Teri Bauer

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Ambox rewrite.svg
Esta página precisa ser reciclada de acordo com o livro de estilo (desde fevereiro de 2015).
Sinta-se livre para editá-la para que esta possa atingir um nível de qualidade superior.


24-title.svg—    Personagem
Teri Bauer
Gênero Feminino
Profissões Designer
Familiares Jack Bauer (marido)
Kim Bauer (filha)
Phillip Bauer (sogro) (supostamente falecido)
Graem Bauer (cunhado) (falecido)
Marilyn Bauer (cunhada)
Joshua Bauer (sobrinho)
Carol (irmã)
Estado atual Morto
Temporadas
Interpretado por Leslie Hope

Teri Bauer foi a esposa de Jack Bauer e mãe de Kim Bauer. Durante o dia 1 ela estava envolvida em uma crise com os terroristas que queriam coagir seu marido. Apesar de sobreviver a várias situações altamente perigosas, ela acaba sendo assassinada pela agente dupla da CTU, Nina Myers.

Antes do Dia 1[editar | editar código-fonte]

Teri, nasceu trinta e quatro anos antes do dia 1. Ela tinha uma irmã chamada Carol.

Teri obteve seu bacharelado em Pintura pela Rhode Island School of Design e um mestrado em Arte Prática pela Universidade da Califórnia, Berkeley. Lá conheceu seu futuro marido Jack Bauer.

Seu primeiro emprego foi como assistente de reparação no Galleria Offiżi em Florença, Itália. Depois de um tempo trabalhou como conservadora de arte no Museu Isabella Gardner em Boston. Mais tarde começa a trabalhar como colorista da Dark Horse Comics. Teri em seguida, passou a trabalhar para a organização Greenpeace, como diretora de arte de publicidade antes de se tornar empregada da Santa Monica Gallery, como assistente do diretor e, posteriormente, como consultora para o diretor da Los Angeles County Museum. Teri também trabalhou como assistente de instalação no Museu de Arte Contemporânea de Los Angeles, seguida por um artista gráfico da Chiat / Day Publicidade e Design LA, e pelo diretor de criação da Califórnia Click em Design. Seu último trabalho foi como sócia e chefe de designer de sua própria empresa, a Graphic Eye, onde trabalhava com sua amiga Kitty.

Teri casou-se com Jack Bauer e o casal teve uma filha chamada Kimberly. Ela também tinha uma amiga chamada Yvonne, cujo aniversário foi marcado em sua agenda.

Trinity[editar | editar código-fonte]

Jack e Teri se reuniram em um café, mas Jack não poderia ficar por muito tempo, já que ele foi contatado pelo oficial de polícia de Los Angeles, Harry Driscoll sobre um caso atual, no qual trabalhava. Antes de sair, Teri tentou convencer Jack a assumir uma posição na recém-criada Counter Terrorist Unit, então assim, ele estaria em casa com mais freqüência.

Day Zero[editar | editar código-fonte]

Jack era um agente federal que finalmente começou a trabalhar para o Los Angeles Counter Terrorist Unit. A natureza secreta do trabalho de Jack, colocou seu casamento a prova, o que acabou levando a uma separação. Foi quando, Teri finalmente pediu a Jack para sair de sua casa, situação que acabou colocando-a em desacordo com Kim.

Durante os eventos do Dia Zero, Teri ligou para Jack na CTU, dizendo que algumas de suas contas ainda estavam sendo enviadas para a casa dela. Jack protestou, dizendo que queria falar com ela antes de começar a mudar de endereço. Ele pediu para falar com Kim, mas ela disse que não queria falar com ele. Jack teve que desligar quando uma nova ameaça surgiu.

Mesmo quando Jack voltou para casa, depois de seis meses, para tentar reparar o seu casamento, sua filha Kim, ainda estava ressentida com Teri. Durante a separação, Teri se relacionou com o Dr. Phil Parslow, um amigo próximo, mas decidiu não entrar num relacionamento com ele por causa de sua família.

No domingo, antes do dia 1, Teri e Jack passaram uma tarde passeando à beira mar em Venice, em Los Angeles. Jack a viu ter uma conversa amigável com uma estranha. Ele acabou se espantando com a sua capacidade de ser simpática assim, pois ele sabia que era algo que ele nunca conseguiria fazer.

