Templo de Freiberga

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Templo de Freiberga
Freiberg Tempel.JPG
Templo de Freiberga, na Alemanha.
Número: 33
Anunciado: 9 de outubro de 1982
Casa aberta: {{{casa aberta}}}
Dedicado: 29 de junho de 1985
Rededicado: 7 de setembro de 2002
Área: 1.312 m²
Precedido: Templo da Cidade da Guatemala
Sucedido: Templo de Estocolmo
Estilo arquitetônico: Moderno, com inspiração nos edifícios contemporâneos alemães e influência gótica
Localização: Freiberga, Saxônia
 Alemanha

O Templo de Freiberga é um templo de A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias. Localizado na cidade de Freiberga, região da Saxônia, foi anunciado em outubro de 1982. Sua construção se iniciou em 13 de abril de 1983 e a sua dedicação ocorreu em 29 de junho de 1985.

Criada na então República Democrática Alemã, o templo foi o primeiro a ser construído em um estado comunista. O governo alemão aprovou a construção do templo por motivos práticos, devido ao fato de muitos Santos dos Últimos Dias solicitarem vistos para viajar para a Suíça, para visitarem o Templo de Berna, o mais próximo até então. O governo pretendia reduzir o número de viagens dos cidadãos ao país vizinho, de modo que convidou a igreja a construir um templo religioso no país. Após a Reunificação da Alemanha em 3 de outubro de 1990, a Alemanha se tornou o segundo país fora dos Estados Unidos a ter mais de um templo, sendo este e o Templo de Frankfurt am Main.

Quando o templo foi construído originalmente alguns dos melhores materiais não estavam disponíveis, e a igreja não permitiu colocar uma estátua do anjo Morôni em sua torre. Assim, renovações foram realizadas em 2002, que quase duplicaram a metragem quadrada de 14.125 m², e acrescentou doze bois de apoio à pia batismal, uma sala de espera para aqueles que não conseguem entrar no templo, uma matrona e sala de noivas, bem como um gabinete para o presidente do templo. Em 20 de dezembro de 2001, uma estátua do anjo Moroni foi colocada no topo do templo. A segunda casa aberta foi realizada em 17 de agosto de 2002. Após a remodelação, Gordon B. Hinckley rededicou o templo em 7 de setembro de 2002. Além de membros da Igreja na Alemanha, o templo serve aos Santos dos Últimos Dias que vivem na Polónia, República Checa, Hungria, Bulgária, Moldávia, Roménia, Bielorrússia e Ucrânia.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre um Templo mórmon, integrado ao Projeto Santos dos Últimos Dias é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.