Temporada da NBA de 2021-22

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Temporada da NBA de 2021–22
Campeonato National Basketball Association
Esporte Basquete
Duração 19 out 2021 – 10 abr 2022
12 a 15 abr de 2022 (play-in)
16 abr - 29 mai 2022 (playoffs)
2 a 19 jun 2022 (finais)
Número de jogos 82
Número de times 30
Parceiro(s) de TV Estados Unidos ABC, TNT, ESPN, NBA TV
Brasil ESPN Brasil, SporTV, BAND, TNT Sports (YouTube)
Draft
Primeira escolha Cade Cunningham
Escolhido por Detroit Pistons
Temporada regular
Primeiro lugar Phoenix Suns
MVP Nikola Jokić (Denver)
Top scorer Joel Embiid (Philadelphia)
Playoffs
Camp. Leste Boston Celtics
  Vice-camp. Miami Heat
Camp. Oeste Golden State Warriors
  Vice-camp. Dallas Mavericks
Finais da NBA
Campeão
Golden State Warriors (7º título)
  Vice-campeão Boston Celtics
MVP das finais Stephen Curry (Golden State)
Temporadas da NBA
2022–23 →

A Temporada 2021-22 da NBA foi a 76ª temporada da National Basketball Association (NBA). A NBA voltou a uma temporada regular completa de 82 jogos em sua programação normal de meados de outubro a meados de abril pela primeira vez desde a temporada de 2018-19, após duas temporadas abreviadas devido à pandemia do COVID-19. A temporada regular começou em 19 de outubro de 2021 e terminou em 10 de abril de 2022.[1] O NBA All-Star Game de 2022 foi disputado no Rocket Mortgage FieldHouse em Cleveland em 20 de fevereiro de 2022.[2][3] Os playoffs começaram em 16 de abril e terminaram em 16 de junho com o Golden State Warriors derrotando o Boston Celtics nas finais da NBA de 2022.

75 anos[editar | editar código-fonte]

Em 7 de julho de 2021, a NBA anunciou que comemoraria seu 75º aniversário ao longo da temporada de 2021-22. Um logotipo do jubileu de diamante do 75º aniversário é apresentado em promoções em todas as propriedades da NBA durante a temporada, inclusive em mercadorias, mídias digitais e sociais, e pintado nas quadras.[4][5] A liga também anunciou sua equipe de 75 anos, homenageando os maiores jogadores da história da NBA, escolhidos por um painel de mídia, jogadores atuais e ex-jogadores, treinadores, gerentes gerais e executivos.[6] Todos os uniformes da NBA apresentam os logotipos da Nike (Association, Icon e City) e da Jordan Brand (Statement) em um enfeite de diamante, enquanto o logotipo normal da NBA na parte de trás foi modificado para também apresentar enfeites de diamante e a marca NBA substituído pelo número 75.[7]

A edição City desta temporada apresentou uniformes incorporando várias sugestões de design de diferentes décadas. As únicas equipes que não participaram foram New Orleans Pelicans, Phoenix Suns e Utah Jazz. Os Suns e o Jazz usaram os uniformes da temporada passada, enquanto os Pelicans usaram um uniforme como uma homenagem à cidade de Nova Orleans.[8][9] O uniforme da edição Classic para esta temporada seria vestido pelo Boston Celtics, Golden State Warriors e New York Knicks, as três franquias sobreviventes da NBA desde sua primeira temporada. Tanto o Celtics quanto o Knicks usavam versões modernas dos uniformes que usavam a partir de 1946, enquanto os Warriors usavam uniformes baseados nos designs que usavam como Philadelphia Warriors de 1946 a 1962.[10]

A NBA também revelou um novo conjunto de prêmios para homenagear os vencedores dos títulos de divisão e conferência e os MVPs das finais da conferência. Os títulos da divisão foram nomeados em homenagem a Nat "Sweetwater" Clifton (Divisão Atlântica), Wayne Embry (Divisão Central), Earl Lloyd (Divisão Sudeste), Willis Reed (Divisão Sudoeste), Sam Jones (Divisão Noroeste) e Chuck Cooper (Divisão do Pacífico).[11] Os troféus da conferência foram renomeados em homenagem a Bob Cousy (Conferência Leste) e Oscar Robertson (Conferência Oeste), enquanto o melhor desempenho de cada final da conferência agora receberá prêmios em homenagem a Larry Bird (Leste) e Magic Johnson (Oeste). respectivamente. Além disso, o Larry O'Brien Championship Trophy foi redesenhado para apresentar o disco circular superior gravando os primeiros 75 campeões da NBA e o disco inferior representando os próximos 25 campeões.[12]

Transações[editar | editar código-fonte]

Aposentadorias[editar | editar código-fonte]

  • 6 de julho de 2021 - Ian Mahinmi anunciou sua aposentadoria da NBA. Mahinmi jogou 12 temporadas na NBA, ganhando um campeonato com o Dallas Mavericks em 2011.[13]
  • 18 de julho de 2021 - Omri Casspi anunciou sua aposentadoria do basquete profissional. Casspi jogou por sete times durante sua carreira de 10 anos na NBA.[14]
  • 7 de agosto de 2021 - Jarrett Jack foi contratado como assistente técnico do Phoenix Suns, encerrando sua carreira de jogador. Jack jogou por nove times durante sua carreira de 13 anos na NBA.[15]
  • 11 de agosto de 2021 - J. R. Smith se matriculou na North Carolina A&T State com planos de se juntar ao time de golfe, encerrando efetivamente sua carreira na NBA.[16] Smith jogou por cinco equipes durante seus 16 anos de carreira na NBA, vencendo um campeonato da NBA em 2016 com o Cleveland Cavaliers e outro em 2020 com o Los Angeles Lakers.[17]
  • 12 de agosto de 2021 - Kyle Korver ingressou no Brooklyn Nets como treinador de desenvolvimento de jogadores, encerrando efetivamente sua carreira de jogador na NBA. Korver jogou por seis equipes durante sua carreira de 17 anos na NBA.[18]
  • 15 de agosto de 2021 - J. J. Barea ingressou no Dallas Mavericks como treinador de desenvolvimento de jogadores, encerrando efetivamente sua carreira na NBA. Barea jogou por duas equipes durante seus 14 anos de carreira na NBA, ganhando um campeonato com os Mavericks em 2011.[19]
  • 24 de agosto de 2021 - Jared Dudley anunciou sua aposentadoria da NBA ao aceitar um papel como assistente técnico do Dallas Mavericks. Dudley jogou por sete equipes durante seus 14 anos de carreira na NBA, vencendo um campeonato da NBA com o Los Angeles Lakers em 2020.[20]
  • 20 de setembro de 2021 - Luis Scola ingressou no Pallacanestro Varese como CEO, encerrando sua carreira de jogador. Scola jogou por cinco times durante sua carreira de 10 anos na NBA.[21]
  • 21 de setembro de 2021 - J. J. Redick anunciou sua aposentadoria da NBA. Redick jogou por seis equipes durante seus 15 anos de carreira na NBA.[22]
  • 28 de setembro de 2021 - Tyson Chandler anunciou que se juntou ao Dallas Mavericks como treinador de desenvolvimento de jogadores, encerrando efetivamente sua carreira de jogador. Chandler jogou por oito times durante sua carreira de 19 anos na NBA, ganhando um campeonato com os Mavericks em 2011.[23]
  • 5 de outubro de 2021 - Pau Gasol anunciou sua aposentadoria do basquete profissional. Gasol jogou por cinco equipes durante sua carreira de 18 anos na NBA, vencendo campeonatos consecutivos da NBA com o Los Angeles Lakers em 2009 e 2010.[24]
  • 22 de outubro de 2021 - Gerald Green anunciou sua aposentadoria da NBA e se juntou à equipe técnica do Houston Rockets como treinador de desenvolvimento de jogadores. Green jogou por oito equipes durante seus 15 anos de carreira.[25]
  • 18 de janeiro de 2022 - Chandler Parsons anunciou sua aposentadoria do basquete profissional. Parsons jogou por quatro equipes durante seus nove anos de carreira na NBA.[26]
  • 9 de março de 2022 - Jeff Teague se juntou ao Atlanta Hawks como olheiro, encerrando efetivamente sua carreira na NBA. Teague jogou por cinco equipes durante seus treze anos de carreira na NBA.[27]
  • 21 de março de 2022 - Jamal Crawford anunciou sua aposentadoria da NBA. Crawford jogou por nove equipes durante seus vinte anos de carreira na NBA.[28]

Free Agency[editar | editar código-fonte]

A Free agency começou em 2 de agosto de 2021; pelo segundo ano consecutivo, o período de free agency foi adiado de sua data normal de início em julho devido à pandemia de COVID-19.[29]

