Temporada de ciclones no Índico Norte de 2009

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Temporada de ciclones no Índico Norte de 2009
2009 North Indian Ocean cyclone season summary.png
Primeiro sistema1 formado: Bijli - 14 de abril
Sistemas ativos1: 'Temporada encerrada'
Total de tempestades nomeadas: 4
Total de ciclones: 1
Grandes ciclones (Cat. 3+): 0
Tempestade mais forte: Aila - 968 mbar, 120 km/h (1 min)
Número de sistemas1 que atingiram terras emersas: 5
Danos totais: 618.4 milhões de dólares (Valores em 2009)
ECA Total:
Fatalidades confirmadas: No mínimo 340
1Inclui depressões tropicais e depressões subtropicais

A temporada de ciclones no Oceano Índico norte de 2009 foi um evento em andamento do ciclo anual de formação de ciclones tropicais. A temporada de ciclones no Oceano Índico não há limites específicos, embora a maioria dos ciclones tende a se formar em Abril e Dezembro, com picos em Maio e Novembro. Estas épocas do ano delimitam convencionalmente o período de cada ano quando a maioria dos ciclones tropical tende a se formar no Oceano Índico norte.

A temporada iniciou-se efetivamente em meados de abil, quando o ciclone Bijli formou-se no golfo de Bengala. Bijli causou seis fatalidades ao atingir a costa de Bangladesh dias depois. O ciclone Aila foi o mais intenso e o mais desastroso ciclone tropical da temporada, quando causou mais de 330 fatalidades também em Bangladesh no final de maio. O ciclone Phyan foi o único ciclone tropical dotado de nome no mar Arábico em 2009, e atingiu a costa da Índia, causado outras sete fatalidades. O ciclone Ward, que se formou em meados de dezembro, foi último ciclone da temporada, e causou apenas danos mínimos no Sri Lanka.

Tempestades[editar | editar código-fonte]

Tempestade ciclônica Bijli[editar | editar código-fonte]

Ver artigo principal: Ciclone Bijli

Bijli
01B
Tempestade ciclônica  (DMI)
Tempestade tropical (EFSS)
{{{image}}} Bijli 2009 track.png
Duração 14 de abril de 2009—17 de abril de 2009
Intensidade 50 nós (93 km/h, 58 mph) 1 min
40 nós (74 km/h, 46 mph) 3 min, 996 hPa (mbar)

Bijli formou-se de uma área de perturbações meteorológicas na região central do golfo de Bengala em 14 de abril. Com boas condições meteorológicas, o sistema continuou a se organizar, e se tornou uma depressão tropical profunda, segundo o Departamento Meteorológico da Índia (DMI), naquele mesmo dia.[1] Seguindo para noroeste, o sistema se tornou a tempestade ciclônica "Bijli" em 15 de abril.[2] Apesar das boas condições meteorológicas, Bijli não foi capaz de se intensificar rapidamente assim que seguia para noroeste, e depois para nordeste, seguindo paralelamente à costa da Índia e do Bangladesh. Bijli atingiu seu pico de intensidade em 17 de abri, com ventos máximos sustentados de 85 km/h, segundo o Joint Typhoon Warning Center,[3] ou 75 km/h, segundo o DMI. A partir de então, Bijli começou a se desorganizar assim que interagia com a costa, e o DMI desclassificou Bijli para uma depressão tropical profunda,[4] e para uma depressão tropical mais tarde naquele dia.[5] O ciclone fez landfall na costa sudeste de Bangladesh, perto da cidade de Chittagong, durante a tarde (UTC) de 17 de abril, com ventos de até 85 km/h, segundo o JTWC, ou 45 km/h, segundo o DMI.[6] Seguindo para leste-nordeste, Bijli rapidamente se enfraquecer assim que encontrou os terrenos montanhosos do norte do Mianmar e começou a se dissipar. Com isso, tanto o JTWC quanto o DMI[6] emitiram seus avisos finais sobre o sistema.[7]

