedra Lacerda

Luísa Alice Alves ou Sara Silva

Teatro do Bairro Alto/Teatro da Cornucópia
1999 O Casamento de Fígaro Luis Miguel Cintra O Conde de Alma Viva, grande Corregedor de Andaluzia José Airosa

A Condessa, sua mulher Rita Loureiro

Fígaro, criado de quarto do Conde e porteiro do castelo Ricardo Aibéo

Suzana, primeira camareira da Condessa e noiva de Fígaro Rita Durão

Marcelina, governanta Márcia Breia

António, jardineiro do palácio, tio de Suzana e pai de Fininha Almeno Gonçalves

Fininha, filha de António Solange F .

Querubim; primeiro pagem do Conde Duarte Guimarães

Bártolo, médico de Sevilha Luís Lima Barreto

Basílio, mestre de cravo da Condessa Luís Lucas

Don Guzman Bridalento, presidente do Tribunal José Manuel Mendes

Duas-mãos, escrivão, secretário de Don Guzman Luis Miguel Cintra ou Nuno Lopes

Um Meirinho Pedro Lacerda

Furta-Sol, jovem pastor Nuno Lopes

Uma jovem pastora Sofia Marques

Pedrilho, moço de cavalariça do Conde Pedro Lacerda

Criados, camponesas, camponeses Ana Lúcia Palminha, Nelson Cabral e Tónan Quito

Músicos (guitarristas) Carlos Gutkin e Vasco Abranches ou Ana Sofia Sequeira e Femando Guiomar

Teatro do Bairro Alto/Teatro da Cornucópia
1999 Afabulação de Pier Paolo Pasolini Luís Miguel Cintra Sombra de Sófocles José Manuel Mendes

Pai Luis Miguel Cintra

Mãe Rita Loureiro

Filho António Pedro Cerdeira

Rapariga Rita Durão

Nigromante Glicínia Quartin

Padre, Comissário, Médico, Ferroviário Luis Lucas

Mendigo e Espírito do Filho no Epilogo António Pedro Cerdeira

Teatro do Bairro Alto/Teatro da Cornucópia
2000 Amor/Enganos Luis Miguel Cintra FRÁGUA DE AMOR

Peregrino Luis Miguel Cintra

Romeiro Luís Lima Barreto

Vénus Rita Loureiro

Preto António Pires

Cupido Duarte Guimarães

Ferreiros Ricardo Aibéo (Mercúrio) Almeno Gonçalves (Júpiter) Luís Lucas (Saturno) Nuno Lopes (Sol)

Serranas Solange F. (1.ª Serrana) Sofia Marques (2.ª Serrana) Rita Durão (3.ª Serrana) Catarina Requeijo (4.ª Serrana)

Justiça Márcia Breia

Frade Luís Lima Barreto

1.° Pagem Rui Pragana

Parvo Francisco Nascimento

2.° Pagem Pedro Marques 

FLORESTA DE ENGANOS

Filósofo Luis Miguel Cintra

Parvo Francisco Nascimento

Mercador Luís Lucas

Moça Sofia Marques

Escudeiro disfarçado de Mulher Viúva Almeno Gonçalves

Cupido Duarte Guimarães

Apolo Nuno Lopes

Rei Telebano Luís Lima Barreto

Grata Célia Rita Durão

Doutor, Juiz-mor do Reino Luis Miguel Cintra

Moça Solange F.

Velha Márcia Breia

Pastor Ricardo Aibéo

Duque Peregrino Francisco Nascimento

Príncipe da Grécia António Pires

Ventura Peregrina Rita Loureiro

Teatro do Bairro Alto/Teatro da Cornucópia
2000 Cimbelino, rei da Britânia Luis Miguel Cintra Cimbelino, rei da Britânia José Manuel Mendes

A Rainha, sua segunda mulher Márcia Breia

Imogénia, sua filha de uma anterior rainha, depois disfarçada no pagem Fidélio Rita Durão

Póstumo Leonato, marido dela José Airosa

Cloten, o filho da rainha, de um anterior marido Ricardo Aibéo

Pisânio, o criado de Póstumo Luís Lima Barreto

Cornélio, um médico - incorporando as falas do Primeiro Fidalgo (1.1), Segundo Nobre (1.2; 2.1; 2.3), Mensageiro (2.3; 3.5), um Nobre (4.3; 5.3) e Primeiro Capitão (5.3) e Mensageiro (5.3) Luís Lucas