As contratações notáveis incluíram Kyle Lowry indo para o Miami Heat em um contrato de longo prazo[30] e Lonzo Ball assinando um contrato de quatro anos e US$ 85 milhões com o Chicago Bulls.[31] O Los Angeles Clippers renovou com Kawhi Leonard[32] e o Phoenix Suns renovou com Chris Paul.[33] O Brooklyn Nets assinou uma extensão de contrato de US$198 milhões e 4 anos com Kevin Durant.[34]

Alteração no Comando Técnico[editar | editar código-fonte]

Fora de Temporada
Equipe 2020-21 2021–22
Atlanta Hawks Nate McMillan (interino) Nate McMillan
Boston Celtics Brad Stevens Ime Udoka
Dallas Mavericks Rick Carlisle Jason Kidd
Indiana Pacers Nate Bjorkgren Rick Carlisle
New Orleans Pelicans Stan Van Gundy Willie Green
Orlando Magic Steve Clifford Jamahl Mosley
Portland Trail Blazers Terry Stotts Chauncey Billups
Washington Wizards Scott Brooks Wes Unseld Jr.
Durante a Temporada
Sacramento Kings Luke Walton Alvin Gentry (interino)

Fora de temporada[editar | editar código-fonte]

Restrições de COVID-19[editar | editar código-fonte]

Em outubro de 2021, apenas as cidades de Los Angeles, Toronto, Nova York e São Francisco implementaram requisitos para que espectadores em eventos esportivos apresentem comprovante de vacinação para COVID-19. Embora a maioria da liga tenha visto seus jogadores receberem pelo menos uma dose da vacina, os jogadores nesses mercados nomeados que optam por não ser vacinados não teriam permissão para jogar em casa. Além disso, a NBA afirmou que esses jogadores seriam forçados a perder dinheiro pelos jogos perdidos. No momento do anúncio, os mandatos estavam afetando Brooklyn Nets, Golden State Warriors, Toronto Raptors, Los Angeles Clippers, Los Angeles Lakers e New York Knicks. Em 3 de janeiro de 2022, um mandato de vacina interna entrou em vigor na Filadélfia, adicionando o Philadelphia 76ers à lista acima mencionada.[51] Em dezembro de 2021, 97% dos jogadores da NBA estavam totalmente vacinados contra o COVID-19.[52]

Pré-Temporada[editar | editar código-fonte]

A pré-temporada começou em 3 de outubro de 2021 e terminou em 15 de outubro. Em 5 de outubro, um jogo entre Milwaukee Bucks e Memphis Grizzlies foi suspenso antes do quarto período devido a um falso alarme de incêndio.

Temporada Regular[editar | editar código-fonte]

A temporada regular começou em 19 de outubro de 2021 e terminará em 10 de abril de 2022

Conferência Leste
Divisão do Atlântico
# C Equipe V D PCT
1 2 Boston Celtics 51 31 0.622
2 4 Philadelphia 76ers 51 31 0.622
3 5 Toronto Raptors 48 34 0.585
4 7 Brooklyn Nets 44 38 0.537
5 11 New York Knicks 37 45 0.451
Divisão Central
# C Equipe V D PCT
1 3 Milwaukee Bucks 51 31 0.622
2 6 Chicago Bulls 46 36 0.561
3 8 Cleveland Cavaliers 44 38 0.537
4 13 Indiana Pacers 25 57 0.305
5 14 Detroit Pistons 23 59 0.280
Divisão Sudeste
# C Equipe V D PCT
1 1 Miami Heat 53 29 0.646
2 9 Atlanta Hawks 43 39 0.524
3 10 Charlotte Hornets 43 39 0.472
4 12 Washington Wizards 35 47 0.427
5 15 Orlando Magic 22 60 0.268
Conferência Oeste
Divisão Noroeste
# C Equipe V D PCT
1 5 Utah Jazz 49 33 0.598
2 6 Denver Nuggets 48 34 0.585
3 7 Minnesota Timberwolves 46 36 0.561
4 13 Portland Trail Blazers 27 55 0.329
5 14 Oklahoma City Thunder 24 58 0.293
Divisão do Pacífico
# C Equipe V D PCT
1 1 Phoenix Suns 64 18 0.780
2 3 Golden State Warriors 53 29 0.646
3 8 LA Clippers 42 40 0.512
4 11 Los Angeles Lakers 33 49 0.402
5 12 Sacramento Kings 30 52 0.366
Divisão Sudoeste
# C Equipe V D PCT
1 2 Memphis Grizzlies 56 26 0.683
2 4 Dallas Mavericks 52 30 0.634
3 9 New Orleans Pelicans 36 46 0.439
4 10 San Antonio Spurs 34 48 0.415
5 15 Houston Rockets 20 62 0.244

# = Posição na divisão, C = Posição na conferência, V = Vitórias, D = Derrotas, PCT = aproveitamento %


Classificação por conferência[editar | editar código-fonte]

Torneio Play-in[editar | editar código-fonte]

A NBA realizará um torneio play-in para as equipes classificadas do 7º ao 10º lugar em cada conferência de 12 a 15 de abril de 2022. A equipe do 7º colocado jogará com a equipe do 8º lugar, com o vencedor conquistando a 7ª colocação nos playoffs. O time do 9º colocado jogará com o time do 10º lugar sendo o perdedor eliminado da disputa do playoff. O perdedor do jogo do 7º ao 8º lugar jogará então com o vencedor do jogo do 9º ao 10º lugar, com o vencedor conquistando a oitava posição e o perdedor sendo eliminado.

Pós-temporada[editar | editar código-fonte]

Os playoffs começaram em 16 de abril de 2022. As finais começaram em 2 de junho com o jogo 1 sendo realizado no Chase Center, com um possível Jogo 7 agendado para 19 de junho, na mesma arena.

  Primeira rodada Semifinais de Conferência Finais de Conferência Finais da NBA
                                     
1  Miami Heat* 4  
8  Atlanta Hawks 1  
  1  Miami Heat* 4  
   
  4  Philadelphia 76ers 2  
4  Philadelphia 76ers 4
 
5  Toronto Raptors 2  
  1  Miami Heat* 3  
Conferência Leste
  2  Boston Celtics* 4  
3  Milwaukee Bucks* 4  
 
6  Chicago Bulls 1  
  3  Milwaukee Bucks* 3
   
  2  Boston Celtics* 4  
2  Boston Celtics* 4
 
7  Brooklyn Nets 0  
  2  Boston Celtics* 2
  3  Golden State Warriors 4
1  Phoenix Suns* 4  
8  New Orleans Pelicans 2  
  1  Phoenix Suns* 3
   
  4  Dallas Mavericks 4  
4  Dallas Mavericks 4
 
5  Utah Jazz* 2  
  4  Dallas Mavericks 1
Conferência Oeste
  3  Golden State Warriors 4  
3  Golden State Warriors 4  
6  Denver Nuggets 1  
  3  Golden State Warriors 4
   
  2  Memphis Grizzlies* 2  
2  Memphis Grizzlies* 4
7  Minnesota Timberwolves 2  

* - Campeão da Divisão | Itálico - Melhor Campanha | Negrito - Vencedor do Confronto

Finais[editar | editar código-fonte]

JOGO 1
Data: 2 de junho de 2022
Hora: 9:00 pm
Público: 18.064
Local: Chase Center, São Francisco, Califórnia
Árbitros: Marc Davis, John Goble, James Williams
Boston Celtics Golden State Warriors
Pontos Al Horford, 26 Stephen Curry, 34
Rebotes Jaylen Brown, 7 Draymond Green, 11
Assistências Jayson Tatum, 13 Empate triplo, 5 cada
Recap
TV: ABC
Boston lidera a série, 1-0
Placar 1 2 3 4 Total
Boston Celtics 28 28 24 40 120
Golden State Warriors 32 22 38 16 108

Depois de 141 jogos de playoffs sem uma aparição nas finais da NBA, Al Horford ajudou a liderar o Boston com 26 pontos, incluindo uma sequência de 8-0 feita por ele mesmo para dar a sua equipe a liderança no último quarto que terminou 40-16. Jaylen Brown também ajudou a desencadear uma sequência de 17-0 no mesmo quarto, marcando 10 de seus 24 pontos neste último quarto. Apesar de terminar o jogo com 13 assistências, o recorde de sua carreira, Jayson Tatum teve um desempenho ruim no arremesso, acertando 3 de 17 e marcando 12 pontos. Além de Tatum, os outros quatro titulares do Boston acertaram 30 de 50 (60%) no jogo. Marcus Smart somou 18 pontos, e Derrick White saiu do banco para marcar 21 pontos.

