Temporada de Fórmula 1 de 1986

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

A Temporada de Fórmula 1 de 1986 foi a 37.ª realizada pela FIA, decorrendo entre 23 de março e 26 de outubro de 1986, com dezesseis corridas.

Teve como campeão o francês Alain Prost, da equipe McLaren, sendo vice-campeão o britânico Nigel Mansell, da Williams.

Equipes e Pilotos[editar | editar código-fonte]

Campeão Vice-campeão 3º Lugar
Alain Prost 2008.jpg Nigelcropped.jpg Piquet a Monza 1983.JPG
França Alain Prost Reino Unido Nigel Mansell Brasil Nelson Piquet
Reino Unido McLaren-TAG Reino Unido Williams-Honda Reino Unido Williams-Honda
Equipe Construtor Chassis Motor Pneu No Piloto Piloto(s) de teste
Reino Unido Marlboro McLaren International McLaren MP4/2C TAG Porsche TTE P01 1.5 V6 turbo G 1 França Alain Prost n/a
2 Finlândia Keke Rosberg
Reino Unido Data General Team Tyrrell Tyrrell 014
015
Renault EF15 1.5 V6 turbo G 3 Reino Unido Martin Brundle n/a
4 França Philippe Streiff
Reino Unido Canon Williams Honda Team Williams FW11 Honda RA166E 1.5 V6 turbo G 5 Reino Unido Nigel Mansell n/a
6 Brasil Nelson Piquet
Reino Unido Motor Racing Developments Brabham BT55 BMW M12/13 1.5 L4 turbo P 7 Itália Riccardo Patrese n/a
8 Itália Elio de Angelis
Reino Unido Derek Warwick
BT54 7 Itália Riccardo Patrese
Reino Unido John Player Special Team Lotus Lotus 98T Renault EF15B 1.5 V6 turbo G 11 Reino Unido Johnny Dumfries Reino Unido Derek Warwick
12 Brasil Ayrton Senna
Alemanha West Zakspeed Racing Zakspeed 861 Zakspeed 1500/4 1.5 L4 turbo G 14 Reino Unido Jonathan Palmer Espanha Luis Perez-Sala
29 Países Baixos Huub Rothengatter
Estados Unidos Team Haas (USA) Ltd Lola THL1 Hart 415T 1.5 L4 turbo G 15 Austrália Alan Jones n/a
16 França Patrick Tambay
THL2 Ford Cosworth GBA 1.5 V6 turbo 15 Austrália Alan Jones
16 França Patrick Tambay
Estados Unidos Eddie Cheever
Reino Unido Barclay Arrows BMW Arrows A8 BMW M12/13 1.5 L4 turbo G 17 Suíça Marc Surer Finlândia Jari Nurminen
Alemanha Christian Danner
18 Bélgica Thierry Boutsen
A9 17 Alemanha Christian Danner
18 Bélgica Thierry Boutsen
Reino Unido Benetton Formula Ltd Benetton B186 BMW M12/13 1.5 L4 turbo P 19 Itália Teo Fabi Reino Unido Andy Wallace
Itália Giovanna Amati
Itália Paolo Barilla
20 Áustria Gerhard Berger
Itália Osella Squadra Corse Osella FA1G Alfa Romeo 890T 1.5 V8 turbo P 21 Itália Piercarlo Ghinzani n/a
22 Canadá Allen Berg
FA1F 22 Alemanha Christian Danner
Canadá Allen Berg
Itália Alex Caffi
FA1H 21 Itália Piercarlo Ghinzani
22 Canadá Allen Berg
Itália Minardi Team SpA Minardi M185B
M186
Motori Moderni 615-90 1.5 V6 turbo P 23 Itália Andrea de Cesaris n/a
24 Itália Alessandro Nannini
França Equipe Ligier Ligier JS27 Renault EF15 1.5 V6 turbo P 25 França René Arnoux n/a
26 França Jacques Laffite
França Philippe Alliot
Itália Scuderia Ferrari SpA SEFAC Ferrari F1/86 Ferrari 032 1.5 V6 turbo G 27 Itália Michele Alboreto n/a
28 Suécia Stefan Johansson
França Jolly Club SpA AGS JH21C Motori Moderni 615-90 1.5 V6 turbo P 31 Itália Ivan Capelli n/a

