Terra sem males

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Searchtool.svg
Esta página ou secção foi marcada para revisão, devido a inconsistências e/ou dados de confiabilidade duvidosa. Se tem algum conhecimento sobre o tema, por favor verifique e melhore a consistência e o rigor deste artigo. Pode encontrar ajuda no WikiProjeto Mitologia.
Se existir um WikiProjeto mais adequado, por favor corrija esta predefinição.
Question book-4.svg
Esta página cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde junho de 2017). Ajude a inserir referências. Conteúdo não verificável poderá ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)

Na mitologia guarani, a terra sem males (Yvy marã e'ỹ, em tupi yby marã e'yma) faz referência ao mito de uma terra onde não haveria fome, guerras ou doenças.[1] O mito foi um dos principais instrumentos de resistência utilizados pelo povo guarani contra o domínio dos espanhóis e portugueses. Os movimentos pela busca da "terra sem males" era articulado pelos pajés, que se intitulavam Karaí.

Em 1549, sofrendo com a colonização portuguesa, 15 000 índios partiram do litoral rumo aos Andes, buscando a "terra sem males". Apenas trezentos chegaram a Chachalpoyas, no Peru, onde, ao invés de bonança, foram capturados e presos[carece de fontes?].

Leitura adicional[editar | editar código-fonte]

  • Jakson de Alencar, Terra sem Males

Referências

  1. Joana D'arc. (PDF) http://w3.ufsm.br/ppggeo/files/dissertacoes_06-11/Joana%20DArc.pdf. Consultado em 18 de dezembro de 2018  Em falta ou vazio |título= (ajuda)
Ícone de esboço Este artigo sobre mitologia é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.