Para os Warriors, Stephen Curry teve um começo bom, marcando 21 pontos e acertando 6 de 8 arremessos no primeiro quarto, o maior número de cestas de três pontos feitos em um único quarto na história das finais. Além disso, os 21 pontos foram os maiores em um único quarto desde os 22 de Michael Jordan no quarto quarto do jogo 4 em 1993. No entanto, Curry sofreu pelo resto do jogo, acertando 5 de 16 nos três quartos finais, já que os Warriors tinham uma vantagem de 92-80 no quarto quarto. Apesar de pegar 11 rebotes, Draymond Green também teve problemas no arremesso, fazendo 2 de 12 em quadra e 0 de 3 na linha de lance livre.

A virada no placar do Celtics foi a maior nas finais após três quartos desde que o Chicago Bulls superou um déficit de 15 pontos para vencer o Portland Trail Blazers no jogo 6 em 1992. A vitória também trouxe a campanha do Celtics para 8 vitórias e 2 derrotas fora de casa nesta pós-temporada, enquanto os Warriors caíram para 9-1 em casa. Ambas as equipes também fizeram 40 arremessos de três pontos combinados, o maior número de todos os tempos em um jogo de finais da NBA, superando o recorde anterior de 35, estabelecido em 2017.

JOGO 2
Data: 5 de junho de 2022
Hora: 8:00 pm
Público: 18.064
Local: Chase Center, São Francisco, Califórnia
Árbitros: Zach Zarba, Tony Brothers, Josh Tiven
Boston Celtics Golden State Warriors
Pontos Jayson Tatum, 28 Stephen Curry, 29
Rebotes Al Horford, 8 Kevon Looney, 7
Assistências Marcus Smart, 5 Draymond Green, 7
Recap
TV: ABC
Série empatada em 1-1
Placar 1 2 3 4 Total
Boston Celtics 30 20 14 24 88
Golden State Warriors 31 21 35 20 107

Curry marcou 29 pontos e o Golden State superou o Boston por 35 a 14 no terceiro quarto para empatar a série com uma vitória de 107 a 88. Os Warriors superaram os Celtics por 43 a 14 do final do segundo quarto até o início do último quarto, transformando um jogo de empate em uma explosão de desempenho. Jordan Poole acrescentou 17 pontos para o Golden State, incluindo um arremesso de 3 pontos do meio da quadra, com apenas alguns segundos restantes no terceiro quarto. Boston cometeu 19 turnovers, que os Warriors converteram em 33 pontos.[53]

Green fez nove pontos, cinco rebotes e sete assistências pelo Golden State, mas impactou o jogo com sua agressividade na defesa e no jogo físico. Ele foi o principal marcador de Brown, segurando-o em 5 de 17 arremessos. Tatum se recuperou do jogo 1, marcando 21 pontos na primeira metade do jogo acertando 7 de 16 arremessos. Brown acrescentou 15 pontos no primeiro tempo, mas o Boston ainda perdia por dois no intervalo. No terceiro quarto, Tatum arremessou apenas duas vezes no terceiro período, apesar de ter jogado todos os 12 minutos. Horford marcou apenas dois pontos em quatro arremessos no jogo depois de marcar 26 na abertura. O Celtics fez apenas 37,5% de seus arremessos no jogo, marcando o menor número de pontos desde 29 de dezembro, quando estavam com 16 vitórias e 19 derrotas.[54]

Andre Iguodala, do Warriors, não jogou devido a uma inflamação no joelho direito, enquanto Gary Payton II jogou pela primeira vez desde a série em Memphis, quando fraturou o cotovelo.[53]

JOGO 3
Data: 8 de junho de 2022
Hora: 9:00 pm
Público: 19.156
Local: TD Garden, Boston, Massachusetts
Árbitros: Scott Foster, David Guthrie, Courtney Kirkland
Golden State Warriors Boston Celtics
Pontos Stephen Curry, 31 Jaylen Brown, 27
Rebotes Looney, Wiggins, 7 Robert Williams III, 10
Assistências Otto Porter, 4 Jayson Tatum, 9
Recap
TV: ABC
Boston lidera a série, 2-1
Placar 1 2 3 4 Total
Golden State Warriors 22 34 33 11 100
Boston Celtics 33 35 25 23 116

Brown marcou 27 pontos e Tatum teve 26 em uma vitória por 116-100 em Boston para uma vantagem de 2-1 na série. Os Celtics lideraram por até 18 pontos no primeiro tempo, mas o Golden State voltou a subir no terceiro quarto, superando o Boston por 33-25, com 15 pontos de Curry. Os Warriors assumiram a liderança brevemente em 83-82, mas os Celtics estavam de volta em 93-89 no final do período. Boston superou Golden State por 23-11 no último quarto.[55]

Curry terminou com 31 pontos e seis bolas de 3 pontos, mas se machucou no final do quarto período quando Horford caiu de perna enquanto perseguia uma bola perdida. Thompson acrescentou 25 pontos e cinco cestas de 3. Os Celtics superaram os Warriors por 47-31. Green ficou com apenas dois pontos em uma enterrada no terceiro quarto antes de ser eliminado por faltas pela segunda vez nesta série. Ele se tornou o primeiro jogador na história das finais a ser eliminado por faltas depois de jogar pelo menos 34 minutos com menos de cinco pontos, cinco rebotes e cinco assistências. Curry se machucou no final do jogo quando Horford caiu em cima de sua perna. Green recebeu sua sexta falta, que o expulsou do jogo. No dia seguinte, Curry estava confiante de que jogaria no jogo 4, dizendo que era "apenas uma coisa de tolerância à dor com a qual você precisa lidar". Ele disse que não foi tão ruim quanto a lesão que o manteve fora dos 12 jogos finais da temporada regular.

JOGO 4
Data: 10 de junho de 2022
Hora: 9:00 pm
Público: 19.156
Local: TD Garden, Boston, Massachusetts
Árbitros: James Capers, Kane Fitzgerald, Eric Lewis
Golden State Warriors Boston Celtics
Pontos Stephen Curry, 43 Jayson Tatum, 23
Rebotes Andrew Wiggins, 16 Robert Williams III, 12
Assistências Draymond Green, 8 Jayson Tatum, 6
Recap
TV: ABC
Série empatada em 2-2
Placar 1 2 3 4 Total
Golden State Warriors 27 22 30 28 107
Boston Celtics 28 26 24 19 97

Curry marcou 43 pontos e pegou 10 rebotes na vitória por 107-97 para igualar a série em 2-2. Ele fez duas cestas durante uma sequência de 10-0 para os Warriors no quarto período, transformando uma vantagem de quatro pontos do Boston em uma vantagem de 100-94 para o Golden State. Ele jogou 41 minutos e acertou 14 de 26 arremessos no jogo, incluindo 7 de 14 em 3 pontos. Andrew Wiggins acrescentou 17 pontos e 16 rebotes para os Warriors.[56]

Golden State mudou seu time titular, substituindo Kevon Looney por Otto Porter Jr. Curry e Tatum, dos Celtics, marcaram 12 pontos cada um no primeiro quarto, que terminou com uma vantagem de 28-27 para o Boston. Brown marcou 10 pontos no segundo quarto, dando aos Celtics uma vantagem de 54-49 no intervalo. Houve seis mudanças de liderança no jogo naquele momento, juntamente com cinco empates. Curry marcou 14 pontos no terceiro quarto. As equipes estavam empatadas em 86 com oito minutos restantes. Boston liderava por 94-90 com cerca de cinco minutos restantes, mas marcou apenas mais uma vez, com 1:18 restantes. Golden State os superou por 17-3 para terminar o jogo, com Curry sozinho superando-os por 10-3.[56]

Curry se tornou o terceiro jogador dos Warriors com pelo menos 40 pontos e 10 rebotes em um jogo das Finais, juntando-se a Rick Barry (1967) e Kevin Durant (2018). Ele também se juntou a Jordan e LeBron James como os únicos jogadores com 34 anos ou mais a marcar 40 ou mais pontos nas finais da NBA. Green marcou dois pontos em 1 de 7 arremessos, mas acrescentou nove rebotes, oito assistências e quatro roubadas de bola . Ele ficou no banco por partes do quarto período, enquanto Looney permaneceu em quadra por seus rebotes - 11 em 28 minutos. Com suas lutas ofensivas, Green alternava posses ofensivas e defensivas com Poole. Tatum terminou com 23 pontos e 11 rebotes, mas fez apenas uma cesta durante todo o quarto período. Brown marcou 21 pontos e Williams teve 12 rebotes para os Celtics.[57]