Helena, uma aia de Imogénia - incorporando as falas das damas de 1.3 , 1.5 e 2.3 Sofia Marques

Primeiro Nobre e Músico cantor Francisco Nascimento

Segundo Fidalgo Nicolau dos Mares

Carcereiro, incorporando fala do Segundo Capitão (5.3) Nicolau dos Mares

Filário, hospedeiro de Póstumo em Roma Luis Miguel Cintra

Giacomo, um fidalgo italiano Rogério Samora

Um Francês Nicolau dos Mares

Um Holandês Nuno Lopes

Um Espanhol Duarte Guimarães

Caio Lúcio, embaixador romano e antigo general do exército romano Diogo Dória

Filarmónio, um adivinho Francisco Nascimento

Um Senador romano Nicolau dos Mares

Um Capitão romano Nicolau dos Mares

Belário, um nobre banido que vive perto do porto de Milford, em Gales, sob o nome de Morgan Luis Miguel Cintra

Guidério, filho de Cimbelino, conhecido como Polidoro, filho de Morgan Nuno Lopes

Arvirago, filho de Cimbelino, conhecido como Cadwal, filho de Morgan Duarte Guimarães

Aparições: Júpiter, rei dos deuses José Manuel Mendes Sicílio Leonato, pai de Póstumo Luís Lima Barreto Sua mulher, Mãe de Póstumo Márcia Breia Dois Irmãos de Póstumo Nuno Lopes e Duarte Guimarães

Teatro do Bairro Alto/Teatro da Cornucópia
2000 Hamlet, uma tragédia cómica Ricardo Aibéo Hamlet Ricardo Aibéo

Agrifonte Dinarte Branco

Mitrídates Luís Gaspar

Margarida Sofia Marques

Don Lupo Rita Durão

Capitão Luís Gaspar

Contertúlio Luis Gaspar

Espectro do pai de Hamlet Luís Gaspar

Sombras Manuel Romano, Rita Durão e Sofia Marques

Teatro do Bairro Alto/Teatro da Cornucópia
2001 O Novo Menoza ou A História do Príncipe Tandi de Cumba de Jacob Lenz Luís Miguel Cintra O Senhor von Biederling, domiciliado em Naumburg Luís Lima Barreto

A Senhora von Biederling Márcia Breia

Guilhermina, sua filha Rita Durão

O Príncipe Tandi José Airosa

O Conde Camaleão Ricardo Aibéo

Donna Diana, condessa espanhola Rita Loureiro

Babette, sua ama Glicínia Quartin

O Senhor von Zopf, nobre do Tirol David Almeida

O Senhor Zierau, bacharel Miguel Melo

O Burgomestre, seu pai Luis Miguel Cintra

Mestre Beza, da escola de Pforte José Manuel Mendes

Gustavo, criado do Conde Duarte Guimarães

O caseiro do Conde Luis Miguel Cintra

Um paralítico Tónan Quito

Um cego João Lizardo

Outro cego Manuel Romano

Um corcunda David Almeida

O dono de um café de Leipzig Luis Miguel Cintra

Convidados do baile David Almeida, João Lizardo, Manuel Romano e Tónan Quito

Teatro do Bairro Alto/Teatro da Cornucópia, Teatro Nacional S. João
2001 Dom João e Fausto Christine Laurent D. João Ricardo Aibéo

Leporello, criado de Dom João Luis Miguel Cintra

Dona Ana Rita Loureiro

Lisete, sua criada Sofia Marques

O Governador Dom Gusmão, pai de Dona Ana Luís Lima Barreto

Gaspar, criado do Governador Tónan Quito

D. Octávio António Pedro Cerdeira

Doutor Fausto José Airosa

Um Cavaleiro Diogo Dória

Signor Rubio, Chefe da Polícia Cândido Ferreira

Signor Negro Luís Gaspar

Um Padre Sofia Marques

Gnomos Sofia Marques e Tónan Quito 

Teatro do Bairro Alto/Teatro da Cornucópia
2002 O Colar de Sophia de Mello Breyner Andersen Luís Miguel Cintra (por ordem de entrada em cena)

Veneziano Luis Miguel Cintra

Vanina Rita Durão

Bonina Solange F.