Dia 1[editar | editar código-fonte]

Pouco depois da meia-noite, sua filha Kim foge de casa. Imediatamente minutos depois, Jack foi chamado para uma reunião na CTU, deixando Teri sozinha, para tentar descobrir onde Kim estava. Sendo assim, Alan York, o pai da amiga de Kim, Janet, ligou para a casa dos Bauers, e lhe disse que sua filha também estava desaparecida. Teri e Jack concordaram em adquirir a senha do e-mail de Kim, para poderem saberem onde Kim e Janet estavam reunidas com alguns meninos no colégio, depois de ler o e-mail de Kim, Teri descobre que elas estão na loja Paládio Móveis. Alan e Teri foram buscá-las na loja, mas pelo tempo que eles chegaram lá, as meninas foram embora, deixando para trás o carro de Janet. Alan acabou encontrando uma embalagem de preservativo vazia no interior da loja, e os dois começaram a procurar na loja, uma pista de onde as meninas pudessem estar. O que Teri Bauer, não sabia era que Kevin Carroll estava se passando por Alan York.

Jack chamou Teri e ela informou que as meninas não estavam na loja. Ela pediu-lhe para ajudá-la a olhar para eles, mas ele disse que estava ocupado com outras coisas ruins que estavam acontecendo. Teri acaba encontrando o nome do dono da loja, Teri liga para a CTU para falar com Jack, mas, acaba falando com Nina Myers e persuadiu-a para encontrar o número de telefone do Sr. Nowrasteh. Mais o dono da loja não estava em casa, então ela acabou deixando apenas uma mensagem eletrônica.

Teri e Alan arrumou a armazenar até um pouco até que Kim chamou e disse Teri ela estava em uma festa e estaria em casa logo que ela poderia pegar uma carona. Kim terminou a conversa dizendo a ela que a amava, que deixou Teri suspeitando de algo, já que Kim nunca disse isso a ela.

Teri mais tarde recebe uma ligação de Kim, que parecia estar em perigo. Ela disse que os dois rapazes que estavam com elas, Rick e Dan tentaram sequestra-las. Kim conta a mãe o lugar onde eles estavam. Alan rapidamente tenta ir ao local onde Kim informou que estava. No caminho eles foram parados por um policial por excesso de velocidade. Alan ficou chateado e desrespeitou o oficial e acabou detido. Teri urgentemente pede para o policial verificar se havia uma chamada de socorro de sua filha. Quando o policial analisa a chamada, deu-lhes uma advertência e os deixa ir. Quando eles chegaram ao local, uma mulher lhe fala que uma menina havia sido atropelada por um carro. Teri fica preocupada, então decide verificar o hospital mais próximo. Quando Teri e Alan chegam no hospital, ela imediatamente pergunta as atendentes, se eles receberam alguma paciente chamada Janet York ou Kimberly Bauer. Logo eles receberam a noticia de que a tal paciente que estava em estado crítico era Janet, e que ela precisava de cirurgia. Teri estava ainda estava preocupado com Kim e tentava entrar em contato com seu marido o tempo todo. Jack logo chega ao hospital, dizendo a Teri que ele tinha razões para acreditar que os seqüestradores de Kim, também estavam envolvidos com a tentativa de assassinato contra o candidato a presidencia, o Senador David Palmer.

Mais tarde, Jack deixa o hospital misteriosamente, deixando Teri confusa, com tudo o que ocorria até aquele momento. Alan fala a Teri que poderiam seguir a pista que receberam sobre Kim, assim acabem saindo do hospital. O que Teri não sabia, era que naquele momento, Kevin Caroll já havia matado Janet York. Depois recebeu um telefonema de Nina Myers perguntando onde estava Jack. Acaba informando Nina que não tinha visto Jack desde que ele havia deixado o hospital. Nina pede que ela passe um recado a Jack, que um corpo foi identificado com o nome de Alan York. Depois de perceber que ela estava sendo seqüestrada, Teri, perguntou ao homem que se passava por Alan York, se ele poderia parar o carro pois ela estava passando mal. Poucos minutos depois, o homem saiu do carro e seguiu Teri, foi quando ela saiu de seu esconderijo e bateu na cabeça dele. Teri então começou a amarrá-lo a uma árvore. Ela ligou para Jamey Farrell na CTU dizendo sua localização. Dois homens chegaram ao local indicado e colocaram um saco na cabeça de Teri. Eles a levaram para a base Ira Gaines, onde ela foi mantida em cativeiro e se encontrou com sua filha Kim. Eli Stram e Neill Choi entraram e preparam para matar Teri e Kim, quando Gaines os chamou de volta. Eli volta ao quarto onde mãe e filha estavam sendo mantidas reféns, e ameaça estuprar Kim, então Teri se oferece em seu lugar. Após o estupro, Teri começa a sentir uma dor abdominal intensa, que foi observada de perto por Kim. Durante o periodo que passou com Eli, Teri conseguiu roubar o telefone celular dele. Ligou para CTU, mais não completou a primeira ligação pois alguém pareica estar vindo naquela direção, então ela teve que desligar rapidamente. Ligou novamente, quando teve uma oportunidade. Nina disse a Teri para ficar ao telefone o quanto ela pudesse. Kim e Teri tiveram um momento emocional com Jack, mas, Eli voltou em busca de seu telefone e quase as matou. Rick Allen as defendeu, e Teri agradeceu por não ter deixado Eli as matarem, quando viu o telefone e pediu desculpas pela forma como ela o tratava anteriormente. Rick então deu uma arma a Teri. Eli veio logo depois, quando lhe foi dito para matar Teri e Kim. No entanto, Teri matou Eli com a arma que receberam de Rick Allen, depois disso esconderam o corpo.

