Terraria

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Terraria
Desenvolvedora(s) Re-Logic
Designer(s)
  • Andrew Spinks
  • Whitney Baird
Programador(es)
  • Yorai Omer
  • Skiphs
Compositor(es) Scott Lloyd Shelly
Artista(s)
  • Jim Kjexrud
  • Victor Moura
  • Jamison Hayes
Plataforma(s)
Gênero(s) RPG, Ação-Aventura, Sandbox
Modos de jogo Single-Player, Multi-Player (Co-op e PvP)
Mídia Download, Disco óptico
Hardware
Versão 1.3.0.8

Terraria é um RPG de ação-aventura independente produzido pela Re-Logic. Possui como características a exploração, artesanato, construção de estruturas e combate monstros perigosos como por exemplo (olhos gigantes) em um mundo 2D gerado aleatoriamente.

Lançado dia 16 de Maio de 2011, o jogo continuou a receber atualizações de conteúdo gratuitas até o ano de 2016.[1] Estima-se que o jogo tenha vendido 50 mil cópias no dia do lançamento, com mais de 17 mil jogadores on-line ao mesmo tempo.[2] O jogo foi recebido positivamente pelos críticos.

Jogabilidade[editar | editar código-fonte]

Terraria e um jogo composto por setas um pouco semelhante a Minecraft pocket edition e tem um otimo tutorial e títulos clássicos de exploração e aventura como Metroid [3] e The Legend of Zelda.

Elementos básicos do jogo

incluem ciclos de dia e noite, coleta de materiais para confecção de novos objetos, progresso baseado na aquisição de novos itens e exploração de novas áreas, interação com outros personagens, pontos de vida e pontos de magia.

Antes de começar, o jogador possúi a possibilidade de personalizar seu personagem, nível de dificuldade, atalhos do teclado, a cor do cursor, dentre diversas outras opções[4] .

No início, o jogador receberá diversas ferramentas básicas necessárias para o combate e aquisição de recursos. O personagem do jogador também conta com medidores de vida e magia que podem ser expandidos ao decorrer do jogo. Um NPC guia estará sempre presente nos primeiros momentos, oferecendo dicas sobre como progredir e opção de verificar materiais necessários para se produzir novos itens.

Ao se construir casas habitáveis e cumprir certos objetivos, novos personagens surgirão e ocuparão as residências, oferecendo serviços como mercadores ou curandeiros. Atualmente, é possível se encontar 22 personagens diferentes, além de 3 NPCs viajantes que não precisam de uma residência. Dentre os possíveis NPCs estão: Merchant, Dryad, Demolitionist, Arms Dealer, Nurse, Clothier, Mechanic, Goblin Tinkerer, Wizard, Steampunker, Dye Trader, Party Girl, Cyborg, Painter, Witch Doctor, Truffle, Pirate, Angler, Stylist e Traveling Merchant. Dentre os serviços oferecidos estão cura, venda de itens e distribuição de missões[5] onde o jogador poderá utilizar suas moedas, obtidas por derrotar monstros, destruir vasos, ou em baús e tesouros escondidos pelo mapa.

Uma das características principais de Terraria é a existência de múltiplos biomas repletos de ruínas e tesouros, habitados por diversos tipos de criaturas. Alguns biomas comuns incluem florestas, selvas, desertos, tundras, praias e cavernas. Três biomas nocivos podem crescer e consumir outros biomas existentes, sendo esses Hallow, Crimson e Corruption. Alguns biomas são apenas acessíveis após certos itens serem adiquiridos ou tarefas forem cumpridas, como masmorras, templos, ilhas flutuantes e um sub-mundo. É possível também se encontrar mini-biomas dentro de cada área, como cavernas com cogumelos gigantes, casas abandonadas, salas com tesouros e grutas de pedras preciosas.

O jogo também possui chefes e eventos especiais, onde o jogador precisa defender a si mesmo ou aos seus companheiros. Alguns eventos comuns incluem lua de sangue, eclipse solar, chuva de slimes, invasão de goblins, invasão alienígena e eventos de Halloween e Natal. Atualmente o jogo conta com mais de 20 chefes diferentes, dentre chefes comuns, chefes específicos de eventos e chefes exclusivos de certas versões do jogo. A presença de influências de H. P. Lovecraft é frequente em Terraria, especialmente observada em chefes como Eye of Cthulhu e Brain of Cthulhu.

Atualmente, Terraria conta com mais de 3,000 itens diferentes[6] , incluindo armas, ferramentas, armaduras, munições, magias, poções mágicas, montarias, pets e materiais de construção.

