Temporadas da Associação Chapecoense de Futebol

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Neste artigo encontra-se o desempenho do Associação Chapecoense de Futebol ano a ano.[1][2][3]

Legenda[editar | editar código-fonte]


     Campeão.
     Vice-campeão.
     Eliminado na semifinal.
     Classificado à Copa Libertadores da América pela campanha no Campeonato Brasileiro.
     Classificado à Copa Libertadores da América pelo título da Copa do Brasil ou Copa Libertadores.
     Classificado à Copa Sul-Americana.
     Rebaixado à divisão inferior.
     Campeão e promovido à divisão superior.
     Promovido à divisão superior.

Ano a ano[editar | editar código-fonte]

Década de 1970
Brasil Brasil Flags of South American Conmebol Members.gif América do Sul BandeirasSulBrasil.gif Sul Santa Catarina Santa Catarina
Ano Campeonato Brasileiro Copa do Brasil Continental Catarinense
Div. Pos. Pts J V E D GP GC Fase Máxima Competição Fase Máxima Div. Pos.
1973 Não classificado A
1974 Não classificado A
1975 Não classificado A
1976 Não classificado A 11º
1977 Não classificado A
1978 A 51º 15 18 5 5 8 13 22 A
1979 A 93º 3 9 0 3 6 6 16 A
Década de 1980
Ano Campeonato Brasileiro Copa do Brasil Continental Catarinense
Div. Pos. Pts J V E D GP GC Fase Máxima Competição Fase Máxima Div. Pos.
1980 B 64º 1 7 0 1 6 2 13 A
1981 Não classificado A 10º
1982 Não classificado A
1983 Não classificado A
1984 Não classificado A
1985 Não classificado A
1986 Não classificado A
1987 MA (B) 9 8 2 5 1 8 7 A
1988 Não classificado A
1989 Não classificado A
Década de 1990
Ano Campeonato Brasileiro Copa do Brasil Continental Copa Sul Catarinense
Div. Pos. Pts J V E D GP GC Fase Máxima Competição Fase Máxima Fase Máxima Div. Pos.
1990 Não classificado A
1991 Não classificado A
1992 C 13º 7 6 3 1 2 9 8 A
1993 Não classificado A
1994 Não classificado A
1995 C 27º 12 8 3 3 2 9 8 A
1996 C 39º 9 6 3 0 3 6 9 A
1997 C 40º 7 6 2 1 3 3 4 A
1998 C 58º 6 10 1 3 6 11 26 A
1999 Não classificado A
Década de 2000
Ano Campeonato Brasileiro Copa do Brasil Continental Copa Sul-Minas Catarinense
Div. Pos. Pts J V E D GP GC Fase Máxima Competição Fase Máxima Fase Máxima Div. Pos.
2000 Não classificado A
2001 Não classificado A 10º [a]
2002 Não classificado A
2003 Não classificado A
2004 Não classificado A
A2 [b]
2005 Não classificado A 10º
A2 [b]
2006 Não classificado A 11º
A2 [b]
2007 C 55º 4 6 1 1 4 5 10 A
2008 Não classificado 2F A
2009 D 27 14 8 3 3 24 13 A
Década de 2010
Ano Campeonato Brasileiro Copa do Brasil Continental Primeira Liga Catarinense
Div. Pos. Pts J V E D GP GC Fase Máxima Competição Fase Máxima Fase Máxima Div. Pos.
2010 C 16 10 3 4 3 10 10 2F A [c]
2011 C 21 14 6 3 5 25 19 A
2012 C 33 22 9 6 7 27 14 2F A
2013 B 72 38 20 12 6 60 31 A
2014 A 15º 43 38 11 10 17 39 44 2F A
2015 A 14º 47 38 12 11 15 34 44 2F CS QF A
2016 A 11º 52 37 13 13 11 49 53 3F CS C A
2017 A 54 38 15 9 14 47 49 R16 CL CS RS GR R16 VC Grupos A
2018 A 14º [d] 44 38 11 11 16 34 50 QF CL 2F A
2019 A 19º 32 38 7 11 20 31 52 4F CS 1F A
Década de 2020
Ano Campeonato Brasileiro Copa do Brasil Continental Catarinense
Div. Pos. Pts J V E D GP GC Fase Máxima Competição Fase Máxima Div. Pos.
2020 B A disputar 2F A


