Saltar para o conteúdo

Temporada de ciclones na região da Austrália de 2022-2023

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.

Temporada de ciclones na região da Austrália de 2022-2023
imagem ilustrativa de artigo Temporada de ciclones na região da Austrália de 2022-2023
Mapa resumo da temporada
Datas
Início da atividade 26 de julho de 2022
Fim da atividade 2 de maio de 2023
Tempestade mais forte
Nome Darian
 • Ventos máximos 220 km/h (140 mph)
 • Pressão mais baixa 920 hPa (mbar)
Estatísticas sazonais
Baixas tropicais 25
Ciclones tropicais 7
Ciclones tropicais severos 5
Total fatalidades 8
Danos (2023 USD)
Artigos relacionados
Temporadas de ciclones na região da Austrália
2020–2021, 2021–2022, 2022–2023, 2023–2024, 2024–2025

A temporada de ciclones da região da Austrália de 2022–23 foi a quarta temporada consecutiva a ter atividade abaixo da média. A temporada começou oficialmente em 1 de novembro de 2022 e terminou em 30 de abril de 2023, no entanto, um ciclone tropical pode se formar a qualquer momento entre 1 de julho de 2022 e 30 de junho de 2023 e contará para o total da temporada. Durante a temporada, os ciclones tropicais serão monitorados oficialmente por um dos três centros de alerta de ciclones tropicais (TCWCs) para a região que são operados pelo Bureau de Meteorologia, National Weather Service da Papua Nova Guiné e pela Agência Indonésia de Meteorologia, Climatologia e Geofísica. O Joint Typhoon Warning Center dos Estados Unidos (JTWC) e outros serviços meteorológicos nacionais, incluindo a Météo-France e o Serviço Meteorológico de Fiji, também monitorarão a bacia durante a temporada.

Previsões sazonais

[editar | editar código-fonte]
Região Chance
de mais
Número
médio
Tudo 73% 11
Ocidente 69% 7
Noroeste 70% 5
Norte 61% 3
Oriente 74% 4
Pacífico Sul Ocidental 65% 4
Pacífico Sul Oriental 43% 6
Fonte: Perspectivas sazonais da BoM para Ciclones Tropicais.[1][2]

Em outubro de 2022, o Bureau de Meteorologia (BoM), o MetService da Nova Zelândia e o Instituto Nacional de Pesquisa da Água e Atmosfera (NIWA) emitiram as suas perspectivas de ciclones tropicais para a temporada de 2022-2023.[3] As perspectivas exigiam um número acima da média de ciclones tropicais para a estação 2022-2023, com onze ciclones tropicais, previstos para ocorrer.[1] Para a região da Austrália, a BoM previu que a estação teria apenas 73% de hipóteses de mais ciclones tropicais.[1] Para a região ocidental, previa-se que a actividade estaria acima da média, com 69% de hipóteses de ciclones tropicais.[1] A região norte e a subregião noroeste também veriam menos ciclones tropicais, com apenas 61% e 70% de hipóteses de mais ciclones tropicais do que a média.[1]

A BoM emitiu duas previsões sazonais para o Oceano Pacífico Sul, para as suas regiões orientais e ocidentais auto-definidas do Oceano Pacífico Sul.[2] Previam que a região do Sudoeste do Pacífico entre 142,5°E e 165°E, tinha uma probabilidade de 65% de ver actividade acima da sua média de 4 ciclones tropicais.[2] A BoM também previu que a região do Sudeste do Pacífico entre 165°E e 120°W, tinha uma probabilidade de 43% de ver actividade acima da sua média de 6 ciclones tropicais.[2]

Os modelos climáticos também sugerem que El Niño da Oscilação Sul (ENSO) voltará a condições neutras em 2023.[1] O BoM observou que as anomalias de temperatura à superfície do mar no Oceano Índico equatorial.[4] Espera-se que as águas mais quentes do que a média persistam ao norte da Austrália durante os próximos três meses, aumentando a probabilidade de ciclones tropicais.[1] A BoM também previu que a Região Oriental tinha 74% de probabilidade de ver actividade acima da sua média de 4 ciclones tropicais.[1] Estas perspectivas contabilizadas incluíam o estado da ENSO.[1] Um risco médio mais elevado de ciclones tropicais foi também previsto pela NIWA para as nações a leste da Linha Internacional da Data.[3]

Resumo sazonal

[editar | editar código-fonte]
Ciclone IlsaCiclones Judy e KevinCiclone GabrielleCiclone FreddyEscalas de ciclones tropicais#Comparações entre bacias
Três sistemas tropicais perto da Austrália em 8 de fevereiro de 2023. Da esquerda para a direita, são eles: Baixa tropical 11U (mais tarde Dingani), ciclone tropical severo Freddy e ciclone tropical Gabrielle.

Uma baixa tropical se formou em 26 de julho e mais tarde foi designada como 01U, um início de temporada excepcionalmente precoce.[5] O sistema atingiu ventos com força de tempestade tropical e convecção profunda persistente por alguns dias antes do cisalhamento do vento começar a aumentar. Na análise posterior, 01U foi atualizado para um ciclone tropical de categoria 1 (escala australiana). Em novembro, a baixa O2U tropical foi designada pelo BoM e encontrou condições marginalmente favoráveis. A baixa foi atualizada para o ciclone tropical 04S pelo JTWC depois que ventos com força de tempestade tropical foram encontrados.[6] No final do mês, uma baixa tropical se formou e foi um sistema de longa duração antes de se dissipar em 26 de novembro.[7] Houve também outra baixa tropical que se formou no Golfo de Carpentaria, mas não se desenvolveu mais.[8] Em dezembro, a baixa tropical 05U se formou e recebeu o nome de Darian após se intensificar em um ciclone tropical de categoria 1. Em 19 de dezembro, tornou-se o primeiro ciclone tropical severo da temporada. Ao longo do dia, a tempestade entrou inesperadamente em condições muito favoráveis, e sofreu uma rápida intensificação. Atingiu a categoria 5 na escala do BoM no dia seguinte e atingiu o pico como categoria 4 na escala SSHWS, saindo posteriormente para a bacia do sudoeste do Oceano Índico. Mais tarde naquele mês, uma baixa tropical se formou, intensificando-se posteriormente em um ciclone tropical de categoria 1 e foi nomeado Ellie. Ellie então cruzou a costa do Território do Norte, chegando a um local pouco povoado a sudoeste de Daly River às 13:30 UTC (23:00 ACST ).[9][10] Logo após o desembarque, o JTWC interrompeu os avisos no sistema.[11]

No dia seguinte, o BoM divulgou seu último boletim sobre Ellie, quando o sistema enfraqueceu para uma baixa tropical.[12] No entanto, Ellie permaneceu rastreável,[13] enquanto se movia para o sudoeste em direção à região da Austrália Ocidental durante o resto de dezembro.[14] O BoM então deu à baixa tropical uma chance moderada de se transformar em um ciclone tropical em 1 de janeiro.[15] A tempestade então se moveu para sudeste e enfraqueceu ainda mais ao se mover para o interior mais uma vez.[16] Em 6 de janeiro, o BoM afirmou que baixa tropical 07U se formou a partir de um vale de monção no nordeste da Austrália. O JTWC posteriormente o atualizou para um ciclone tropical de categoria 1 (escala australiana) e o apelidou de ciclone 07P. No entanto, o BoM não atualizou o sistema devido à falta de um centro bem definido. 07U mais tarde mudou-se para a bacia do Pacífico Sul e foi nomeado Hale. No final de janeiro, uma baixa tropical tornou-se 06F na bacia do Pacífico Sul, e as baixas tropicais 10U e 12U permaneceram fracas. Em fevereiro, a atividade aumentou em toda a bacia, com as formações de baixa tropical 11U, Freddy e Gabrielle.[17][18] Freddy aproveitou as condições favoráveis e intensificou para um ciclone tropical severo de categoria 3.[19] Gabrielle também se intensificou constantemente para um ciclone tropical severo quando o ciclone se dirigiu para o sudeste e se mudou para a bacia do Pacífico Sul em 10 de fevereiro. 11U saiu da bacia da região australiana e foi nomeado Dingani na bacia do sudoeste do Oceano Índico. Freddy mais tarde se intensificou rapidamente para a categoria 4 nas escalas australiana e SSHWS.[20] Outra baixa tropical, 15U, formou-se em 11 de fevereiro e durou até 17 de fevereiro. Após 15U, formou-se uma baixa tropical fraca, seguida pelas baixas tropicais 16U e 17U. Outra baixa tropical fraca, 18U, formou-se em 27 de fevereiro. 17U foi observado pela última vez em 27 de fevereiro e, em 1 de março, 18U mudou-se para a bacia do Pacífico Sul, onde se tornou Kevin. Depois de uma calmaria por algumas semanas, o baixo 20U tropical se formou e se dirigiu para o sudoeste antes de degenerar na costa da Austrália Ocidental. Outro baixo tropical se formou e foi nomeado Herman, que rapidamente se intensificou para uma categoria 5 na escala AUS com um olho quente e bem definido. Posteriormente, o cisalhamento do vento desacoplou Herman e o ciclone se dissipou.[21] A baixa tropical 22U se formou no norte do mar de Arafura e se dissipou. Uma rajada de vento de oeste levou à formação da baixa tropical 23U. Depois de lutar contra o forte cisalhamento do vento, o sistema foi batizado de Ilsa. O ciclone se intensificou rapidamente devido à interação do jato e atingiu o pico como categoria 5 nas escalas AUS e SSHWS antes de atingir a costa a nordeste de Port Hedland. Uma baixa tropical fraca se formou em 14 de abril. Outra baixa tropical fraca se formou em 30 de abril.

Baixa tropical 01U

[editar | editar código-fonte]

ciclone tropical categoria 1 (Escala Australiana)
Tempestade tropical (SSHWS)
Imagem satélite
Imagem de satélite
Trajetória
Trajetória
Duração 26 de julho – 31 de julho
Intensidade máxima 85 km/h (50 mph) (10-min)  993 hPa (mbar)

Em 26 de julho, o Bureau of Meteorology (BoM) informou que uma baixa tropical se formou devido a um aumento na atividade de tempestades de monções durante a Oscilação Madden-Julian (MJO). [22] [5] A convecção profunda tornou-se mais pronunciada e organizada com uma calha de nível superior ao redor do centro.[5] Às 15:00 UTC de 28 de julho, o Joint Typhoon Warning Center (JTWC) emitiu um Alerta de Formação de Ciclones Tropicais (TCFA) para o distúrbio.[23] O sistema estava localizado em um ambiente favorável, com temperaturas da superfície do mar variando de 28 a 30 graus Celsius, e o JTWC emitiu seu primeiro alerta sobre a tempestade seis horas depois como ciclone tropical 01S.[24] Durante a análise pós-tempestade do BoM, o sistema foi atualizado para um ciclone tropical de categoria 1 em 29 de julho, embora tenha permanecido sem nome.[5] 01U atingiu o pico de intensidade com ventos máximos sustentados de 1045 kn (83 km/h; 52 mph).[5] Às 09:00 UTC de 31 de julho, o JTWC emitiu seu aviso final sobre o sistema.[25] Mais tarde naquele dia, 01U se dissipou completamente.[5] O ciclone não teve nenhum impacto nas Ilhas Cocos, apesar de seu período de ventos fortes, que foram menores que a força do vendaval.[5]

Baixa tropical 02U

[editar | editar código-fonte]

Baixa tropical (Escala Australiana)
Tempestade tropical (SSHWS)
Imagem satélite
Imagem de satélite
Trajetória
Trajetória
Duração 1 de novembro – 5 de novembro (Saiu da bacia)
Intensidade máxima 65 km/h (40 mph) (1-min)  1004 hPa (mbar)

