Terrorismo de esquerda

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Wiki letter w.svg
Por favor, melhore este artigo ou secção, expandindo-o(a). Mais informações podem ser encontradas na página de discussão. Considere também a possibilidade de traduzir o texto das interwikis.

O terrorismo de esquerda (também conhecido como terrorismo marxista-leninista) é uma forma de terrorismo com o objetivo de destruir um sistema capitalista ocidental e substitui-lo por uma sociedade socialista.[1][2] Marx criticava esse conceito ao afirmar que não se pode defender quaisquer ação direta sem ter um forte apoio social.[3]

Conceito[editar | editar código-fonte]

A ideologia de terroristas de esquerda é fortemente influenciada pelo pensamento marxista[carece de fontes?] acrescido com correntes distintas de extrema-esquerda[carece de fontes?]. O grupo terrorista Naródnaia vólia, responsável pelo assassinato do czar Alexandre II da Rússia em 1881, é conhecido como responsável pelo desenvolvimento do conceito de praticar atos terroristas como forma de propaganda pelo ato[carece de fontes?].

O terrorismo de esquerda costuma ser motivado pela ideologia e tem um objetivo inegociável: a mudança do regime. Isso faz com que muitos membros da esquerda revolucionária mostrem solidariedade com grupos de libertação nacional que empregam terrorismo desde que estejam envolvidos em uma luta global contra o capitalismo, como nacionalistas irlandeses, a Organização para a Libertação da Palestina e os Tupamaros.[4]

Referências

  1. Aubrey, Stefan M. The new dimension of international terrorism. Pág. 44-45. Em inglês. Zurich: vdf Hochschulverlag AG, 2004. ISBN 3-7281-2949-6
  2. Moghadam, Assaf. The roots of terrorism. New York: Infobase Publishing, 2006. Pág. 56. Em inglês. ISBN 0-7910-8307-1
  3. Colas, Dominique. Sociologie politique, PUF, 2008 (1ère ed. : 1994)
  4. Brockhoff, Sarah, Krieger, Tim and Meierrieks, Daniel, "Looking Back on Anger: Explaining the Social Origins of Left-Wing and Nationalist Separatist Terrorism in Western Europe, 1970-2007" (2012). Em inglês. Páginas: 3,15-17. APSA 2012 Annual Meeting Paper. http://ssrn.com/abstract=2107193

Ver também[editar | editar código-fonte]