Tertius Chandler

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Tertius Chandler
Nascimento 1915
Morte 2000 (85 anos)
Nacionalidade  Estados Unidos
Ocupação Historiador, economista e escritor

Tertius Chandler (1915 — 2000) foi um historiador e escritor norte-americano que viveu em Berkeley. Foi professor e conferencista de história, economia e religião, sobretudo sobre Moisés. A obra de Chandler com mais sucesso em termos de reconhecimento dos seus partes académicos é Four Thousand Years of Urban Growth, cuja primeira edição data de 1974 (em 1987 foi publicada uma edição revista). Nesse livro constam estimativas de população de cidades desde a Antiguidade;[1] [2] a obra tem sido amplamente citada.[3] [4] [5]

Apesar da notoriedade desse livro, alguns autores consideram que a obra-prima de Chandler é a Chandler's Half Encyclopedia, publicada em 1983. Outro livro digno de nota é The Tax We Need, publicado em 1980.[6]

Além do seu trabalho mainstream sobre populações urbanas, Chandler defendeu e desenvolveu várias ideias alternativas sobre história, as quais são apresentadas e discutidas no seu livro Godly Kings and Early Ethics, no qual ele apresenta as suas ideias sobre Moisés e a sua crença que Zeus e outras figuras da mitologia grega foram pessoas reais. Chandler desenvolveu essas teses em alguns dos seus outros livros. Algumas das teses de Chandler incluíam:[6]

  • Zeus era um rei no tempo de Moisés
  • Noé era a mesma pessoa que o heroói grego Eneias

Obra publicada[editar | editar código-fonte]

  • Three Thousand Years of Urban Growth (1974; coautores: Gerald Fox, Lewis Mumford), Elsevier Science & Technology ISBN 0127851097
  • Four Thousand Years of Urban Growth: An Historical Census (1987), Edwin Mellen Pr ISBN 0889462070
  • Chandler's Half Encyclopedia (1983), Gutenberg Press
  • Remote Kingdoms
  • Moses and the Golden Age (1986), Dorrance Publishing
  • Progress: Social Progress from Mercury to Kennedy, Exposition Press ISBN 0682483613

Notas e referências

  1. Sanderson, Stephen K. (1995). Civilizations and world systems: studying world-historical change (em inglês) [S.l.: s.n.] p. 209. 
  2. «City populations through History» (pdf). teacherweb.ftl.pinecrest.edu (em inglês). Pine Crest School. Consultado em 29 de setembro de 2011. 
  3. Manning, Patrick (2005). Migration in world history (em inglês) [S.l.: s.n.] p. 14. 
  4. Marks, Robert (2007). The origins of the modern world: a global and ecological narrative from the fifteenth to the twenty-first century (em inglês) [S.l.: s.n.] p. 40. 
  5. Pasciuti, Daniel; Chase-Dunn, Christopher. «Estimating The Population Sizes of Cities». www.irows.ucr.edu (em inglês). The Institute for Research on World-Systems. Arquivado desde o original em 21 de maio de 2011. Consultado em 29 de setembro de 2011. 
  6. a b Foldvary, Fred E. (2000). The Progress Report (www.progress.org) (em inglês). Benjamin Banneker Center for Economic Justice and Progress http://web.archive.org/web/20090116201931/http://www.progress.org/fold145.htm. Arquivado desde o original em 16 de janeiro de 2009. Consultado em 29 de setembro de 2011.  Falta o |titulo= (Ajuda)

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

  • Chandler, Tertius (1987). «Education -- Less Of It». www.cooperativeindividualism.org (em inglês). School of Cooperative Individualism. Arquivado desde o original em 8 de agosto de 2008. Consultado em 29 de setembro de 2011. 


Ícone de esboço Este artigo sobre História ou um(a) historiador(a) é um esboço relacionado ao Projeto História. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.