Tesla Roadster de Elon Musk

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Tesla Roadster do Elon Musk)
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Gnome globe current event.svg
Este artigo ou seção se refere ou tem relação com uma missão espacial atualmente em curso.
A informação apresentada pode mudar com frequência. Não adicione especulações, nem texto sem referência a fontes confiáveis. (Editado pela última vez em 31 de julho de 2018.)
CELstart-rocket.png
Tesla Roadster de Elon Musk
Elon Musk's Tesla Roadster (40110297852).jpg
Tesla Roadster com a Terra ao fundo.
Descrição
Nomes alternativos SpaceX Roadster[1]
Starman[1]
Tipo Massa inerte
Dispositivo de transmissão
Missão Carga útil de teste
Operador(es) Estados Unidos SpaceX
Identificação SATCAT 43205
Propriedades
Fabricante Estados Unidos Tesla Motors
Massa
  • ~1,300 kg (2,900 lb);
  • ~6,000 kg (13,000 lb) incluindo o estágio superior do foguete[2]
Geração de energia Baterias
Duração das baterias 4 horas
Missão
Contratante(s) Estados Unidos SpaceX
Data de lançamento 6 de fevereiro de 2018, 20:45 UTC
Veículo de lançamento Estados Unidos Falcon Heavy
Local de lançamento Estados Unidos Kennedy LC-39A
Especificações orbitais
Referência orbital Heliocêntrica
Regime orbital Órbita solar
Excentricidade orbital 0.25575[3]
Periastro 0.98614 ua[3]
Apoastro 1.6639 ua[3]
Inclinação orbital 1.078°[3]
Período orbital 1.525 anos[3]


O Tesla Roadster do Elon Musk é um carro esporte elétrico que serviu como carga de teste para o voo de teste do Falcon Heavy no dia 6 de Fevereiro de 2018. Um manequim apelidado de Starman "dirige" o carro vestindo uma roupa espacial. o Tesla Roadster de 2008 e o foguete Falcon Heavy são ambos produtos das empresas Tesla Motors e SpaceX do Elon Musk. Esse carro era anteriormente usado para Musk ir trabalhar, e se tornou o primeiro carro de consumidor enviado ao espaço.

Junto com o segundo estágio do foguete, o qual ainda está preso, o carro se junta na lista de objetos em órbita heliocêntrica. O impulso do segundo estágio deu uma combinação de velocidade o suficiente para escapar da gravidade da Terra e entrar numa órbita elíptica ao redor do Sol que cruza a órbita de Marte. A órbita alcança a distância máxima do Sol em seu afélio de 1.66 unidades astronômicas (ua).[3][4] Durante a porção inicial da viagem, a combinação fez uma transmissão ao vivo de volta para a Terra por quase quatro horas.[5]

A escolha de enviar esse carro como uma carga de teste foi variadamente interpretada como um marketing para a Tesla, um objeto artístico, ou uma contribuição com o lixo espacial.

Passado[editar | editar código-fonte]

Roadster do Elon Musk na Terra.

Em Março de 2017 Musk falou que o lançamento do novo Falcon Heavy era arriscado, então ia carregar a "coisa mais boba que podemos imaginar".[6] Em 1 de dezembro de 2017 ele disse que a carga ia ser seu Roadster pessoal,[7][8] subsequentemente foi confirmado que não era uma piada.[9] Em 22 de dezembro, Musk publicou fotos do carro antes da encapsulação da carga.

Tradicionalmente, concreto ou blocos de aço são usados como balastro em voos de teste arriscados. A SpaceX queria demonstrar que seu novo foguete poderia carregar uma carga até além da órbita de Marte. Foi relatado que ofereceram à NASA a possibilidade de enviar equipamento científico, mas esses planos não se tornaram realidade.[10]

Esse Roadster se tornou o primeiro carro de consumo a ser enviado ao espaço.[11] Três rovers tripulados foram enviados ao espaço nas Apollo 15, 16 e 17 nos anos 70 e esses veículos foram deixados na Lua.[12]

Carga do Roadster[editar | editar código-fonte]

O Tesla Roadster de primeira geração é um carro esporte todo elétrico. O Roadster vermelho lançado ao espaço é um dos veículos que Musk possuía.[13][14] Musk disse em uma entrevista em 2012 que o Roadster era "o que eu usava para trabalhar".[15]

Large circular disc of a fully-illuminated planet Earth floating in the blackness of space. In front of Earth is a red convertible sports-car seen from the side. A humanoid figure wearing a white-and-black spacesuit is seated in the driving seat with the right-arm holding the steering wheel, and the left-arm resting on the top of the car door.
"Starman" sentado no Roadster