Algum tempo depois Jack chega no cativeiro e resgata sua esposa e filha. Rick conta a eles que poderia levar um caminhão de Gaines e resgatá-los na mesma. Depois que ele trouxe o carro, começaram a afastar quando um tiroteio começou. Jack instruiu Teri e Kim a correr pela floresta e encontra- lo em uma torre. As duas se perderam no caminho e tiveram que ir além do ponto de encontro. Elas se esconderam em um barraco, e quando estavam se preparando para matar o capanga de Gaines, Jack apareceu para salvá-las. Após uma intensa perseguição Jack mata Gaines, e corre para se reunir com sua família. Todos foram resgatados por um helicóptero da CTU. Ao chegarem a CTU, Teri e Kim foram transferidas a um hospital para serem verificadas após o seu rapto. Os médicos queriam realizar um check-up para descobrir o que causava a dor abdominal de Teri. Nina Myers estava com Teri e Kim no hospital quando sentiu que mãe e filha estavam em perigo. Ela decidiu transferi-las para uma casa segura localizada em Pine Canyon onde seriam interrogadas sobre o sequestro e garantir sua segurança.

Quando estava descansando na casa segura, Teri realiza um teste de gravidez, e ela descobre que estava esperando um filho de Jack. Teri conta a Kim e elas estavam pensando em qual momento deveria ser revelada a novidade a Jack. Teri liga para Jack, mais o mesmo estava muito ocupado com a investigação do caso Palmer, então decidiu não contar sobre a gravidez naquele momento. Quando estava sendo interrogada por Nina sobre o sequestro, Teri descobre que Jack tinha se envolvido com Nina, enquanto eles estavam separados. Teri fica muito abalada com a descoberta, e passa a detestar Nina. Teri começa a ter um colapso emocional com tudo o que estava acontecendo. Nina decidiu deixar a casa segura por conta do mal estar que se estabeleceu por essa descoberta, e pede ao agente Ted Paulson para continuar o interrogatório. Durante o interrogatório Paulson mostrou a Teri e Kim as fotos de alguns dos sequestradores mortos, uma delas era de Eli Stram. Ambas ficaram desconfortáveis e falaram que conheciam Eli. Quando Teri começa a entrar em colapso novamente, começa a não responder as perguntas de Paulson, Kim pede para fazer uma pausa. Durante a pausa, Paulson pressentiu o perigo quando os outros agentes não estavam respondendo seu chamado, então ele resolve esconder Teri e Kim em uma sala. Jovan Myovic invadiu o quarto onde elas estavam escondidos, então Teri corre com Kim a um carro da garagem e fogem da casa segura. Jovan entra em seu carro e vai atrás delas. Teri entra em uma rua adjacente a estrada e fica escondida lá. Enquanto verifica se Jovan continua a perseguia-las, o carro que estava com Kim desce uma colina e acaba explodindo. Teri acredita que sua filha estava morta.

Com o choque de testemunhar o que ela acreditava ser a morte de Kim, Teri desenvolve uma Amnésia Dissociativa, e fica incapaz de se lembrar de alguma coisa sobre sua vida. Uma mulher que passava na estrada nesse momento, chamada Tanya, resolve ajudar Teri dando uma carona. Durante o percusso, Teri reconheceu um restaurante na estrada, e pediu a Tanya para deixá-la nesse local. O dono do restaurante Henry Martin reconhece Teri e a cumprimenta. Martin percebe que ela não estava bem. Martin pergunta a Teri se ela queria ver seu velho amigo Dr. Phil Parslow, com quem ela mantinha um relacionamento. Teri fala que sim. Quando Parslow chega ao restaurante, ele tenta ajudar a descobrir como isso aconteceu. Quando Parslow examina Teri ele acaba lhe falando que provavelmente ela deve ter testemunhado algum trauma que causou a perda de memória. Phil também conta a Teri sobre sua vida pessoal e seu relacionamento com ele. Quando ele sugeriu levá-la para o hospital, ela se recusa dizendo que não precisa de ajuda médica. Phil decide levar Teri para a casa, e ver se ela poderia lembrar de alguma coisa lá. Depois de chegar em casa, Parslow mostra a Teri, fotos de Jack e Kim.

