Campeonato de Fórmula E da FIA de 2017–18

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Campeonato de Fórmula E da FIA de 2017–18
Anterior: 2016–17 Posterior: 2018–19

O Campeonato de Fórmula E da FIA de 2017–18 foi a quarta temporada do campeonato de automobilismo para veículos elétricos reconhecido pela Federação Internacional de Automobilismo (FIA), como a categoria mais alta entre as competições de monopostos elétricos. Teve início em 2 de dezembro de 2017 em Hong Kong (China) e terminou na corrida dupla de Nova Iorque (Estados Unidos) no dia 15 de julho de 2018.

2017–18 foi a última temporada que o chassi Spark-Renault SRT_01E — que estreou na temporada de 2014–15 da Fórmula E — foi usado na competição; já que um novo pacote de chassi foi lançado para a temporada de 2018–19.[1]

Lucas Di Grassi iniciou a temporada defendendo o título de campeão de pilotos depois de garantir sua primeira conquista no ePrix de Montreal de 2017.[2] A Renault e.dams começou a temporada como a equipe campeã, tendo conquistado seu terceiro título consecutivo no mesmo evento.[3]

O piloto da Techeetah, Jean-Éric Vergne, sagrou-se campeão com 198 pontos,[4] superando Lucas Di Grassi e Sam Bird. A Audi Sport ABT Schaeffler venceu o seu primeiro Campeonato de Equipes, derrotando a Techeetah por uma pequena margem de dois pontos.[5]

Pilotos e equipes[editar | editar código-fonte]

Os três primeiros colocados da temporada de 2017–18:

Campeão Vice-campeão Terceiro lugar
Jean-Eric Vergne 2016.jpg Di Grassi at the 2017 Berlin ePrix.jpg Sam Bird FE 2015.jpg
FrançaJean-Éric Vergne BrasilLucas Di Grassi Reino UnidoSam Bird
ChinaTecheetah AlemanhaAudi Sport ABT Schaeffler Reino UnidoDS Virgin Racing


Os seguintes pilotos e equipes participaram do Campeonato de Fórmula E da FIA de 2017–18:

Equipe Fabricante Trem de força Pilotos Etapas
Alemanha Audi Sport ABT Schaeffler[6][7] Spark-Audi[8] Audi e-tron FE04[8] 1 Brasil Lucas Di Grassi[8] Todas
66 Alemanha Daniel Abt[8] Todas
Estados Unidos Dragon[9] Spark-Penske Penske EV-2 6 Suíça Neel Jani[10] 1–2
Argentina José María López[11] 3–12
7 Bélgica Jérôme d'Ambrosio[12] Todas
Reino Unido DS Virgin Racing[13] Spark-DS DS Virgin DSV-03 2 Reino Unido Sam Bird[14] Todas
36 Reino Unido Alex Lynn[14] Todas
Índia Mahindra Racing[15] Spark-Mahindra Mahindra M4Electro 19 Suécia Felix Rosenqvist[16] Todas
23 Alemanha Nick Heidfeld[16] Todas
Estados Unidos MS&AD Andretti Formula E[9] Spark-Andretti[17] Andretti ATEC-03[17] 27 Mónaco Kamui Kobayashi[18][nota 1] 1–2
Reino Unido Tom Blomqvist 3–8
França Stéphane Sarrazin[20] 9-12
28 Portugal António Félix da Costa[21] Todas
Reino Unido NIO Formula E Team[22] Spark-NIO NextEV NIO Sport 003 16 Reino Unido Oliver Turvey[23] 1–11
China Ma Qing Hua[24] 12
68 Itália Luca Filippi[23] 1–7, 9-10
China Ma Qing Hua[25] 8
Reino Unido Panasonic Jaguar Racing[26] Spark-Jaguar Jaguar I-Type II 3 Brasil Nelson Piquet Jr.[27] Todas
20 Nova Zelândia Mitch Evans[27] Todas
França Renault e.dams[28] Spark-Renault Renault Z.E. 17 8 França Nicolas Prost[28] Todas
9 Suíça Sébastien Buemi[28] Todas
China Techeetah[29] Spark-Renault Renault Z.E. 17 18 Alemanha André Lotterer[30] Todas
25 França Jean-Éric Vergne[30] Todas
Mónaco Venturi Formula E Team[9] Spark-Venturi Venturi VM200-FE-03 4 Suíça Edoardo Mortara[31] 1–8, 10
França Tom Dillmann[32] 9, 11–12
5 Alemanha Maro Engel[31] Todas
Fonte:[33]