Bijli causou estragos, principalmente na costa de Bangladesh. Pelo menos 700 residências foram destruídas e outras 2.300 foram danificadas pela força dos ventos do ciclone.[8] Cerca de 3.600 acres de plantações foram prejudicados.[8] Antes da chegada do ciclone, cerca de 200.000 pessoas saíram de suas residências para recorrer a abrigos de emergência, principalmente na cidade de Chittagong e nas localidades do Distrito de Cox's Bazar.[9][10][11] Seis pessoas morreram como consequência dos efeitos do ciclone em Bangladesh.[8]

Tempestade ciclônica severa Aila[editar | editar código-fonte]

Ver artigo principal: Ciclone Aila

Aila
02B
Tempestade ciclônica intensa  (DMI)
Categoria 1 (EFSS)
{{{image}}} Aila 2009 track.png
Duração 23 de maio de 2009—26 de maio de 2009
Intensidade 65 nós (120 km/h, 75 mph) 1 min
60 nós (111 km/h, 69 mph) 3 min, 968 hPa (mbar)

No final da noite de 21 de maio, uma área de perturbações meteorológicas começou a mostrar sinais de organização na região central do Golfo de Bengala.[12][13] Seguindo para norte, o sistema começou a se desenvolver gradualmente. Durante a manhã de 22 de maio, o Departamento Meteorológico da Índia classificou o sistema como a segunda depressão tropical da temporada.[14] No dia seguinte, o sistema se tornou uma depressão tropical profunda, segundo o DMI. Naquele momento, o Joint Typhoon Warning Center (JTWC) classificou o sistema como um ciclone tropical significativo, e lhe atribuiu a designação "02B".[13] O sistema continuou a se intensificar gradualmente, e o DMI classificou o sistema como a segunda tempestade ciclônica da temporada, atribuindo-lhe o nome "Aila".[15] Seguindo para o norte, Aila continuou a se intensificar, e se tornou a primeira tempestade ciclônica severa da temporada. Aila atingiu seu pico de intensidade na manhã (UTC) de 25 de maio, com ventos máximos sustentados de 110 km/h, segundo o DMI, ou 120 km/h, segundo o JTWC.

Logo em seguida, Aila fez landfall na costa da província indiana de Bengala Ocidental, perto da cidade de Calcutá, durante seu pico de intensidade.[16] Sobre terra, Aila começou a se enfraquecer rapidamente, e dissipou-se completamente no dia seguinte assim que encontrou a Cordilheira do Himalaia.

Os efeitos de Aila na Índia e em Bangladesh foram devastadores. Pelo menos 330 pessoas morreram diretamente pelos efeitos do ciclone na região.[17][18][19] Porém, mais de 8.200 pessoas ficaram desaparecidas. Mais de um milhão de pessoas ficaram desabrigadas,[19] e os prejuízos econômicos diretos passaram de 40 milhões de dólares.[20]

Depressão ARB 01[editar | editar código-fonte]

ARB 01
Depressão  (DMI)
{{{image}}} ARB 01 2009 track.png
Duração 23 de junho de 2009—26 de junho de 2009
Intensidade 25 nós (46 km/h, 29 mph) 3 min, 998 hPa (mbar)

No início da madrugada de 21 de junho, uma área de baixa pressão começou a mostrar sinais de organização a cerca de 675 km a sudoeste de Bombaim, Índia. Estando uma área de baixo cisalhamento do vento, o sistema continuou a se desenvolver gradualmente. O sistema continuou a se organizar sobre o Mar Arábico, e o Joint Typhoon Warning Center (JTWC) emitiu um Alerta de Formação de Ciclone Tropical (AFCT) sobre o sistema em 23 de junho. Naquele momento, o Departamento Meteorológico da Índia (DMI) classificou o sistema para a terceira depressão tropical da temporada, e o primeiro sistema a se formar no Mar Arábico. Seguindo para noroeste, a depressão fez landfall naquela tarde.