Notas

a. ^ Em 2001, após terminar o campeonato estadual na 10º colocação, a Chapecoense disputou o Torneio Seletivo, na qual o vencedor retornava a Primeira Divisão do ano seguinte, sem ter a necessidade de disputar a Segunda Divisão. Após vencer um mata-mata contra o Kindermann, de Caçador, a Chapecoense se manteve na Primeira Divisão.[4]

b. ^ Entre 2004 e 2006, os clubes catarinense que não disputavam nem a Série A, nem a Série B do Campeonato Brasileiro, automaticamente disputavam a "Série A2", mais tarde rebatizada como Série B do Campeonato Catarinense de Futebol do mesmo ano. Assim, a Chapecoense tem contabilizadas ambas as divisões nos respectivos anos.

c. ^ A Chapecoense, apesar de ter sido rebaixada no Campeonato Catarinense de 2010, herdou a vaga na Divisão Principal de 2011 devido a desistência do Atlético de Ibirama de disputar a competição.[5][6]

d. ^ Com o título do Athletico Paranaense na Copa Sul-Americana de 2018, a Chape herdou sua vaga e disputará a Copa Sul-Americana de 2019.

  • Entre 2013 e 2016, o critério de classificação para a Copa Sul-Americana dependeu do desempenho na Copa do Brasil, visto que não havia calendário disponível para a disputa de ambas as competições. Assim, só era possível disputar a Copa Sul-Americana quando o time era eliminado antes da fase de oitavas de final da Copa do Brasil e estava entre os melhores do Campeonato Brasileiro (Séries A e B) do ano anterior ou havia sido campeão de um torneio regional (Copa do Nordeste ou Copa Verde).

Participações[editar | editar código-fonte]

Participações em 2020
Competição Temporadas Anos
Santa Catarina Campeonato Catarinense 47 1974–2020
Campeonato Catarinense - Série B 3 2004–2006[nota 1]
Copa Santa Catarina 9 1990–1991, 1993, 1996, 1998, 2006–2008, 2010
Supercampeonato Catarinense 1 1996
PrimeiraLiga2016.gif Primeira Liga 1 2017
Brasil Campeonato Brasileiro 8 1978–1979, 2014–2019
Série B 4 1980, 1987, 2013, 2020
Série C 9 1992, 1995–1998, 2007, 2010–2012
Série D 1 2009
Copa do Brasil 10 2008, 2010, 2012 e 2014–2020
Flags of the Union of South American Nations.gif Copa Libertadores da América 2 2017–2018
Copa Sul-Americana 4 2015–2017, 2019
Recopa Sul-Americana 1 2017
Japão Copa Suruga Bank 1 2017

Competições não oficiais

Competição Temporadas Anos
Espanha Troféu Joan Gamper 1 2017

Acessos e rebaixamentos[editar | editar código-fonte]

Divisão A Aumento Temporadas R Baixa Temporadas
Brasil Campeonato Brasileiro 1 2019
Série B 1 2013
Série C 1 2012
Série D 1 2009

Retrospecto em competições oficiais[editar | editar código-fonte]

Última atualização: Série A de 2019, 38ª rodada.

Competição Temporadas Títulos Pts J V E D GP GC SG
Brasil Campeonato Brasileiro 8 290 254 74 73 107 253 330 –77
Série B 3 82 53 22 18 13 70 51 +19
Série C 9 115 88 31 22 35 105 109 –4
Série D 1 27 14 8 3 3 24 13 +11

Notas

  1. Nos anos de 2004, 2005 e 2006 a Série B do campeonato Estadual era disputada pelos clubes catarinenses da Primeira Divisão que não estavam disputando a Série A e nem a Série B do Campeonato Brasileiro, mais os melhores colocados da Divisão de Acesso do ano anterior.

Referências

  1. Bola na Área. «Desempenho do Chapecoense nas competições oficiais». Consultado em 12 de janeiro de 2015 
  2. Futpédia. «Estatísticas do Chapecoense». Consultado em 12 de janeiro de 2015 
  3. RSSSF Brasil. «RSSSF Brasil». Consultado em 12 de janeiro de 2015 
  4. «Queda no Brasileiro, dívidas, tropeços no Catarinense: Chapecoense perde o brilho». NSC. 15 de fevereiro de 2020. Consultado em 21 de fevereiro de 2020 
  5. «Confirmado: Atlético-Ib desiste da Copa SC deste ano e do Campeonato Catarinense 2011». NSC. 30 de abril de 2010. Consultado em 21 de fevereiro de 2020 
  6. «Chapecoense permanece na Primeira Divisão Catarinense». NSC. 19 de agosto de 2010. Consultado em 21 de fevereiro de 2020 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]