Mudanças nas equipes[editar | editar código-fonte]

Alterações de nome[editar | editar código-fonte]

A lista oficial de inscritos para a temporada de 2017-18 continha uma série de mudanças de nome das equipes. Estes foram:

Calendário[editar | editar código-fonte]

As seguintes corridas foram realizadas como parte do Campeonato de Fórmula E de 2017–18:

Corrida ePrix País Circuito Data
1 ePrix de Hong Kong Corrida 1  Hong Kong Circuito Central Harbourfront de Hong Kong 2 de dezembro de 2017
2 ePrix de Hong Kong Corrida 2 3 de dezembro de 2017
3 ePrix de Marraquexe  Marrocos Circuito Internacional Moulay El Hassan 13 de janeiro de 2018
4 ePrix de Santiago  Chile Circuito Urbano de Santiago 3 de fevereiro de 2018
5 ePrix da Cidade do México  México Autódromo Hermanos Rodríguez 3 de março de 2018
6 ePrix de Punta del Este Uruguai Circuito Urbano de Punta del Este 17 de março de 2018
7 ePrix de Roma  Itália Circuto Cittadino dell’EUR 14 de abril de 2018
8 ePrix de Paris  França Circuito Urbano de Paris 28 de abril de 2018
9 ePrix de Berlim  Alemanha Circuito do aeroporto Berlim-Tempelhof 19 de maio de 2018
10 ePrix de Zurique Suíça Circuito Urbano de Zurique 10 de junho de 2018
11 ePrix de Nova Iorque Corrida 1  Estados Unidos Circuito Urbano do Brooklyn 14 de julho de 2018
12 ePrix de Nova Iorque Corrida 2 15 de julho de 2018
Fonte:[34]

Mudanças no calendário[editar | editar código-fonte]

  • Em maio de 2017, circulou um calendário provisório para a temporada de 2017-18.[35][34] Em setembro, o calendário completo foi anunciado. Este calendário incluía novas corridas em Santiago, São Paulo, Roma e Zurique, esta última marcou a primeira vez desde 1955, que um evento de automobilismo foi realizado na Suíça.[36] A rodada de Buenos Aires foi interrompida, enquanto a rodada de Mônaco não foi realizada devido ao Grande Prêmio Histórico de Mônaco de 2018. Posteriormente, em 30 de novembro de 2017, foi anunciado que a corrida de São Paulo seria adiada para 2019, com uma corrida sendo realizada em outro lugar para substituí-la no cronograma.[37] Mais tarde, foi anunciado que Punta del Este, no Uruguai, que esteve presente no calendário das duas primeiras temporadas, retornaria no lugar de São Paulo.[38] Em 18 de dezembro de 2017, a rodada de Montreal foi cancelada com o prefeito da cidade, citando o aumento dos custos para o contribuinte.[39] Em 18 de janeiro de 2018, foi anunciado que a etapa não seria substituída, diminuindo assim o calendário para doze corridas.[40]

Resultados e classificações[editar | editar código-fonte]

ePrix[editar | editar código-fonte]