Sobre o estado indiano de Gujarat, a depressão se enfraqueceu, e o DMI desclassificou o sistema para uma área de baixa pressão e emitiu seu aviso final sobre o sistema. Porém, o sistema ganhou novamente o Mar Arábico, e se reintensificou para uma depressão, antes de atingir a costa do Paquistão e se dissipar definitavemnte.

As fortes tempestades associadas à depressão causaram nove mortes em Gujarat, Índia.[21][22] Em alguns pontos daquele estado, a precipitação acumulada ultrapassou 100 mm.[23]

Depressão profunda BOB 03[editar | editar código-fonte]

BOB 03
Depressão profunda  (DMI)
{{{image}}} BOB 03 2009 track.png
Duração 20 de julho de 2009—21 de julho de 2009
Intensidade 30 nós (56 km/h, 35 mph) 3 min, 988 hPa (mbar)

No início da madrugada de 20 de julho, o Departamento Meteorológico da Índia (DMI) começou a monitorar uma área de perturbações meteorológicas que cmeçou a mostrar sinais de organização no extremo norte do Golfo de Bengala naquele dia. Ainda em 20 de julho, o DMI classificou o sistema para a quarta depressão tropical da temporada. Seguindo lentamente para noroeste, a depressão se intensificou para uma depressão tropical profunda naquela tarde.

Horas depois, a depressão tropical profunda fez labdfall na costa do estado indiano de Bengala Ocidental, e começou a se enfraquecer rapidamente. O sistema se degenerou para uma área de baixa pressão remanescente no dia seguinte, e o DMI emitiu seu aviso final sobre o sistema.

Depressão profunda BOB 04[editar | editar código-fonte]

BOB 04
03B
Depressão profunda  (DMI)
Tempestade tropical (EFSS)
{{{image}}} 03B 2009 track.png
Duração 05 de setembro de 2009—07 de setembro de 2009
Intensidade 35 nós (65 km/h, 40 mph) 1 min
30 nós (56 km/h, 35 mph) 3 min, 990 hPa (mbar)

No início da madrugada (UTC) de 3 de setembro, o Departamento Meteorológico da Índia (DMI) informou que uma área de baixa pressão tinha se formadoem associação à monção ao largo da costa do estado indiano de Orissa.[24] No dia seguinte, o sistema começou a se organizar em torno de seu centro de circulação de baixos níveis, numa região de cisalhamento do vento moderado.[25][26] No início da madrugada (UTC) de 5 de setembro, a área de baixa pressão seguiu para uma região com cisalhamento do vento mais fraco, e o Joint Typhoon Warning Center (JTWC) emitiu um Alerta de Formação de Ciclone Tropical (AFCT) sobre o sistema, enquanto que o DMI informou que a área de baixa pressão havia se intensificado para uma depressão tropical.[27][28] Mais tarde naquele dia, o DMI classificou o sistema para uma depressão tropical profunda, enquanto que o JTWC classificou o sistema para um ciclone tropical significativo, atribuindo-lhe a designação "03B".[29][30] No entanto, o primeiro aviso do JTWC regular sobre o ciclone também era o último, já que o ciclone havia feito landfall perto da cidade de Digha, no estado indiano de Bengala Ocidental.[30][31] Contudo, o DMI manteve os avisos regulares sobre o sistema até o início da madrugada de 7 de setembro, quando o DMI relatou que o sistema havia se enfraquecido para uma depressão tropical, e então para uma área de baixa pressão mais tarde naquele dia.