JOGO 5
Data: 13 de junho de 2022
Hora: 9:00 pm
Público: 18.064
Local: Chase Center, São Francisco, Califórnia
Árbitros: Marc Davis, Tony Brothers, Josh Tiven
Boston Celtics Golden State Warriors
Pontos Jayson Tatum, 27 Andrew Wiggins, 26
Rebotes Jayson Tatum, 10 Andrew Wiggins, 13
Assistências Brown, Tatum, 4 cada Stephen Curry, 8
Recap
TV: ABC
Golden lidera a série, 3-2
Placar 1 2 3 4 Total
Boston Celtics 16 23 35 20 94
Golden State Warriors 27 24 24 29 104

Wiggins teve 26 pontos e 13 rebotes para levar o Golden State a uma vitória por 104-94, colocando-os a um jogo do campeonato. Thompson acrescentou 21 pontos para ajudar os Warriors a superar uma noite ruim de Curry, que fez 16 pontos e oito assistências, mas com 0 de 9 em cestas de 3 pontos. Antes do jogo 5, ele teve sequências recordes da NBA de 38 jogos consecutivos com vários arremessos de 3 pontos, 132 jogos consecutivos de playoffs com pelo menos uma cesta de 3 pontos e 233 jogos consecutivos com uma cesta de 3 pontos na temporada regular e pós-temporada combinadas. Tatum teve 27 pontos e 10 rebotes para o Celtics, que perdeu jogos consecutivos pela primeira vez nestes playoffs.[58]

Os Warriors lideraram por até 16 pontos no primeiro quarto. Boston diminuiu a liderança com Curry no banco, mas ele fez uma bandeja para dar ao Golden State uma vantagem de 51-39 no intervalo. Wiggins fez 16 pontos e sete rebotes no intervalo, e Green foi forte com 8 pontos depois de totalizar apenas 17 nos primeiros quatro jogos. Os Warriors estavam movendo bem a bola, mas acertaram apenas 3 de 17 de 3 pontos no primeiro tempo. Tatum fez 13 pontos e oito rebotes para manter o Boston no jogo. Após o intervalo, o Celtics marcou os primeiros 10 pontos do segundo tempo e assumiu a liderança após uma arrancada de 19-4. Eles fizeram oito cestas de três consecutivas, enquanto o Golden State errava suas tentativas. Poole acertou uma cesta de três pontos de 33 pés (10 m) para vencer o cronômetro do terceiro quarto, dando aos Warriors uma vantagem de 75-74 para entrar no quarto quarto.[58]

Thompson acertou 7 de 14 arremessos e fez cinco arremessos de 3 pontos. Os Warriors fizeram 9 de 40 de três, incluindo 0 de 6 de Wiggins. Green, que saiu com 3:01 restantes, fez oito pontos, oito rebotes e sete assistências. Golden State conseguiu 15 pontos do banco de Payton e 14 de Poole. Boston acertou 11 de 32, com Brown acertando 0 de 5 e acertando 5 de 18 no geral; ele terminou com 18 pontos, Williams teve 10 pontos e oito rebotes.[59]

JOGO 6
Data: 16 de junho de 2022
Hora: 9:00 pm
Público: 19.156
Local: TD Garden, Boston, Massachusetts
Árbitros: Zach Zarba, David Guthrie, John Goble
Golden State Warriors Boston Celtics
Pontos Stephen Curry, 34 Jaylen Brown, 34
Rebotes Draymond Green, 12 Al Horford, 14
Assistências Draymond Green, 8 Marcus Smart, 9
Recap
TV: ABC
Golden vence a série por 4-2
Placar 1 2 3 4 Total
Golden State Warriors 27 27 22 27 103
Boston Celtics 22 17 27 24 90

O Golden State estava com 0 vitórias e 3 derrotas em jogos de decisivos fora de casa, enquanto os Celtics estavam com 3 vitórias e 0 derrotas em jogos que poderia ser eliminado. Boston teve uma vantagem de 14 a 2 no início do jogo, mas fez apenas uma cesta nos 3:30 finais do primeiro quarto, e Golden State liderou por 27-22 no final do período. Os Warriors forçaram 12 turnovers no primeiro tempo e lideraram por até 21 pontos, a caminho de uma vantagem de 54-39 no intervalo. Eles expandiram sua vantagem para 22, antes que os Celtics se recuperassem para 76-66 depois após três quartos. Golden State manteve sua liderança até o último quarto para vencer o jogo por 103-90 conquistando seu quarto título da NBA em oito temporadas. Esta foi a segunda vez que um time visitante ganhou um campeonato da NBA jogando em Boston.

Curry marcou 34 pontos no jogo, acertando 12 de 21 arremesso no total sendo 6 de 11 valendo 3 pontos, e acrescentou sete rebotes, sete assistências e duas roubadas de bola. Ele foi eleito o MVP das Finais pela primeira vez em sua carreira, selecionado por unanimidade após uma média de 31,2 pontos, 6,0 rebotes e 5,0 assistências na série. Ele marcou 30 ou mais pontos em três jogos consecutivos em Boston, o primeiro jogador a fazê-lo nos playoffs desde LeBron James em 2017. Green marcou 12 pontos em 5 de 10 arremessos, pegando 12 rebotes, registrando oito assistências com duas roubadas de bola e dois bloqueios. Ele também acertou dois arremessos de 3 pontos depois de perder suas primeiras 12 tentativas na série. O técnico Steve Kerr conquistou seu nono campeonato geral, depois de vencer cinco como jogador. Ele se tornou o sexto treinador a conquistar quatro títulos, juntando-se a Phil Jackson, Red Auerbach, John Kundla, Gregg Popovich e Pat Riley. Os Warriors também se tornaram o primeiro time a passar da pior campanha da NBA (2019-20) para um campeonato em um período de três temporadas.[60]

Brown liderou o Celtics com 34 pontos, mas Tatum terminou com apenas 13, acertando apenas 6 de 18 arremessos. O banco dos Celtics também teve um desempenho ruim, com apenas cinco pontos em 2 de 10 arremessos de quadra de seus reservas - White, Grant Williams e Payton Pritchard. Boston também cometeu 22 turnovers. Tatum estabeleceu o recorde de todos os tempos da NBA com 100 turnovers em uma única pós-temporada. A derrota das finais reduziu o recorde da série do Celtics nas finais para 17-5, permanecendo empatado com o Los Angeles Lakers pelo maior número de campeonatos na história da liga.

Estatísticas[editar | editar código-fonte]

Líderes de estatísticas individuais
Categoria Jogador Equipe Est.
Pontos por jogo Joel Embiid Philadelphia 76ers 30.6
Pontos totais Trae Young Atlanta Hawks 2155
Rebotes por jogo Rudy Gobert Utah Jazz 14.7
Rebotes totais Nikola Jokić Denver Nuggets 1019
Assistências por jogo Chris Paul Phoenix Suns 10.8
Assistências totais Trae Young Atlanta Hawks 737
Roubadas por jogo Dejounte Murray San Antonio Spurs 2.0
Roubadas totais Dejounte Murray San Antonio Spurs 138
Tocos por jogo Jaren Jackson Jr. Memphis Grizzlies 2.3
Tocos totais Jaren Jackson Jr. Memphis Grizzlies 177
Turnovers por jogo Luka Dončić Dallas Mavericks 4.5
Faltas por jogo Jae'Sean Tate Houston Rockets 3.7
Minutos por jogo Pascal Siakam Toronto Raptors 37.9
Arremessos Rudy Gobert Utah Jazz 71.3%
Lances Livres Jordan Poole Golden State Warriors 92.5%
Cestas de três Luke Kennard Los Angeles Clippers 44.9%
Duplo-duplos Nikola Jokić Denver Nuggets 66
Triplo-duplos Nikola Jokić Denver Nuggets 19
Equipes líderes de estatísticas
Categoria Equipe Est.
Pontos por jogo Minnesota Timberwolves 115.9
Rebotes por jogo Memphis Grizzlies 49.2
Assistências por jogo Charlotte Hornets 28.1
Roubadas por jogo Memphis Grizzlies 9.8
Tocos por jogo Memphis Grizzlies 6.5
Turnovers por jogo Houston Rockets 16.5
Faltas por jogo Detroit Pistons 21.9
Arremessos Phoenix Suns 48.5%
Lances livres Philadelphia 76ers 82.1%
Cestas de três Miami Heat 37.9%

Prêmios[editar | editar código-fonte]

Anual[editar | editar código-fonte]