Etapa Corrida Pole position Volta mais rápida Vencedor Equipe Descrição
1 Hong Kong Hong Kong França Jean-Éric Vergne Bélgica Jérôme d'Ambrosio[nota 2] Reino Unido Sam Bird Reino Unido DS Virgin Racing Descrição
2 Suécia Felix Rosenqvist Brasil Lucas Di Grassi[nota 3] Suécia Felix Rosenqvist Índia Mahindra Racing
3 Marrocos Marraquexe Suíça Sebastien Buemi Brasil Nelson Piquet Jr. Suécia Felix Rosenqvist Índia Mahindra Racing Descrição
4 Chile Santiago França Jean-Éric Vergne Reino Unido Sam Bird França Jean-Éric Vergne China Techeetah Descrição
5 México Cidade do México Suécia Felix Rosenqvist Brasil Lucas Di Grassi Alemanha Daniel Abt Alemanha Audi Sport ABT Schaeffler Descrição
6 Uruguai Punta del Este França Jean-Éric Vergne Argentina José María López França Jean-Éric Vergne China Techeetah Descrição
7 Itália Roma Suécia Felix Rosenqvist Alemanha Daniel Abt Reino Unido Sam Bird Reino Unido DS Virgin Racing Descrição
8 França Paris França Jean-Éric Vergne Brasil Lucas Di Grassi França Jean-Éric Vergne China Techeetah Descrição
9 Alemanha Berlim Alemanha Daniel Abt Alemanha Daniel Abt Alemanha Daniel Abt Alemanha Audi Sport ABT Schaeffler Descrição
10 Suíça Zurique Nova Zelândia Mitch Evans Alemanha André Lotterer Brasil Lucas Di Grassi Alemanha Audi Sport ABT Schaeffler Descrição
11 Estados Unidos Nova Iorque Suíça Sebastien Buemi Suécia Felix Rosenqvist[nota 4] Brasil Lucas Di Grassi Alemanha Audi Sport ABT Schaeffler Descrição
12 Suíça Sebastien Buemi Alemanha Daniel Abt França Jean-Éric Vergne China Techeetah

Sistema de pontuação[editar | editar código-fonte]

Os pontos foram concedidos para os dez primeiros colocados em cada corrida, para o pole position e, também, para o piloto, entre os dez primeiros, que marcar a volta mais rápida, usando o seguinte sistema:

10º P V
25 18 15 12 10 8 6 4 2 1 3 1

Classificação do Campeonato de Pilotos[editar | editar código-fonte]

Pos. Piloto HKG
Hong Kong
MAR
Marrocos
SAN
Chile
MEX
México
PDE
Uruguai
ROM
Itália
PAR
França
BER
Alemanha
ZUR
Suíça
NIQ
Estados Unidos
Pts
1 França Jean-Éric Vergne 2 4 5 1 5 1 5 1 3 10 5* 1* 198
2 Brasil Lucas Di Grassi 17 14 Ret Ret 9* 2 2* 2* 2 1* 1 2 144
3 Reino Unido Sam Bird 1 5 3 5 17 3 1 3 7 2 9 10 143
4 Suíça Sébastien Buemi 11 10 2* 3* 3* Ret* 6 5* 4* 5* 3* 4* 125
5 Alemanha Daniel Abt 5*1 DSQ* 10* Ret* 1 14* 4* 7* 1* 13* 2*1 3* 120
6 Suécia Felix Rosenqvist 14 11 1 4 Ret* 5* Ret 8 11* 15 14 5 96
7 Nova Zelândia Mitch Evans 12 3 11 7 6 4 9 15 6 7 Ret 6 68
8 Alemanha André Lotterer DSQ 13 Ret 2 13 12 3 6 9 4 7 9 64
9 Brasil Nelson Piquet Jr. 4 12 4 6 4 Ret Ret Ret 12 Ret Ret 7 51
10 Reino Unido Oliver Turvey 16 6 Ret 14 2 7 12 9 5 9 NL 46
11 Alemanha Nick Heidfeld 3 16 7 Ret Ret Ret 16 11 10 6 6 8 42
12 Alemanha Maro Engel 13 7 12 Ret 16 10 8 4 8 11 8 Ret 31
13 Suíça Edoardo Mortara 7 2 17† 13 8 17 10 13 Ret 29
14 Bélgica Jérôme d'Ambrosio NC 15 15 8 11 9 7 12 19 3 13 Ret 27
15 Portugal António Félix da Costa 6 11 14 9 7 11 11 Ret 15 8 11 15 20
16 Reino Unido Alex Lynn 8 9 9 Ret 10 6 Ret 14 16 16 Ret 14 17
17 Argentina José María López 6 Ret* 12 8 17† 10 18 12 Ret Ret 14
18 França Tom Dillmann 13 4 Ret 12
19 França Nico Prost 9 8 13 10 Ret 15 14 16 14 Ret 10 11 8
20 Reino Unido Tom Blomqvist 8 11 15 16 15 Ret 4
21 Itália Luca Filippi 10* Ret* 16 12 14 13 13* 17 Ret 15 Ret 1
22 França Stéphane Sarrazin 20 14 12 12 0
23 China Ma Qing Hua 17 13 0
24 Mónaco Kamui Kobayashi 15* 17* 0
25 Suíça Neel Jani 18 18 0
Pos. Piloto HKG
Hong Kong
MAR
Marrocos
SAN
Chile
MEX
México
PDE
Uruguai
ROM
Itália
PAR
França
BER
Alemanha
ZUR
Suíça
NIQ
Estados Unidos
Pts
Fante:[41]
Cor Resultado
Ouro Vencedor
Prata 2º lugar
Bronze 3º lugar
Verde Terminou, nos pontos
Azul Terminou, sem pontos
Terminou, sem classificar (NC)
Púrpura Retirou-se (Ret)
Vermelho Não qualificado (NQ)
Não pré-qualificado (NPQ)
Preto Desqualificado (DSQ)
Branco Não largou (NL)
Desistência (WD)
Corrida cancelada (C)
Sem cor Não participou
(NP)
Excluído
(EX)