Em 1 de novembro, o BoM começou a rastrear uma baixa tropical no noroeste da região.[26] Imagens de satélite revelaram que o sistema foi deslocado de seu centro de circulação.[27] As condições ambientais foram avaliadas pelo BoM como desfavoráveis para intensificação significativa do sistema.[28] O sistema recebeu o código identificador oficial 02U.[29] Nas últimas doze horas, o sistema melhorou.[29] Às 03:00 UTC de 3 de novembro, o JTWC emitiu um TCFA, após observar seu obscuro centro de circulação de baixo nível (LLCC).[30] Mais tarde naquele dia, o JTWC posteriormente iniciou alertas sobre o sistema e o classificou como ciclone tropical 04S.[31][6] O sistema tinha um LLCC amplo e totalmente exposto, embora tenha havido alguma atividade aumentada de tempestade associada ao sistema.[32] O BoM parou de rastrear o sistema.[33][34] O sistema cruzou brevemente a bacia do sudoeste do Oceano Índico em 5 de novembro.[35]

Ciclone tropical severo Darian

[editar | editar código-fonte]

ciclone tropical severo categoria 5 (Escala Australiana)
Ciclone tropical categoria 4 (SSHWS)
Imagem satélite
Imagem de satélite
Trajetória
Trajetória
Duração 13 de dezembro – 21 de dezembro (Saiu da bacia)
Intensidade máxima 220 km/h (140 mph) (10-min)  920 hPa (mbar)

Em 13 de dezembro, o BoM informou que baixa tropical 05U formou aproximadamente 170 km (110 mi) ao norte das Ilhas Cocos, inicialmente previsto para não se desenvolver mais devido a condições não propícias.[36] No entanto, ao longo dos próximos 5 dias, as condições melhoraram, com diminuição do cisalhamento vertical do vento.[37] Às 11h30 UTC de 17 de dezembro, as imagens de satélite mostraram um centro de baixo nível parcialmente exposto embutido em convecção profunda, levando o JTWC a emitir um TCFA.[38] No dia seguinte, o sistema se fortaleceu em um ciclone de categoria 1 na escala australiana, com o BoM nomeando-o de Darian.[39] Mais tarde naquele dia, o JTWC iniciou alertas sobre o sistema e o classificou como ciclone tropical 05S.[40] O BoM avaliou que o ciclone se fortaleceu para um ciclone de categoria dois em 19 de dezembro e posteriormente para um ciclone de categoria três na escala australiana.[41][42] Às 15:00 UTC, o JTWC elevou Darian a um ciclone equivalente à categoria um na escala de ventos de furacões Saffir-Simpson (SSHWS), com ventos máximos sustentados de 1 minuto de 75 kn (139 km/h; 86 mph).[43]

Darian então se fortaleceu para um ciclone equivalente à categoria três no SSHWS em um ambiente de baixo cisalhamento do vento, temperaturas quentes da superfície do mar e bom fluxo de saída em direção aos pólos de nível superior, o que levou a tempestade a ter um olho simétrico de 43 km (23 nmi).[44] O ciclone se intensificou rapidamente e foi atualizado para um ciclone de categoria 4 pelo BM.[45] Da mesma forma, o JTWC atualizou ainda mais Darian para um ciclone equivalente à categoria 4 por volta das 21:00 UTC, enquanto exibia algumas características anulares.[46] Darian continuou a se intensificar rapidamente e atingiu a intensidade da categoria 5 na escala australiana às 00:00 UTC de 21 de dezembro.[47][48] Mais tarde naquele dia, saiu da bacia e mudou-se para a bacia do sudoeste do Oceano Índico.[49]

Ciclone tropical Ellie

[editar | editar código-fonte]

ciclone tropical categoria 1 (Escala Australiana)
Tempestade tropical (SSHWS)
Imagem satélite
Imagem de satélite
Trajetória
Trajetória
Duração 20 de dezembro – 8 de janeiro
Intensidade máxima 75 km/h (45 mph) (10-min)  990 hPa (mbar)

Durante o final de dezembro, um forte pulso do MJO seguiu para o leste através do Oceano Índico equatorial e se aproximou das longitudes australianas.[50] Durante o dia 20 de dezembro, o BoM informou que uma baixa tropical se formou dentro da depressão das monções a noroeste de Darwin no Mar de Timor.[51] Inicialmente localizada em um ambiente favorável à intensificação, a perturbação passou a encontrar condições um tanto melhoradas.[52] As imagens de satélite indicaram uma melhora na estrutura do distúrbio, com o sistema exibindo um aumento na convecção profunda em chamas.[53] O JTWC emitiu um TCFA para o sistema às 02:00 UTC de 22 de dezembro.[54] A baixa recebeu o código identificador oficial 06U.[55] Às 09:00 UTC, o JTWC subsequentemente designou a tempestade como ciclone tropical 06S, citando que a convecção rapidamente se tornou mais organizada e mais concentrada em torno do amplo centro.[56] Mais tarde naquele dia, o BoM's informou que a baixa tropical havia se desenvolvido em um ciclone de categoria 1 na escala australiana e o chamou de Ellie.[57] Ellie então cruzou a costa do Território do Norte (NT), chegando a um local pouco povoado a sudoeste de Daly River às 13:30 UTC (23:00 ACST ).[9][10] Logo após o desembarque, o JTWC interrompeu os avisos no sistema.[11] No dia seguinte, o BoM divulgou seu último boletim sobre Ellie, quando o sistema enfraqueceu para uma baixa tropical.[12] No entanto, Ellie permaneceu rastreável,[13] enquanto se movia para o sudoeste em direção à região da Austrália Ocidental durante o resto de dezembro.[14] O BoM então deu à baixa tropical uma chance moderada de se transformar em um ciclone tropical em 1 de janeiro.[15] No entanto, eles posteriormente reduziram suas chances de se desenvolver novamente para muito baixo, já que a tempestade virou para sudeste mais para o interior e estava enfraquecendo.[50] Apesar de permanecer por terra, o sistema se intensificou, causando vendavais no oeste de Kimberley.[16] O ciclone, então conhecido como "ex-Ciclone Tropical Ellie", voltou para o Território do Norte por volta de 7 de janeiro[58] e eventualmente se dissipou no sudoeste do Território do Norte em 8 de janeiro.[50]

Antecipando-se a Ellie, o BoM emitiu um alerta de ciclone tropical para a costa da Austrália Ocidental e Território do Norte.[59] O ciclone causou principalmente chuvas torrenciais e rajadas de vento fortes ao longo do Top End, quando se tornou um ciclone tropical.[60] Timber Creek experimentou inundações "uma vez em 50 anos" quando o ciclone passou pela cidade em 24 de dezembro.[61] Chuvas fortes levaram os níveis de água no rio Fitzroy a atingir 15,81 m, superando seu recorde de 2002 de 13,95 m.[62][63] Em janeiro, o rio estava 50 km (31 mi) de largura em algumas partes.[64] As inundações continuaram em janeiro, com o Ministro dos Serviços de Emergência de WA, Stephen Dawson, dizendo que era uma crise de inundação "uma vez em um século".[65] A infraestrutura foi danificada e comunidades indígenas remotas foram completamente isoladas. O pessoal de defesa foi enviado para a região de Kimberley na Austrália Ocidental, três aeronaves da RAAF foram fornecidas para evacuar os residentes e cinco helicópteros foram enviados para ajudar na crise.[64] Pagamentos de dificuldades foram feitos pelos governos estadual, territorial e da Commonwealth,[58] e o primeiro-ministro Anthony Albanese prometeu "investimento maciço em infraestrutura" quando visitou a área posteriormente.[64]

Baixa tropical 07U (Hale)

[editar | editar código-fonte]

Baixa tropical (Escala Australiana)
Tempestade tropical (SSHWS)
Imagem satélite
Imagem de satélite
Trajetória
Trajetória
Duração 6 de janeiro – 7 de janeiro (Saiu da bacia)
Intensidade máxima 75 km/h (45 mph) (10-min)  994 hPa (mbar)

Em 31 de dezembro, o BoM notou o potencial de uma baixa tropical se formando sobre o Mar de Coral, já que a monção estava prevista para se fortalecer ainda mais na região.[66] Três dias depois, a agência colocou uma chance baixa para o potencial baixo se transformar em um ciclone tropical na região.[67] Em 6 de janeiro, o BoM informou que baixa tropical 07U havia desenvolvido aproximadamente 190 km (120 mi) ao norte-nordeste de Townsville em Queensland.[68] O JTWC deu uma chance média de se transformar em um ciclone tropical,[69] antes de emitir um TCFA dizendo que a chance de o sistema se transformar em um ciclone tropical era alta 8 horas depois.[70] Com um ambiente favorável de baixo cisalhamento do vento, temperaturas quentes da superfície do mar e bom escoamento radial, o sistema se intensificou em um ciclone tropical no final do mesmo dia de acordo com o JTWC e designando-o como 07P.[71] O BoM não atualizou 07U como tal, citando que seu centro era alongado de noroeste para sudeste.[72] 07U depois saiu da bacia e mudou-se para a bacia do Pacífico Sul.[73]

Baixa tropical 10U

[editar | editar código-fonte]

Baixa tropical (Escala Australiana)
Imagem satélite
Imagem de satélite
Trajetória
Trajetória
Duração 22 de janeiro – 26 de janeiro
Intensidade máxima Vento não especificado  1001 hPa (mbar)

Em 19 de janeiro, o BoM observou que uma baixa tropical pode se formar dentro de um vale de monção que estava se formando sobre o Golfo de Carpentária, e esperava-se que se estendesse até o Mar de Arafura.[74] Nos dias seguintes, a baixa formou-se lentamente dentro do vale,[75] e em 22 de janeiro, a agência informou que baixa tropical 10U havia se formado, aproximadamente 170 km (110 mi) ao norte de Nhulunbuy.[76] A baixa tropical moveu-se geralmente para o oeste,[77] e foi observada pela última vez em 26 de janeiro enquanto estava localizada a cerca de 470 km oeste-noroeste de Kalumburu.[78]

Baixa tropical 11U (Dingani)

[editar | editar código-fonte]

Baixa tropical (Escala Australiana)
Imagem satélite
Imagem de satélite
Trajetória
Trajetória
Duração 27 de janeiro – 9 de fevereiro (Saiu da bacia)
Intensidade máxima 55 km/h (35 mph) (10-min)  997 hPa (mbar)

Em 3 de fevereiro, a baixa tropical 11U se desenvolveu perto da fronteira da Área de Responsabilidade Australiana (AOR) e se dirigiu para o oeste em direção às Ilhas Cocos. A baixa continuou fraca, pois as condições eram desfavoráveis para o desenvolvimento. 11U então continuou para sudoeste, intensificando-se significativamente. O 11U saiu da bacia em direção ao sudoeste do Oceano Índico em 9 de fevereiro.[79]

Baixa tropical 12U

[editar | editar código-fonte]

Baixa tropical (Escala Australiana)
Imagem satélite
Imagem de satélite
Trajetória
Trajetória
Duração 31 de janeiro – 4 de fevereiro
Intensidade máxima Vento não especificado  1002 hPa (mbar)

Em 30 de janeiro, o BoM destacou que uma baixa fraca poderia se formar perto da Ilha Christmas, já que o vale das monções começou a ser mais ativo nos trópicos.[80] No dia seguinte, a baixa fraca se formou dentro do vale, e a agência a classificou como 12U.[81] Nos dias seguintes, a baixa moveu-se lentamente,[82] antes de encontrar condições desfavoráveis para o desenvolvimento em 3 de fevereiro.[83] O BoM observou pela última vez 12U cerca de 740 km (460 mi) ao sul da Ilha Christmas no dia seguinte.[84]