Giovanna Sofia Marques

Geraldina Márcia Breia

Tutor José Manuel Mendes

Bruno Dom Petro Dikota

Condessa Zetti Glicínia Quartin

Comendador Cândido Ferreira

Giovanni Miguel Melo

Juliano Roberto Candeias

Pietro Alvisi João Lizardo

Lord Byron Luis Miguel Cintra

Teatro Nacional S. João, Teatro do Bairro Alto/Teatro da Cornucópia
2003 Tito Andrónico Luis Miguel Cintra Romanos:

Saturnino, filho mais velho do defunto Imperador de Roma e depois Imperador João Grosso

Bassiano, irmão mais novo de Saturnino Duarte Guimarães

Tito Andrónico, nobre romano, general das guerras contra os Godos Luis Miguel Cintra

Marco Andrónico, tribuno do povo, e irmão de Tito Luis Lima Barreto 

Filhos de Tito Andrónico:

Lúcio José Airosa

Quinto João Lizardo

Marcio Paulo Moura Lopes

Múcio Tiago Nogueira

Lavínia, filha de Tito Andrónico, prometida a Bassiano Rita Durão

Jovem Lúcio, um rapaz, filho de Lúcio João Dória ou Rodrigo Paganelli

Públio, filho de Marco Andrónico João Lizardo 

Parentes de Tito:

Semprónio Paulo Moura Lopes

Caio Tiago Nogueira

Valentim Paulo Moura Lopes 

Emílio, nobre romano António Banha

Um capitão António Banha

Um mensageiro Nelson Cabral

Uma ama com uma criança negra Márcia Breia

Clown Miguel MeIo

Outros romanos, senadores, tribunos, oficiais, soldados e séquito Carlos Costa, Ico Marques, João Pedreiro, Miguel MeIo, Paulo Lima e Sérgio Grilo 

Godos:

Tamora, rainha dos Godos, depois imperatriz de Roma por casamento com Saturnino Maria João Luís

Filhos de Tamora:

Alarbo Nelson Cabral

Demétrio Ricardo Aibéo

Quíron Nuno Lopes

Arão, um mouro ao serviço de Tamora , seu amante Ângelo Torres

1º Godo Nelson Cabral

2º Godo Duarte Guimarães

Outros Godos, soldados João Pedreiro e Sérgio Grilo

Teatro Nacional D. Maria II
2003 Anatomia Tito, Fall of Rome, um comentário de Shakespeare Luis Miguel Cintra Coro, Aarão Ângelo Torres

Coro, Saturnino António Fonseca

Coro, Quíron, Godo Duarte Guimarães

Coro, Ama Glicínia Quartin

Coro, Márcio, Públio, Godo João Lizardo

Coro, Marco Andrónico Luís Lima Barreto

Coro, Tito Andrónico Luis Miguel Cintra

Coro, Tamora Márcia Breia

Coro, Demétrio, Godo Nuno Lopes

Coro, Quinto, Caio, Emílio Paulo Moura Lopes

Coro, Bassiano, Palhaço, Godo Pedro Lacerda

Coro, Lúcio Ricardo Aibéo

Coro, Lavínia Rita Durão

Coro, Mensageiro, Rapazinho Solange F.

Teatro do Bairro Alto/Teatro da Cornucópia
2004 A Família Schroffenstein de Kleist Luís Miguel Cintra Casa de Rossitz:

Roberto, conde de Schroffenstein Luis Miguel Cintra

Eustáquia, sua mulher Rita Loureiro

Otto (Ottokar), filho de ambos Duarte Guimarães

João, filho natural de Roberto João Lizardo

Padre João Pedreiro

Sacristão Luís Lucas

Vassalos de Roberto:

Aldöbern Manuel Romano

Santing Luís Lucas

Fintenring Dinis Gomes

Escudeiro de Aldöbern Dinis Gomes

Camareira de Eustáquia Catarina Requeijo

Primeiro Viajante Manuel Romano

Segundo Viajante João Pedreiro

 

Casa de Warwand:

Sílvio, conde de Schroffenstein, da casa de Warwand José Manuel Mendes

Silvestre, seu filho, conde regente Luís Lima Barreto

Gertrudes, mulher de Silvestre, meia-irmã de Eustáquia Márcia Breia

Inês, filha de ambos Rita Durão

Jardineiro Luís Lucas

Theistiner, vassalo de Silvestre João Pedreiro

Criado Dinis Gomes

Soldados Manuel Romano e Dinis Gomes

 

Casa de Wyk:

Jerónimo de Schroffenstein Ricardo Aibéo

 

Úrsula, viúva de um coveiro Glicínia Quartin

Barnabé, sua filha Catarina Requeijo

Teatro do Bairro Alto/Teatro da Cornucópia
2004 Esopaida ou Vida de Esopo Luis Miguel Cintra (por ordem de entrada em cena)

