Terminal Hidroviário de Ponta de Nossa Senhora

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Ponta de Nossa Senhora
Píer do terminal.
Uso atual Catamarãs Terminal marítimo
Administração VG Construções e Operações Marítimas
Proprietário Brasão do município de Salvador.png Município de Salvador
Linha Travessia Comércio-Ponta de Nossa Senhora
Sigla THPNS
Área 576 km²
Localização
Coordenadas 12° 48' 53" S 38° 38' 29" O
Endereço Ponta de Nossa Senhora de Guadalupe, Ilha dos Frades
Município  Salvador
Próxima estação
' '
Comércio Comércio
Ponta de Nossa Senhora

O Terminal Hidroviário de Ponta de Nossa Senhora (THPNS) é uma estação do transporte aquático situado a beira da Baía de Todos-os-Santos, na Ilha dos Frades, em Salvador, capital do estado brasileiro da Bahia.[1] É considerado um cartão-postal da baía.[2]

Administrado pela concessionária VG Construções e Operações Marítimas Ltda,[3] o terminal é ligado ao continente, Terminal Turístico Náutico da Bahia (TTNB), também em Salvador, por uma linha aquaviária turística que parte às 9:00 e retorna de Ponta de Nossa Senhora às 17:00.[4]

História[editar | editar código-fonte]

Devido a contrato assinado com a Agência Estadual de Regulação de Serviços Públicos de Energia, Transportes e Comunicações da Bahia (AGERBA) em fevereiro de 2007, o terminal foi administrado pela concessionária Sate – Administradora e Exploradora de Terminais Rodoviários Ltda, por cinco anos (de 3 de maio de 2007 a 30 de maio de 3012).[4]

O atual contrato de concessão à VG Construções e Operações Marítimas Ltda. foi assinado em 23 de julho de 2013 e determina, além da administração concedida por 25 anos, a construção de uma nova estação na Ponta de Nossa Senhora com área construída de 576 metros quadrados e recuperação da estrutura dos píeres e subaquática. As obras representam um investimento da concessionária de pouco mais de 4 milhões de reais, enquanto o valor da outorga foi de 100 mil reais. No mesmo dia, ocorreu a assinatura do contrato do conjunto do Terminal Hidroviário da cidade de Maragojipe e do atracadouro de São Roque do Paraguaçu.[3] Foi publicado no diário oficial o aviso de intenção de licitação para administração, operação, manutenção e exploração comercial em 24 de maio de 2013.[5] O novo terminal foi entregue em fevereiro de 2016, após investimentos de 3 milhões de reais.[6]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Secretaria de Turismo da Bahia. «Glossário Náutico da Baía de Todos-os-Santos». Consultado em 20 de Janeiro de 2015 
  2. Diário Oficial. «Terminais hidroviários serão ampliados». Centro Industrial do Subaé. Consultado em 20 de Janeiro de 2015 
  3. a b Editoria Notícias & Empregos (24 de julho de 2013). «Terminais hidroviários na Ilha dos Frades e em Maragogipe passam à iniciativa privada». iBahia.com. Consultado em 20 de Janeiro de 2015 
  4. a b Plano Diretor do Sistema de Transporte Hidroviário Intermunicipal de Passageiros e Veículos da Baía de Todos os Santos. Acesso em: 20 jan. 2015.
  5. Secom/BA (28 de maio de 2013). «Terminais marítimos da Bahia serão licitados». Revista Negócios em Transporte. Tudo em Transporte Editora. Consultado em 20 de Janeiro de 2015 
  6. Luzbel, Ricardo (24 de Fevereiro de 2016). «Ilha dos Frades recebe novo terminal e proteção nas praias». Bahia Notícias. Consultado em 25 de fevereiro de 2016 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Terminal Hidroviário de Ponta de Nossa Senhora