Terceira Guerra Macedónica

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Ambox important.svg
Foram assinalados vários aspectos a serem melhorados nesta página ou secção:
  • Texto necessita de revisão, devido a inconsistências e/ou dados de confiabilidade duvidosa.
  • Não tem imagens.
  • Precisa de correção textual.
Terceira Guerra Macedônica
Parte da(o) Guerras macedônicas
Data 171 — 168 a.C. (2 183 anos)
Local Grécia e Ilíria
Desfecho Vitória romana
Mudanças
territoriais
Macedónia dividida em quatro repúblicas clientes
Combatentes
República Romana
Reino de Pérgamo
Reino da Macedónia
Principais líderes
Lúcio Emílio Paulo
Eumenes II
Perseu

Chama-se Terceira Guerra Macedónica (português europeu) ou Macedônica (português brasileiro) à guerra que eclodiu em 200 a.C.,[necessário esclarecer] quando Filipe V da Macedónia foi decisivamente derrotado em Cinoscéfalos em 197 a.C. Perseu, filho de Filipe, subiu ao trono em 179 a.C. e deu início a uma bem sucedida política de influências e um contacto de amizade com a Grécia. Isto causou desconfiança em Roma e a irrupção da terceira guerra, com nova vitória romana, desta vez em Pidna, em 168 a.C.[1]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Michael Grant (1978), The History of Rome.
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Terceira Guerra Macedónica
Ícone de esboço Este artigo sobre conflitos armados é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.