Ciclone tropical severo Freddy

[editar | editar código-fonte]

ciclone tropical severo categoria 4 (Escala Australiana)
Ciclone tropical categoria 4 (SSHWS)
Imagem satélite
Imagem de satélite
Trajetória
Trajetória
Duração 4 de fevereiro – 14 de fevereiro (Saiu da bacia)
Intensidade máxima 185 km/h (115 mph) (10-min)  941 hPa (mbar)
Ver artigo principal: Ciclone Freddy

No início de 5 de fevereiro, uma baixa tropical foi inicialmente localizada ao sul de Bali, na Indonésia.[85] Inicialmente, a circulação era alongada e mal definida, mas durante a noite e durante a noite, ocorreu convecção persistente e começou a apresentar sinais de melhora na organização.[85] Em 6 de fevereiro, o JTWC emitiu um TCFA sobre o sistema.[86] Às 09:00 UTC, o JTWC iniciou alertas sobre o sistema e o classificou como Ciclone Tropical 11S.[87] O BoM atualizou o sistema para o ciclone tropical Freddy, citando um período de rápido desenvolvimento enquanto se movia lentamente para o sul-sudoeste.[85][88][89]

Ao longo do dia seguinte, as bandas alimentadoras cobriram seu céu nublado denso (CDO) muito amplo e central, levando o JTWC a atualizar o sistema para um ciclone equivalente à categoria 1.[90] O BoM posteriormente seguiu o exemplo e atualizou Freddy para um ciclone tropical de categoria 2.[91] Freddy começou a mostrar uma característica ocular vista pela primeira vez em imagens de microondas, com Freddy mais tarde se tornando um ciclone equivalente à categoria 2.[19] Freddy enfraqueceu ligeiramente devido ao CDO e uma área persistente de topos de nuvens frias.[92] Freddy voltou a enfraquecer para uma tempestade tropical, e os ventos estimados do BoM de 55 kn (102 km/h; 63 mph) devido aos seus ventos de leste, o que resultou em cisalhamento moderado do vento.[93][94]

Durante 11 de fevereiro, Freddy se intensificou para um ciclone tropical severo de categoria 4 devido à presença de um olho bem definido cercado por convecção fria profunda.[95] Freddy sofreu um rápido aprofundamento e atingiu um ciclone equivalente à categoria 4 com um CDO simétrico.[20] A tempestade continuou a enfraquecer devido ao forte cisalhamento do vento, os ventos estimados pelo BoM de85 kn (157 km/h; 98 mph).[96] Em 14 de fevereiro, saiu da bacia e entrou na bacia do sudoeste do Oceano Índico.[97] Freddy não afetou diretamente a costa australiana com vento ou chuva, mas as ondas do sistema atingiram a plataforma noroeste, com relatórios de 2 m a 2,5 m.[85]

Ciclone tropical severo Gabrielle

[editar | editar código-fonte]

ciclone tropical severo categoria 3 (Escala Australiana)
Ciclone tropical categoria 2 (SSHWS)
Imagem satélite
Imagem de satélite
Trajetória
Trajetória
Duração 6 de fevereiro – 10 de fevereiro (Saiu da bacia)
Intensidade máxima 150 km/h (90 mph) (10-min)  958 hPa (mbar)
Ver artigo principal: Ciclone Gabrielle

Em 5 de fevereiro, uma baixa tropical se formou no Mar de Coral ao sul das Ilhas Salomão.[98] Mais ou menos ao mesmo tempo, o LLCC do sistema foi exposto com convecção desorganizada persistente.[99] No dia seguinte, à medida que o sistema se movia para o sul, ele se desenvolveu ainda mais, com imagens de satélite mostrando um aumento na curvatura ciclônica da convecção.[100] Mais tarde, às 06:00 UTC, o JTWC emitiu um TCFA, após observar sua obscura LLC.[101] Por volta das 03:00 UTC de 8 de fevereiro, o JTWC iniciou alertas sobre o sistema e o classificou como ciclone tropical 12P, quando o bandamento fragmentado estava se envolvendo amplamente no LLC consolidado exposto.[102] No final do mesmo dia, o BoM informou que a baixa tropical se desenvolveu em um ciclone tropical de categoria 1 e o nomeou Gabrielle.[18] O ciclone deslocou-se lentamente para o sul enquanto a convecção profunda se consolidou,[103] e o sistema foi atualizado para um ciclone tropical de categoria 2, enquanto o JTWC atualizou Gabrielle para o equivalente a um ciclone equivalente de categoria 1 de baixo custo com ventos de65 kn (120 km/h; 75 mph).[104] Por volta das 18:00 UTC de 9 de fevereiro, a tempestade continuou a se intensificar e logo se tornou um ciclone tropical severo de categoria 3.[105] Mais tarde, no dia seguinte, saiu da bacia e mudou-se para a bacia do Pacífico Sul,[106] onde se tornou um ciclone equivalente à categoria 2.[107][108]

Baixa tropical 15U

[editar | editar código-fonte]

Baixa tropical (Escala Australiana)
Imagem satélite
Imagem de satélite
Trajetória
Trajetória
Duração 11 de fevereiro – 17 de fevereiro
Intensidade máxima 45 km/h (30 mph) (10-min)  997 hPa (mbar)

Em 11 de fevereiro, o BoM informou que a baixa tropical 15U estava se formando no leste do Top End.[109] O JTWC também começou a monitorar o distúrbio, que a agência classificou pelo identificador de código Invest 91P, e deu a ele uma chance baixa de desenvolvimento.[110] No dia seguinte, o JTWC posteriormente atualizou a chance de desenvolvimento do sistema para médio.[111] Posteriormente, o BoM avaliou que o 15U ainda era uma baixa tropical fraca e deu a ele uma chance baixa de desenvolvimento.[112] A baixa então moveu-se lentamente para sudeste, antes de se mover para o interior em 16 de fevereiro e ser observada pela última vez nas perspectivas de ciclones tropicais do BoM no dia seguinte.[113][114]

Baixa tropical 16U

[editar | editar código-fonte]

Baixa tropical (Escala Australiana)
Imagem satélite
Imagem de satélite
Trajetória
Trajetória
Duração 22 de fevereiro – 10 de março
Intensidade máxima Vento não especificado  995 hPa (mbar)

Em 22 de fevereiro, a baixa tropical 16U se formou ao norte de Port Hedland e lentamente se deslocou para o nordeste.[115] Embora a baixa não tenha se intensificado em um ciclone tropical,[115] a Ilha Troughton experimentou vendavais brevemente em 27 de fevereiro no final da tarde e início da noite.[115] Sobre o Kimberley e no Território do Norte, a baixa continuou se movendo para o leste.[115] A baixa viajou no Território do Norte.[115] Durante 5-6 de março, a baixa viajou sobre o Golfo de Carpentaria e, no dia seguinte, voltou a pousar no noroeste de Queensland.[115] O sistema finalmente se dissipou em 10 de março.[115]

A principal rodovia que liga a Austrália Ocidental e o Território do Norte foi fechada devido a inundações causadas por fortes chuvas em rios e estradas.[115] Devido à inundação de residências e serviços essenciais, cerca de 700 pessoas foram inicialmente deslocadas de várias cidades do Território do Norte;[115] 300 dessas pessoas foram afetadas por mais de um mês.[115] Inundações recordes no noroeste de Queensland levaram a evacuações e inundaram severamente várias residências rurais, bem como certas cidades, incluindo Burketown, Urandangi e Camooweal.[115] A mídia cobriu os enormes estragos nas estradas e propriedades, bem como as enormes perdas de gado que ocorreram na área.[115]

Baixa tropical 17U

[editar | editar código-fonte]

Baixa tropical (Escala Australiana)
Imagem satélite
Imagem de satélite
Duração 24 de fevereiro – 27 de fevereiro
Intensidade máxima Vento não especificado  999 hPa (mbar)

Em 24 de fevereiro, o BoM informou que uma fraca baixa tropical que eles classificaram como 17U estava localizada sobre a terra ao sul do Golfo Joseph Bonaparte.[116] 17U foi observado pela última vez em 27 de fevereiro.[117]

Baixa tropical 18U (Kevin)

[editar | editar código-fonte]

Baixa tropical (Escala Australiana)
Imagem satélite
Imagem de satélite
Trajetória
Trajetória
Duração 27 de fevereiro – 1 de março (Saiu da bacia)
Intensidade máxima 55 km/h (35 mph) (10-min)  998 hPa (mbar)
Ver artigo principal: Ciclones Judy e Kevin

Em 27 de fevereiro, uma fraca baixa tropical se formou na costa de Queensland. O BoM o designou como 18U.[118][119] O JTWC começou a monitorar a baixa tropical e definir a chance de desenvolvimento de ciclones tropicais como baixa.[120] Em 1 de março, o JTWC emitiu um TCFA sobre o sistema devido ao sistema ter uma estrutura muito melhorada.[121] A baixa tropical entrou na bacia do Pacífico Sul no mesmo dia, onde foi designada como depressão tropical 09F pelo FMS.[122]

Baixa tropical 20U

[editar | editar código-fonte]

Baixa tropical (Escala Australiana)
Imagem satélite
Imagem de satélite
Trajetória
Trajetória
Duração 25 de março – 30 de março
Intensidade máxima Vento não especificado  1005 hPa (mbar)

Uma baixa tropical formou-se em 25 de março perto de Timor-Leste. Dirigiu-se geralmente para o sudoeste antes de se dissipar em 30 de março.

Ciclone tropical severo Herman

[editar | editar código-fonte]

ciclone tropical severo categoria 5 (Escala Australiana)
Imagem satélite
Imagem de satélite
Trajetória
Trajetória
Duração 28 de março – 4 de abril
Intensidade máxima 215 km/h (130 mph) (10-min)  932 hPa (mbar)

Em 28 de março, uma fraca baixa tropical se formou ao norte das Ilhas Cocos e viajou para o sudeste em mar aberto.[123] Imagens de satélite mostraram aquela convecção em chamas que circulava sobre o LLCC obscurecido.[124] Mais tarde, no dia seguinte, o JTWC emitiu um TCFA e atualizou o sistema para o ciclone tropical 17S.[125][126] Mais tarde naquele dia, o BoM's informou que a baixa tropical se desenvolveu em um ciclone tropical de categoria 1 na escala australiana e o nomeou Herman.[127] Mais tarde, o BoM avaliou que o ciclone se fortaleceu em um50 kn (93 km/h; 58 mph).[128] Herman intensificou ainda mais com uma característica do olho começando a aparecer nas imagens de microondas.[129] Imagens de satélite animadas multiespectrais revelaram um LLCC exposto com convecção profunda persistindo ao longo da periferia oeste do LLCC e atingindo ventos máximos sustentados de 1 minuto de70 kn (130 km/h; 81 mph).[130] Herman intensificou ainda mais para um ciclone de categoria 4 devido à presença de um olho bem definido.[131]

Continuando a se intensificar rapidamente, Herman então se fortaleceu em um ciclone tropical severo de categoria 5,[21] enquanto o JTWC atualizou Herman com ventos médios de 10 minutos de110 kn (200 km/h; 130 mph).[132] Herman viu condições menos favoráveis em 1 de abril, após atingir o pico em 31 de março, quando o ar seco foi engolido pela circulação.[123] Herman era altamente compacto, com um olhar distinto cercado por topos de nuvens frias.[133] A tempestade continuou a enfraquecer, os ventos estimados pelo BoM de105 kn (194 km/h; 121 mph).[134] Herman tornou-se cada vez mais irregular e alongado à medida que a convecção profunda diminuía e começava a se deslocar.[135] Durante o dia 2 de abril, embora continuando a enfraquecer, tanto o BoM quanto o JTWC pararam de emitir alertas.[136][137] A essa altura, o sistema havia virado para o oeste e estava se dissipando nas águas abertas do Oceano Índico em 4 de abril.[123]