Coro David Almeida

Zeno, filósofo, senhor de Esopo José Manuel Mendes

Esopo, filósofo Luis Miguel Cintra

Primeiro Escravo Manuel Romano

Segundo Escravo Duarte Guimarães

Mulheres na Feira Márcia Breia, Rita Durão e Sofia Marques

Tendeiro de espadas e Couveira David Almeida

Xanto, filósofo ateniense Luís Lima Barreto

Periandro, discípulo de Xanto, amante de Filena Ricardo Aibéo

Énio, discípulo de Xanto Dinis Gomes

Filena, filha de Xanto Rita Durão

Geringonça, criada de Eurípedes Sofia Marques

Eurípedes, mulher de Xanto Márcia Breia

Gente na Praia David Almeida, Duarte Guimarães, José Manuel Mendes e Manuel Romano

Messénio, governador de Atenas David Almeida

Soldado Manuel Romano

Cresso, rei de Lídia José Manuel Mendes

Temístocles, general Duarte Guimarães

Júpiter Manuel Romano

Burro David Almeida e Dinis Gomes ou Ricardo Aibéo

Soldados mascarados Dinis Gomes, Manuel Romano e Ricardo Aibéo

Estátuas Dinis Gomes, Luís Lima Barreto, Manuel Romano, Márcia Breia e Sofia Marques

Teatro do Bairro Alto/Teatro da Cornucópia
2005 Sangue no Pescoço do Gato Luis Miguel Cintra Phoebe Zeitgeist Rita Durão

O Polícia Paulo Moura Lopes

O Talhante António Fonseca

O Galã Ricardo Aibéo

O Soldado Duarte Guimarães

O Professor Luís Lima Barreto

A Mulher do Soldado Morto Luísa Cruz

A Rapariga Sofia Marques

O Modelo Rita Loureiro

A Amante Rita Blanco

Teatro do Bairro Alto/Teatro da Cornucópia, Teatro Carlos Alberto, Teatro Micaelense
2006 A Gaivota Luis Miguel Cintra Arkadina, Irina Nicolaevna (Senhora Trepilovna pelo casamento) Rita Loureiro

Treplev, Konstantin Gavrilovich (Kostia) Duarte Guimarães

Sorin, Piotr Nicolaievich (Petrusha), irmão de Irinas Luis Miguel Cintra

Zarechnaia, Nina Mihailovna, jovem filha de um proprietário rural endinheirado Rita Durão

Shamraev, Ília Afanasevich, tenente retirado e feitor de Sorin José Manuel Mendes

Polina Andreevna, sua mulher Márcia Breia

Masha (Maria Ilichna), sua filha Teresa Sobral

Trigorin, Boris Aleksievich, escritor Ricardo Aibéo

Dorn, Yevgeny Sergeievich, médico Luís Lima Barreto,

Medvedenko, Semion Semionovich, professor Dinis Gomes

Yakov, moço Tiago Matias

Um cozinheiro Manuel Romano

Uma criada Tânia Trigueiros

Teatro do Bairro Alto/Teatro da Cornucópia, Teatro Municipal de Almada
2006 Ensaios para "O Ginjal" Christine Laurent Liubov Andréevna Ranévskaia, proprietária ruraRita Durão

Ánia, filha dela, de 17 anos Cleia Almeida

Vária, filha adoptiva dela, de 24 anos Rita Loureiro

Leonid Andréevitch Gáev, irmão de Ranévskaia Luis Miguel Cintra

Ermolai Alekséitch Lopákhin, comerciante Dinarte Branco

Piotr Serguéevitch Trofímov, estudante universitário Dinis Gomes

Borís Boríssovitch Simeónov-Píchik, proprietário rural Luís Lima Barreto,

Charlotta Ivánovna, preceptora Márcia Breia

Duniacha, criada de quarto Sofia Marques

Firss, criado velho, de 87 anos Dinis Gomes

Iacha, criado jovem Pedro Lacerda

Transeunte Pedro Lacerda

Teatro do Bairro Alto/Teatro da Cornucópia
2007 A Tragédia de Júlio César Luis Miguel Cintra Júlio César Luis Miguel Cintra 

