Design e programação de jogos

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Tecnólogo em jogos digitais)
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
A modelagem tridimensional é uma ferramenta essencial para um designer de jogos.

Design e Programação de Jogos, também conhecido majoritariamente como Graduação Tecnológica em Jogos Digitais, é um curso superior de tecnologia, reconhecido pelo MEC, que visa a criação, desenvolvimento e implementação de jogos em diversas plataformas, como computador, consoles de videogame, jogos online na Internet, jogos de celular, entre outros.

Os tecnólogos em Design e Programação de Jogos podem criar jogos de vários estilos diferentes, como os de entretenimento, educativos, jogos que transmitem mensagens publicitárias ou até mesmo simuladores de treinamento profissional e empresarial.

É uma graduação relativamente recente no Brasil, onde sua oferta por enquanto é relativamente restrita, porém vêm crescendo ao decorrer do aumento da demanda. Entre o segundo semestre de 2014 ao primeiro semestre de 2015 por exemplo, na cidade do Rio de Janeiro haviam somente duas universidades ofereciam estes cursos, que eram a Universidade Estácio de Sá e o Instituto Infnet. Porém, hoje 2017 podemos contar com pelo menos 5 opções incluindo a Univeridade Veiga de Almeida, o Centro Universitário IBMR e Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio de Janeiro (IFRJ), que é a primeira faculdade federal do brasil a ofertar tal curso desde o segundo semestre de 2015.

Diferente das graduações relacionadas a desenvolvimento de jogos em outros países, como no EUA, por exemplo onde as disciplinas de desenvolvimento são comumente e estritamente separadas das disciplinas de design em dois cursos distintos (Game Development e Game Design ou Game Arts), no Brasil, as universidades comumente mesclam as disciplinas de desenvolvimento que são do eixo de exatas (matemática aplicada, algorítimos, programação, física aplicada) com as disciplinas de design do eixo de artes (desenho artístico, teoria das cores, modelagem e animação 3D) em um único curso.

Geralmente podem ter de 4 a 6 semestres de duração, sendo 5 semestres, duração mais comum encontrada.

Principais Temas Abordados[editar | editar código-fonte]

A Graduação Tecnológica em Jogos Digitais é um curso interdisciplinar, especialmente no Brasil onde design e desenvolvimento são fundidos em um único curso ao invés de ser separado como é a tendência no exterior. A grade curricular, como de qualquer outro curso universitário ao longo do globo, pode variar de universidade para universidade. Por isso é de suma importância o aluno interessado a ingressar no curso, verificar a grade antecipadamente. É possível encontrar grades curriculares bem equilibradas em termos de desenvolvimento (exatas) e design (artes), porém existem universidades que enfatizam um ou outro. Por exemplo, a grade curricular de Jogos Digitais na PUC-Campinas possui mais disciplinas de desenvolvimento e menos disciplinas de design enquanto no Centro Universitário IBMR, no Rio de Janeiro, possui mais disciplinas relacionadas a artes e menos relacionadas a desenvolvimento.

É importante o aluno buscar escolher uma grade que enfatize mais a área que pretende trabalhar no futuro. Se o aluno pretender ser um programador é melhor ele buscar mais disciplinas de desenvolvimento, se pretender ser designer é melhor buscar disciplinas relacionadas a design. Há também a possibilidade de ser um profissional generalizado e versátil tentando dominar um pouco dos dois. Tal perfil é bem aceito em empresas e pequeno porte ou start-ups devido a redução de custos, mas em grandes estúdios multimilionários, para projetos de alto orçamento e padrão de qualidade elevado, cada profissional especialista fica responsável por atuar em uma determinada função específica. Há casos, não raros inclusive, que as áreas são subdivididas em áreas ainda menores. Por exemplo programadores especialistas em interfaces gráficas, programadores especialistas em física, programadores especialistas em conexão em rede etc. Existem outras disciplinas como Game Design e Level Design que são difíceis de classificar se pertence ao eixo de exatas ou de artes, pois essas duas áreas estão mais relacionadas a montagem do projeto do que a manufaturação em si O Game Designer por exemplo, geralmente é o líder do projeto. Ele não precisa ser necessariamente um programador ou um artista. Ele é responsável pela criação e implementação das regras, mecânicas, funcionamentos e funcionalidades do jogo. O Level Designer até pode parecer um pouco com artes, mas fica difícil afirmar pois ele .pode simplesmente montar o cenário e não necessariamente fazer a modelagem dos objetos contidos nele. Isso é relativo, variando de equipe para equipe e das atribuições de cada profissional

Abaixo, alguns exemplos de possíveis temas que podem ser abordados dentro do curso de Jogos Digitais. [1][2][3]

Observação: Não são todos que são abordados devido ao curto espaço de tempo (5 semestres em média), e quais são os escolhidos varia de universidade para universidade.