Negrito – Pole position
Itálico – Volta mais rápida

* – FanBoost
1 – Piloto no Top 10 com a volta mais rápida, si a volta mais rápida está fora do Top 10

† – O piloto não terminou o ePrix, mas foi classificado por ter completado mais de 90% da distância da corrida.

Classificação do Campeonato de Equipes[editar | editar código-fonte]

Pos. Equipe No. HKG
Hong Kong
MAR
Marrocos
SAN
Chile
MEX
México
PDE
Uruguai
ROM
Itália
PAR
França
BER
Alemanha
ZUR
Suíça
NIQ
Estados Unidos
Pts
1 Alemanha Audi Sport ABT Schaeffler 1 17 14 Ret Ret 9 2 2 2 2 1 1 2 264
66 5 DSQ 10 Ret 1 14 4 7 1 13 2 3
2 China Techeetah 18 DSQ 13 Ret 2 13 12 3 6 9 4 7 9 262
25 2 4 5 1 5 1 5 1 3 10 5 1
3 Reino Unido DS Virgin Racing 2 1 5 3 5 Ret 3 1 3 7 2 9 10 160
36 8 9 9 Ret 10 6 Ret 14 16 16 Ret 14
4 Índia Mahindra Racing 19 14 1 1 4 Ret 5 Ret 8 11 15 14 5 138
23 3 16 7 Ret Ret Ret 16 11 10 6 6 8
5 França Renault e.dams 8 9 8 13 10 Ret 15 14 16 14 Ret 10 11 133
9 11 10 2 3 3 Ret 6 5 4 5 3 4
6 Reino Unido Panasonic Jaguar Racing 3 4 12 4 6 4 Ret Ret Ret 12 Ret Ret 7 119
20 12 3 11 7 6 4 9 12 6 7 Ret 6
7 Mónaco Venturi Formula E Team 4 7 2 17† 13 8 17 10 4 13 Ret 4 Ret 72
5 13 7 12 Ret 16 10 8 13 8 11 8 Ret
8 Reino Unido NIO Formula E Team 16 16 6 Ret 14 2 7 12 9 5 9 NL 13 47
68 10 Ret 16 12 14 13 13 17 17 Ret 15 Ret
9 Estados Unidos Dragon 6 18 18 6 Ret 12 8 17† 10 18 12 Ret Ret 41
7 NC 15 15 8 11 9 7 12 19 3 13 Ret
10 Estados Unidos MS&AD Andretti Formula E 27 15 17 8 11 15 16 15 Ret 20 14 12 12 24
28 6 11 14 9 7 11 11 Ret 15 8 11 15
Pos. Equipe No. HKG
Hong Kong
MAR
Marrocos
SAN
Chile
MEX
México
PDE
Uruguai
ROM
Itália
PAR
França
BER
Alemanha
ZUR
Suíça
NIQ
Estados Unidos
Pts
Cor Resultado
Ouro Vencedor
Prata 2º lugar
Bronze 3º lugar
Verde Terminou, nos pontos
Azul Terminou, sem pontos
Terminou, sem classificar (NC)
Púrpura Retirou-se (Ret)
Vermelho Não qualificado (NQ)
Não pré-qualificado (NPQ)
Preto Desqualificado (DSQ)
Branco Não largou (NL)
Desistência (WD)
Corrida cancelada (C)
Sem cor Não participou
(NP)
Excluído
(EX)

