Terra Samba

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Álbum que recebeu da ABPD o Disco de Diamante Duplo.
Terra Samba
Informação geral
Origem Salvador, BA
País  Brasil
Gênero(s) Pagode baiano
Período em atividade 1991 - atualmente
Gravadora(s) Globo/Polydor
Página oficial terrasamba.com.br
Integrantes Márcio Bahia
Ex-integrantes Reinaldo Nascimento

Mano Moreno Mário Ornelas Edson Souza

O Terra Samba é uma banda de pagode baiano[1] brasileira, formada em 1991 por Mário Ornelas e Edson Souza. Em 1998, o álbum Terra Samba ao Vivo e a Cores recebeu da ABPD o disco de diamante duplo, por mais de 2 milhões de cópias vendidas.[2]

História[editar | editar código-fonte]

Em 1991, Edson Souza e Mário Ornelas, eram membros principais da banda e faziam parte de outro grupo, o Gera Samba e paralelamente criaram a denominação Terra Samba para designar a volta do Samba de roda na musicalidade baiana, com muita percussão, pois Édson havia contribuído também no som da Banda Timbalada. No entanto, a partir de 1994 a banda partiu para novos rumos, também com a direção vocal pelo cantor Reinaldo Nascimento. A Banda Terra Samba iniciou seu sucesso com a mistura do samba de roda com a forte presença do estilo de pagode e música africana, além de produzir alguns hits do Carnaval baiano.

Em 1995, lançaram o seu álbum de estreia, chamado Terra Samba Faz Bem, pela gravadora RGE.[3] Lançaram ainda em 1996 e 1997 os álbuns Deus É Brasileiro e Liberar Geral, pela mesma gravadora.[3] Em 1998, assinaram com o selo Globo/Polydor, e lançaram o álbum ao vivo Terra Samba ao Vivo e a Cores,[3] que recebem o disco de diamante duplo[2] pela venda superior a 2 milhões de cópias. Em 1999, lançaram o álbum Auê do Terra, que recebeu da ABPD o disco de ouro.[2] Com a soma das vendagens destes cinco álbuns, a banda vendeu mais de 3 milhões de álbuns.[3]

Atualmente, os vocais do Terra Samba são comandados por Márcio Bahia e foi no programa global “Esquenta”, em 14 de setembro de 2014, que o ex-vocalista Reinaldo Nascimento (Reinaldinho), passa o bastão da banda para Márcio, que na oportunidade, o novo vocalista declarou que para ele é um orgulho assumir um posto tão importante. Com nova cara, o grupo investe em inovações, mas não esquece o verdadeiro samba de raiz, responsável pela boa música da Bahia.

Discografia[editar | editar código-fonte]

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]