Terra Preta (Mairiporã)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Terra Preta
  Distrito do Brasil  
Fotografia da entrada do distrito de Terra Preta, Mairiporã (SP)
Fotografia da entrada do distrito de Terra Preta, Mairiporã (SP)
Localização
Coordenadas 23° 15' 53" S 46° 35' 17" O
Estado  São Paulo
Município Mairiporã
História
Criado em 29 de abril de 1991 (28 anos)
Administração
Administrador Márcio Yoshiaki Utida
desde
Características geográficas
População total (2017) 30,000 hab.
Outras informações
Limites Norte: Atibaia e Bom Jesus dos Perdões
Sul: Mairiporã, Guarulhos e São Paulo
Leste: Nazaré Paulista
Oeste: Caieiras, Franco da Rocha e Francisco Morato.

Terra Preta é um distrito do município brasileiro de Mairiporã, que fica na Região Metropolitana da São Paulo, no estado de São Paulo, no Brasil.

Terra Preta está localizado na Zona Norte da Grande São Paulo por ser distrito anexo de Mairiporã.

História[editar | editar código-fonte]

O distrito de Terra Preta, caracterizado hoje como "industrial" em razão de ser essa a principal economia do distrito, era um bairro do município de Mairiporã.

Chamado de Bom Jesus da Pedra Fria pelos bandeirantes que ali paravam para descansar de suas longas caminhadas, o distrito de Terra Preta já foi denominado por Bom Jesus de Terra Preta (como vemos em mapas editados pela Delta) e em documentos de maio de 1812, por Portão do Juqueri. A denominação de Portão do Juqueri ocorreu pela primeira vez em um documento em que os moradores do bairro foram solicitar ao bispo de São Paulo, D. Mateus Pereira, que “autorizasse o ereção de uma ermida em louvor ao Bom Jesus”, na capela situada atrás da igreja, inaugurada em 1818.

Em 1929, houve a inauguração da primeira escola pública do distrito.

Ao redor da igreja Bom Jesus da Pedra Fria haviam 21 casas que haviam sido construídas com o objetivo de acomodar a população durante os festejos que duravam cerca de 3 dias. Costume esse que foi desaparecendo desde 1940, a pedido dos padres[1] que assumiram a paróquia e essas casas passaram a ter função de moradia.

A parte industrial de Terra Preta foi desenvolvida a partir de 1967, depois que uma lei proibiu a instalação de indústrias no centro de Mairiporã, em razão de leis de proteção de mananciais. A primeira empresa a se instalar em Terra Preta foi a Osato e Cia Ltda. [2]

Em 29 de abril de 1991, o prefeito Luiz Salomão Chamma promulga a Lei n°1534 que cria o Distrito de Terra Preta.[1][3]

Pedido de emancipação[editar | editar código-fonte]

O distrito tentou emancipar-se e ser transformado em município no ano de 1994, mas o processo encontra-se com a tramitação suspensa na Assembleia Legislativa de São Paulo.

Subdivisão[editar | editar código-fonte]

O Distrito de Terra Preta é composto pelos seguintes Loteamentos (Bairros)[4]:

  • Bom Jesus da Capela
  • Chácara Rio Verde
  • Chácara Pedra Vermelha
  • Chácara São João
  • Chácara São Jorge
  • Chácara Corumbá
  • Colinas de Mairiporã I
  • Colinas de Mairiporã II
  • Estância Monte Verde
  • Estância Santa Rita
  • Jardim Almeida (Corumbá)
  • Jardim América
  • Jardim Azaleia
  • Jardim Bela Vista
  • Jardim Cardoso
  • Jardim da Lagoa
  • Jardim das Flores
  • Jardim Jacarandás
  • Jardim dos Pássaros
  • Jardim Gibeon
  • Jardim Lúcia
  • Jardim Nippon
  • Jardim Olimpo
  • Jardim Paraíso
  • Jardim Paulista
  • Jardim Pereira
  • Jardim Presidente
  • Jardim São Francisco I
  • Jardim São Francisco II
  • Jardim Sol Nascente
  • Jardim Sun Valley
  • Jardim Tercasa
  • Jardim Vaneza
  • Jardim Vista Linda
  • Jd. Presidente
  • Jundiaizinho
  • Loteamento Industrial
  • Chácara Mil Flores
  • Mirante da Mantiqueira I
  • Mirante da Mantiqueira II
  • Núcleo Res. Terra Preta
  • Paineiras de Mairiporã
  • Parque Bela Vista
  • Parque das Árvores
  • Parque Industrial II
  • Recanto Ouro Verde
  • Residencial Morada do Sol
  • Silvio Garcia Romero
  • Sitio Arthur
  • Sitio dos Pedrosos
  • Vila Monte Azul
  • Village Graziela
  • Jardim Maria Fernanda
  • Jardim Nascente do Sol
  • Estancia Santa Rita
  • Jardim Brisa (Atibaia)

