Terra Boa

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Município de Terra Boa
Bandeira indisponível
Brasão indisponível
Bandeira indisponível Brasão indisponível
Hino
Aniversário 13 de julho
Fundação 1955 (62 anos)
Gentílico terraboense ou também terrabonense
Prefeito(a) Valter Peres (PDT)
(2017–2020)
Localização
Localização de Terra Boa
Localização de Terra Boa no Paraná
Terra Boa está localizado em: Brasil
Terra Boa
Localização de Terra Boa no Brasil
23° 46' 04" S 52° 26' 38" O23° 46' 04" S 52° 26' 38" O
Unidade federativa  Paraná
Mesorregião Centro Ocidental Paranaense IBGE/2008 [1]
Microrregião Campo Mourão IBGE/2008 [1]
Municípios limítrofes Norte: Doutor Camargo e Ivatuba, Sul: Araruna e Peabiru, Leste: Engenheiro Beltrão, Oeste: Jussara
Distância até a capital 484 km
Características geográficas
Área 320,905 km² [2]
População 16 991 hab. estimativa IBGE/2017[3]
Densidade 52,95 hab./km²
Altitude 635 m
Clima Tropical
Fuso horário UTC−3
Indicadores
IDH-M 0,744 elevado PNUD/2000 [4]
PIB R$ 122 187,860 mil IBGE/2008[5]
PIB per capita R$ 8 123,65 IBGE/2008[5]
Página oficial
Prefeitura http://www.terraboa.pr.gov.br

Terra Boa é um município brasileiro do estado do Paraná.

História[editar | editar código-fonte]

A colonização de Terra Boa, bem como inúmeros municípios do norte do estado, deu-se pela Companhia Melhoramentos Norte do Paraná, que no ano de 1951 planejou e organizou o patrimônio de Terra Boa. Criando dessa forma uma planta urbana previamente traçada, com espaço reservado para as repartições públicas, centros esportivos e de lazer. Fazendo com que dessa forma atraísse lavradores, a residirem no município.

No ano de 1952, foi celebrada no dia 2 de maio a primeira missa no município de Terra Boa, pelo Padre Aloísio Jacob, vigário de Peabiru, na casa de Antônio de Oliveira, pois a igreja do município ainda estava em construção.

Através da Lei Estadual nº 2.411 de 13 de julho de 1955, o patrimônio de Terra Boa é elevado a município, sendo instalado no dia 11 de dezembro, quando foi desmembrado do município de Engenheiro Beltrão.

No mesmo ano, foram realizadas as eleições que elegeram Carlos Marcondes, como o primeiro prefeito do município. Em 1957 é fundada a primeira escola do primeiro ao quarto ano (ensino fundamental) de Terra Boa, o Grupo Monteiro Lobato. Em 1961 foi fundado a Santa Casa de Misericórdia São Vicente de Paula. Em 1962 cria-se o distrito de Malu. Surge também a Igreja Católica, a Praça Santos Dummont, os geradores de luz que forneciam energia até as 22 horas, foram substituídos por energia elétrica. Foi inaugurado o cinema de Terra Boa e entre os anos de 1960 a 1970 houve uma grande expansão. Em 20 de setembro de 1990 Terra Boa foi elevada à situação de Comarca.

O nome da Cidade de Terra Boa foi dado por aquela Companhia Melhoramentos Norte do Paraná e traduz o sentido da pujança do solo formado pela terra roxa, própria para a cultura do café e de todos os cereais dos climas tropical e subtropical.

Localização[editar | editar código-fonte]

O município possui uma área de 317.550 km² e uma altitude de 635 metros. Sua posição geográfica é: 23º 45’ latitude sul e 52º 26’ longitude W-GR, fazendo limites com os municípios de Araruna, Doutor Camargo, Engenheiro Beltrão, Ivatuba, Jussara, Ourizona e Peabiru.

Rios[editar | editar código-fonte]

O município é banhado pelos rios São Mateus, Taquarimbé, Rio Ivaí (sendo este o principal).

Economia[editar | editar código-fonte]

A base da economia local era a agricultura, e as constantes geadas trouxeram inúmeros problemas econômicos aos lavradores. No ano de 1975, ocorreu uma forte geada, fazendo-se com que se iniciasse o êxodo rural.

O poder público no intuito de manter a população em Terra Boa, iniciou os incentivos à indústria e o comércio local. Após o incentivo, no início da década de 1980, o município possuía 18 fábricas de calçados, industrial de estofados e confecções.

Cultura[editar | editar código-fonte]

Como forma de reconhecimento e valorização à cultura do município, em data de 4 de dezembro de 1993, foi realizado o lançamento da "1ª Coletânea de Poesias", obra esta que reunia trabalhos dos alunos de 1º e 2º Graus do município, colhidos através dos concursos de poesias realizadas nos três anos anteriores (1989, 1990 e 1992).

Religião[editar | editar código-fonte]

Com uma população com maioria católica, em 1976 foi inaugurado a Escola Apostólica São Judas Tadeu – Seminário, comandado pela Congregação dos Padres do Sagrado Coração de Jesus, sendo, pois, uma referência à formação cristã católica em nível nacional.

Assim, São Judas Tadeu é o Padroeiro do município e a Paróquia comemora a festa religiosa em data de 28 de outubro, sendo, portanto, feriado municipal.

Referências

  1. a b «Divisão Territorial do Brasil». Divisão Territorial do Brasil e Limites Territoriais. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 1 de julho de 2008. Consultado em 11 de outubro de 2008 
  2. IBGE (10 out. 2002). «Área territorial oficial». Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Consultado em 5 de dezembro de 2010 
  3. «Estimativa populacional 2017 IBGE». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 30 de agosto de 2017. Consultado em 14 de setembro de 2017 
  4. «Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil». Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). 2000. Consultado em 11 de outubro de 2008 
  5. a b «Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Consultado em 11 de dezembro de 2010 
Ícone de esboço Este artigo sobre municípios do estado do Paraná é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.