Temporadas do Sport Club do Recife

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Neste artigo, encontra-se o desempenho do Sport Club do Recife, clube fundado em 1905 na cidade do Recife, Pernambuco, ano a ano.[1][2][3] As temporadas listadas se iniciam a partir de 1916, ano em que o Sport disputou a sua primeira competição oficial: o Campeonato Pernambucano.

Legenda[editar | editar código-fonte]


     Campeão.
     Vice-campeão.
     Eliminado na semifinal.
     Classificado à Copa Libertadores da América pela campanha no Campeonato Brasileiro.
     Classificado à Copa Libertadores da América pelo título da Copa do Brasil ou Copa Libertadores.
     Classificado à Copa Sul-Americana.
     Rebaixado à divisão inferior.
     Campeão e promovido à divisão superior.
     Promovido à divisão superior.

Ano a ano[editar | editar código-fonte]

Década de 1910
Brasil Brasil Flags of South American Conmebol Members.gif América do Sul BandeirasNordesteBrasil.gif Nordeste Pernambuco Pernambuco
Ano Campeonato Brasileiro Copa do Brasil Continental Copa do Nordeste Pernambucano
Div. Pos. Pts J V E D GP GC Fase Máxima Competição Fase Máxima Div. Pos.
1916 A1
1917 A1 Cscr-featured.png
1918 A1
1919 A1
Década de 1920
Ano Campeonato Brasileiro Copa do Brasil Continental Copa do Nordeste Pernambucano
Div. Pos. Pts J V E D GP GC Fase Máxima Competição Fase Máxima Div. Pos.
1920 A1
1921 A1
1922 A1
1923 A1
1924 A1
1925 A1
1926 A1
1927 A1
1928 A1
1929 A1
Década de 1930
Ano Campeonato Brasileiro Copa do Brasil Continental Copa do Nordeste Pernambucano
Div. Pos. Pts J V E D GP GC Fase Máxima Competição Fase Máxima Div. Pos.
1930 A1
1931 A1
1932 A1
1933 A1
1934 A1
1935 A1
1936 A1
1937 A1
1938 A1
1939 A1
Década de 1940
Ano Campeonato Brasileiro Copa do Brasil Continental Copa do Nordeste Pernambucano
Div. Pos. Pts J V E D GP GC Fase Máxima Competição Fase Máxima Div. Pos.
1940 A1
1941 A1 Cscr-featured.png
1942 A1
1943 A1
1944 A1
1945 A1
1946 A1
1947 A1
1948 A1
1949 A1
Década de 1950
Ano Campeonato Brasileiro Copa do Brasil Continental Copa do Nordeste Pernambucano
Div. Pos. Pts J V E D GP GC Fase Máxima Competição Fase Máxima Div. Pos.
1950 A1
1951 A1
1952 A1
1953 A1
1954 A1
1955 A1
1956 A1
1957 A1
1958 A1
1959 A 9 7 4 1 2 21 10 A1
Década de 1960
Ano Campeonato Brasileiro Copa do Brasil Continental Copa do Nordeste Pernambucano
Div. Pos. Pts J V E D GP GC Fase Máxima Competição Fase Máxima Fase Máxima Div. Pos.
1960 Não classificado A1
1961 Não classificado A1
1962 A 7 6 2 3 1 6 6 A1
1963 A 5 4 2 1 1 5 3 A1
1964 Não classificado A1
1965 Não classificado A1
1966 Não classificado A1
1967 Não classificado[a] A1
Não classificado[b]
1968 Não classificado[a] C [d] A1
Não classificado[b]
1969 Não classificado SF [d] A1
Década de 1970
Ano Campeonato Brasileiro Copa do Brasil Continental Copa do Nordeste Pernambucano
Div. Pos. Pts J V E D GP GC Fase Máxima Competição Fase Máxima Posição Div. Pos.
1970 Não classificado [d] A1
1971 A 19º 12 19 4 4 11 10 27 A1
1972 Não classificado A1
1973 A 32º 23 28 7 9 12 24 36 A1
1974 A 27º 18 19 4 10 5 20 22 A1
1975 A 11º 32 28 8 13 7 29 28 A1
1976 A 30º 12 13 5 1 7 8 11 A1
1977 A 20º 21 18 7 4 7 26 24 A1
1978 A 36 29 12 9 8 34 25 A1
1979 A 62º 4 9 1 2 6 5 18 A1
Década de 1980
Ano Campeonato Brasileiro Copa do Brasil Continental Copa do Nordeste Pernambucano
Div. Pos. Pts J V E D GP GC Fase Máxima Competição Fase Máxima Div. Pos.
1980 B 22º [b] 15 9 6 3 0 13 2 A1
A 29º 4 6 1 2 3 5 8
1981 A 10º 20 17 6 8 3 20 15 A1
1982 A 23 16 10 3 3 28 12 A1
1983 A 23 23 8 7 8 29 28 A1
1984 B 14º 4 4 1 2 1 4 5 A1
1985 A 45 28 20 5 3 49 16 A1
1986 A 30º 23 26 8 7 11 25 27 A1
1987 A 26 20 12 5 3 29 13 A1
1988 A 43 25 9 10 6 21 21 CL Grupos A1
1989 A 21º 11 18 3 5 10 12 23 VC A1
Década de 1990
Ano Campeonato Brasileiro Copa do Brasil Continental Copa do Nordeste Pernambucano
Div. Pos. Pts J V E D GP GC Fase Máxima Competição Fase Máxima Fase Máxima Div. Pos.
1990 B 29 24 7 15 2 22 14 A1
1991 A 18º 13 19 4 5 10 15 30 R16 A1
1992 A 12º 19 19 4 11 4 15 15 SF A1
1993 A 16º 11 14 4 3 7 10 21 R16 A1
1994 A 13º 24 25 8 8 9 31 34 Cscr-featured.png C A1
1995 A 19º 25 23 7 4 12 25 29 1F A1
1996 A 10º 35 23 10 5 8 32 31 A1
1997 A 11º 33 25 9 6 10 34 32 2F SF A1
1998 A 43 26 13 4 9 38 28 QF Grupos A1 Cscr-featured.png
1999 A 22º 17 21 3 8 10 14 25 2F SF A1
Década de 2000
Ano Campeonato Brasileiro Copa do Brasil Continental Copa do Nordeste Pernambucano
Div. Pos. Pts J V E D GP GC Fase Máxima Competição Fase Máxima Fase Máxima Div. Pos.
2000 A 49 28 14 7 7 51 31 1F C A1
2001 A 28º 19 27 5 4 18 24 46 2F VC A1
2002 B 51 27 15 6 6 40 24 2F 10º A1
2003 B 50 35 12 14 9 49 38 SF A1
2004 B 17º 28 23 7 7 9 24 31 2F A1
2005 B 16º 27 21 8 3 10 29 32 A1
2006 B 64 38 18 10 10 57 36 A1
2007 A 14º 51 38 14 9 15 54 55 R16 A1
2008 A 11º 52 38 14 10 14 48 45 C A1
2009 A 20º 31 38 7 10 21 48 71 CL R16 A1 Cscr-featured.png
Década de 2010
Ano Campeonato Brasileiro Copa do Brasil Continental Copa do Nordeste Pernambucano
Div. Pos. Pts J V E D GP GC Fase Máxima Competição Fase Máxima Fase Máxima Div. Pos.
2010 B 56 38 15 11 12 55 41 R16 A1
2011 B 61 38 17 10 11 62 44 1F A1
2012 A 17º 41 38 10 11 17 39 56 2F A1
2013 B 63 38 20 3 15 64 56 2F CS R16 QF A1
2014 A 11º 52 38 14 10 14 36 46 2F CS 2F C A1
2015 A 59 38 15 14 9 53 38 3F CS R16 SF A1
2016 A 14º 47 38 13 8 17 49 55 1F CS 2F SF A1
2017 A 15º 45 38 12 9 17 46 58 R16 CS QF VC A1
2018 A 17º 42 38 11 9 18 35 57 2F [e] A1
2019 B Em disputa 1F A1