Triúnviros depois da morte de Júlio César

Marco António Nuno Lopes

Octávio César Vítor de Andrade

Lépido Hugo Tourita 

Conspiradores contra Júlio César

Marco Bruto Dinarte Branco

Caio Cássio Ricardo Aibéo

Casca Luís Lima Barreto

Décio Bruto Joaquim Horta

Cina Pedro Lacerda

Metelo Cimbro Ivo Alexandre

Trebónio Tónan Quito

Caio Ligário Luís Lucas 

Pórcia, mulher de Bruto Rita Durão

Calpúrnia, mulher de César Teresa Sobral

 

Tribunos do povo

Flávio Vítor de Andrade

Marulo Luís Lucas

 

Senadores

Cícero José Manuel Mendes

Públio José Manuel Mendes

Popílio Lena Martim Pedroso

 

Um Adivinho Dinis Gomes

Artemidoro, um professor de retórica Nuno Gil

Cina, poeta Dinis Gomes

Outro Poeta (IV.2) José Manuel Mendes

Lúcio, criado de Bruto Edgar Morais

 

Plebeus

Um carpinteiro Tiago Matias

Um sapateiro Ivo Alexandre

Criado de César Filipe Costa

Criado de Marco António Tiago Matias

Criado de Octávio Pedro Lamas 

4 Plebeus na cena III.3:

André Silva

Filipe Costa

Hugo Tourita

Martim Pedroso

 

Militares amigos nos exércitos de Bruto e Cássio

Lucílio Luís Lucas

Titínio Luís Lima Barreto

Messala Joaquim Horta

Jovem Catão Tonã Quito

Volúmnio Pedro Lacerda

Estratão Ivo Alexandre 

Píndaro, um escravo liberto de Cássio Nuno Gil

 

Soldados nos exércitos de Bruto e Cássio

Varrão Filipe Costa

Cláudio Pedro Lamas

ClitoTiago Matias 

Dardânio, um criado de Bruto no exército Martim Pedroso 

Mensageiro na cena V.1 Dinis Gomes 

Cena V.4:

1º Soldado Filipe Costa

2º Soldado André Silva

3º Soldado Pedro Lamas

4º Soldado Hugo Tourita 

Plebeus na cena I.1:

Filipe Costa

Pedro Lamas

André Silva 

Presenças extra de toda a companhia na cena I.1

 

Presenças extra na cena I.2:

Trebónio Tónan Quito

Cina Pedro Lacerda 

Plebeus na cena I.2:

André Silva

Filipe Costa

Hugo Tourita

Martim Pedroso

Nuno Gil

Pedro Lamas

São Luiz Teatro Municipal
2008 A Floresta Luis Miguel Cintra António Fonseca, Dinis Gomes, Duarte Guimarães, Márcia Breia, João Pedro Vaz, José Gonçalo Pais, José Manuel Mendes, Luís Lima Barreto, Luis Miguel Cintra, Rita Durão e Teresa Madruga Teatro do Bairro Alto/Teatro da Cornucópia
2008 Don Carlos, Infante de Espanha Luis Miguel Cintra Duarte Guimarães, José Manuel Mendes, Luís Lucas, Luís Lima Barreto, Luis Miguel Cintra, Márcia Breia, Nuno Casanovas, Nuno Lopes, Rita Durão, Rita Loureiro, Sofia Marques e Vítor de Andrade Teatro do Bairro Alto/Teatro da Cornucópia
2008 Os Gigantes da Montanha Christine Laurent ILSE, também chamada A CONDESSA Rita Loureiro

O CONDE, seu marido Ricardo Aibéo

DIAMANTE, a segunda Actriz Sofia Marques

CROMO, o actor característico Luís Lima Barreto

SPIZZIo Galã Pedro Lacerda

BATALHAgenérico-mulher Dinis Gomes

O LESMAcom a carroça Paulo Moura Lopes

COTRONE, dito O MAGO Luis Miguel Cintra

Os “Scalognatti” (Os enguiçados)

O ANÃO QUAQUÈO David Almeida

O DUCCIO DOCCIA Tiago Matias

A SGRICIA Márcia Breia

O MILORDINHO Pedro Lamas

A MARA-MARA, com a sombrinha, também chamada A ESCOCESA Rita Durão

MADALENA Rita Durão

FANTOCHES Rita Durão, Pedro Lamas e Tiago Matias

Teatro do Bairro Alto/Teatro da Cornucópia
2009 A Tempestade Luis Miguel Cintra ALONSO, Rei de Nápoles José Manuel Mendes

SEBASTIÃOseu irmão Ricardo Aibéo PRÓSPEROo legítimo Duque de Milão Luis Miguel Cintra