Baixa tropical 22U

[editar | editar código-fonte]

Baixa tropical (Escala Australiana)
Imagem satélite
Imagem de satélite
Duração 30 de março – 2 de abril
Intensidade máxima Vento não especificado 

Em 30 de março, o BoM informou que a baixa tropical 22U havia se formado no norte do Mar de Arafura.[138] O sistema permaneceu fraco enquanto se movia para oeste-sudoeste, antes de degenerar em 2 de abril.[139]

Ciclone tropical severo Ilsa

[editar | editar código-fonte]

ciclone tropical severo categoria 5 (Escala Australiana)
Ciclone tropical categoria 5 (SSHWS)
Imagem satélite
Imagem de satélite
Trajetória
Trajetória
Duração 6 de abril – 15 de abril
Intensidade máxima 220 km/h (140 mph) (10-min)  925 hPa (mbar)
Ver artigo principal: Ciclone Ilsa

Em 6 de abril, uma baixa tropical formou-se no Mar de Timor como resultado de uma explosão ativa do vale das monções.[140] O JTWC posteriormente emitiu um TCFA no dia seguinte.[141] Durante o dia seguinte, o JTWC iniciou alertas sobre o sistema e o classificou como ciclone tropical 18S.[142] A baixa flutuou lentamente para o sudoeste durante os próximos dias, embora o desenvolvimento tenha sido atrasado por condições ambientais desfavoráveis.[140] Quando as condições melhoraram, a baixa se desenvolveu em um ciclone tropical de categoria 1 e foi nomeado Ilsa.[140][143] No dia seguinte, ele se intensificou para um ciclone tropical severo de categoria 3, ao mesmo tempo em que foi atualizado para um ciclone tropical equivalente a categoria 2 no SSHWS.[144][145]

Mais tarde, no dia seguinte, o BoM avaliou que a tempestade atingiu ventos sustentados de dez minutos de 90 kn (170 km/h; 100 mph), classificando-o como um ciclone de categoria 4.[146] Em 13 de abril, o JTWC também avaliou que Ilsa atingiu uma intensidade equivalente a um ciclone tropical equivalente à categoria 4 na escala de furacões Saffir-Simpson.[147] Mais tarde naquele dia, Ilsa se fortaleceu ainda mais até seu pico de intensidade como um ciclone tropical equivalente à categoria 5 com ventos sustentados de 1 minuto de 140 kn (260 km/h; 160 mph).[148] Uma estação meteorológica automatizada em Rowley Shoals registrou rajadas de vento de até 127 kn (235 km/h; 146 mph).[149]

Mais tarde naquele mesmo dia, Ilsa tornou-se um ciclone tropical severo de categoria 5 com ventos sustentados de110 kn (200 km/h; 130 mph).[150] Uma velocidade de vento sustentada recorde de dez minutos de 218 km/h foi medido na Ilha Bedout, batendo o recorde anterior do ciclone George em 2007.[151] O ciclone atravessou a costa cerca de 120 km a nordeste de Port Hedland às 16:00 UTC, com ventos sustentados de115 kn (213 km/h; 132 mph).[152] Logo após o desembarque, o JTWC interrompeu os avisos no sistema.[153] Enquanto sobre a Austrália Ocidental, Ilsa enfraqueceu para um ciclone tropical de baixo custo com 95 kn (176 km/h; 109 mph) ventos.[154] Ilsa foi observada pela última vez em 15 de abril.[140]

Outros sistemas

[editar | editar código-fonte]

Em 15 de novembro, o BoM relatou uma baixa tropical fraca perto do sul da Indonésia.[155] O JTWC divulgou um TCFA afirmando que a baixa poderia se intensificar em breve e o chamou de Invest 94S.[7] No dia seguinte, o JTWC cancelou seu TCFA e reduziu suas chances para baixo.[156] Ele continuou a se mover para o leste antes de ser observado pela última vez em 24 de novembro.[157]

Em 30 de novembro, o BoM informou que uma fraca baixa tropical havia se desenvolvido ao longo de um vale no centro do Golfo de Carpentaria.[8] Em geral, moveu-se para sudeste antes de ser observado pela última vez pelo BoM em 2 de dezembro, perto da península ocidental do Cabo York.[158]

Em 13 de janeiro, o BoM observou o potencial de formação de uma baixa tropical no Mar de Coral oriental.[159] No dia seguinte, o Fiji Meteorological Service (FMS) designou o potencial baixo como Tropical Disturbance 05F, enquanto ainda estava na área de responsabilidade do BoM.[160] O 05F entrou brevemente na bacia do Pacífico Sul em 15 de janeiro,[161] antes de voltar para a região no final do mesmo dia.[162] Em 16 de janeiro, o BoM elevou 05F para uma baixa tropical fraca.[163] O JTWC emitiu um TCFA sobre o sistema em 17 de janeiro, afirmando que sua chance de se transformar em um ciclone tropical era alta.[164] Mais tarde naquele dia, saiu da bacia novamente e mudou-se para a bacia do Pacífico Sul.[165]

Em 15 de janeiro, o BoM notou o potencial de formação de outra baixa tropical, desta vez no norte do Mar de Coral, dentro de um vale de monção que se esperava formar.[166] Dois dias depois, a agência informou que a baixa tropical havia se formado e deu a ela uma grande chance de se transformar em um ciclone tropical dentro da bacia.[167] O JTWC posteriormente emitiu um TCFA no dia seguinte.[168] Continuando para o sudeste,[169] a baixa tropical então saiu da bacia e entrou na bacia do Pacífico Sul em 20 de janeiro, onde foi imediatamente designada como Depressão Tropical 06F pelo FMS.[170]

Em 17 de fevereiro, o BoM informou que uma fraca baixa tropical havia se formado, dentro de um vale, ao sul da Indonésia.[171] Foi anotado pela última vez no dia seguinte.[172]

Em 14 de abril, o BoM começou a destacar em seus boletins diários que uma fraca baixa tropical estava se formando perto das Ilhas Salomão.[173] A baixa tropical mais tarde saiu da bacia e entrou na bacia do Pacífico Sul, onde foi designada como Perturbação Tropical 13F pelo FMS.[174]

Em 30 de abril, uma fraca baixa tropical a sudeste da Ilha Christmas foi notada pelo BoM em seus boletins diários.[175] As condições ambientais não eram favoráveis para um maior desenvolvimento da baixa à medida que seguia para o oeste.[176] A baixa tropical foi notada pela última vez como tendo enfraquecido no vale em 2 de maio.[177]

Nomes das tempestades

[editar | editar código-fonte]

BOM da Austrália

[editar | editar código-fonte]

O Australian Bureau of Meteorology (TCWC Melbourne) monitora todos os ciclones tropicais que se formam na região australiana, incluindo qualquer um dentro das áreas de responsabilidade do TCWC Jakarta ou TCWC Port Moresby. Se uma baixa tropical atingir a força do ciclone tropical dentro da área de responsabilidade do BM, será atribuído o próximo nome da lista de nomenclatura a seguir. Os nomes que foram usados para a temporada 2022–23 estão listados abaixo:

O TCWC Jakarta monitora os ciclones tropicais do Equador até 11S e de 90E a 145E. Se uma Depressão Tropical atingir a força do Ciclone Tropical dentro da Área de Responsabilidade do TCWC Jacarta, será atribuído o próximo nome da lista a seguir: [178]

  • Anggrek (sem usar)
  • Bakung (sem usar)
  • Cempaka (sem usar)
  • Dahlia (sem usar)
  • Flamboyan (sem usar)
  • Lili (sem usar)

TCWC Port Moresby

[editar | editar código-fonte]

Os ciclones tropicais que se desenvolvem ao norte de 11°S entre 151°E e 160°E são nomeados pelo Tropical Cyclone Warning Center em Porto Moresby, Papua-Nova Guiné. A formação de ciclones tropicais nesta área é rara, sem nomes de ciclones desde 2007[179] Como os nomes são atribuídos em ordem aleatória, a lista completa é mostrada abaixo:

  • Hibu (sem usar)
  • Ila (sem usar)
  • Kama (sem usar)
  • Lobu (sem usar)
  • Maila (sem usar)
  • Alu (sem usar)
  • Buri (sem usar)
  • Dodo (sem usar)
  • Emau (sem usar)
  • Fere (sem usar)

