Teodeberto I

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Teodeberto I
Rei da Austrásia e de Auvergne (533 ou 534-547 ou 548)
Nascimento ca. 504
Morte 547 (43 anos) (ou 548)

Teodeberto I (em francês: Thibert ou Théodebert) (ca. 504547 ou 548) foi rei merovíngio de Metz, Reims ou Astrásia de 533 até sua morte. Sua principal residência ficava em Reims no nordeste da Gália.

Ele era filho de Teodorico I, rei de Metz. Em 533, casou-se com Deutéria, uma viúva galo-romana. Depois, ele abandonou Deutéria para casar com Wisigarda (filha de Wacchon, rei dos lombardos (ou possivelmente o inverso). Seus filhos foram Teodebaldo e Bertoara.

Em 532, Teodeberto completou, junto com Gunther (filho de seu tio, o rei Clotário I), a reconquista dos territórios conquistados por seu avô Clóvis I, que haviam sido tomadas pelso godos após a morte de Clóvis. Após a morte de Teodorico no final de 534, Teodeberto herdou as possessões do pai, prevalecendo contra as reivindicações de seus tios Childeberto I de Paris e Clotário. Não tendo filhos, Childeberto então se aliou ao sobrinho e dividiu com ele as terras herdadas Clodomiro na Borgonha. Pouco tempo depois ele adotou Teodeberto.

Os reis merovíngios então se juntaram para atacar os ostrogodos. Aliando-se com os gépidas e os lombardos (através do casamento com Wisigarda), Teodeberto conquistou as províncias do norte assim como a Raetia. Grandes partes de Veneza foram tomadas em 545.

Teodeberto mostrou as virtudes e falhas de sua família: alto poder político e incontrolável sensualismo, desejo sexual incontrolável misturado com poder político inteligente e perfídia. Ele celebrou sua coroação com o arremesso de moedas de ouro em seu próprio retrato.

Teodeberto morreu no 14º ano de seu reinado (no final de 547 ou começo de 548), sendo sucedido por seu filho Teodebaldo.

Pais[editar | editar código-fonte]

Teodorico I (◊ c. 485 † 533 ou 534)

♀ Eustere (◊ 488 † 521), filha do rei visigodo Alarico II da Espanha

Casamentos e filhos[editar | editar código-fonte]

  • em c. 534 com Wisigarda (◊ ? † 553), filha do rei Wacchon I dos lombardos.
  1. ♂ Teodebaldo (◊ 535 † ?)
  • em 535 com Deutéria de Narbona (◊ c. 503 † c. 548), viúva de um senhor feudal de Béziers de quem ela tinha uma filha chamada Adia. Renegada em 540.
  1. Teodebaldo (◊ c. 536 † 555)
  2. ♀ Bertoara (◊ c. 536 † ?)
  • depois de 540 com ?. Sem filhos.

Ver Também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]