As chuvas torrenciais associadas à depressão causaram grandes danos no estado de Bengala Ocidental, Índia. Pelo menos 4 pessoas morreram devido às fortes enxurradas ou pelas grandes enchentes.[32] Outras 150.000 pessoas ficaram desabrigadas[33] após as fortes chuvas terem danificado ou destruído mais de 10.000 residências.[34]

Tempestade ciclônica Phyan[editar | editar código-fonte]

Ver artigo principal: Ciclone Phyan

Phyan
04A
Tempestade ciclônica  (DMI)
Tempestade tropical (EFSS)
{{{image}}} Phyan 2009 track.png
Duração 9 de novembro de 2009—12 de novembro de 2009
Intensidade 50 nós (93 km/h, 58 mph) 1 min
35 nós (65 km/h, 40 mph) 3 min, 996 hPa (mbar)

Na manhã (UTC) de 9 de novembro, o Departamento Meteorológico da Índia (DMI) classificou uma área de perturbações meteorológicas sobre o mar Arábico como a depressão ARB 03, o terceiro sistema tropical da temporada nesta região.[35] Mais tarde naquele dia, o Joint Typhoon Warning Center também classificou o sistema para um ciclone tropical significativo e lhe atribuiu a designação "04A".[36] Na madrugada (UTC) de 10 de novembro, o DMI classificou o sistema para uma depressão tropical profunda,[37] e para a tempestade ciclônica "Phyan" no início daquela noite.[38] Phyan atingiu seu pico de intensidade logo em seguida, com ventos máximos sustentados de 85 km/h, segundo o JTWC.[39]

A partir de então, Phyan começou a se enfraquecer assim que começou a se interagir com o sudoeste da Índia e a ser afetado por cisalhamento do vento. Phyan fez landfall na costa indiana na manhã (UTC) de 11 de novembro, entre Alibagh e Bombaim, e se enfraqueceu para uma depressão profunda logo depois, segundo o DMI.[40] O sistema continuou a se enfraquecer naquele dia, e o DMI desclassificou o sistema para uma depressão simples no início daquela noite.[41] O JTWC já havia emitido seu aviso final sobre o sistema horas antes.[42] No início da madrugada de 12 de novembro (UTC), o DMI desclassificou a depressão para uma área de baixa pressão remanescente e emitiu seu aviso final.[43]

As fortes chuvas causados por Phyan e pelo seu sistema predecessor causaram chuvas torrenciais no Sri Lanka e no sudoeste da Índia, causando pelo menos 7 fatalidades mas deixando mais de 750 desaparecidos.

Tempestade ciclônica Ward[editar | editar código-fonte]

Ward
05B
Tempestade ciclônica  (DMI)
Tempestade tropical (EFSS)
{{{image}}} Ward 2009 track.png
Duração 10 de dezembro de 2009—15 de dezembro de 2009
Intensidade 50 nós (93 km/h, 58 mph) 1 min
45 nós (83 km/h, 52 mph) 3 min, 989 hPa (mbar)

Na manhã (UTC) de 10 de dezembro, o Departamento Meteorológico da Índia (DMI) classificou uma área de perturbações meteorológicas no golfo de Bengala como uma depressão tropical.[44] No início da madrugada seguinte, o DMI classificou o sistema para uma depressão tropical profunda.[45] Ainda naquela manhã, o DMI classificou o sistema para uma tempestade ciclônica e lhe atribuiu o nome "Ward".[46] Naquela tarde (UTC), o Joint Typhoon Warning Center classificou o sistema para um ciclone tropical significativo e lhe atribuiu a designação "05B".[47] Ward atingiu seu pico de intensidade ainda em 11 de dezembro, com ventos máximos sustentados de 85 km/h, segundo o JTWC.

Logo em seguia, Ward começou a se enfraquecer assim que seguia para sudoeste, e o DMI declassificou o ciclone para uma depressão tropical profunda na noite (UTC) de 12 de dezembro,[48] e para uma depressão tropical simples no dia seguinte.[49] O JTWC emitiu seu aviso final sobre o sistema ainda naquele dia.[50] No início da madrugada (UTC) de 15 de dezembro, o DMI emitiu seu aviso final sobre Ward assim que o sistema se degenerou para uma área de baixa pressão remanescente sobre o Sri Lanka.[51]

Nomes das tempestades[editar | editar código-fonte]

Os nomes seguintes serão usados para dar nomes aos sistemas que se foram no ano de 2009. Os nomes listados abaixo são usados sequencialmente e apenas uma vez. Os países que normalmente são afetados por sistemas nesta região do planeta fornecem nomes às tempestades. Estes nomes são organizados segundo a ordem alfabética do país que os forneceu.[52] Abaixo, estão listados os seis próximos nomes a ser usados.

