Terence Henricks

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Terence Henricks

Astronauta da NASA
Nacionalidade Estados Unidos norte-americano
Nascimento 5 de julho de 1952 (66 anos)
Bryan, Estados Unidos
Ocupação anterior piloto de teste
Tempo no espaço 42d 18h 38min
Missões STS-44, STS-55, STS-70, STS-78
Insígnia da missão Sts-44-patch.png Sts-55-patch.png Sts-70-patch.png Sts-78-patch.png
Aposentadoria 1997

Terence Thomas "Tom" Henricks (Bryan, 5 de julho de 1952) é um ex-astronauta norte-americano, veterano de quatro missões espaciais.

Formado em engenharia civil pela Academia da Força Aérea dos Estados Unidos em 1974 e em administração pública pela Golden Gate University em 1982, graduou-se como piloto na Base Aérea de Craig, posteriormente pilotando caças F-4 Phantom II em esquadrões baseados na Islândia e na Inglaterra. Depois de cursar a Escola de Piloto de Teste da Força Aérea dos Estados Unidos, foi designado para a Base Aérea de Edwards como piloto de testes de caças F-16.[1]

Henricks tem 749 saltos como paraquedista militar e um grau de "Mestre em Paraquedismo". Em sua carreira como piloto militar, acumulou mais de 6 mil horas de voo em 30 aeronaves diferentes e tem habilitação de piloto comercial pela FAA.[1]

Foi selecionado para o curso de astronautas da NASA em junho de 1985 e qualificado em julho de 1986. Um dos mais experientes astronautas da agência espacial, participou de quatro missões do ônibus espacial, duas delas como comandante: como piloto da STS-44 Atlantis, lançada em 24 de novembro de 1991, que colocou satélites em órbita terrestre; como piloto da STS-55 Columbia, lançada em 26 de abril de 1993, que levou à órbita o laboratório espacial Spacelab comandado por cientistas alemães que realizaram dezenas de experiências de cunho multinacional no espaço; como comandante da STS-70 Discovery, em 13 de julho de 1995, que colocou o último Tracking and Data Relay Satellite (TDRS) em órbita, de uma série de satélites de comunicação iguais; e como comandante da STS-78 Columbia em 20 de junho de 1996, até então a mais longa missão de um ônibus espacial, com duração de 16 dias, patrocinada por cinco agências espaciais e dez paises diferentes.[1]

Primeiro astronauta a acumular mais de mil horas de voo em ônibus espaciais, deixou a NASA e a USAF – com a patente de coronel – em novembro de 1997 para seguir carreira na iniciativa privada como presidente da Aviation Week, empresa dedicada a publicações e eventos na área aeroespacial.[2]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b c «Biographical Data». NASA. Consultado em 21 de novembro de 2014. 
  2. «Terence Henricks bio». Spacefacts. Consultado em 21 de novembro de 2014.