Prêmios da NBA de 2021-22
Prêmio Vencedor(es) Finalistas
Jogador mais valioso Nikola Jokić (Denver Nuggets) Giannis Antetokounmpo (Milwaukee Bucks)
Joel Embiid (Philadelphia 76ers)
Jogador defensivo do ano Marcus Smart (Boston Celtics) Mikal Bridges (Phoenix Suns)
Rudy Gobert (Utah Jazz)
Melhor novato do ano Scottie Barnes (Toronto Raptors) Cade Cunningham (Detroit Pistons)
Evan Mobley (Cleveland Cavaliers)
Sexto homem do ano Tyler Herro (Miami Heat) Cameron Johnson (Phoenix Suns)
Kevin Love (Cleveland Cavaliers)
Jogador que mais evoluiu do ano Ja Morant (Memphis Grizzlies) Darius Garland (Cleveland Cavaliers)
Dejounte Murray (San Antonio Spurs)
Técnico do ano Monty Williams (Phoenix Suns) Taylor Jenkins (Memphis Grizzlies)
Erik Spoelstra (Miami Heat)
Executivo do ano Zachary Kleiman (Memphis Grizzlies) Koby Altman (Cleveland Cavaliers)

Artūras Karnišovas (Chicago Bulls)

Prêmio de esportividade Patty Mills (Brooklyn Nets) Bam Adebayo (Miami Heat)
Mikal Bridges (Phoenix Suns)
Darius Garland (Cleveland Cavaliers)
Jeff Green (Denver Nuggets)
Jaren Jackson Jr. (Memphis Grizzlies)
Companheiro de equipe Jrue Holiday (Milwaukee Bucks) DeMar DeRozan (Chicago Bulls)
Boban Marjanović (Dallas Mavericks)

Arenas[editar | editar código-fonte]

Transmissões na TV[editar | editar código-fonte]

Este será o sexto ano dos atuais contratos de nove anos com a ABC, ESPN, TNT e NBA TV. O Portland Trail Blazers assinou um novo contrato de televisão com a Root Sports Northwest, substituindo a NBC Sports Northwest como a responsável pela transmissão televisiva da franquia.

Em 2021, as transmissões da NBA no Brasil foram exibidas na TV aberta pela Rede Bandeirantes,[67] nos canais de televisão por assinatura, SporTV[68] e ESPN Brasil[69] e online, pelo canal de YouTube da TNT Sports.

Ocorrências Notáveis[editar | editar código-fonte]

  • 13 de maio de 2020 - Wilson voltou a ser o fabricante e fornecedor de bolas oficiais da NBA, substituindo a Spalding. A parceria inicial de Wilson com a liga começou em 1946 até terminar após 37 temporadas em 1983, quando a Spalding assumiu.[70][71]
  • 6 de agosto de 2021 - Duncan Robinson renovou com o Heat em um contrato no valor de US$ 90 milhões, o maior de todos os tempos para um jogador não draftado.[72][73]
  • 10 de agosto de 2021 - Luka Dončić assinou uma extensão de contrato de cinco anos e US$ 207 milhões com o Dallas Mavericks, a maior da história da liga.[74]
  • 20 de agosto de 2021 - Buddy Hield ultrapassou Peja Stojaković para se tornar o líder de cestas de três pontos de todos os tempos pelo Sacramento Kings.[75]
  • 22 de outubro de 2021 - James Harden ultrapassou Kyle Korver pelo quarto lugar na lista de mais cestas de três pontos de todos os tempos da NBA.[76]
  • 22 de outubro de 2021 - Chris Paul se tornou o primeiro jogador a atingir 20.000 pontos e 10.000 assistências na carreira.[77]
  • 24 de outubro de 2021 - Carmelo Anthony ultrapassou Moses Malone pelo nono lugar na lista de maiores pontuadores de todos os tempos da NBA.[78]
  • 2 de novembro de 2021 - Chris Paul ultrapassou Steve Nash pelo terceiro lugar na lista de mais assistências de todos os tempos da NBA.[79]
  • 6 de novembro de 2021 - Doc Rivers se tornou o 10º técnico na história da NBA a atingir 1.000 vitórias.[80]
  • 2 de dezembro de 2021 - O Memphis Grizzlies derrotou o Oklahoma City Thunder por uma margem de 73 pontos, a maior da história da NBA.[81]
  • 9 de dezembro de 2021 - LeBron James se tornou o quinto jogador na história da NBA a atingir 100 triplos-duplos na carreira.[82]
  • 14 de dezembro de 2021 - Stephen Curry superou Ray Allen para se tornar o líder de todos os tempos da NBA em arremessos de três pontos.[83][84]
  • 17 de dezembro de 2021 - Curry se tornou o jogador mais rápido da história da NBA a fazer 150 cestas de três pontos em uma temporada, realizando a façanha em 28 jogos.[85]
  • 28 de dezembro de 2021 - LeBron James se tornou o terceiro jogador na história da NBA a ultrapassar 36.000 pontos na carreira e o jogador mais jovem a fazê-lo.[86][87]
  • 2 de janeiro de 2022 - Josh Giddey se tornou o jogador mais jovem da história da NBA a registrar um triplo-duplo aos 19 anos e 84 dias, superando o recorde estabelecido por LaMelo Ball na temporada passada. Giddey também se tornou o jogador mais jovem da história da NBA a liderar todos os jogadores em pontos, rebotes e assistências em um jogo.[88][89]
  • 9 de janeiro de 2022 - Klay Thompson jogou seu primeiro jogo desde 13 de junho de 2019, totalizando quase 31 meses ou 941 dias.[90]
  • 9 de janeiro de 2022 - LeBron James ultrapassou Oscar Robertson pelo sétimo lugar na lista de mais assistências de todos os tempos da NBA.[91]
  • 20 de janeiro de 2022 - Joel Embiid registrou 50 ponto em apenas 27 minutos. É o segundo menor tempo necessário para marcar pelo menos 50 pontos na era do relógio após o jogo de 52 pontos de Klay Thompson em 26 minutos em 29 de outubro de 2018. Embiid também se juntou a Allen Iverson e Wilt Chamberlain como os únicos jogadores na história do Philadelphia 76ers com vários jogos de 50 pontos. Ele também registrou um duplo-duplo com pelo menos 50 pontos e 10 rebotes no menor número de minutos de qualquer jogador da NBA desde 1955.[92][93][94]
  • 20 de janeiro de 2022 - LeBron James se tornou o quinto jogador na história da NBA a registrar 30.000 pontos e 10.000 rebotes. Ele também é o primeiro jogador a registrar pelo menos 30.000 pontos, 10.000 rebotes e 9.000 assistências.[95][96][97]
  • 21 de janeiro de 2022 - Dwight Howard passou Nate Thurmond pelo décimo lugar na lista de mais rebotes de todos os tempos da NBA.[98][99]
  • 23 de janeiro de 2022 - Jimmy Butler ultrapassou LeBron James pelo primeiro lugar na lista de mais triplos-duplos de todos os tempos do Miami Heat.[100]
  • 25 de janeiro de 2022 - Nikola Jokić se tornou o primeiro jogador na história da NBA a registrar pelo menos 5.000 rebotes e 3.000 assistências em seus primeiros 500 jogos.[101]
  • 4 de fevereiro de 2022 - Gregg Popovich se tornou o primeiro técnico da história da NBA a vencer 1.500 jogos, incluindo a temporada regular e os playoffs.[102]
  • 5 de fevereiro de 2022 - Luka Dončić entrou no top 10 de mais triplos-duplos de todos os tempos com 44, superando Fat Lever.[103]
  • 9 de fevereiro de 2022 - O confronto entre Golden State Warriors e Utah Jazz foi televisionado pela ESPN e foi o primeiro na história da rede a ter uma equipe de produção exclusivamente feminina com Beth Mowins, Doris Burke e Lisa Salters; além disso, outras 33 mulheres assumiram funções de produção em Salt Lake City e na sede da ESPN em Bristol, Connecticut.
  • 12 de fevereiro de 2022 - LeBron James ultrapassou Kareem Abdul-Jabbar por mais pontos combinados na temporada regular e nos playoffs.[104]
  • 12 de fevereiro de 2022 - Gregg Popovich venceu seu 1.332º jogo da temporada regular como treinador principal, empatando com Lenny Wilkens no segundo lugar de todos os tempos.[105]
  • 15 de fevereiro de 2022 - Josh Giddey se tornou o jogador mais jovem da história da NBA a registrar um triplo-duplo em jogos consecutivos e um triplo-duplo de 20 pontos.[106]
  • 16 de fevereiro de 2022 - Lou Williams ultrapassou Dell Curry para se tornar o líder de todos os tempos em jogos disputados como reserva com 985.[107]
  • 17 de fevereiro de 2022 - Duncan Robinson se tornou o jogador mais rápido da história da NBA a registrar 700 cestas de três pontos. Ele fez esse feito em um período de 216 jogos, superando o recorde anterior de Buddy Hield em 269 jogos.[108][109]
  • 24 de fevereiro de 2022 - DeMar DeRozan se tornou o sétimo jogador na história da NBA com oito jogos consecutivos de 35 pontos (Wilt Chamberlain, Elgin Baylor, Michael Jordan, Kobe Bryant, LeBron James e James Harden).[110]
  • 5 de março de 2022 - LeBron James registrou um jogo de 56 pontos, o recorde de sua carreira no Los Angeles Lakers. Ele se tornou o quarto jogador da NBA a registrar um jogo de 50 pontos aos 37 anos (Michael Jordan, Kobe Bryant e Jamal Crawford); foi o segundo maior número de pontos marcados por um jogador na história da NBA depois de completar 35 anos, atrás do jogo de despedida de 60 pontos de Bryant. Ele também se tornou o jogador mais velho a registrar 55 pontos e 10 rebotes em um jogo, e foi o primeiro jogador dos Lakers a fazê-lo desde Shaquille O'Neal em 2000. James também se tornou o segundo jogador, depois de Jordan, a registrar um jogo de 50 pontos em três décadas diferentes.[111][112]
  • 11 de março de 2022 - Gregg Popovich venceu seu 1.336º jogo da temporada regular como treinador principal, superando Don Nelson pelo primeiro lugar de todos os tempos.[113][114]
  • 11 de março de 2022 - LeBron James se tornou o jogador mais velho a ter vários jogos de 50 pontos em uma temporada e é o primeiro jogador do Lakers desde Kobe Bryant em abril de 2007 a ter jogos consecutivos de 50 pontos em casa.[115][116]
  • 13 de março de 2022 - LeBron James se tornou o sétimo jogador na história da NBA a registrar 10.000 assistências e também se tornou o primeiro jogador com 30.000 pontos, 10.000 assistências e 10.000 rebotes.[117][118]
  • 14 de março de 2022 - Houve três jogadores diferentes com mais de 45 pontos (Karl-Anthony Towns com 60, Stephen Curry com 47 e Trae Young com 46) em um dia pela primeira vez na história da NBA.[119] Towns se tornou o sexto jogador na história da NBA a ter um jogo de 60 pontos e 15 rebotes.[120]
  • 15 de março de 2022 - Kyrie Irving marcou 60 pontos, um recorde do Brooklyn Nets. Irving e Kevin Durant se tornaram os primeiros companheiros de equipe a marcar mais de 50 pontos em jogos consecutivos.[121]
  • 19 de março de 2022 - LeBron James ultrapassou Karl Malone pelo segundo lugar como o líder de pontuação de todos os tempos da NBA.[122]
  • 31 de março de 2022 - Giannis Antetokounmpo ultrapassou Kareem Abdul-Jabbar para se tornar o líder de pontuação de todos os tempos do Milwaukee Bucks.[123]
  • 7 de abril de 2022 - Nikola Jokić se tornou o primeiro jogador na história da NBA a ter pelo menos 2.000 pontos, 1.000 rebotes e 500 assistências em uma temporada.[124] Ele terminou liderou a NBA em duplos-duplos (66) e triplos-duplos (19).[125]
  • 10 de abril de 2022 - Joel Embiid venceu uma luta com Giannis Antetokounmpo (29,9) e LeBron James (30,3), pelo título de pontuação da NBA, com 30,6 pontos por jogo.[126][127][128] Foi o primeiro título de pontuação do Embiid, o primeiro jogador estrangeiro a fazê-lo, bem como o primeiro pivô a fazê-lo desde Shaquille O'Neal em 2000. Aos 37 anos, James teria quebrado o recorde de Michael Jordan de líder de pontuação mais velho aos 34, mas ele jogou apenas 56 jogos, dois a menos do que o necessário para se classificar, devido a lesões.

