Tegula regina

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Como ler uma infocaixa de taxonomiaTegula regina
Concha de T. regina vista por cima, ainda com o perióstraco. A região em vermelho é, provavelmente, a incrustação de alguma colônia (talvez Foraminifera).
Concha de T. regina vista por cima, ainda com o perióstraco. A região em vermelho é, provavelmente, a incrustação de alguma colônia (talvez Foraminifera).
Concha de T. regina vista por baixo (o mesmo espécime), ainda com o perióstraco. Note a área amarelo-alaranjada, da abertura até a região de seu umbílico, que se apresenta fechado.
Concha de T. regina vista por baixo (o mesmo espécime), ainda com o perióstraco. Note a área amarelo-alaranjada, da abertura até a região de seu umbílico, que se apresenta fechado.
Classificação científica
Reino: Animalia
Filo: Mollusca
Clado: Vetigastropoda
Classe: Gastropoda
Superfamília: Trochoidea
Família: Tegulidae
Género: Tegula
Lesson, 1832[1]
Espécie: T. regina
Nome binomial
Tegula regina
(Stearns, 1892)[1]

Tegula regina (em inglês regal topshell ou queen tegula)[2][3] é uma espécie de molusco gastrópode marinho pertencente à família Tegulidae[1] (antes entre os Trochidae).[4] Foi classificada por Stearns, em 1892. É nativa do nordeste do oceano Pacífico, em águas rasas da costa oeste da América do Norte.[1][2]

Descrição da concha e hábitos[editar | editar código-fonte]

Concha cônica de até 6.5 centímetros[5], em sua base com umbílico fechado e de coloração laranja forte[1]; com 6 a 7 voltas completas e com relevo de esculpidas linhas longitudinais angulosas e pouco onduladas, tornando sua superfície fortemente estriada. É recoberta por um perióstraco enegrecido que, quando retirado, revela a sua superfície de coloração creme a amarelo-alaranjada.[2][6][7] Columela ondulada. Lábio externo fino, em ângulo suave.[7] Sua base é côncava e também fortemente estriada, com a área superior da abertura em coloração amarela.[2][6] Interior claramente nacarado.[2][6] Opérculo córneo, marrom, dotado de círculos concêntricos como relevo.[5]

É encontrada em águas rasas, na zona nerítica, principalmente em áreas rochosas com algas, pois é espécie herbívora.[8]

Distribuição geográfica[editar | editar código-fonte]

Tegula regina ocorre na costa oeste da América do Norte, entre o sul da Califórnia (EUA)[6] e o golfo da Califórnia (no México, região da península da Baixa Califórnia).[5]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b c d «Tegula regina» (em inglês). World Register of Marine Species. 1 páginas. Consultado em 20 de maio de 2016 
  2. a b c d WYE, Kenneth R. (1989). The Mitchell Beazley Pocket Guide to Shells of the World (em inglês). London: Mitchell Beazley Publishers. p. 29. 192 páginas. ISBN 0-85533-738-9 
  3. Douglass, Jackie Leatherbury; Douglass, John. «QUEEN TEGULA (Tegula regina. Peterson First Guide to Shells of North America (em inglês). Google Books. pp. 50–51. Consultado em 20 de maio de 2016 
  4. ABBOTT, R. Tucker; DANCE, S. Peter (1982). Compendium of Seashells. A color Guide to More than 4.200 of the World's Marine Shells (em inglês). New York: E. P. Dutton. p. 42. 412 páginas. ISBN 0-525-93269-0 
  5. a b c «Tegula regina» (em inglês). Gastropods. 1 páginas. Consultado em 20 de maio de 2016 
  6. a b c d OLIVER, A. P. H.; NICHOLLS, James (1975). The Country Life Guide to Shells of the World (em inglês). England: The Hamlyn Publishing Group. p. 16. 320 páginas. ISBN 0-600-34397-9 
  7. a b Giombini2, Luciano (19 de março de 2012). «Tegula regina Stearns» (em inglês). Flickr. 1 páginas. Consultado em 20 de maio de 2016 
  8. Salas, Alfredo; Díaz, Fernando; Denisse Re, Ana; Galindosanchez, Clara E.; Sanchez-Castrejon, Edna; González, Marco; Licea, Alexei; Sanchez-Zamora, Adolfo; Rosas, Carlos (2014). «Preferred Temperature, Thermal Tolerance, and Metabolic Response of Tegula regina (Stearns, 1892)» (em inglês). Journal of Shellfish Research, 33(1) (ResearchGate). pp. 239–246. Consultado em 20 de maio de 2016 
Ícone de esboço Este artigo sobre gastrópodes, integrado no Projeto Invertebrados é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.