Trocas de pilotos[editar | editar código-fonte]

  • McLaren: Manteve o francês Alain Prost, que defenderia seu título, e contrata o experiente finlandês Keke Rosberg, campeão da temporada de 1982 para o lugar do tricampeão Niki Lauda. Com 4 vitórias, Le Professeur conquistou o bicampeonato de forma dramática ao vencer o GP da Austrália, depois que o inglês Nigel Mansell, favorito ao título, perdeu o controle de seu carro após um pneu estourar na reta.
  • Tyrrell: Pela terceira temporada seguida, o inglês Martin Brundle é mantido na equipe, e o francês Philippe Streiff assume o carro #4. Não conquistou nenhum pódio, tendo um quarto lugar como melhor resultado.
  • Williams: A escuderia de Grove permaneceu com Nigel Mansell e Nelson Piquet foi contratado para o lugar de Keke Rosberg, que fora para a McLaren. O Leão foi o piloto que mais venceu (5 vitórias), mas um pneu estourado no GP da Austrália jogou fora suas chances de título. Piquet, com 4 vitórias (mesmo número de Alain Prost) e que também brigava pelo tricampeonato, ficou em terceiro lugar.
  • Brabham: Sem Piquet e já entrando em declínio de resultados, a Brabham repatriou o italiano Riccardo Patrese e contratou Elio de Angelis. Porém, o piloto nascido em Roma faleceu após um acidente durante um teste da equipe, e para seu lugar, veio o inglês Derek Warwick.
  • Lotus: Para o lugar de Elio de Angelis, a Lotus negociou com Derek Warwick, mas o brasileiro Ayrton Senna teria vetado a contratação do inglês. O futuro tricampeão de Fórmula 1 chegou a sugerir o compatriota Maurício Gugelmin, porém a escuderia optou em contratar o escocês Johnny Dumfries, por exigência da John Player & Sons, até então o patrocinador principal.
  • Zakspeed: Na segunda temporada e novamente com motores próprios, a escuderia de Erich Zakowski teve o inglês Jonathan Palmer durante a temporada completa. O holandês Huub Rothengatter estrearia apenas no GP de San Marino.
  • Haas Lola: Em sua primeira temporada completa, a Haas permaneceu com o australiano Alan Jones e contratou o francês Patrick Tambay, desempregado após a saída da Renault. A equipe utilizou o carro de 1985 nas 3 primeiras corridas, e a partir do GP de Mônaco, correu com motores Ford. Eddie Cheever substituiu Tambay no Grande Prêmio de Detroit de 1986, após negociações com Mario Andretti e seu filho, Michael, que foram barradas por decisão da FIA.
  • Arrows: Teve como pilotos o belga Thierry Boutsen e, até o GP de Spa-Francorchamps, o suíço Marc Surer, que sofreu um grave acidente de rali e foi substituído pelo alemão Christian Danner.
  • Benetton: Na primeira temporada após comprar o espólio da Toleman, o time contratou o austríaco Gerhard Berger e manteve o italiano Teo Fabi, que já estava na Toleman desde 1985.
  • Osella: A escuderia de Enzo Osella teve Piercarlo Ghinzani durante a temporada completa, e o alemão Christian Danner durante 6 provas. Com a saída deste para a Arrows, o canadense Allen Berg assume a vaga, enquanto o italiano Alex Caffi disputa o GP local.
  • Minardi: Sem Pierluigi Martini, "rebaixado" para a Fórmula 3000 Internacional, a Minardi contrata outros 2 italianos: Andrea de Cesaris, sem equipe desde sua demissão da Ligier, e o novato Alessandro Nannini. A dupla completa apenas o GP do México e abandonaria outras 14, além de não conseguir se classificar para o GP de Mônaco.
  • Ligier: O experiente Jacques Laffite, em sua última temporada na Fórmula 1, foi o principal piloto da equipe em 1986, com um pódio no GP do Brasil e o oitavo lugar na classificação geral, aos 42 anos. Um acidente no GP da Inglaterra encerrou sua carreira na Fórmula 1 quando igualara o recorde de corridas disputadas, até então pertencente ao bicampeão Graham Hill. Para seu lugar, foi contratado Philippe Alliot, que não repetiu o desempenho do compatriota e pontuou apenas uma vez. O também veterano René Arnoux fez uma temporada razoável, obtendo 14 pontos e a décima posição na classificação geral.
  • Ferrari: Michele Alboreto, vice-campeão em 1985 e em sua terceira temporada na Scuderia, não repetiu as atuações da temporada anterior, ficando em oitavo lugar, a 9 pontos do sueco Stefan Johansson.
  • AGS: Segunda equipe francesa do grid, a AGS estreou no GP da Itália, tendo Ivan Capelli como seu único piloto.