ANTÓNIOseu irmão, o Duque usurpador de Milão António Fonseca FERNANDO, filho do Rei de Nápoles Vítor d’Andrade GONÇALOum velho e honrado conselheiro Luís Lima Barreto ADRIANO, fidalgo Tiago Matias FRANCISCO, fidalgo Pedro Lamas CALIBANum escravo selvagem e deformado Nuno Lopes

TRÍNCULOum bobo Duarte Guimarães ESTÊVÃOum despenseiro bêbedo João Pedro Vaz

O MESTRE de um navio Paulo Moura Lopes MIRANDAfilha de Próspero Sofia Marques

ARIELum espírito do ar Dinis Gomes IRISespírito Rita Durão

CERESAriel disfarçado Dinis Gomes JUNOespírito Márcia Breia

NINFA do Mar, Ariel transformado Rita Durão HARPIA, Ariel transformado Márcia Breia ESPÍRITOS Paulo Moura Lopes e Manuel Romano Cravo Marcos Magalhães ou José Carlos Araújo||Teatro do Bairro Alto/Teatro da Cornucópia

2009 A menina Else Christine Laurent Rita Durão Teatro do Bairro Alto/Teatro da Cornucópia
2010 A Cidade Luis Miguel Cintra Bruno Nogueira, Carolina Villaverde Rosado, Dinarte Branco, Dinis Gomes, Duarte Guimarães, Gonçalo Waddington, José Manuel Mendes, Luísa Cruz, Luís Lima Barreto, Luis Miguel Cintra, Márcia Breia, Maria Rueff, Marina Albuquerque, Nuno Lopes, Ricardo Aibéo, Rita Durão, Rita Loureiro, Sofia Marques e Teresa Madruga São Luiz Teatro Municipal
2011 A Varanda Luis Miguel Cintra O Bispo Ricardo Aibéo

O Juiz Luís Lima Barreto

O Carrasco/Artur Duarte Guimarães

O General José Manuel Mendes

O Velho/O Mendigo/O Escravo Luis Miguel Cintra

O Chefe da Polícia Dinarte Branco

Roger Vítor D’Andrade

Três Homens/Três Revolucionários/Três Fotógrafos Dinis Gomes/Tiago Matias/Tiago Manaia

O Enviado João Grosso

Irma/A Rainha Luísa Cruz

Carmen Beatriz Batarda

A Mulher(com o Bispo)/A Ladra(com o Juiz)/ A Rapariga (com o General) Sofia Marques

Chantal Rita Durão

Teatro do Bairro Alto/Teatro da Cornucópia
2012 Os Desastres do Amor Luis Miguel Cintra Felícia, uma viúva de meia idade Rita Blanco

Amore, um deus descido à terra Sergio Adillo

Senhor Verdura, novo hóspede a quem passam a chamar Plutão Luís Lima Barreto

Dimitri, um Ucraniano, jardineiro do parque Nuno Nunes

Senhor Escrúpulo, porteiro do hotel Fortuna Palace, a quem chamam Mercúrio José Manuel Mendes

A Doutora, madrinha de Felícia, dona do Fortuna Palace, a quem às vezes chamam Virtude e Diana e Fortuna Teresa Madruga

Modéstia, rapariga séria, ao serviço da Doutora Rita Durão

Dom Cupidom, um hóspede permanente que se crê Cupido Luis Miguel Cintra

Apolo, nick name de um escort de luxo no Fortuna Palace Vítor D’Andrade

Dona Minerva, recepcionista e gerente do Fortuna Palace Sofia Marques

Redondinho, outro trabalhador eventual do Fortuna Palace Luis Miguel Cintra

Teatro do Bairro Alto/Teatro da Cornucópia, Teatro Nacional S. João
2013 Ai amor sem pés nem cabeça Luis Miguel Cintra Dinis Gomes, Duarte Guimarães, José Manuel Mendes, Luís Lima Barreto, Luis Miguel Cintra, Luísa Cruz, Manuel Romano, Rita Durão, Rui Teigão (estagiário), Sofia Marques, Teresa Madruga, Vítor D’ Andrade. Ana Amaral e Laura Silva(estagiárias da Escola Superior de Teatro e Cinema) Teatro do Bairro Alto/Teatro da Cornucópia

Referências

  1. Observador (16 de Dezembro de 2016). «Luís Miguel Cintra: "A Cornucópia vai fechar porque não há dinheiro para sermos a Cornucópia"». Consultado em 16 de Dezembro de 2016 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]