Phil resolve chamar um amigo chamado Chris, para fazer a segurança da casa dos Bauers. Teri se desespera quando vê que o amigo Phil estava armado, e fica na defensiva e pede para não ter armas na casa. Parslow pede a Chris para esperar lá fora. Antes que ele pudesse sair, Jovan Myovic mata Chris e fere Phil. Ele ameaça matar Teri se ela não contar onde Kim está. Antes que ele pudesse atirar, Tony Almeida entrou e atirou nas costas de Myovic matando-o. Depois de ver isso, Teri recupera sua memória e grita desesperada pois acredita que Kim está morta. Tony garantiu que Kim estava viva e levou Teri para a CTU. Depois de descobrir que Jack não estava na CTU por Nina, Teri pressiona George Mason sobre o paradeiro de Jack, mas, Mason pede para sua assistente, Rebecca que cuide para que Teri não interfira mais no seu trabalho. Nina, em seguida, conta a verdade a Teri. Jack na verdade estava sendo mantido preso por Victor Drazen. Teri fica muito abalada com a notícia. Ela vai novamente com George Mason para saber o que estavam fazendo para salvar Jack. George fala que estão fazendo tudo que podem para ajudar Jack. Nina conversa com Teri e lhe diz que iam salvar Jack. Teri fica aliviada e agradece Nina por sua honestidade. Ela também pede a Nina para falar ao telefone com Kim, que estava em delegacia de polícia, à caminho da CTU. Quando Teri achava que Kim estava bem, Nina conta a Teri que Kim foi libertada, mas que Jack estava em perigo e que ele estava fazendo de tudo o que podia para deixar Kim a salvo. Quando Jack liga antes de sair para se sacrificar para salvar Kim, Teri lhe conta que estava grávida.

A Morte de Teri Bauer[editar | editar código-fonte]

Teri estava muito impaciente com a falta de noticias sobre sua família, e estava a várias horas na C.T.U.. Então resolve ir à procura de Nina, que estava no curso de sua fuga da CTU. Teri encontra Nina, que confirma que Jack e Kim estavam seguros, mas Teri notou o corpo de uma trabalhadora da CTU, que Nina tinha matado, e então resolve sair daquela sala o mais rápido possível. Nina corre e consegue impedir Teri de sair, e a ameaça de morte. Pouco tempo depois, Jack consegue impedir Nina de fugir, e assim vai ao encontro de sua família. Mas quando Jack chega ao local onde Kim está, ele nota a ausência Teri e sai para procurá-la. Posteriormente, ele encontra Teri, já sem vida numa sala da C.T.U., lá ele conclui que ela havia sido morta a tiros por Nina.

Após Dia 1[editar | editar código-fonte]

  • Aproximadamente 14 anos após sua morte, sua filha Kim e seu marido Stephen tiveram uma filha, a qual deram o nome de Teri, em sua homenagem.

Informações gerais e notas[editar | editar código-fonte]

  • Teri é um dos três personagens que aparecem em uma única temporada. Os outros são Chase Edmunds (temporada 3) e Nadia Yassir (temporada 6). No entanto, Teri é o único dos três a morrer.
  • Seu nome foi mencionado pelo menos uma vez em todas as temporadas seguintes (Dias 2 a 8) após sua morte.
  • Teri é o primeiro personagem do elenco principal a morrer.
  • Além de influenciar muitas das decisões de Jack nas temporadas seguintes, a morte de Teri foi mencionado em todas as temporadas posteriores, de 24.
  • Em um final alternativo, Jack encontra Teri amarrada, mas ilesa. Ela diz que Nina é a traidora, mas ele garantiu-lhe que Nina foi presa, e Kim se reúne com seus pais.
  • Em 24 Live Another Day é revelado que Kim Bauer teve um outro bebê, dessa vez um menino.


Referências

Ícone de esboço Este artigo sobre uma personagem de ficção é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.