Calendário[editar | editar código-fonte]

Prova Grande Prêmio Data Local
1 Brasil GP do Brasil 23 de março Jacarepaguá
2 Espanha GP da Espanha 13 de abril Jerez
3 San Marino GP de San Marino 27 de abril Ímola
4 Mónaco GP de Mônaco 11 de maio Montecarlo
5 Bélgica GP da Bélgica 25 de maio Spa-Francorchamps
6 Canadá GP do Canadá 15 de junho Montreal
7 Estados Unidos GP de Detroit 22 de junho Detroit
8 França GP da França 6 de julho Paul Ricard
9 Reino Unido GP da Grã-Bretanha 13 de julho Brands Hatch
10 Alemanha GP da Alemanha 27 de julho Hockenheim
11 Hungria GP da Hungria 10 de agosto Hungaroring
12 Áustria GP da Áustria 17 de agosto Österreichring
13 Itália GP da Itália 7 de setembro Monza
14 Portugal GP de Portugal 21 de setembro Estoril
15 México GP do México 12 de outubro Cidade do México
16 Austrália GP da Austrália 26 de outubro Adelaide

Resultados[editar | editar código-fonte]

GPs[editar | editar código-fonte]

GP Grande Prêmio Pole Position Volta mais rápida Vencedor Equipe Descrição
1 Brasil GP do Brasil Brasil Ayrton Senna Brasil Nelson Piquet Brasil Nelson Piquet Reino Unido Williams-Honda Detalhes
2 Espanha GP da Espanha Brasil Ayrton Senna Reino Unido Nigel Mansell Brasil Ayrton Senna Reino Unido Lotus-Renault Detalhes
3 San Marino GP de San Marino Brasil Ayrton Senna Brasil Nelson Piquet França Alain Prost Reino Unido McLaren-TAG Detalhes
4 Mónaco GP de Mônaco França Alain Prost França Alain Prost França Alain Prost Reino Unido McLaren-TAG Detalhes
5 Bélgica GP da Bélgica Brasil Nelson Piquet França Alain Prost Reino Unido Nigel Mansell Reino Unido Williams-Honda Detalhes
6 Canadá GP do Canadá Reino Unido Nigel Mansell Brasil Nelson Piquet Reino Unido Nigel Mansell Reino Unido Williams-Honda Detalhes
7 Estados Unidos GP de Detroit Brasil Ayrton Senna Brasil Nelson Piquet Brasil Ayrton Senna Reino Unido Lotus-Renault Detalhes
8 França GP da França Brasil Ayrton Senna Reino Unido Nigel Mansell Reino Unido Nigel Mansell Reino Unido Williams-Honda Detalhes
9 Reino Unido GP da Grã-Bretanha Brasil Nelson Piquet Reino Unido Nigel Mansell Reino Unido Nigel Mansell Reino Unido Williams-Honda Detalhes
10 Alemanha GP da Alemanha Finlândia Keke Rosberg Áustria Gerhard Berger Brasil Nelson Piquet Reino Unido Williams-Honda Detalhes
11 Hungria GP da Hungria Brasil Ayrton Senna Brasil Nelson Piquet Brasil Nelson Piquet Reino Unido Williams-Honda Detalhes
12 Áustria GP da Áustria Itália Teodorico Fabi Áustria Gerhard Berger França Alain Prost Reino Unido McLaren-TAG Detalhes
13 Itália GP da Itália Itália Teodorico Fabi Itália Teodorico Fabi Brasil Nelson Piquet Reino Unido Williams-Honda Detalhes
14 Portugal GP de Portugal Brasil Ayrton Senna Reino Unido Nigel Mansell Reino Unido Nigel Mansell Reino Unido Williams-Honda Detalhes
15 México GP do México Brasil Ayrton Senna Brasil Nelson Piquet Áustria Gerhard Berger Reino Unido Benetton-BMW Detalhes
16 Austrália GP da Austrália Reino Unido Nigel Mansell Brasil Nelson Piquet França Alain Prost Reino Unido McLaren-TAG Detalhes