Efeitos sazonais

[editar | editar código-fonte]
Tabela da temporada de ciclones na Austrália de 2022-2023
Nome Datas ativo Classificação máxima Velocidade de vento
sustentados
Pressão Áreas afetadas Danos
(USD)
Fatalidades Refs
01U 28–31 de julho Baixa tropical 75 km/h (45 mph) 994 hPa (29.4 inHg) Ilhas Cocos Não divulgado Não divulgado
02U 1–5 de novembro Baixa tropical Não especificado 1004 hPa (29.6 inHg) Não divulgado Não divulgado
TL 30 novembro - 2 dezembro Baixa tropical Não especificado 1001 hPa (29.6 inHg) Península de Cabo York Nenhum &-1-1-1-1-1-1-1-1-1-1-1-1-1-1-1-1.000000
Darian 13–21 de dezembro Ciclone tropical severa categoria 5 220 km/h (140 mph) 920 hPa (27 inHg) Ilhas Cocos Nenhum Nenhum
Ellie 20 dezembro - 21 janeiro Ciclone tropical categoria 1 75 km/h (45 mph) 986 hPa (29.1 inHg) Território do Norte, Austrália Ocidental Desconhecido Nenhum
Hale 6–7 de janeiro Baixa tropical 260 km/h (160 mph) 994 hPa (29.4 inHg) Nenhum Nenhum Nenhum
Irene 16-jan. – 17-jan. Baixa tropical Não especificado 999 hPa (29.5 inHg) Nenhum Nenhum 0
06F 18-jan. – 20-jan. Baixa tropical Não especificao 996 hPa (29.4 inHg) Nenhum Nenhum 0
10U 22-jan. – 26-jan. Baixa tropical N/A 1,001 hPa (29.6 inHg) Território do Norte Nenhum 0
Dingani 27-jan. – 9-fev. Baixa tropical 30 kn (56 km/h; 35 mph) 997 hPa (29.4 inHg) Ilhas Coco Nenhum 0
12U 31-jan. – 4-fev. Baixa tropical N/A 1,002 hPa (29.6 inHg) Nenhum Nenhum 0
Freddy 5-fev. – 14-fev. Categoria 4 100 kn (190 km/h; 120 mph) 941 hPa (27.8 inHg) Pequenas Ilhas da Sonda Nenhum 0
Gabrielle 6-fev. – 10-fev. Categoria 3 80 kn (150 km/h; 92 mph) 958 hPa (28.3 inHg) Nenhum Nenhum 0 [180]
15U 11-fev. – 17-fev. Baixa tropical 25 kn (46 km/h; 29 mph) 997 hPa (29.4 inHg) Território do Norte Nenhum 0
TL 17-fev. – 18-fev. Baixa tropical N/A 1,004 hPa (29.6 inHg) Nenhum Nenhum 0
16U 23-fev. – 10-mar. Baixa tropical N/A 995 hPa (29.4 inHg) Austrália Ocidental, Território do Norte Nenhum 0
17U 24-fev. – 27-fev. Baixa tropical N/A 999 hPa (29.5 inHg) Território do Norte Nenhum 0
Kevin 27-fev. – 1-mar. Baixa tropical 30 kn (56 km/h; 35 mph) 998 hPa (29.5 inHg) Arquipélago de Louisiade Nenhum 0
20U 25-mar. – 30-mar. Baixa tropical N/A 1,005 hPa (29.7 inHg) Nenhum Nenhum 0
Herman 28-mar. – 2-abr. Categoria 5 110 kn (200 km/h; 130 mph) 935 hPa (27.6 inHg) Ilhas Coco Nenhum 0
22U 30-mar. – 2-abr. Baixa tropical N/A N/A Nenhum Nenhum 0
Ilsa 5-abr. – - Categoria 5 115 kn (213 km/h; 132 mph) 928 hPa (27.4 inHg) Maluku, Pequenas Ilhas da Sonda, Território do Norte, Austrália Ocidental >27 milhões 8 [22][181][182]
TL 14-abr. – 15-abr. Baixa tropical N/A N/A Ilhas Salomão Nenhum 0
TL 30-abr. – 2-maio Baixa tropical N/A N/A Ilha Natal Nenhum 0
Totais da temporada
25 sistemas 26 julho 2022- presente 120 920 >27 milhões 8
  1. a b c d e f g h i «Australian Tropical Cyclone Outlook for 2022 to 2023». Bureau of Meteorology. 10 de outubro de 2022. Consultado em 1 de novembro de 2022. Cópia arquivada em 10 de novembro de 2022 
  2. a b c d «South Pacific Tropical Cyclone Outlook for 2022 to 2023». Bureau of Meteorology. 12 de outubro de 2022. Consultado em 1 de novembro de 2022. Cópia arquivada em 1 de novembro de 2022 
  3. a b «2022-23 Southwest Pacific Tropical Cyclone Outlook» (PDF) (em inglês). National Institute of Water and Atmospheric Research. 11 de outubro de 2022. Consultado em 1 de novembro de 2022. Cópia arquivada (PDF) em 1 de novembro de 2022 
  4. «Tropical Cyclone Seasonal Outlook for Northwest Australia». Bureau of Meteorology. 10 de outubro de 2022. Consultado em 1 de novembro de 2022. Cópia arquivada em 1 de novembro de 2022 
  5. a b c d e f g Courtney, Joe; Boterhoven, Matt. Unnamed Tropical Cyclone 01U (PDF) (Relatório). Bureau of Meteorology. Cópia arquivada (PDF) em 31 de outubro de 2022 
  6. a b Prognostic Reasoning for Ciclone tropical 04S (Four) Warning No. 2 (Relatório). United States Joint Typhoon Warning Center. 4 de novembro de 2022. Consultado em 4 de novembro de 2022. Arquivado do original em 4 de novembro de 2022 
  7. a b «Current Southern Hemisphere Tropical Systems Tropical Cyclone Formation Alert WTXS21 Issued at 16/0300Z (Invest 94S)». JTWC (em inglês). 16 de novembro de 2022. Consultado em 16 de novembro de 2022. Cópia arquivada em 16 de novembro de 2022 
  8. a b Tropical Cyclone Outlook for the Northern Region, including the Gulf of Carpentaria issued at 2:15 pm CST on Wednesday 30 November 2022 (Relatório). Australian Bureau of Meteorology. 30 de novembro de 2022 
  9. a b Tropical Cyclone Advice No. 7 (NT) (Relatório). Australian Bureau of Meteorology. 22 de dezembro de 2022. Cópia arquivada em 22 de dezembro de 2022 
  10. a b «Tropical Cyclone Ellie expected to weaken after crossing Northern Territory coastline overnight». ABC News (em inglês). 22 de dezembro de 2022. Consultado em 23 de dezembro de 2022. Cópia arquivada em 23 de dezembro de 2022 
  11. a b CICLONE TROPICAL 06S (Ellie) Warning No. 3 (Relatório). United States Joint Typhoon Warning Center. 22 de dezembro de 2022. Consultado em 22 de dezembro de 2022. Arquivado do original em 22 de dezembro de 2022 
  12. a b Tropical Cyclone Technical Bulletin (Northern Region) (Relatório). Australian Bureau of Meteorology. 23 de dezembro de 2022. Cópia arquivada em 23 de dezembro de 2022 
  13. a b Miskelly, Jess (2 de janeiro de 2023). «What's going on with Ex-Tropical Cyclone Ellie?». Weatherzone. Consultado em 3 de janeiro de 2023. Cópia arquivada em 2 de janeiro de 2023 
  14. a b Tropical Cyclone Outlook for the Western Region issued at 2:00 pm WST on Thursday 29 December 2022 (Relatório). Australian Bureau of Meteorology. 29 de dezembro de 2022. Cópia arquivada em 29 de dezembro de 2022 
  15. a b Tropical Cyclone Outlook for the Western Region issued at 2:00 pm WST on Sunday 1 January 2023 (Relatório). Australian Bureau of Meteorology. 1 de janeiro de 2023. Cópia arquivada em 1 de janeiro de 2023 
  16. a b Updated Tropical Cyclone Outlook for the Western Region Issued at 2:28 pm WST on Wednesday 4 January 2023 (Relatório). Australian Bureau of Meteorology. 4 de janeiro de 2023. Cópia arquivada em 5 de janeiro de 2023 
  17. Tropical Cyclone Outlook for the Western Region issued at 2:07 pm WST on Friday 27 January 2023 (Relatório). Australian Bureau of Meteorology. 27 de janeiro de 2023. Cópia arquivada em 27 de janeiro de 2023 
  18. a b Tropical Cyclone Forecast Track Map for Tropical Cyclone Gabriellie (13U) (Relatório). Australian Bureau of Meteorology. 8 de fevereiro de 2023. Cópia arquivada em 6 de fevereiro de 2023 
  19. a b Prognostic Reasoning for Ciclone tropical 11S (Freddy) Warning No. 6 (Relatório). United States Joint Typhoon Warning Center. 7 de fevereiro de 2023. Consultado em 7 de fevereiro de 2023. Arquivado do original em 7 de fevereiro de 2023 
  20. a b Prognostic Reasoning for Ciclone tropical 11S (Freddy) Warning No. 19 (Relatório). United States Joint Typhoon Warning Center. 12 de fevereiro de 2023. Consultado em 12 de fevereiro de 2023. Arquivado do original em 12 de fevereiro de 2023 
  21. a b «Tropical Cyclone Technical Bulletin (Western Region)». Australian Bureau of Meteorology. 31 de março de 2023. Consultado em 2 de abril de 2023. Cópia arquivada em 2 de abril de 2023 
  22. a b «The Australian Tropical Cyclone Database» (CSV). Australian Bureau of Meteorology.  Está disponível um guia sobre como ler a base de dados aqui.
  23. Tropical Cyclone Formation Alert (Invest 95S) (Relatório). United States Joint Typhoon Warning Center. 28 de julho de 2022. Consultado em 28 de julho de 2022. Arquivado do original em 28 de julho de 2021 
  24. Prognostic Reasoning for Ciclone tropical 01S (One) Warning No. 1 (Relatório). United States Joint Typhoon Warning Center. 28 de julho de 2022. Consultado em 28 de julho de 2022. Arquivado do original em 22 de julho de 2022 
  25. CICLONE TROPICAL 01S (One) Warning No. 6 (Relatório). United States Joint Typhoon Warning Center. 31 de julho de 2022. Consultado em 31 de julho de 2022. Arquivado do original em 31 de outubro de 2022 
  26. «Tropical Cyclone Outlook for the Western Region». Australian Bureau of Meteorology. 1 de novembro de 2022. Consultado em 2 de novembro de 2022. Cópia arquivada em 2 de novembro de 2022 
  27. Significant Tropical Weather Advisory for the Indian Ocean, 2 de novembro de 2022 (Relatório). United States Joint Typhoon Warning Center. 2 de novembro de 2022. Consultado em 2 de novembro de 2022. Arquivado do original em 2 de novembro de 2022 
  28. «Tropical Cyclone Outlook for the Western Region». Australian Bureau of Meteorology. 2 de novembro de 2022. Consultado em 2 de novembro de 2022. Cópia arquivada em 2 de novembro de 2022 
  29. a b «Tropical Cyclone Outlook for the Western Region». Australian Bureau of Meteorology. 3 de novembro de 2022. Consultado em 3 de novembro de 2022. Cópia arquivada em 3 de novembro de 2022 
  30. Tropical Cyclone Formation Alert (Invest 93S) (Relatório). United States Joint Typhoon Warning Center. 3 de novembro de 2022. Consultado em 3 de novembro de 2022. Arquivado do original em 3 de novembro de 2022 
  31. CICLONE TROPICAL 04S (Four) Warning No. 1 (Relatório). United States Joint Typhoon Warning Center. 3 de novembro de 2022. Consultado em 3 de novembro de 2022. Arquivado do original em 3 de novembro de 2022 
  32. «Tropical Cyclone Outlook for the Western Region». Australian Bureau of Meteorology. 4 de novembro de 2022. Consultado em 4 de novembro de 2022. Cópia arquivada em 4 de novembro de 2022 
  33. «Tropical Cyclone Outlook for the Western Region». Australian Bureau of Meteorology. 5 de novembro de 2022. Consultado em 2 de novembro de 2022. Arquivado do original em 5 de novembro de 2022 
  34. Tropical Depression 03 Warning Number (1/3/20222023) (PDF) (Relatório). Météo-France. 5 de novembro de 2022. Cópia arquivada (PDF) em 5 de novembro de 2022 
  35. Bulletin for Cyclonic Activity and Significant Tropical Weather in the Southwest Indian Ocean (PDF) (Relatório). Météo-France. 5 de novembro de 2022. Cópia arquivada (PDF) em 5 de novembro de 2022 
  36. Tropical Cyclone Outlook for the Western Region issued at 2:00 pm WST on Tuesday 13 December 2022 (Relatório). Australian Bureau of Meteorology. 13 de dezembro de 2022. Cópia arquivada em 13 de dezembro de 2022 