Negrito – Pole position
Itálico – Volta mais rápida

Notas[editar | editar código-fonte]

  1. Kobayashi é um piloto japonês que competiu sob uma licença de corrida monegasca.[19]
  2. O ponto referente a volta mais rápida foi concedido a Daniel Abt devido d'Ambrosio não ter terminado dentro do top 10
  3. O ponto referente a volta mais rápida foi concedido a Felix Rosenqvist devido Di Grassi não ter terminado dentro do top 10.
  4. O ponto referente a volta mais rápida foi concedido a Daniel Abt devido Rosenqvist não ter terminado dentro do top 10.

Referências

  1. «Di Grassi: new FE cars to look 'massively different'». Speedcafe. 16 de agosto de 2017. Consultado em 17 de julho de 2018 
  2. «É campeão! Di Grassi supera Buemi em prova final e leva o título da Fórmula E». Globo Esporte.com. Consultado em 17 de julho de 2018 
  3. «Três de três: 3 temporadas de Fórmula E, 3 títulos». Imprensa Renault. Consultado em 17 de julho de 2018 
  4. «Vergne garante título da Fórmula E em corrida vencida por Lucas Di Grassi». Gazeta esportiva. Consultado em 15 de julho de 2018 
  5. «F-E: Di Grassi afirma que vice foi "um milagre" e destaca título dos construtores». Torcedores.com. Consultado em 17 de julho de 2018 
  6. «Audi compra estrutura da ABT Sportsline e passa a ter equipe de fábrica na Formula E». Garagem 360. Consultado em 13 de julho de 2017 
  7. «Audi to be first German manufacturer in Formula E». Audi MediaCenter. Consultado em 13 de julho de 2017 
  8. a b c d «Audi unveils e-tron FE04». 27 de setembro de 2017. Consultado em 28 de setembro de 2017 
  9. a b c «10kW power hike for Season 4». fiaformulae.com. 31 de agosto de 2017. Consultado em 31 de agosto de 2017 
  10. Smith, Topher (25 de agosto de 2017). «Faraday Future Dragon Racing announces Jani for season four». e-racing.net. Consultado em 25 de agosto de 2017 
  11. «Jose Maria Lopez replaces Neel Jani at Dragon». fiaformulae.com. 5 de janeiro de 2018. Consultado em 5 de janeiro de 2018 
  12. «D'Ambrosio to stay at Dragon for fourth season». 8 de junho de 2017. Consultado em 13 de julho de 2017 
  13. «Alex Lynn lands DS Virgin Formula E role». Autosport. 23 de janeiro de 2017. Consultado em 8 de abril de 2017 
  14. a b «Alex Lynn steps up to full-time Formula E race seat with DS Virgin Racing». DS Virgin Racing. 5 de setembro de 2017. Consultado em 10 de setembro de 2017. Arquivado do original em 5 de setembro de 2017 
  15. «Mahindra Racing reaffirms long-term commitment to Formula E». 23 de março de 2017. Consultado em 8 de abril de 2017 
  16. a b Douglas, Scott (20 de setembro de 2017). «MAHINDRA STICK WITH ROSENQVIST AND HEIDFELD». thecheckeredflag.co.uk. The Checkered Flag. Consultado em 20 de setembro de 2017 
  17. a b Mitchell, Scott (23 de maio de 2017). «Alexander Sims set for Andretti Formula E 2017/18 development role». Autosport. Consultado em 13 de julho de 2017 
  18. «Kobayashi to make Formula E debut in Hong Kong». Motorsport.com (em inglês). Consultado em 1 de dezembro de 2017 
  19. «Kamui races with a Monaco racing licence and the FIA sees Kobayashi as Monegasque». Fórmula E. Consultado em 8 de janeiro de 2018 
  20. Smith, Topher (7 de maio de 2018). «Sarrazin makes surprise return to Formula E». e-racing.net. Consultado em 16 de maio de 2018 
