Teodomiro Leite de Vasconcelos

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Teodomiro Leite de Vasconcelos
Nascimento 4 de agosto de 1944
Arcos de Valdevez, Portugal
Morte 29 de janeiro de 1997 (52 anos)
Maputo, Moçambique
Nacionalidade Moçambique Moçambicano
Ocupação Escritor e jornalista

Teodomiro Alberto Azevedo Leite de Vasconcelos (Arcos de Valdevez, Portugal, 4 de Agosto de 1944 - Maputo, Moçambique, 29 de Janeiro de 1997) foi um jornalista e escritor moçambicano.

Bacharel em ciências sociais, Leite de Vasconcelos chegou a director da Rádio Moçambique. Foi ainda membro da direcção da Organização Nacional de Jornalistas e da Associação dos Escritores Moçambicanos. Em 1981 foi laureado com a "Medalha de Honra Julius Fucik" da Organização Internacional de Jornalistas.

Para além dos seus escritos jornalísticos e de colaborações em vários jornais e revistas, Leite de Vasconcelos apenas publicou em vida o livro de poemas "Irmão do Universo" (1994). No entanto, várias das suas obras foram editadas como publicações póstumas.

Publicações póstumas[editar | editar código-fonte]

  • 1997 - "Resumos, Insumos e Dores Emergentes" (poesia);
  • 1999 - "Pela Boca Morre o Peixe" (crónicas);
  • 2000 - "As Mortes de Lucas Mateus" (teatro)
  • Contraponto (crónicas)

Tem ainda dois contos seus publicados na antologia "As Mãos dos Pretos" de Nelson Saúte.

Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.