Terreiro da Sé

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
PORTO
Terreiro da Sé
Sé do Porto - terreiro da Sé (placa).jpg
Terreiro da Sé
Freguesia(s):
Lugar, bairro:
Ruas afluentes: Escadas da Sé, Calçada de Vandoma, Calçada de D. Pedro Pitões e Rua de D. Hugo
Abertura: Idade Média, consideravelmente alargado em 1940
Designação anterior: Largo da Sé; Terreiro de D. Afonso Henriques
Terreiro Se (Porto).JPG
Da esquerda para a direita: Antiga Casa da Câmara, Sé do Porto e Casa do Cabido
Toponímia do Porto

O Terreiro da Sé é uma praça na freguesia da da cidade do Porto, em Portugal.

Origem do nome[editar | editar código-fonte]

O nome é uma alusão à Sé do Porto.

História[editar | editar código-fonte]

O Terreiro da Sé, tal como hoje se apresenta, é uma criação da década de 1940. Para abrir caminho para esta praça espaçosa foram demolidos vários quarteirões de feição medieval que ainda subsistiam.

Mesmo em frente à porta da Sé do Porto estava a Capela dos Alfaiates que foi desmontada e reconstruída em 1953 na Rua do Sol, onde actualmente se encontra. Nas imediações estava, também, uma casa torre que foi reconstruída, reinterpretada e rebaptizada como Torre Medieval do Porto. No entanto, a quase totalidade das construções do local desapareceram para sempre, nomeadamente a antiga Cadeia do Bispo e a casa armoriada que pertencia ao conde de Castelo de Paiva. Desapareceram também diversos arruamentos como o Largo do Açougue e as Ruas das Tendas, do Faval e da Francisca.

No centro do novo Terreiro da Sé foi colocado um pelourinho pela Câmara Municipal do Porto, em 1945, como remate das obras de reestruturação da zona envolvente da Sé.[1]

Pontos de interesse[editar | editar código-fonte]

Acessos[editar | editar código-fonte]

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Terreiro da Sé