  21. Smith, Topher (2 de outubro de 2017). «da Costa confirmed at MS&AD Andretti». e-racing.net. Consultado em 4 de outubro de 2017 
  22. «Teams and Drivers». FIA Formula E. Consultado em 21 de outubro de 2017 
  23. a b Smith, Topher (2 de outubro de 2017). «Filippi joins Turvey at NIO». e-racing.net. Consultado em 4 de outubro de 2017 
  24. Klein, Jamie (14 de julho de 2018). «Ma replaces injured Turvey for second New York race». motorsport.com. Motorsport Network. Consultado em 16 de julho de 2018 
  25. Smith, Sam (17 de abril de 2018). «Ma Qing Hua replaces Filippi at NIO for Paris». e-racing365.com. John Dagys Media, LLC. Consultado em 17 de abril de 2018 
  26. Racing, Jaguar (31 de julho de 2017). «From all of us at PJR we thank you for supporting us in our return to motorsport with @FIAFormulaE. You're the best fans! #JaguarElectrifiespic.twitter.com/H7jDFqlAzr». @JaguarRacing. Consultado em 1 de agosto de 2017 
  27. a b «Nelson Piquet Jr joins Jaguar for season four». fiaformulae.com. 21 de setembro de 2017. Consultado em 21 de setembro de 2017 
  28. a b c «Sebastien Buemi, Nico Prost extend Renault e.dams Formula E deals». 9 de junho de 2017. Consultado em 13 de julho de 2017 
  29. TECHEETAH (31 de julho de 2017). «As the only private team in #FormulaE , we achieved 1 win, 7 podiums, 2 front-row starts and 10 SuperPole appearances. Bring on S4!pic.twitter.com/jvIVQ6BrQd». @TecheetahFE. Consultado em 1 de agosto de 2017 
  30. a b «Lotterer and Vergne complete TECHEETAH line-up». fiaformulae.com. Consultado em 18 de janeiro de 2018 
  31. a b Mitchell, Scott (20 de outubro de 2017). «Venturi picks Mortara to partner Engel in Formula E». Motorsport.com. Motorsport Network. Consultado em 20 de outubro de 2017 
  32. «Dillmann to replace Mortara for Berlin ePrix». Motorsport.com. 29 de abril de 2018. Consultado em 29 de maio de 2018 
  33. «10kW power hike for Season 4». fiaformulae.com. 31 de agosto de 2017. Consultado em 31 de agosto de 2017 
  34. a b Smith, Sam (23 de maio de 2017). «No London return but Chile on 2017/18 Formula E calendar». Autosport. Consultado em 13 de julho de 2017 
  35. «Fórmula E: FIA confirma cidade de São Paulo no calendário provisório para temporada 2017-18». Portal Race. 19 de junho de 2017. Consultado em 13 de julho de 2017 
  36. «Formula E brings racing return to Switzerland». fiaformulae.com (em inglês). Consultado em 21 de setembro de 2017 
  37. Smith, Luke (30 de novembro de 2017). «Sao Paulo Formula E race postponed until season five». MotorSportsTalk (em inglês). Consultado em 18 de janeiro de 2018 
  38. «Formula E returns to Punta del Este – Formula E». www.fiaformulae.com (em inglês). Consultado em 18 de janeiro de 2018 
  39. Grzelak, Antonia (18 de dezembro de 2017). «Mayor Plante: No return to Montreal "Under these conditions"». www.e-racing.net (em inglês). Consultado em 18 de janeiro de 2018 
  40. Mitchell, Scott (18 de janeiro de 2018). «Formula E won't replace scrapped Montreal finale». Motorsport.com. Motorsport Network. Consultado em 18 de janeiro de 2018 
  41. «2017–2018 FIA Formula E Championship: Standings». Fédération Internationale de l'Automobile. Consultado em 8 de janeiro de 2018. Cópia arquivada em 3 de agosto de 2017