Países Nomes

Ver também[editar | editar código-fonte]

Furacão Catrina Portal da
meteorologia

Referências

  1. «Deep Depression BOB01 Warning». Departamento Meteorológico da Índia (em inglês). 15 de abril de 2009. Consultado em 5 de maio de 2009 
  2. «Cyclonic Storm "Bijli" Warning». Departamento Meteorológico da Índia (em inglês). 15 de abril de 2009. Consultado em 5 de maio de 2009 
  3. «TROPICAL CYCLONE 01B WARNING 008». Joint Typhoon Warning Center (em inglês). 16 de abril de 2009. Consultado em 5 de maio de 2009 
  4. «Deep Depression ex-"Bijli" Warning». Departamento Meteorológico da Índia (em inglês). 17 de abril de 2009. Consultado em 5 de maio de 2009 
  5. «Deep Depression ex-"Bijli" Warning». Departamento Meteorológico da Índia (em inglês). 17 de abril de 2009. Consultado em 5 de maio de 2009 
  6. a b «Depression ex-"Bijli" Warning». Departamento Meteorológico da Índia (em inglês). 17 de abril de 2009. Consultado em 5 de maio de 2009 
  7. «TROPICAL CYCLONE 01B WARNING 012». Joint Typhoon Warning Center (em inglês). 17 de abril de 2009. Consultado em 5 de maio de 2009 
  8. a b c Government of Bangladesh (April 20, 2009). «Disaster Management Information Centre situation report 20 Apr 2009, 11:30». ReliefWeb (em inglês). Consultado em April 20, 2009  Verifique data em: |acessodata=, |data= (ajuda)
  9. Anisur Rahman (April 17, 2009). «Bangladesh orders evacuation in coastlines as cyclone nears». Press Trust of India (em inglês). Consultado em April 17, 2009  Verifique data em: |acessodata=, |data= (ajuda)
  10. Reuters (April 17, 2009). «Chittagong shut as 'Bijli' strikes». Bangladesh News Online (em inglês). Consultado em April 17, 2009  Verifique data em: |acessodata=, |data= (ajuda)
  11. Staff Writer (April 17, 2009). «Cyclonic Storm Bijli hits Bangladesh». Radio Netherlands Worldwide (em inglês). Consultado em April 17, 2009. Arquivado do original em 15 de setembro de 2012  Verifique data em: |acessodata=, |data= (ajuda)
  12. «Significant Tropical Weather Advisory for the Indian Ocean 2009-05-21 18z» (em inglês). Joint Typhoon Warning Center. 21 de maio de 2009. Consultado em 23 de maio de 2009 
  13. a b «JTWC Advisory 24-05-2009 00z» (em inglês). Joint Typhoon Warning Center. 24 de maio de 2009. Consultado em 25 de maio de 2009 
  14. «C Wind Advisory 2009-05-23 06z» (em inglês). India Meteorological Department. 23 de maio de 2009. Consultado em 25 de maio de 2009 
  15. «Tropical Storm Aila Advisory 1 24-05-09 12z» (em inglês). India Meteorological Department. 24 de maio de 2009. Consultado em 25 de maio de 2009 
  16. «Cópia arquivada» (PDF). Consultado em 15 de agosto de 2009. Arquivado do original (PDF) em 23 de junho de 2009 
  17. Staff Writer (26 de maio de 2009). «West Bengal: Cyclone toll rises to 45, rescue ops begin» (em inglês). The Times of India. Consultado em 26 de maio de 2009 
  18. Press Trust of India (25 de maio de 2009). «21 killed, over a lakh hit as cyclone Aila strikes» (em inglês). Business Standard. Consultado em 25 de maio de 2009 