Desenvolvimento[editar | editar código-fonte]

O desenvolvimento do jogo começou em Janeiro de 2011[7] , e desde Maio de 2011 o jogo têm sido atualizado constantemente com a adição de novos conteúdos e mecânicas. A primeira grande atualização ocorreu em Dezembro de 2011, com a adição de novos atributos que redefiniram o jogo.[8]

Em Fevereiro de 2012, Redigit (autor) anunciou que Terraria seria descontinuado, e expressou sua vontade em dar prioridade à sua vida pessoal, confirmando apenas uma futura atualização para correção de bugs.[9] Apesar do anúncio, em Janeiro de 2013 foi confirmado o retorno ao desenvolvimento do jogo em tempo integral, com a previsão de uma atualização que novamente dobraria o conteúdo atual e adicionaria novas mecânicas de grande relevância.[10] Durante o desenvolvimento dessa atualização, a equipe de desenvolvemento foi reestruturada e recebeu a adição de novos membros nas áreas de arte e programação.

Em Outubro e Dezembro de 2013, Terraria recebeu atualizações especiais de Dia das Bruxas e Natal, expandindo consideravelmente o conteúdo do fim do jogo.[11] [12]

Novas atualizações continuaram a ser desenvolvidas e lançadas durante 2014 e 2015, com uma nova grande atualização de conteúdo sendo lançada em Junho de 2015[13] , redefinindo o jogo mais uma vez.

Recepção[editar | editar código-fonte]

No site Metacritic, Terraria obteve 8.4/10 pontos, a partir de 12 críticas[14] . Pela IGN, o jogo possui uma pontuação de 9/10[5] . Já na GameSpot, o jogo recebeu 8.5/10[15] . No Baixaki Jogos, o jogo recebeu 90/100 pontos[4] .

O jogo vendeu 50 mil cópias no primeiro dia, e após um mês, o jogo havia vendido 432 mil cópias[16] . Até Junho de 2015, estima-se que o jogo tenha vendido 15 milhões de cópias.[17]

Atualmente Terraria se encontra dentre os jogos mais jogados na Steam, à frente de jogos como Portal 2 e Fable III[18] .

Ver Também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. «Huge Terraria Update 1.3 Arrives Tomorrow | Rock, Paper, Shotgun». Consultado em 2015-09-09. 
  2. Tom Senior. «"Terraria launch a huge success"» (em inglês). PC Gamer. 
  3. McWhertor, Michael. «Somewhere Between Super Metroid and Minecraft Lies the Intriguing Terraria». Consultado em 2015-09-09. 
  4. a b Maurício Tadra. «Terraria - Análise». Baixaki Jogos. 
  5. a b Nathan Meunier. «"Terraria Review"» (em inglês). IGN. 
  6. «PC - Item 3,000! | Terraria Community Forums». forums.terraria.org. Consultado em 2015-09-09. 
  7. Dana Jogenwaard (29/04/2011). «Minecraft: The Platformer?». IGN. Consultado em 09/09/2015. 
  8. «Terrraria patch 1.1 to add new bosses, monsters, NPCs, hard mode and Unreal Megashark». Consultado em 2015-09-09. 
  9. «Terraria Dev: “Time to move on”; Fans: “Nooooooo!” | Rock, Paper, Shotgun». Consultado em 2015-09-09. 
  10. «Terraria creator asks what YOU would like to see in a possible update». Consultado em 2015-09-09. 
  11. «Terraria offers new treats, no tricks, in Halloween update». Consultado em 2015-09-09. 
  12. «Terraria launches Christmas update on iOS, Android». Engadget. Consultado em 2015-09-09. 
  13. «IT HAS BEGUN! - Terraria 1.3 Launches Today! - News - Terraria». terraria.org. Consultado em 2015-09-09. 
  14. «"Terraria for PC Reviews, Ratings, Credits and More at Metacritic"» (em inglês). Metacritic. 
  15. Tom Mc Shea. «Terraria PC Review» (em inglês). GameSpot. 
  16. Tom Senior. «"Terraria sells 432,000 in one month, hardcore mode revealed"» (em inglês). PC Gamer. 
  17. «Good. Bad. I'm the Guy with the YoYo: The Terraria 1.3 Official Trailer - News - Terraria». terraria.org. Consultado em 2015-09-09. 
  18. Duncam Geere. «"Terraria Offers Two-Dimensional Mining, Exploring and Giant Eyeballs"» (em inglês). Wired. 

Ligações Externas[editar | editar código-fonte]