Pilotos[editar | editar código-fonte]

Pos. Piloto BRA
Brasil
SPA
Espanha
SMR
San Marino
MON
Mónaco
BEL
Bélgica
CAN
Canadá
EUA
Estados Unidos
FRA
França
GBR
Reino Unido
GER
Alemanha
HUN
Hungria
AUT
Áustria
ITA
Itália
POR
Portugal
MEX
México
AUS
Austrália
Pontos[1][2]
1 França Alain Prost Ret 3 1 1 (6) 2 3 2 3 (6) Ret 1 DSQ 2 2 1 72 (74)
2 Reino Unido Nigel Mansell Ret 2 Ret 4 1 1 5 1 1 3 3 Ret 2 1 (5) Ret 70 (72)
3 Brasil Nelson Piquet 1 Ret 2 7 Ret 3 Ret 3 2 1 1 Ret 1 3 4 2 69
4 Brasil Ayrton Senna 2 1 Ret 3 2 5 1 Ret Ret 2 2 Ret Ret 4 3 Ret 55
5 Suécia Stefan Johansson Ret Ret 4 10 3 Ret Ret Ret Ret 11 4 3 3 6 12 3 23
6 Finlândia Keke Rosberg Ret 4 5 2 Ret 4 Ret 4 Ret 5 Ret 9 4 Ret Ret Ret 22
7 Áustria Gerhard Berger 6 6 3 Ret 10 Ret Ret Ret Ret 10 Ret 7 5 Ret 1 Ret 17
8 França Jacques Laffite 3 Ret Ret 6 5 7 2 6 Ret 14
9 Itália Michele Alboreto Ret Ret 10 Ret 4 8 4 8 Ret Ret Ret 2 Ret 5 Ret Ret 14
10 França René Arnoux 4 Ret Ret 5 Ret 6 Ret 5 4 4 Ret 10 Ret 7 15 7 14
11 Reino Unido Martin Brundle 5 Ret 8 Ret Ret 9 Ret 10 5 Ret 6 Ret 10 Ret 11 4 8
12 Austrália Alan Jones Ret Ret Ret Ret 11 10 Ret Ret Ret 9 Ret 4 6 Ret Ret 4
13 Reino Unido Johnny Dumfries 9 Ret Ret NQ Ret Ret 7 Ret 7 Ret 5 Ret Ret 9 Ret 6 3
14 França Philippe Streiff 7 Ret Ret 11 12 11 9 Ret 6 Ret 8 Ret 9 Ret Ret 5 3
15 França Patrick Tambay Ret 8 Ret Ret Ret Ret Ret Ret 8 7 5 Ret NC Ret NC 2
16 Itália Teo Fabi 10 5 Ret Ret 7 Ret Ret Ret Ret Ret Ret Ret Ret 8 Ret 10 2
17 Itália Riccardo Patrese Ret Ret 6 Ret 8 Ret 6 7 Ret Ret Ret Ret Ret Ret 13 Ret 2
18 Alemanha Christian Danner Ret Ret Ret NQ Ret Ret Ret 11 Ret Ret Ret 6 8 11 9 Ret 1
19 França Philippe Alliot Ret 9 Ret Ret Ret 6 8 1
20 Bélgica Thierry Boutsen Ret 7 7 8 Ret Ret Ret NC NC Ret Ret Ret 7 10 7 Ret 0
21 Reino Unido Derek Warwick Ret 10 9 8 7 Ret DNS Ret Ret Ret Ret 0
22 Reino Unido Jonathan Palmer Ret Ret Ret 12 13 Ret 8 Ret 9 Ret 10 Ret Ret 12 10 9 0
23 Países Baixos Huub Rothengatter Ret NQ Ret 12 Ret Ret Ret Ret Ret 8 Ret Ret Ret 0
24 Itália Andrea de Cesaris Ret Ret Ret NQ Ret Ret Ret Ret Ret Ret Ret Ret Ret Ret 8 Ret 0
25 Itália Elio de Angelis 8 Ret Ret Ret 0
26 Suíça Marc Surer Ret Ret 9 9 9 0
27 Itália Piercarlo Ghinzani Ret Ret Ret NQ Ret Ret Ret Ret Ret Ret Ret 11 Ret Ret Ret Ret 0
28 Canadá Allen Berg Ret Ret Ret 12 Ret Ret 13 16 NC 0
29 Itália Alessandro Nannini Ret NP Ret NQ Ret Ret Ret Ret Ret Ret Ret Ret Ret NC 14 Ret 0
30 Itália Alex Caffi NC 0
31 Itália Ivan Capelli Ret Ret 0
32 Estados Unidos Eddie Cheever Ret 0
Pos Piloto BRA
Brasil
SPA
Espanha
SMR
San Marino
MON
Mónaco
BEL
Bélgica
CAN
Canadá
EUA
Estados Unidos
FRA
França
GBR
Reino Unido
GER
Alemanha
HUN
Hungria
AUT
Áustria
ITA
Itália
POR
Portugal
MEX
México
AUS
Austrália
Pontos[1][2]
Cor Resultado
Ouro Vencedor
Prata 2.º lugar
Bronze 3.º lugar
Verde Terminou, nos pontos
Azul Terminou, sem pontos
Púrpura Retirou-se
(Ret)
Vermelho Não qualificado
(NQ)
Preto Desqualificado
(DSQ)
Branco Não largou
(NL)
Azul claro Apenas Treino (AT)
Sem cor Não participou
(NP)
Lesionado
(Les)
Excluído
(EX)