Desenvolvimento (exatas)[editar | editar código-fonte]

Programação de Computadores[editar | editar código-fonte]

Matemática Aplicada[editar | editar código-fonte]

Física Aplicada[editar | editar código-fonte]

Design (Artes)[editar | editar código-fonte]

Artes Visuais (2D)[editar | editar código-fonte]

Artes Visuais (3D)[editar | editar código-fonte]

Outros[editar | editar código-fonte]

Área de Atuação e Mercado[editar | editar código-fonte]

O profissional graduado em Jogos Digitais é versátil e está apto a trabalhar a participar do processo de design e de desenvolvimento de jogos. Porém engana-se que o profissional limita-se a somente criar jogos. Muitas empresas de publicidade também usam profissionais da área de criação de jogos para criar peças publicitárias interativas. Não só peças publicitárias podem ser requisitadas mais uma gama de serviços corporativos e até mesmo industriais podem ser construídos de maneira interativa e lúdica. Esse fenômeno vem sendo chamado de "gamificação"[4][5]. Um exemplo de segmento que vêm experimentando aplicar o conceito de gamificação com sucesso é Recursos Humanos. Muitas empresas usam pequenos jogos ou atividades interativas digitais no processo de recrutamento e seleção de novos colaboradores.

Mercado Internacional[editar | editar código-fonte]

O mercado internacional de jogos, especialmente o americano, já estão há décadas consolidados. Existe grandes multinacionais bilionárias no mercado. A Rockstar Games por exemplo, em setembro de 2013 faturou mais 1 bilhão de dólares em apenas 3 dias após o lançamento de um dos títulos da sua franquia mais aclamada, o Grand Theft Auto V. Estima-se que a industria mundial dos games já movimenta muito mais do que a industria do cinema.

Salários no exterior[editar | editar código-fonte]

Os profissionais da industria dos games são bem pagos no exterior. Abaixo poderemos analisar alguns dos pisos, médias e tetos salariais dos profissionais da área (desconsiderando o nível hierárquico e de experiência - Júnior, Pleno ou Sênior)

Observação: Usamos usar os Estados Unidos como parâmetro.[6][7]

Game Developer (Desenvolvedor, Programador de Jogos)

  • Piso Aproximado: ~US$ 40.000,00 (quarenta mil dólares) anuais (cerca de US$ 3.333,33 - três mil trezentos e trinta e três dólares e trinta e três centavos ao mês)
  • Média Aproximada: ~ US$ 65.000,00 anuais (cerca de US$ US$ 5.416,66 ao ano)
  • Teto Aproximado: ~ US$ 95.000,00 ~ US$ 100.000 anuais (cerca de US$ 7.916,66 ~ US$ 8.333,33 ao mês)

Game Artist (Artistas e Designers)

Teto Aproximado: ~US$ 65.000,00 ~ anuais US$ 75.000,00 anuais

Game Designers e Produtores

Teto Aproximado: ~US$ 75.000,00 ~ anuais US$ 85.000,00 anuais

Marketing, Gestão e Negócios

Teto Aproximado: ~US$ 90.000,00 ~ anuais US$ 105.000,00 anuais

Mercado Brasileiro[editar | editar código-fonte]

O mercado brasileiro apesar dos últimos anos está crescendo num rítimo cada vez mais acelerado, ainda está engatinhando se comparado ao mercado norte-americano, europeu e japonês. Para quem pretende investir no diploma deve-se considerar a escassez de postos de trabalhos fixo (carteira assinada CLT) sendo a maioria dos projetos oriundos de pequenas empresas ou grupos independentes. Fica difícil criar uma média salarial mais precisa diante desses fatos, mas estimasse em numericamente o brasileiro ganhe pelo menos metade (em reais, que vale ainda menos devido a inflação e baixo poder de compra da moeda local) comparado aos americanos. Contudo, o ambiente é ótimo para encabeçar novos projetos por conta própria e empreender. O Brasil grita desesperadamente por novos empreendimentos, não só na área de jogos mas na economia em geral para um levante da mesma, que anda em baixa ultimamente. Os alunos brasileiros que quiserem ir atrás do curso e não estiverem dispostos a se mudar para o exterior em busca de trabalho não devem desanimar e sim, explorar a lacuna, carência e grande possibilidade de empreendimento e sucesso local.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Empresas Relacionadas ao Mercado de Jogos

Empresas de Produção e Distribuição Jogos

Estúdios de Produção de Jogos

Softwares usados para a criação de jogos

Referências[editar | editar código-fonte]

Wiki letter w.svg Este artigo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o. Editor: considere marcar com um esboço mais específico.