  37. Tropical Cyclone Technical Bulletin for Tropical Low 05U issued at 04:10 UTC on Sunday 18 December 2022 (Relatório). Australian Bureau of Meteorology. 18 de dezembro de 2022. Cópia arquivada em 18 de dezembro de 2022 
  38. Tropical Cyclone Formation Alert (Invest 98S) (Relatório). United States Joint Typhoon Warning Center. 17 de dezembro de 2022. Consultado em 17 de dezembro de 2022. Arquivado do original em 17 de dezembro de 2022 
  39. Tropical Cyclone Outlook for the Western Region issued at 2:00 pm WST on Sunday 18 December 2022 (Relatório). Australian Bureau of Meteorology. 18 de dezembro de 2022. Cópia arquivada em 18 de dezembro de 2022 
  40. CICLONE TROPICAL 05S (Darian) Warning No. 1 (Relatório). United States Joint Typhoon Warning Center. 18 de dezembro de 2022. Consultado em 18 de dezembro de 2022. Arquivado do original em 18 de dezembro de 2022 
  41. Tropical Cyclone Technical Bulletin (Western Region) (Relatório). Australian Bureau of Meteorology. 19 de dezembro de 2022. Cópia arquivada em 19 de dezembro de 2022 
  42. Tropical Cyclone Technical Bulletin (Western Region) (Relatório). Australian Bureau of Meteorology. 19 de dezembro de 2022. Cópia arquivada em 19 de dezembro de 2022 
  43. Prognostic Reasoning for Ciclone tropical 05S (Darian) Warning No. 4 (Relatório). United States Joint Typhoon Warning Center. 19 de dezembro de 2022. Consultado em 19 de dezembro de 2022. Arquivado do original em 19 de dezembro de 2022 
  44. Prognostic Reasoning for Ciclone tropical 05S (Darian) Warning No. 6 (Relatório). United States Joint Typhoon Warning Center. 20 de dezembro de 2022. Consultado em 20 de dezembro de 2022. Arquivado do original em 20 de dezembro de 2022 
  45. Tropical Cyclone Technical Bulletin (Western Region) (Relatório). Australian Bureau of Meteorology. 20 de dezembro de 2022. Cópia arquivada em 19 de dezembro de 2022 
  46. Prognostic Reasoning for Ciclone tropical 05S (Darian) Warning No. 7 (Relatório). United States Joint Typhoon Warning Center. 20 de dezembro de 2022. Consultado em 20 de dezembro de 2022. Arquivado do original em 20 de dezembro de 2022 
  47. Tropical Cyclone Technical Bulletin (Western Region) (Relatório). Australian Bureau of Meteorology. 21 de dezembro de 2022. Cópia arquivada em 21 de dezembro de 2022 
  48. Very Intense Tropical Cyclone 04 (Darian) Warning Number (2/4/20222023) (PDF) (Relatório). Météo-France. 21 de dezembro de 2022. Cópia arquivada (PDF) em 21 de dezembro de 2022 
  49. Tropical Cyclone Technical Bulletin (Western Region) (Relatório). Australian Bureau of Meteorology. 21 de dezembro de 2022. Cópia arquivada em 21 de dezembro de 2022 
  50. a b c Courtney, Joe; Paterson, Linda. Tropical Cyclone Ellie (PDF) (Relatório). Bureau of Meteorology. Cópia arquivada (PDF) em 23 de abril de 2023 
  51. Tropical Cyclone Outlook for the Northern Region, including the Gulf of Carpentaria issued at 2:15 pm CST on Tuesday 20 December 2022 (Relatório). Australian Bureau of Meteorology. 20 de dezembro de 2022. Cópia arquivada em 20 de dezembro de 2022 
  52. Significant Tropical Weather Advisory for the Indian Ocean, 21 de dezembro de 2022 (Relatório). United States Joint Typhoon Warning Center. 21 de dezembro de 2022. Consultado em 21 de dezembro de 2022. Arquivado do original em 21 de dezembro de 2022 
  53. Significant Tropical Weather Advisory for the Indian Ocean, 21 de dezembro de 2022 (Relatório). United States Joint Typhoon Warning Center. 21 de dezembro de 2022. Consultado em 21 de dezembro de 2022. Arquivado do original em 21 de dezembro de 2022 
  54. Tropical Cyclone Formation Alert (Invest 90S) (Relatório). United States Joint Typhoon Warning Center. 22 de dezembro de 2022. Consultado em 22 de dezembro de 2022. Arquivado do original em 22 de dezembro de 2022 
  55. Tropical Cyclone Technical Bulletin (Northern Region) (Relatório). Australian Bureau of Meteorology. 22 de dezembro de 2022. Cópia arquivada em 22 de dezembro de 2022 
  56. Prognostic Reasoning for Ciclone tropical 06S (Six) Warning No. 1 (Relatório). United States Joint Typhoon Warning Center. 22 de dezembro de 2022. Consultado em 22 de dezembro de 2022. Arquivado do original em 22 de dezembro de 2022 
  57. Tropical Cyclone Forecast Track Map (Tropical Cyclone Ellie) (Relatório). Australian Bureau of Meteorology. 22 de dezembro de 2022. Cópia arquivada em 22 de dezembro de 2022 
  58. a b Spina-Matthews, Sarah (9 de janeiro de 2023). «Remote NT communities remain cut off by floodwaters as Timber Creek region mayor calls for new evacuation plan». ABC News. Australian Broadcasting Corporation. Consultado em 12 de janeiro de 2023. Cópia arquivada em 12 de janeiro de 2023 
  59. Spina-Matthews, Sarah (22 de dezembro de 2022). «Bureau of Meteorology issues tropical cyclone warning for Northern Territory and Western Australia». ABC News. Consultado em 22 de dezembro de 2022. Cópia arquivada em 22 de dezembro de 2022 
  60. Davis, Miriah (22 de dezembro de 2022). «Tropical Cyclone Ellie makes NT landfall». skynews (em inglês). Consultado em 23 de dezembro de 2022. Cópia arquivada em 23 de dezembro de 2022 
  61. Australian Associated Press (24 de dezembro de 2022). «One in 50-year flood lashes remote NT town». Yahoo! News. Consultado em 4 de janeiro de 2023. Cópia arquivada em 4 de janeiro de 2023 
  62. Ciccarelli, Rafaella (3 de janeiro de 2023). «Emergency situation declared in Western Australia as outback transforms into inland sea». Nine News. Consultado em 3 de janeiro de 2023. Cópia arquivada em 3 de janeiro de 2023 
  63. «Flooding impacts continue in Western Australia as Ex-Tropical Cyclone Ellie moves to the southern Kimberley region». Bureau of Meteorology. 5 de janeiro de 2023. Consultado em 7 de janeiro de 2023. Cópia arquivada em 6 de janeiro de 2023 
  64. a b c Eccles, David (9 de janeiro de 2023). «'Massive' cost to repair flood damage». InDaily. Consultado em 12 de janeiro de 2023. Cópia arquivada em 12 de janeiro de 2023 
  65. «Australia flood crisis: 'Once in a century'» (video + text). BBC News. 9 de janeiro de 2023. Consultado em 12 de janeiro de 2023. Cópia arquivada em 12 de janeiro de 2023 
  66. Tropical Cyclone Outlook for the Coral Sea issued at 2:30 pm EST on Saturday 31 December 2022 (Relatório). Australian Bureau of Meteorology. 31 de dezembro de 2022. Cópia arquivada em 6 de janeiro de 2023 
  67. Tropical Cyclone Outlook for the Coral Sea issued at 2:34 pm EST on Tuesday 3 January 2023 (Relatório). Australian Bureau of Meteorology. 3 de janeiro de 2023. Cópia arquivada em 6 de janeiro de 2023 
  68. Tropical Cyclone Outlook for the Coral Sea issued at 2:30 pm EST on Friday 6 January 2023 (Relatório). Australian Bureau of Meteorology. 6 de janeiro de 2023. Cópia arquivada em 6 de janeiro de 2023 
  69. Significant Tropical Weather Advisory for the Western and South Pacific Oceans Reissued (Relatório). Joint Typhoon Warning Center. 6 de janeiro de 2023. Arquivado do original em 16 de fevereiro de 2023 
  70. Tropical Cyclone Formation Alert (Invest 93P) (Relatório). United States Joint Typhoon Warning Center. 6 de janeiro de 2023. Consultado em 6 de janeiro de 2023. Arquivado do original em 6 de janeiro de 2023 
  71. Prognostic Reasoning for Ciclone tropical 07P (Seven) Warning No. 1 (Relatório). United States Joint Typhoon Warning Center. 6 de janeiro de 2023. Consultado em 6 de janeiro de 2023. Arquivado do original em 6 de janeiro de 2023 
  72. Eastern Region Tropical Cyclone Technical Bulletin (Tropical Low 07U) (Relatório). Australian Bureau of Meteorology. 7 de janeiro de 2023. Cópia arquivada em 7 de janeiro de 2023 
  73. Eastern Region Tropical Cyclone Technical Bulletin (Tropical Low 07U) (Relatório). Australian Bureau of Meteorology. 7 de janeiro de 2023. Cópia arquivada em 7 de janeiro de 2023 
  74. Tropical Cyclone Outlook for the Northern Region, including the Gulf of Carpentaria issued at 2:15 pm CST on Thursday 19 January 2023 (Relatório). Australian Bureau of Meteorology. 19 de janeiro de 2023. Cópia arquivada em 23 de janeiro de 2023 
  75. Tropical Cyclone Outlook for the Northern Region, including the Gulf of Carpentaria issued at 2:17 pm CST on Saturday 21 January 2023 (Relatório). Australian Bureau of Meteorology. 21 de janeiro de 2023. Cópia arquivada em 23 de janeiro de 2022 
  76. Tropical Cyclone Outlook for the Northern Region, including the Gulf of Carpentaria issued at 2:29 pm CST on Sunday 22 January 2023 (Relatório). Australian Bureau of Meteorology. 22 de janeiro de 2023. Cópia arquivada em 23 de janeiro de 2022 
  77. Tropical Cyclone Outlook for the Northern Region, including the Gulf of Carpentaria issued at 2:15 pm CST on Tuesday 24 January 2023 (Relatório). Australian Bureau of Meteorology. 24 de janeiro de 2023. Cópia arquivada em 24 de janeiro de 2023 
  78. Tropical Cyclone Outlook for the Western Region issued at 2:00 pm WST on Thursday 26 January 2023 (Relatório). Australian Bureau of Meteorology. 26 de janeiro de 2023. Cópia arquivada em 27 de janeiro de 2023 
  79. Tropical Cyclone Report: Tropical Low 11U (pre-Severe Tropical Cyclone Dingani) (Relatório). Australian Bureau of Meteorology. Cópia arquivada em 23 de abril de 2023 
  80. Tropical Cyclone Outlook for the Western Region issued at 2:00 pm WST on Monday 30 January 2023 (Relatório). Australian Bureau of Meteorology. 30 de janeiro de 2023. Cópia arquivada em 3 de fevereiro de 2023 
  81. Tropical Cyclone Outlook for the Western Region issued at 2:00 pm WST on Tuesday 31 January 2023 (Relatório). Australian Bureau of Meteorology. 31 de janeiro de 2023. Cópia arquivada em 3 de fevereiro de 2023 
  82. Tropical Cyclone Outlook for the Western Region issued at 2:00 pm WST on Wednesday 1 February 2023 (Relatório). Australian Bureau of Meteorology. 1 de fevereiro de 2023. Cópia arquivada em 3 de fevereiro de 2023 
  83. Tropical Cyclone Outlook for the Western Region issued at 2:00 pm WST on Friday 3 February 2023 (Relatório). Australian Bureau of Meteorology. 3 de fevereiro de 2023. Cópia arquivada em 3 de fevereiro de 2023 
  84. Tropical Cyclone Outlook for the Western Region issued at 2:00 pm WST on Sarurday 4 February 2023 (Relatório). Australian Bureau of Meteorology. 4 de fevereiro de 2023. Cópia arquivada em 4 de fevereiro de 2023 
  85. a b c d Tropical Cyclone Report: Severe Tropical Cyclone Freddy (Relatório). Australian Bureau of Meteorology. Cópia arquivada em 23 de março de 2023 