  19. a b Staff Writer (25 de maio de 2009). «Aila claims 29 in B;Statesman News Service» (em inglês). The Statesman. Consultado em 25 de maio de 2009. Arquivado do original em 31 de março de 2004 
  20. Staff Writer (30 de maio de 2009). «Cyclone damages roads, embankment worth 100 crore taka in Barisal» (em inglês). The New Nation. Consultado em 30 de maio de 2009 
  21. Staff Writer (June 24, 2009). «Lightning claims eight lives in Gujarat» (em inglês). The Hindu. Consultado em June 24, 2009  Verifique data em: |acessodata=, |data= (ajuda)
  22. Staff Writer (June 24, 2009). «Nine killed by lightning strikes across state» (em inglês). Indian Express. Consultado em June 24, 2009  Verifique data em: |acessodata=, |data= (ajuda)
  23. Staff Writer (June 24, 2009). «Downpour at Gujarat's doorstep» (em inglês). DNA. Consultado em June 24, 2009  Verifique data em: |acessodata=, |data= (ajuda)
  24. «Shipping Bulletin for Met area VIII 2009-09-03 0900 UTC» (em inglês). Departamento Meteorológico da Índia. 3 de setembro de 2009. Consultado em 5 de setembro de 2009 
  25. «Shipping Bulletin for Met area VIII 2009-09-03 1000 UTC» (em inglês). Departamento Meteorológico da Índia. 3 de setembro de 2009. Consultado em 5 de setembro de 2009 
  26. «Significant Tropical Weather Advisory for the Indian Ocean 2009-09-04 12z» (em inglês). Joint Typhoon Warning Center. 4 de setembro de 2009. Consultado em 5 de setembro de 2009 [ligação inativa]
  27. «Tropical Cyclone Formation Alert 2009-09-05 00z» (em inglês). Joint Typhoon Warning Center. 5 de setembro de 2009. Consultado em 5 de setembro de 2009 [ligação inativa]
  28. «Special Tropical Weather Outlook 2009-09-05 03z» (em inglês). Departamento Meteorológico da Índia. 5 de setembro de 2009. Consultado em 5 de setembro de 2009 
  29. «Special Tropical Weather Outlook 2009-09-05 06z» (em inglês). Departamento Meteorológico da Índia. 5 de setembro de 2009. Consultado em 5 de setembro de 2009 
  30. a b «Tropical Cyclone Warning 2009-09-05 09z» (em inglês). Joint Typhoon Warning Center. 5 de setembro de 2009. Consultado em 5 de setembro de 2009 
  31. «IMD: C-Wind Advisory 2009-09-05 12z» (em inglês). Departamento Meteorológico da Índia. 5 de setembro de 2009. Consultado em 5 de setembro de 2009 
  32. Equipe de escritores (6 de setembro de 2009). «Four killed in Bengal floods, Army told to stand by» (em inglês). Press Trust of India. Consultado em 29 de setembro de 2009 
  33. Equipe de escritores (7 de setembro de 2009). «Heavy rain makes 150,000 homeless in eastern India». Xinhua (em inglês). The China Daily. Consultado em 29 de setembro de 2009 
  34. Equipe de escritores (7 de setembro de 2009). «1.5 lakh people hit by heavy rain in West Bengal» (em inglês). The Hindu. Consultado em 29 de setembro de 2009 
  35. «SPECIAL TROPICAL WEATHER OUTLOOK» (em inglês). Departamento Meteorológico da Índia. 9 de novembro de 2009. Consultado em 14 de novembro de 2009 
  36. «TROPICAL CYCLONE 04A (FOUR) WARNING NR 001» (em inglês). Joint Typhoon Warning Center. 9 de novembro de 2009. Consultado em 14 de novembro de 2009 [ligação inativa]