Referências

  1. «NBA announces schedule for 75th Anniversary Season». www.nba.com (em inglês). Consultado em 10 de julho de 2022 
  2. «NBA All-Star voting results 2022: Full list of starters, reserves for Eastern, Western Conference rosters». www.sportingnews.com (em inglês). Consultado em 10 de julho de 2022 
  3. «NBA All-Star Game 2022: Score and highlights». MARCA (em inglês). 20 de fevereiro de 2022. Consultado em 10 de julho de 2022 
  4. «NBA unveils 75th anniversary season logo». www.nba.com (em inglês). Consultado em 10 de julho de 2022 
  5. «LOOK: NBA reveals new diamond-themed logo to commemorate 75th anniversary for 2021-22 season». CBSSports.com (em inglês). Consultado em 10 de julho de 2022 
  6. «NBA to name 75 greatest players during 75th anniversary season celebration». www.nba.com (em inglês). Consultado em 10 de julho de 2022 
  7. «NBA unveils diamond embellishments for NBA 75 jerseys». www.nba.com (em inglês). Consultado em 10 de julho de 2022 
  8. «Nike NBA City Edition uniforms unveiled in honor of the 75th anniversary season». www.nba.com (em inglês). Consultado em 10 de julho de 2022 
  9. Creamer, Chris. «Every 2021-2022 NBA City Edition Uniform Explained». SportsLogos.Net News (em inglês). Consultado em 10 de julho de 2022 
  10. «Knicks, Celtics and Warriors unveil Nike Classic Edition uniforms». www.nba.com (em inglês). Consultado em 10 de julho de 2022 
  11. «NBA unveils new trophies for division winners named after 6 NBA legends». www.nba.com (em inglês). Consultado em 10 de julho de 2022 
  12. «NBA introduces new lineup of postseason hardware». www.nba.com (em inglês). Consultado em 10 de julho de 2022 
  13. «Former Wizard Ian Mahinmi announces retirement». RSN (em inglês). Consultado em 10 de julho de 2022 
  14. Feldman, Dan (19 de julho de 2021). «Former Kings forward Omri Casspi, first Israeli NBA player, retires». ProBasketballTalk | NBC Sports (em inglês). Consultado em 10 de julho de 2022 
  15. «SUNS ANNOUNCE COACHING STAFF ADDITIONS». Phoenix Suns (em inglês). Consultado em 10 de julho de 2022 
  16. Salvador, Joseph. «J.R. Smith Plans to Play Golf for North Carolina A&T». Sports Illustrated (em inglês). Consultado em 10 de julho de 2022 
  17. «Ray Allen, JR Smith and other former players we'd like to see make a return to the NBA». www.sportingnews.com (em inglês). Consultado em 10 de julho de 2022 
  18. Grasso, Justin. «Former Sixers Draft Pick Kyle Korver Joins Brooklyn Nets Staff». Sports Illustrated Philadelphia 76ers News, Analysis and More (em inglês). Consultado em 10 de julho de 2022 
  19. «J.J. Barea: 'I like coaching. Every time I do it, I like it even more'». The Official Home of the Dallas Mavericks (em inglês). 15 de agosto de 2021. Consultado em 10 de julho de 2022 
  20. «Kidd finalizes coaching staff». The Official Home of the Dallas Mavericks (em inglês). 1 de setembro de 2021. Consultado em 10 de julho de 2022 
  21. «LUIS SCOLA NUOVO AMMINISTRATORE DELEGATO DEL CLUB BIANCOROSSO». www.pallacanestrovarese.it (em inglês). Consultado em 10 de julho de 2022 
  22. «JJ Redick announces his NBA retirement». www.nba.com (em inglês). Consultado em 10 de julho de 2022 
  23. «Chandler unofficially back with the Mavs». The Official Home of the Dallas Mavericks (em inglês). 28 de setembro de 2021. Consultado em 10 de julho de 2022 
  24. «Pau Gasol announces retirement». www.fcbarcelona.com (em inglês). Consultado em 10 de julho de 2022 
  25. «Gerald Green Retires, Joins Rockets Coaching Staff». Hoops Rumors (em inglês). Consultado em 10 de julho de 2022 
  26. Wells, Adam. «Chandler Parsons Retires from NBA; Injury Lawsuit Settled for 'Substantial Amount'». Bleacher Report (em inglês). Consultado em 10 de julho de 2022 
  27. «Jeff Teague Rejoins the Hawks as a Scout». www.nba.com (em inglês). Consultado em 10 de julho de 2022 
  28. «20-year NBA veteran Jamal Crawford announces retirement». www.nba.com (em inglês). Consultado em 10 de julho de 2022 
  29. «When does 2021 NBA Free Agency start?». RSN (em inglês). Consultado em 10 de julho de 2022 
  30. Rose, Aaron. «Kyle Lowry Announces Signing with Miami Heat». Sports Illustrated Toronto Raptors News, Analysis and More (em inglês). Consultado em 10 de julho de 2022 
  31. Zillgitt, Jeff. «Chicago Bulls reach agreement with Lonzo Ball on four-year, $85 million deal». USA TODAY (em inglês). Consultado em 10 de julho de 2022 
  32. «LA Clippers re-sign injured superstar Kawhi Leonard». AP NEWS (em inglês). 12 de agosto de 2021. Consultado em 9 de julho de 2022 
  33. Rankin, Duane. «Official: Phoenix Suns re-sign Chris Paul, Cameron Payne». The Arizona Republic (em inglês). Consultado em 10 de julho de 2022 
  34. «Durant signs 4-year, $198M extension with Nets». ESPN.com (em inglês). 6 de agosto de 2021. Consultado em 9 de julho de 2022 
  35. «Danny Ainge Announces Retirement; Brad Stevens Promoted to President of Basketball Operations». Boston Celtics (em inglês). Consultado em 10 de julho de 2022 
  36. «Trail Blazers And Terry Stotts Mutually Agree To Part Ways». www.nba.com (em inglês). Consultado em 10 de julho de 2022 
  37. «Orlando Magic, Steve Clifford Mutually Agree to Part Ways». www.nba.com (em inglês). Consultado em 10 de julho de 2022 
  38. «Pacers Announce Nate Bjorkgren Will Not Return as Coach». www.nba.com (em inglês). Consultado em 10 de julho de 2022 
  39. «Wizards part ways with Brooks». www.nba.com (em inglês). Consultado em 10 de julho de 2022 
  40. «Rick Carlisle steps down as Mavericks coach». www.nba.com (em inglês). Consultado em 10 de julho de 2022 
  41. «Carlisle resigns as Mavs coach after 13 seasons». ESPN.com (em inglês). 17 de junho de 2021. Consultado em 10 de julho de 2022 
  42. «Pacers Reach Agreement with Rick Carlisle to Become Head Coach». www.nba.com (em inglês). Consultado em 10 de julho de 2022 
  43. «Trail Blazers Name Chauncey Billups Head Coach». www.nba.com (em inglês). Consultado em 10 de julho de 2022 
  44. «Celtics Name Ime Udoka 18th Head Coach in Franchise History». Boston Celtics (em inglês). Consultado em 10 de julho de 2022 
  45. «Mavericks sign Jason Kidd as new head coach». The Official Home of the Dallas Mavericks (em inglês). 28 de junho de 2021. Consultado em 10 de julho de 2022 
  46. «Nate McMillan passa em definitivo a treinador principal dos Atlanta Hawks». www.ojogo.pt. Consultado em 7 de julho de 2021 