Notas

a. ^ Em 1967 e 1968, foram realizados dois Campeonatos Brasileiros. Esta colocação refere-se ao torneio denominado na época de Torneio Roberto Gomes Pedrosa.

b. ^ Em 1967 e 1968, foram realizados dois Campeonatos Brasileiros. Esta colocação refere-se ao torneio denominado na época de Taça Brasil.

c. ^ Entre 1968 e 1970, o torneio regional disputado entre as agremiações nordestinas era o Torneio Norte-Nordeste, no qual o Sport participou de todas as edições.

d. ^ Em 1980, o Sport iniciou a disputa do Campeonato Brasileiro na Taça de Prata (Série B), uma vez que havia terminado na 3ª posição obtida do Campeonato Pernambucano de 1979. No entanto, após conquistar a liderança de seu grupo, o Sport conquistou o acesso no mesmo ano à Série A, habilitando-se de disputar a segunda fase.

e. ^ Em 2017, o Sport se desfiliou da Liga do Nordeste, alegando falta de datas e de rentabilidade da Copa do Nordeste. Com isso, o clube deixou de disputar o torneio em 2018. [4]

  • Entre 2013 e 2016, o critério de classificação para a Copa Sul-Americana dependeu do desempenho na Copa do Brasil, visto que não havia calendário disponível para a disputa de ambas as competições. Assim, só era possível disputar a Copa Sul-Americana quando o time era eliminado antes da fase de oitavas de final da Copa do Brasil e estava entre os melhores do Campeonato Brasileiro (Séries A e B) do ano anterior ou havia sido campeão de um torneio regional (Copa do Nordeste ou Copa Verde).

Participações[editar | editar código-fonte]

Participações em 2019
Competição Temporadas Anos
Pernambuco Campeonato Pernambucano 102 1916-1977, 1979-2019
BandeirasNordesteBrasil.gif Copa do Nordeste 12 1994, 1997-2002, 2013-2017
Brasil Campeonato Brasileiro 40 1959, 1962-1963, 1971, 1973-1983, 1985-1989, 1991-2001, 2007-2009, 2012, 2014-2018
Série B 12 1980, 1984, 1990, 2002-2006, 2010-2011, 2013, 2019
Copa do Brasil 25 1989, 1991-1993, 1995, 1997-2004, 2007-2008, 2010-2019
Flags of the Union of South American Nations.gif Copa Libertadores da América 2 1988, 2009
Copa Sul-Americana 5 2013-2017

Retrospecto em competições oficiais[editar | editar código-fonte]

Última atualização: Série A de 2018, 38ª rodada.

Competição Temporadas Títulos Pts. J V E D GP GC
Brasil Campeonato Brasileiro 40 1 1.105 951 324 264 363 1.103 1.176
Série B 11 1 448 295 126 84 85 419 323

Pts Pontos obtidos, J Jogos, V Vitórias, E Empates, D Derrotas, GP Gols Pró e GC Gols Contra

Referências

  1. Bola na Área. «Desempenho do Sport nas competições oficiais». Consultado em 8 de fevereiro de 2015 
  2. Futpédia. «Estatísticas do Sport». Consultado em 8 de fevereiro de 2015 
  3. RSSSF Brasil. «RSSSF Brasil». Consultado em 8 de fevereiro de 2015 
  4. «Nada rentável e excesso de datas: Sport e Náutico explicam saída do Nordestão». Globoesporte