  37. «TROPICAL WEATHER OUTLOOK FOR NORTH INDIAN OCEAN (THE BAY OF BENGAL AND ARABIAN SEA) VALID FOR NEXT 24 HOURS ISSUED AT 0600 UTC OF 10 NOVEMBER, 2009 BASED ON 0300 UTC OF 10 NOVEMBER, 2009 (.)» (em inglês). Departamento Meteorológico da Índia. 10 de novembro de 2009. Consultado em 14 de novembro de 2009 
  38. «Sub: Cyclone warning for south Gujarat and north Maharashtra : Orange message.» (em inglês). Departamento Meteorológico da Índia. 11 de novembro de 2009. Consultado em 14 de novembro de 2009 
  39. «TROPICAL CYCLONE 04A (PHYAN) WARNING NR 006» (em inglês). Joint Typhoon Warning Center. 11 de novembro de 2009. Consultado em 14 de novembro de 2009 
  40. «TROPCAL STORM 'PHYAN' ADVISORY NO. FOUR ISSUED AT 1500 UTC OF 11th NOVEMBER BASED ON 1200 UTC CHARTS OF 11th NOVEMBER.» (em inglês). Departamento Meteorológico da Índia. 9 de novembro de 2009. Consultado em 14 de novembro de 2009 
  41. «Sub: Depression over Madhya Maharashtra.» (em inglês). Departamento Meteorológico da Índia. 12 de novembro de 2009. Consultado em 14 de novembro de 2009 
  42. «TROPICAL CYCLONE 04A (PHYAN) WARNING NR 007» (em inglês). Joint Typhoon Warning Center. 12 de novembro de 2009. Consultado em 14 de novembro de 2009 [ligação inativa]
  43. «Sub: Depression weakened into a well mark low pressure area.» (em inglês). Departamento Meteorológico da Índia. 12 de novembro de 2009. Consultado em 14 de novembro de 2009 
  44. «Depression over southwest and adjoining southeast Bay of Bengal» (em inglês). Departamento Meteorológico da Índia. 10 de dezembro de 2009. Consultado em 2 de janeiro de 2010 
  45. «Deep depression over southwest and adjoining southeast Bay of Bengal» (em inglês). Departamento Meteorológico da Índia. 11 de dezembro de 2009. Consultado em 2 de janeiro de 2010 
  46. «Cyclonic storm 'WARD' over the southwest and adjoining southeast Bay of Bengal: Cyclone alert for Tamil Nadu and Puducherry coast: Yellow Message» (em inglês). Departamento Meteorológico da Índia. 11 de dezembro de 2009. Consultado em 2 de janeiro de 2010 
  47. «TROPICAL CYCLONE 05B (FIVE) WARNING NR 001» (em inglês). Joint Typhoon Warning Center. 11 de dezembro de 2009. Consultado em 2 de janeiro de 2010 
  48. «Cyclonic storm 'WARD' over the southwest Bay of Bengal weakened into a deep depression» (em inglês). Departamento Meteorológico da Índia. 13 de dezembro de 2009. Consultado em 2 de janeiro de 2010 
  49. «Deep depression crossed Sri Lanka coast near Trincomalee (Sri Lanka)» (em inglês). Departamento Meteorológico da Índia. 14 de dezembro de 2009. Consultado em 2 de janeiro de 2010 
  50. «Depression weakened into a well marked low pressure area over Sri Lanka» (em inglês). 15 de dezembro de 2009. Consultado em 2 de janeiro de 2010 
  51. «TROPICAL CYCLONE 05B (WARD) WARNING NR 012» (em inglês). 14 de dezembro de 2009. Consultado em 2 de janeiro de 2010 
  52. «Worldwide Tropical Cyclone Names». NHC (em inglês). Consultado em 12 de Janeiro de 2008