  47. «Orlando Magic Name Jamahl Mosley Head Coach». www.nba.com (em inglês). Consultado em 10 de julho de 2022 
  48. «Wizards name Wes Unseld Jr. head coach». www.nba.com (em inglês). Consultado em 10 de julho de 2022 
  49. «Willie Green named New Orleans Pelicans head coach». www.nba.com (em inglês). Consultado em 9 de julho de 2022 
  50. «Luke Walton Relieved as Kings Head Coach». www.nba.com (em inglês). Consultado em 10 de julho de 2022 
  51. «Vaccines required to attend Sixers, Flyers games under new Philadelphia mandate». FOX 29 Philadelphia (em inglês). 13 de dezembro de 2021. Consultado em 9 de julho de 2022 
  52. Shapiro, Michael. «Unvaccinated NBA Players Will No Longer Be Able to Play In One Team's Arena». Sports Illustrated (em inglês). Consultado em 9 de julho de 2022 
  53. a b Reynolds, Tim (5 de junho de 2022). «Warriors answer in Game 2, top Celtics 107-88 to even Finals». Associated Press. Consultado em 6 de junho de 2022 
  54. Keown, Tim (6 de junho de 2022). «NBA Finals 2022: Draymond Green roars back, sets tone for Golden State Warriors' Game 2 win». ESPN. Consultado em 6 de junho de 2022 
  55. «Celtics beat Warriors 116-100, take 2-1 lead in NBA Finals». ESPN. AP. 8 de junho de 2022. Consultado em 8 de junho de 2022 
  56. a b Hass, Trevor (11 de junho de 2022). «10 stats to know following Celtics-Warriors Game 4». Boston.com. Consultado em 11 de junho de 2022 
  57. Rubin, Shayna (10 de junho de 2022). «Draymond Green not 'thrilled' about fourth quarter benching in Game 4 win». The Mercury News. Consultado em 11 de junho de 2022 
  58. a b Cacciola, Scott (13 de junho de 2022). «Golden State Needs 1 Win for Title After Beating Celtics in Game 5». The New York Times. Consultado em 14 de junho de 2022 
  59. «Wiggins delivers on both ends, Warriors lead NBA Finals 3-2». ESPN. AP. 13 de junho de 2022. Consultado em 14 de junho de 2022 
  60. Andrews, Kendra (17 de junho de 2022). «Golden State Warriors finish off Boston Celtics for fourth NBA title in eight years». ESPN. Consultado em 17 de junho de 2022 
  61. «Staples Center to be renamed Crypto.com Arena beginning Dec. 25». www.nba.com (em inglês). Consultado em 9 de julho de 2022 
  62. «Welcome To FTX Arena». Miami Heat (em inglês). Consultado em 9 de julho de 2022 
  63. «Bye-Bye AmericanAirlines Arena. It's Now FTX Arena». www.cbsnews.com (em inglês). Consultado em 9 de julho de 2022 
  64. «Thunder, Paycom Announce 15-Year Arena Naming Rights Agreement». www.nba.com (em inglês). Consultado em 9 de julho de 2022 
  65. «Phoenix Suns Arena now called Footprint Center». FOX 10 Phoenix (em inglês). 16 de julho de 2021. Consultado em 9 de julho de 2022 
  66. «Raptors approved to play games in Toronto | Globalnews.ca». Global News (em inglês). Consultado em 9 de julho de 2022 
  67. «Band anuncia calendário de transmissões da NBA desta temporada». Metrópoles. 24 de setembro de 2021. Consultado em 9 de julho de 2022 
  68. Povo, O. (22 de outubro de 2021). «NBA ao vivo: onde assistir aos jogos de basquete na TV e online». O POVO. Consultado em 9 de julho de 2022 
  69. REDAÇÃO (19 de outubro de 2021). «NBA 2021: Veja lista de jogos para assistir em ESPN, SporTV e Band na temporada». Notícias da TV. Consultado em 9 de julho de 2022 
  70. Young, Jabari (13 de maio de 2020). «NBA drops Spalding as maker of official basketball after more than 30 years». CNBC (em inglês). Consultado em 10 de julho de 2022 
  71. «Wilson to become official game ball of the NBA, WNBA, NBA G League, NBA 2K League and Basketball Africa League». www.nba.com (em inglês). Consultado em 10 de julho de 2022 
  72. «HEAT RE-SIGNS DUNCAN ROBINSON». Miami Heat (em inglês). Consultado em 10 de julho de 2022 
  73. Rapp, Timothy. «Duncan Robinson Re-Signs With Heat on 5-Year, $90M Contract; Largest Ever for UDFA». Bleacher Report (em inglês). Consultado em 10 de julho de 2022 
  74. «Mavericks sign Luka Doncic to $207 million contract extension». www.nba.com (em inglês). Consultado em 10 de julho de 2022 
  75. «Buddy Hield passes Peja Stojakovic for most made 3s in Kings franchise history». www.nba.com (em inglês). Consultado em 10 de julho de 2022 
  76. «Nets guard James Harden claims 4th on career 3s list». www.nba.com (em inglês). Consultado em 10 de julho de 2022 
  77. «Chris Paul first player in NBA history to reach 20,000 points and 10,000 assists». www.nba.com (em inglês). Consultado em 10 de julho de 2022 
  78. «Melo's career milestone helps Lakers to first win». ESPN.com (em inglês). 25 de outubro de 2021. Consultado em 10 de julho de 2022 
  79. «Chris Paul passes Steve Nash for 3rd place on NBA's all-time assist list». www.nba.com (em inglês). Consultado em 10 de julho de 2022 
  80. «Doc Rivers becomes 10th coach in NBA history to reach 1,000 wins». www.nba.com (em inglês). Consultado em 10 de julho de 2022 
  81. «Grizzlies set NBA record with 73-point victory over Thunder». www.nba.com (em inglês). Consultado em 10 de julho de 2022 
  82. Staff, The Athletic. «LeBron James records 100th career triple-double in loss vs. Grizzlies». The Athletic (em inglês). Consultado em 10 de julho de 2022 
  83. «Curry passes Allen as NBA's all-time 3-point king». ESPN.com (em inglês). 15 de dezembro de 2021. Consultado em 10 de julho de 2022 
  84. «Stephen Curry Becomes NBA's All-Time 3-Point Leader». Golden State Warriors (em inglês). Consultado em 10 de julho de 2022 
  85. Allen, Quinn (18 de dezembro de 2021). «Steph Curry Proves Again Why He's The GOAT Shooter». ClutchPoints (em inglês). Consultado em 10 de julho de 2022 
  86. «LeBron James Becomes Third Player in NBA History To Reach 36,000 Career Points». sports.yahoo.com (em inglês). Consultado em 10 de julho de 2022 
  87. Kulkarni, Divij. «LeBron James Becomes Youngest NBA Player Ever To Reach 36,000 Points». Fadeaway World (em inglês). Consultado em 10 de julho de 2022 
  88. «Thunder rookie Josh Giddey becomes youngest player in NBA history to record a triple-double». CBSSports.com (em inglês). Consultado em 10 de julho de 2022 
  89. «"Josh Giddey becomes the youngest since Luka Doncic to achieve this huge feat!": The Thunder rookie becomes only the second teenager to lead the game in points, rebounds, and assist in a single game». The SportsRush (em inglês). 3 de janeiro de 2022. Consultado em 10 de julho de 2022 