  86. Tropical Cyclone Formation Alert (Invest 97S) (Relatório). United States Joint Typhoon Warning Center. 6 de fevereiro de 2023. Consultado em 6 de fevereiro de 2023. Arquivado do original em 6 de fevereiro de 2023 
  87. CICLONE TROPICAL 11S (Eleven) Warning No. 1 (Relatório). United States Joint Typhoon Warning Center. 6 de fevereiro de 2023. Consultado em 6 de fevereiro de 2023. Arquivado do original em 6 de fevereiro de 2023 
  88. Tropical Cyclone Forecast Track Map 2 for Tropical Cyclone Freddy (Relatório). Australian Bureau of Meteorology. 6 de fevereiro de 2023. Cópia arquivada em 6 de fevereiro de 2023 
  89. Tropical Cyclone Technical Bulletin (Western Region) (Relatório). Australian Bureau of Meteorology. 6 de fevereiro de 2023. Cópia arquivada em 6 de fevereiro de 2023 
  90. Prognostic Reasoning for Ciclone tropical 11S (Freddy) Warning No. 4 (Relatório). United States Joint Typhoon Warning Center. 7 de fevereiro de 2023. Consultado em 7 de fevereiro de 2023. Arquivado do original em 7 de fevereiro de 2023 
  91. «Tropical Cyclone Forecast Track Map for Tropical Cyclone Freddy». Australian Bureau of Meteorology. 7 de fevereiro de 2023. Consultado em 7 de fevereiro de 2023. Cópia arquivada em 7 de fevereiro de 2023 
  92. Prognostic Reasoning for Ciclone tropical 11S (Freddy) Warning No. 8 (Relatório). United States Joint Typhoon Warning Center. 8 de fevereiro de 2023. Consultado em 8 de fevereiro de 2023. Arquivado do original em 8 de fevereiro de 2023 
  93. «Tropical Cyclone Technical Bulletin (Western Region)». Australian Bureau of Meteorology. 9 de fevereiro de 2023. Consultado em 9 de fevereiro de 2023. Cópia arquivada em 9 de fevereiro de 2023 
  94. Prognostic Reasoning for Ciclone tropical 13S (Freddy) Warning No. 13 (Relatório). United States Joint Typhoon Warning Center. 9 de fevereiro de 2023. Consultado em 9 de fevereiro de 2023. Arquivado do original em 9 de fevereiro de 2023 
  95. «Tropical Cyclone Technical Bulletin (Western Region)». Australian Bureau of Meteorology. 11 de fevereiro de 2023. Consultado em 11 de fevereiro de 2023. Cópia arquivada em 11 de fevereiro de 2023 
  96. «Tropical Cyclone Technical Bulletin (Western Region)». Australian Bureau of Meteorology. 13 de fevereiro de 2023. Consultado em 13 de fevereiro de 2023. Cópia arquivada em 13 de fevereiro de 2023 
  97. «Tropical Cyclone Forecast Track Map for Severe Tropical Cyclone Freddy (13U)». Australian Bureau of Meteorology. 14 de fevereiro de 2023. Consultado em 14 de fevereiro de 2023. Cópia arquivada em 14 de fevereiro de 2023 
  98. Tropical Cyclone Report: Severe Tropical Cyclone Gabrielle (Relatório). Australian Bureau of Meteorology. Cópia arquivada em 23 de abril de 2023 
  99. Significant Tropical Weather Advisory for the Western and South Pacific Oceans, 6 de fevereiro de 2023 (Relatório). United States Joint Typhoon Warning Center. 6 de fevereiro de 2023. Consultado em 6 de fevereiro de 2023. Arquivado do original em 6 de fevereiro de 2023 
  100. «Tropical Cyclone Technical Bulletin (Eastern Region)». Australian Bureau of Meteorology. 7 de fevereiro de 2023. Consultado em 7 de fevereiro de 2023. Cópia arquivada em 7 de fevereiro de 2023 
  101. Tropical Cyclone Formation Alert (Invest 99P) (Relatório). United States Joint Typhoon Warning Center. 7 de fevereiro de 2023. Consultado em 7 de fevereiro de 2023. Arquivado do original em 7 de fevereiro de 2023 
  102. Prognostic Reasoning for Ciclone tropical 12P (Twelve) Warning No. 01 (Relatório). United States Joint Typhoon Warning Center. 8 de fevereiro de 2023. Consultado em 8 de fevereiro de 2023. Arquivado do original em 8 de fevereiro de 2023 
  103. «Tropical Cyclone Technical Bulletin (Eastern Region)». Australian Bureau of Meteorology. 8 de fevereiro de 2023. Consultado em 8 de fevereiro de 2023. Cópia arquivada em 8 de fevereiro de 2023 
  104. Prognostic Reasoning for Ciclone tropical 12P (Gabrielle) Warning No. 6 (Relatório). United States Joint Typhoon Warning Center. 9 de fevereiro de 2023. Consultado em 9 de fevereiro de 2023. Arquivado do original em 9 de fevereiro de 2023 
  105. «Tropical Cyclone Technical Bulletin (Eastern Region)». Australian Bureau of Meteorology. 9 de fevereiro de 2023. Consultado em 9 de fevereiro de 2023. Cópia arquivada em 8 de fevereiro de 2023 
  106. «Hurricane Warning 05 for Severe Tropical Cyclone Gabrielle». Fiji Meteorological Service. 10 de fevereiro de 2023. Consultado em 10 de fevereiro de 2023. Arquivado do original em 10 de fevereiro de 2023 
  107. «Tropical Cyclone Technical Bulletin (Eastern Region)». Australian Bureau of Meteorology. 10 de fevereiro de 2023. Consultado em 10 de fevereiro de 2023. Cópia arquivada em 10 de fevereiro de 2023 
  108. Prognostic Reasoning for Ciclone tropical 12P (Gabrielle) Warning No. 10 (Relatório). United States Joint Typhoon Warning Center. 10 de fevereiro de 2023. Consultado em 10 de fevereiro de 2023. Arquivado do original em 10 de fevereiro de 2023 
  109. Tropical Cyclone Outlook for the Northern Region, including the Gulf of Carpentaria issued at 2:15 pm CST on Saturday 11 February 2023 (Relatório). Australian Bureau of Meteorology. 11 de fevereiro de 2023. Cópia arquivada em 11 de fevereiro de 2023 
  110. Significant Tropical Weather Advisory for the Western and South Pacific Oceans, 12 de fevereiro de 2023 (Relatório). United States Joint Typhoon Warning Center. 12 de fevereiro de 2023. Consultado em 12 de fevereiro de 2023. Arquivado do original em 12 de fevereiro de 2023 
  111. Significant Tropical Weather Advisory for the Western and South Pacific Oceans, 13 de fevereiro de 2023 (Relatório). United States Joint Typhoon Warning Center. 13 de fevereiro de 2023. Consultado em 13 de fevereiro de 2023. Arquivado do original em 13 de fevereiro de 2023 
  112. Tropical Cyclone Outlook for the Northern Region, including the Gulf of Carpentaria issued at 5:11 pm CST on Monday 13 February 2023 (Relatório). Australian Bureau of Meteorology. 13 de fevereiro de 2023. Cópia arquivada em 13 de fevereiro de 2023 
  113. Tropical Cyclone Outlook for the Northern Region, including the Gulf of Carpentaria issued at 2:15 pm CST on Wednesday 15 February 2023 (Relatório). Australian Bureau of Meteorology. 15 de fevereiro de 2023. Cópia arquivada em 15 de fevereiro de 2023 
  114. Tropical Cyclone Outlook for the Northern Region, including the Gulf of Carpentaria issued at 2:15 pm CST on Friday 17 February 2023 (Relatório). Australian Bureau of Meteorology. 17 de fevereiro de 2023. Cópia arquivada em 22 de fevereiro de 2023 
  115. a b c d e f g h i j k l Tropical Cyclone Report: Tropical Low 16U (Relatório). Australian Bureau of Meteorology. Cópia arquivada em 23 de abril de 2023 
  116. Tropical Cyclone Outlook for the Western Region issued at 6:54 am WST on Sunday 26 February 2023 (Relatório). Australian Bureau of Meteorology. 26 de fevereiro de 2023. Cópia arquivada em 25 de fevereiro de 2023 
  117. Tropical Cyclone Outlook for the Northern Region, including the Gulf of Carpentaria issued at 6:01 pm CST on Monday 27 February 2023 (Relatório). Australian Bureau of Meteorology. 27 de fevereiro de 2023. Cópia arquivada em 28 de fevereiro de 2023 
  118. Tropical Cyclone Outlook for Coral Sea issued at 2:30 pm EST on Monday 27 February 2023 (Relatório). Australian Bureau of Meteorology. 27 de fevereiro de 2023. Cópia arquivada em 28 de fevereiro de 2023 
  119. Solomon Islands Special Advisory Number 4 issued at 0255 UTC on 27 February 2023 (Relatório). Australian Bureau of Meteorology. 27 de fevereiro de 2023. Cópia arquivada em 27 de fevereiro de 2023 
  120. Significant Tropical Weather Advisory for the Western and South Pacific Oceans, 27 de fevereiro de 2023 Reissued 1 (Relatório). United States Joint Typhoon Warning Center. 27 de fevereiro de 2023. Consultado em 27 de fevereiro de 2023. Arquivado do original em 27 de fevereiro de 2023 
  121. Tropical Cyclone Formation Alert (Invest 96P) (Relatório). United States Joint Typhoon Warning Center. 1 de março de 2023. Consultado em 1 de março de 2023. Arquivado do original em 1 de março de 2023 
  122. Tropical Disturbance Summary For area Equator to 25S, 160E to 120W issued at Mar 011502 UTC (Relatório). Fiji Meteorological Service. 1 de março de 2023. Cópia arquivada em 1 de março de 2023 
  123. a b c Tropical Cyclone Report: Severe Tropical Cyclone Herman (Relatório). Australian Bureau of Meteorology. Cópia arquivada em 6 de maio de 2023 
  124. Significant Tropical Weather Advisory for the Indian Ocean, 27 de março de 2023 (Relatório). United States Joint Typhoon Warning Center. 27 de março de 2023. Consultado em 27 de março de 2023. Arquivado do original em 27 de março de 2023 
  125. Tropical Cyclone Formation Alert (Invest 96S) (Relatório). United States Joint Typhoon Warning Center. 29 de março de 2023. Consultado em 29 de março de 2023. Arquivado do original em 29 de março de 2023 
  126. CICLONE TROPICAL 17S (Herman) Warning No. 01 (Relatório). United States Joint Typhoon Warning Center. 29 de março de 2023. Consultado em 29 de março de 2023. Arquivado do original em 29 de março de 2023 
  127. «Tropical Cyclone Technical Bulletin (Western Region)». Australian Bureau of Meteorology. 29 de março de 2023. Consultado em 29 de março de 2023. Cópia arquivada em 8 de fevereiro de 2023 
  128. «Tropical Cyclone Technical Bulletin (Western Region)». Australian Bureau of Meteorology. 29 de março de 2023. Consultado em 2 de abril de 2023. Cópia arquivada em 2 de abril de 2023 
  129. «Tropical Cyclone Technical Bulletin (Western Region)». Australian Bureau of Meteorology. 30 de março de 2023. Consultado em 2 de abril de 2023. Cópia arquivada em 2 de abril de 2023 
  130. Prognostic Reasoning for Ciclone tropical 17S (Herman) Warning No. 15 (Relatório). United States Joint Typhoon Warning Center. 1 de abril de 2023. Consultado em 1 de abril de 2023. Arquivado do original em 1 de abril de 2023 
  131. «Tropical Cyclone Technical Bulletin (Western Region)». Australian Bureau of Meteorology. 30 de março de 2023. Consultado em 2 de abril de 2023. Cópia arquivada em 2 de abril de 2023 
  132. CICLONE TROPICAL 17S (Herman) Warning No. 09 (Relatório). United States Joint Typhoon Warning Center. 31 de março de 2023. Consultado em 31 de março de 2023. Arquivado do original em 31 de março de 2023 