Fonte W.M.M. (Subprefeitura Terra Preta)[editar | editar código-fonte]

Infraestrutura[editar | editar código-fonte]

Educação[editar | editar código-fonte]

Na educação, o distrito industrial de Terra Preta pelo SENAI que chegou aqui em outubro de 2004[5] e se estabeleceu em um prédio em 2009 e outros cursos pela ETEC inaugurada pelo Governo do Estado de São Paulo em 10 de maio de 2014[6].

Esporte[editar | editar código-fonte]

Em 16 de fevereiro de 2019 foi inaugurado o primeiro parque esportivo do distrito.[7]

Meios de comunicação[editar | editar código-fonte]

  • O distrito era atendido pela Telecomunicações de São Paulo (TELESP)[8], que construiu a central telefônica utilizada até os dias atuais. Em 1998 esta empresa foi privatizada e vendida para a Telefônica[9], sendo que em 2012 a empresa adotou a marca Vivo[10] para suas operações de telefonia fixa.
  • Revista Terra Preta, desde agosto de 2015. [11]
  • Jornal de Terra Preta [12]

Turismo[editar | editar código-fonte]

Parque Esportivo Terra Preta[editar | editar código-fonte]

No dia 30 de março de 2019. foi inaugurado o Parque Esportivo de Terra Preta, local que contém quadra poliesportiva, quadra de streetball, playground, academia ao ar livre, cancha de bocha, salão de eventos e uma pista de caminhada.[13]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Portal A Wikipédia possui o
Portal de São Paulo

/* Subprefeitura Terra Preta - Rua Ari da Silva, 165 - Bairro Terra Preta - Mairiporã - SP - CEP. 07661-560 Fone: 11 4486.1144 Página Facebook: Subprefeitura TERRA PRETA */

Referências

  1. a b BORTOTTO, Marcelo (MTB 26.565) e Carlos (maio 2016). «Revista Terra Preta». Editora Bortotto. calameo.com (Ano 1 - MAIO - 2016 - N° 03): 10, 11. Consultado em 8 de outubro de 2016 
  2. «História - O melhor do bairro de Terra Preta, Mairiporã, SP». www.omb100.com. Consultado em 8 de setembro de 2016. Cópia arquivada em 28 de setembro de 2017 
  3. MUNICÍPIO DE MAIRIPORÃ, Lei⠀nº 1534, de 29 de abril de1991. FICA CRIADO O DISTRITO DE TERRA PRETA, CONFORME AUTORIZA O ARTIGO 128 E SEGUINTES DA LEI ORGÂNICA DO MUNICÍPIO..
  4. «Plano Diretor 2006/2015» (PDF). Imprensa Oficial. Consultado em 16 de agosto de 2016. Arquivado do original (PDF) em 21 de agosto de 2016 
  5. SP, Senai. «PortalSenai - Mairiporã». guarulhos.sp.senai.br. Consultado em 28 de setembro de 2017 
  6. «Etec de Mairiporã é inaugurada | Governo do Estado de São Paulo». Governo do Estado de São Paulo. 10 de maio de 2014. Consultado em 28 de setembro de 2017 
  7. «Edição 774 - Ano XI» (PDF). Imprensa Oficial de Mairiporã. 12 de janeiro de 2019. Consultado em 12 de fevereiro de 2019 
  8. «Área de atuação da Telesp em São Paulo». Página Oficial da Telesp (arquivada) 
  9. «Nossa História». Telefônica / VIVO 
  10. GASPARIN, Gabriela (12 de abril de 2012). «Telefônica conclui troca da marca por Vivo». G1 
  11. «Revista Terra Preta Agosto 2015». calameo.com 
  12. BORTOTTO, Carlos e Marcelo. «Edição 57». Issuu (em inglês). Consultado em 7 de junho de 2018 
  13. «Terra Preta ganha Parque Esportivo! – Prefeitura de Mairiporã». 2 de abril de 2019. Consultado em 25 de abril de 2019 
Ícone de esboço Este artigo sobre um distrito ou povoado é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.