Negrito – Pole position
Itálico – Volta mais rápida

  • Resultados em negrito indica pole position e itálico volta mais rápida.

† Completou mais de 90% da distância da corrida.

Construtores[editar | editar código-fonte]

Pos. Construtor Chassis Motor Pneu Pontos Vitórias Pódiums Poles
1 Reino Unido Williams FW11 Honda RA166E V6 turbo G 141 9 19 4
2 Reino Unido McLaren MP4/2C TAG Porsche TTE P01 V6 turbo G 96 4 12 2
3 Reino Unido Lotus 98T Renault EF15B V6 turbo G 58 2 8 8
4 Itália Ferrari F1/86 Ferrari 032 V6 turbo G 37 5
5 França Ligier JS27 Renault EF15 V6 turbo P 29 2
6 Reino Unido Benetton B186 BMW M12/13 L4 turbo P 19 1 2 2
7 Reino Unido Tyrrell 014
015
Renault EF15 1.5 V6 turbo G 11
8 Estados Unidos Lola THL2 Ford GBA 1.5 V6 turbo G 6
9 Reino Unido Brabham BT55 BMW M12/13 L4 turbo P 2
10 Reino Unido Arrows A8 BMW M12/13 L4 turbo G 1
11 Alemanha Zakspeed 861 Zakspeed 1500/4 L4 turbo G 0
12 Itália Minardi M185B
M186
Motori Moderni 615-90 V6 turbo P 0
13 Estados Unidos Lola THL1 Hart 415T 1.5 L4 turbo G 0
14 Itália Osella FA1F
FA1G
Alfa Romeo 890 V8 turbo P 0
15 França AGS JH21C Motori Moderni 615-90 V6 Turbo P 0

Notas e referências

  1. a b Somente 11 resultados contam para o campeonato. Números sem parênteses são os pontos válidos do Campeonato; números com parênenteses são os pontos totais
  2. a b «SEASONS - 1986» (em inglês). STATS F1