  90. «Klay: Fans' roars 'worth every day of being away'». ESPN.com (em inglês). 10 de janeiro de 2022. Consultado em 10 de julho de 2022 
  91. «Lakers' LeBron James passes Oscar Robertson for seventh on NBA all-time assists list». CBSSports.com (em inglês). Consultado em 10 de julho de 2022 
  92. Press, Associated (20 de janeiro de 2022). «'Unbelievable' Joel Embiid matches career high with 50 points in 27 minutes». the Guardian (em inglês). Consultado em 10 de julho de 2022 
  93. «'Unbelievable' Embiid scores 50 in just 27 minutes». ESPN.com (em inglês). 20 de janeiro de 2022. Consultado em 10 de julho de 2022 
  94. Press, Associated. «Embiid Ties Career High With 50 Points in 27 Minutes». Sports Illustrated (em inglês). Consultado em 10 de julho de 2022 
  95. «LeBron James reaches 10,000 career rebounds vs. Pacers». www.nba.com (em inglês). Consultado em 10 de julho de 2022 
  96. «Another milestone in LeBron James' career as he reaches 10,000 rebounds». MARCA (em inglês). 20 de janeiro de 2022. Consultado em 10 de julho de 2022 
  97. «"LeBron James becomes the first player in NBA history to record 30K points, 10K rebounds, and 9K assists": The 37-year old was the only saving grace in the Lakers' embarrassing loss to the Pacers». The SportsRush (em inglês). 20 de janeiro de 2022. Consultado em 10 de julho de 2022 
  98. «Dwight Howard Lakers: What huge milestone did he achieve last night against Pacers?». MARCA (em inglês). 21 de janeiro de 2022. Consultado em 10 de julho de 2022 
  99. «Dwight Howard climbs to 10th on all-time rebounding list». www.nba.com (em inglês). Consultado em 10 de julho de 2022 
  100. Richardson, Shandel. «Jimmy Butler Sets Miami Heat Career Triple-Doubles Record Against Lakers». Sports Illustrated Miami Heat News, Analysis and More (em inglês). Consultado em 10 de julho de 2022 
  101. Jajodia, Advait (26 de janeiro de 2022). «"To have a player like Nikola Jokic is a luxury": Michael Malone commends the Nuggets MVP as he accomplishes yet another special feat in the 110-105 win over the Pistons». The SportsRush (em inglês). Consultado em 10 de julho de 2022 
  102. «Gregg Popovich becomes first coach in NBA history with 1,500 wins». MSN (em inglês). Consultado em 10 de julho de 2022 
  103. «Luka Doncic's historic triple-double lifts the Mavericks past the Sixers». Eurohoops (em inglês). 5 de fevereiro de 2022. Consultado em 10 de julho de 2022 
  104. «LeBron passes Kareem to become 'unofficial' points king». ESPN.com (em inglês). 13 de fevereiro de 2022. Consultado em 10 de julho de 2022 
  105. Content, Syndicated. «NBA roundup: Warriors edge Lakers in thrilling finish». NewsTalk 610 AM & 103.9 FM (em inglês). Consultado em 10 de julho de 2022 
  106. «Giddey makes triple-double history in OKC win». ESPN.com (em inglês). 15 de fevereiro de 2022. Consultado em 10 de julho de 2022 
  107. Silva, Orlando. «Lou Williams Has The Most Games Played Off The Bench With 985». Fadeaway World (em inglês). Consultado em 10 de julho de 2022 
  108. Samillano, Gerard (18 de fevereiro de 2022). «Duncan Robinson Shatters 3-Point Record Not Even Stephen Curry Did». ClutchPoints (em inglês). Consultado em 10 de julho de 2022 
  109. Aston, Ryan (18 de fevereiro de 2022). «Heat Star Duncan Robinson Hits Milestone in Record Time». Heavy.com (em inglês). Consultado em 10 de julho de 2022 
  110. Staff, The Athletic. «Bulls' DeMar DeRozan extends historic scoring streak in win vs. Hawks». The Athletic (em inglês). Consultado em 10 de julho de 2022 
  111. «LeBron James Scores 56 Points as Lakers Upset Warriors». The Sports Geek (em inglês). Consultado em 10 de julho de 2022 
  112. «Michael Jordan And LeBron James Are The Only Players To Score 50 Points In Three Different Decades». Yardbarker (em inglês). 7 de março de 2022. Consultado em 10 de julho de 2022 
  113. «Gregg Popovich passes Don Nelson for No. 1 all time in coaching wins». www.nba.com (em inglês). Consultado em 10 de julho de 2022 
  114. Facebook; Twitter; options, Show more sharing; Facebook; Twitter; LinkedIn; Email; URLCopied!, Copy Link; Print (12 de março de 2022). «Gregg Popovich surpasses Don Nelson for most wins in NBA coaching history». Los Angeles Times (em inglês). Consultado em 10 de julho de 2022 
  115. «Washington Wizards vs Los Angeles Lakers Mar 11, 2022 Game Summary | NBA.com». www.nba.com. Consultado em 10 de julho de 2022 
  116. Press, Associated (12 de março de 2022). «LeBron's 50-point night in Lakers' win takes Bernard King out of record book». New York Post (em inglês). Consultado em 10 de julho de 2022 
  117. «LeBron James becomes the only member of the 30K-10K-10K club». www.nba.com (em inglês). Consultado em 10 de julho de 2022 
  118. «LeBron James becomes first player in NBA history to notch 10,000 career points, rebounds and assists». CBSSports.com (em inglês). Consultado em 10 de julho de 2022 
  119. «Karl-Anthony Towns, Trae Young, Steph Curry make NBA history with scoring outbursts». www.nba.com (em inglês). Consultado em 10 de julho de 2022 
  120. «Timberwolves' Karl-Anthony Towns goes for career-high 60 in win over Spurs». www.nba.com (em inglês). Consultado em 10 de julho de 2022 
  121. Zillgitt, Jeff. «Kyrie Irving scores career- and franchise-high 60 points as Brooklyn Nets rout Orlando Magic». USA TODAY (em inglês). Consultado em 10 de julho de 2022 
  122. «LeBron passes Malone, now No. 2 on scoring list». ESPN.com (em inglês). 20 de março de 2022. Consultado em 10 de julho de 2022 
  123. «Giannis Antetokounmpo passes Kareem Abdul-Jabbar as Bucks' all-time scoring leader». www.nba.com (em inglês). Consultado em 10 de julho de 2022 
  124. «Nikola Jokic becomes 1st player in NBA history with 2,000 points, 1,000 rebounds and 500 assists in season». www.nba.com (em inglês). Consultado em 10 de julho de 2022 
  125. «2021-22 NBA Leaders». Basketball-Reference.com (em inglês). Consultado em 10 de julho de 2022 
  126. «Joel Embiid wins NBA scoring title ahead of LeBron James and Giannis Antetokounmpo». Sky Sports (em inglês). Consultado em 10 de julho de 2022 
  127. «NBA scoring title tracker: LeBron James, Joel Embiid, Giannis Antetokounmpo entrenched in historic race». www.sportingnews.com (em inglês). Consultado em 10 de julho de 2022 
  128. «Scoring Title Tracker: Joel Embiid becomes 1st center since Shaquille O'Neal to win honors». www.nba.com (em inglês). Consultado em 10 de julho de 2022