  133. «Tropical Cyclone Technical Bulletin (Western Region)». Australian Bureau of Meteorology. 31 de março de 2023. Consultado em 2 de abril de 2023. Cópia arquivada em 2 de abril de 2023 
  134. «Tropical Cyclone Technical Bulletin (Western Region)». Australian Bureau of Meteorology. 1 de abril de 2023. Consultado em 2 de abril de 2023. Cópia arquivada em 2 de abril de 2023 
  135. «Tropical Cyclone Technical Bulletin (Western Region)». Australian Bureau of Meteorology. 2 de abril de 2023. Consultado em 2 de abril de 2023. Cópia arquivada em 2 de abril de 2023 
  136. «Tropical Cyclone Technical Bulletin (Western Region)». Australian Bureau of Meteorology. 2 de abril de 2023. Consultado em 2 de abril de 2023. Cópia arquivada em 2 de abril de 2023 
  137. CICLONE TROPICAL 17S (Herman) Warning No. 17 (Relatório). United States Joint Typhoon Warning Center. 2 de abril de 2023. Consultado em 2 de abril de 2023. Arquivado do original em 2 de abril de 2023 
  138. Tropical Cyclone Outlook for the Northern Region, including the Gulf of Carpentaria issued at 2:15 pm CST on Thursday 30 March 2023 (Relatório). Australian Bureau of Meteorology. 30 de março de 2023. Cópia arquivada em 4 de abril de 2023 
  139. Tropical Cyclone Outlook for the Western Region issued at 7:16 am WST on Sunday 2 April 2023 (Relatório). Australian Bureau of Meteorology. 2 de abril de 2023. Cópia arquivada em 4 de abril de 2023 
  140. a b c d Tropical Cyclone Report: Severe Tropical Cyclone Ilsa (Relatório). Australian Bureau of Meteorology 
  141. Tropical Cyclone Formation Alert (Invest 98S) (Relatório). United States Joint Typhoon Warning Center. 7 de abril de 2023. Consultado em 7 de abril de 2023. Arquivado do original em 7 de abril de 2023 
  142. Prognostic Reasoning for Tempestade tropical 18S (Eighteen) Warning No. 1 (Relatório). United States Joint Typhoon Warning Center. 8 de abril de 2023. Consultado em 8 de abril de 2023. Arquivado do original em 8 de abril de 2023 
  143. Tropical Cyclone Technical Bulletin (Western Region) (Relatório). Australian Bureau of Meteorology. 11 de abril de 2023. Cópia arquivada em 11 de abril de 2023 
  144. Tropical Cyclone Technical Bulletin (Western Region) (Relatório). Australian Bureau of Meteorology. 12 de abril de 2023. Cópia arquivada em 12 de abril de 2023 
  145. CICLONE TROPICAL 18S (Ilsa) Warning No. 15 (Relatório). United States Joint Typhoon Warning Center. 12 de abril de 2023. Consultado em 12 de abril de 2023. Arquivado do original em 12 de abril de 2023 
  146. Tropical Cyclone Forecast Track Map for Severe Tropical Cyclone Ilsa (Relatório). Australian Bureau of Meteorology. 13 de abril de 2023. Cópia arquivada em 6 de fevereiro de 2023 
  147. Prognostic Reasoning for Ciclone tropical 18S (Ilsa) Warning No. 18 (Relatório). United States Joint Typhoon Warning Center. 13 de abril de 2023. Consultado em 13 de abril de 2023. Arquivado do original em 12 de abril de 2023 
  148. «JTWC Best Track on Tropical Cyclone Ilsa (18S)». National Oceanic and Atmospheric Administration. Consultado em 14 de abril de 2023. Cópia arquivada em 14 de abril de 2023 
  149. «Severe Tropical Cyclone Ilsa to cross WA coast as powerful category five system». ABC News (em inglês). 13 de abril de 2023. Consultado em 13 de abril de 2023. Cópia arquivada em 13 de abril de 2023 
  150. «Tropical Cyclone Technical Bulletin (Western Region)». Australian Bureau of Meteorology. 13 de abril de 2023. Consultado em 13 de abril de 2023. Cópia arquivada em 13 de abril de 2023 
  151. Bureau of Meteorology, Western Australia [@BOM_WA]. «#CycloneIlsa has set a new preliminary Australian ten-minute sustained wind speed record of 218km/h at Bedout Island! Cyclone George was the previous record holder with 194km/h back in 2007 at the very same location!» (Tweet). Cópia arquivada em 13 de abril de 2023 – via Twitter  Em falta ou vazio |data= (ajuda)
  152. «Tropical Cyclone Technical Bulletin (Western Region)». Australian Bureau of Meteorology. 13 de abril de 2023. Consultado em 13 de abril de 2023. Cópia arquivada em 13 de abril de 2023 
  153. CICLONE TROPICAL 18S (Ilsa) Warning No. 21 (Relatório). United States Joint Typhoon Warning Center. 13 de abril de 2023. Consultado em 13 de abril de 2023. Arquivado do original em 14 de abril de 2023 
  154. «Tropical Cyclone Technical Bulletin (Western Region)». Australian Bureau of Meteorology. 13 de abril de 2023. Consultado em 13 de abril de 2023. Cópia arquivada em 13 de abril de 2023 
  155. «Tropical cyclone outlook for the Western Region (15 November 2022)». Bureau Of Meteorology (em inglês). 15 de novembro de 2022. Consultado em 16 de novembro de 2022. Cópia arquivada em 16 de novembro de 2022 
  156. Significant Tropical Weather Advisory for the Indian Ocean, 18 de novembro de 2022 (Relatório). United States Joint Typhoon Warning Center. 18 de novembro de 2022. Consultado em 18 de novembro de 2022. Arquivado do original em 18 de novembro de 2022 
  157. Significant Tropical Weather Advisory for the Indian Ocean, 24 de novembro de 2022 (Relatório). United States Joint Typhoon Warning Center. 24 de novembro de 2022. Consultado em 24 de novembro de 2022. Arquivado do original em 24 de novembro de 2022 
  158. Tropical Cyclone Outlook for the Northern Region, including the Gulf of Carpentaria issued at 2:15 pm CST on Friday 2 December 2022 (Relatório). Australian Bureau of Meteorology. 2 de dezembro de 2022 
  159. Tropical Cyclone Outlook for the Coral Sea issued at 2:30 pm EST on Friday 13 January 2023 (Relatório). Australian Bureau of Meteorology. 13 de janeiro de 2023. Cópia arquivada em 16 de janeiro de 2023 
  160. Tropical Disturbance Summary for area Equator to 25S, 160E to 120W (Relatório). Fiji Meteorological Service. 14 de janeiro de 2023. Cópia arquivada em 14 de janeiro de 2023 
  161. Tropical Disturbance Summary for area Equator to 25S, 160E to 120W (Relatório). Fiji Meteorological Service. 15 de janeiro de 2023. Cópia arquivada em 16 de janeiro de 2023 
  162. Tropical Disturbance Summary for area Equator to 25S, 160E to 120W (Relatório). Fiji Meteorological Service. 15 de janeiro de 2023. Cópia arquivada em 16 de janeiro de 2023 
  163. Tropical Cyclone Outlook for the Coral Sea issued at 2:36 pm EST on Monday 16 January 2023 (Relatório). Australian Bureau of Meteorology. 16 de janeiro de 2023. Cópia arquivada em 16 de janeiro de 2023 
  164. Tropical Cyclone Formation Alert (Invest 91P) (Relatório). United States Joint Typhoon Warning Center. 17 de janeiro de 2023. Consultado em 17 de janeiro de 2023. Arquivado do original em 17 de janeiro de 2023 
  165. Tropical Depression 05F Tropical Disturbance Advisory Number A1 (Relatório). Fiji Meteorological Service. 8 de janeiro de 2023. Cópia arquivada em 17 de janeiro de 2023 
  166. Tropical Cyclone Outlook for the Coral Sea issued at 2:30 pm EST on Sunday 15 January 2023 (Relatório). Australian Bureau of Meteorology. 15 de janeiro de 2023. Cópia arquivada em 16 de janeiro de 2023 
  167. Updated Tropical Cyclone Outlook for the Coral Sea issued at 1:50 pm EST on Wednesday 18 January 2023 (Relatório). Australian Bureau of Meteorology. 18 de janeiro de 2023. Cópia arquivada em 20 de janeiro de 2023 
  168. Tropical Cyclone Formation Alert (Invest 92P) (Relatório). United States Joint Typhoon Warning Center. 19 de janeiro de 2023. Consultado em 19 de janeiro de 2023 
  169. Tropical Cyclone Outlook for the Coral Sea (20 January 2023). Bureau of Meteorology (Relatório) (em inglês). Cópia arquivada em 20 de janeiro de 2023 
  170. Tropical Depression 06F Tropical Disturbance Advisory Number B1 (Relatório). Fiji Meteorological Service. 20 de janeiro de 2023. Cópia arquivada em 20 de janeiro de 2023 
  171. Tropical Cyclone Outlook for the Western Region issued at 2:00 pm WST on Friday 17 February 2023 (Relatório). Australian Bureau of Meteorology. 17 de fevereiro de 2023. Cópia arquivada em 22 de fevereiro de 2023 
  172. Tropical Cyclone Outlook for the Western Region issued at 2:00 pm WST on Saturday 18 February 2023 (Relatório). Australian Bureau of Meteorology. 18 de fevereiro de 2023. Cópia arquivada em 22 de fevereiro de 2023 
  173. Tropical Cyclone Outlook for The Coral Sea issued at 2:44 pm EST on Friday 14 April 2023 (Relatório). Australian Bureau of Meteorology. 14 de abril de 2023. Cópia arquivada em 14 de abril de 2023 
  174. Tropical Disturbance Summary For area Equator to 25S, 160E to 120W issued at Apr 151050 UTC (Relatório). Fiji Meteorological Service. 15 de abril de 2023. Cópia arquivada em 15 de abril de 2023 
  175. Tropical Cyclone Outlook for the Western Region issued at 2:00 pm WST on Sunday 30 April 2023 (Relatório). Australian Bureau of Meteorology. 30 de abril de 2023. Cópia arquivada em 30 de abril de 2023 
  176. Tropical Cyclone Outlook for the Western Region issued at 2:46 WST on Monday 1 May 2023 (Relatório). Australian Bureau of Meteorology. 1 de maio de 2023. Cópia arquivada em 2 de maio de 2023 
  177. Tropical Cyclone Outlook for the Western REgion issued at 2:04 WST on Tuesday 2 May 2023 (Relatório). Australian Bureau of Meteorology. 2 de maio de 2023. Cópia arquivada em 2 de maio de 2023 
  178. RA V Tropical Cyclone Committee (8 de outubro de 2020). Tropical Cyclone Operational Plan for the South-East Indian Ocean and the Southern Pacific Ocean 2020 (Relatório). World Meteorological Organization. pp. I–4–II–9 (9–21). Consultado em 10 de outubro de 2020 
  179. Gary Padgett (2008). «Monthly Global Tropical Cyclone Summary October». Australian Severe Weather. Consultado em 1 de julho de 2013. Arquivado do original em 4 de julho de 2013 
  180. «Severe Tropical Cyclone Gabrielle». Bureau of Meteorology. Consultado em 14 de abril de 2023 
  181. «Pardoo Roadhouse bears brunt of Ilsa on WA's Kimberley-Pilbara coast, with the severe tropical cyclone now downgraded». ABC News. 14 de abril de 2023. Consultado em 14 de abril de 2023. Cópia arquivada em 14 de abril de 2023 
  182. Murphy, Hannah; Barker, Anne; Brann, Matt; Bieundurry, Tallulah (3 de maio de 2023). «Indonesian fishermen who survived cyclone that killed eight off WA coast won't face charges» (em inglês). ABC News. Consultado em 10 de maio de 2023 

Ligações externas

[editar | editar código-fonte]
O Commons possui uma categoria com imagens e outros ficheiros sobre Temporada de ciclones na região da Austrália de 2022-2023