Posicionado no assento do motorista, está o "Starman", um manequim em escala real batizado após a música "Starman" do David Bowie"[16] e colocado numa roupa espacial.[17] O manequim tem sua mão direita no volante e o cotovelo esquerdo descansando na janela aberta. O sistema de som do carro foi dito estar num loop com a música do Bowie "Space Oddity"[18] mesmo que nenhum humano pudesse ouvir no espaço,[19][20] isso foi feito como um gesto simbólico.[21]

Um número de objetos simbólicos ou cômicos foram colocados no Roadster. Tem uma cópia do romance O Guia do Mochileiro das Galáxias do Douglas Adams lançado em 1979 no porta luvas, ao lado de uma toalha (como referência ao livro) e um sinal no painel de controle escrito "Don't Panic!" (como outra referência ao livro).[22][23][24] Uma miniatura do Roadster e do Starman feita pela Hot Wheels foi montada no painel de controle Uma placa carregando os nomes dos empregados que trabalharam no projeto está em baixo do carro, e uma mensagem na placa de circuito do veículo onde se lê "Made on Earth by humans".[25] Uma cópia da Série da Fundação de Isaac Asimov foi posta num 5D Memory Crystal. O disco armazena 360 terabytes, mas os livros foram comprimidos em apenas 3 megabytes. Foi criado pela Arch Mission Foundation e adicionado no último minuto depois que Musk foi informado que o disco, previamente criado como uma prova de conceito e nunca teve como objetivo ser enviado ao espaço, estava disponível. Musk é um fã da trilogia.[26][27][28]

Lançamento[editar | editar código-fonte]

Wikinotícias

Uma licença para o lançamento foi liberada pelo Office of Commercial Space Transportation em 2 de fevereiro de 2018.[29] O carro foi instalado no Falcon Heavy numa posição inclinada acima do adaptador de carga para levar em conta a distribuição de massa.[30] O foguete decolou do Launch Complex 39A no Kennedy Space Center[29] at 15:45 EST (20:45 UTC) on February 6, 2018,[31] e foi inicialmente colocado numa órbita de estacionamento enquanto continuava preso ao segundo estágio do Falcon Heavy.[4] Depois de uma costa mais longa que o usual de 6 horas através do Cinturão de Van Allen, além do mais demonstrando a nova capacidade requisitada pela Força Aérea Americana para inserção direta de órbita geostacionária de satélites pesados da inteligência, o segundo estágio reignitou para uma trajetória de fuga da Terra.[32][33][34]

Photograph of the front of a red convertible sports car floating in space.  There is a humanoid figure in the driving seat.  In the background, partially illuminated in a crescent shape, is planet Earth.
Imagem final do Roadster

Como todos os lançamentos anteriores, a SpaceX fez uma transmissão de vídeo. Começou no lançamento, e uma vez no espaço mostrou o Roadster em ângulos diferentes a partir de câmeras montadas dentro e fora do carro

A SpaceX não falou por quanto tempo a transmissão devia ocorrer, e Musk disse que a bateria do carro deveria durar doze horas, mas a tranmissão na verdade correu por cerca de quatro horas, terminando antes do impulso final para fora da órbita da Terra.[5][35][36][37] As imagens foram lançadas pela SpaceX em domínio público em sua conta do Flickr.[38][39]

Seguindo o lancamento, o carro e o booster do foguete receberam o número 43205 do Satellite Catalog Number,[3] nomeado "Tesla Roadster (AKA: Starman)", junto da COSPAR designation 2018-017A.[1] O Roadster continua atracado ao segundo estágio do Falcon Heavy.[40]

Órbita[editar | editar código-fonte]

A órbita do Tesla Roadster, com os planetas do Sistema Solar interior para contexto. Seu afélio, o ponto mais distante do Sol, é ~250 milhões de quilômetros (1.70 UA).

O carro, a bordo do foguete, entrou numa órbita elíptica ao redor do Sol que vai além da órbita de Marte, tão longe quanto o cinturão de asteróides, mas não vai voar por Marte ou entrar em órbita ao seu redor.[41][42][43]

Mesmo se o lançamento mirasse numa órbita de transferência marciana, nem o carro ou o estágio superior do Falcon Heavy foram projetados para funcionar em espaço profundo, faltando propulsão, manobra, potência e capacidade de comunicação requirida para operar no espaço interplanetário ou para entrar na órbita de Marte. A proposta de lançar o Roadster em órbita heliocêntrica é para mostrar que o Falcon Heavy pode lançar cargas que alcancem Marte.[43] Ele está se movendo para além da Terra a uma velocidade de 12 908 km/h (8 000 mph)[44]

Observações[editar | editar código-fonte]

Baseado em observações ópticas feitas usando um telescópio robótico no Observatório de Warrumbungle, Dubbo, Austrália e o refinamento da órbita, um re-encontro próximo com a Terra (originalmente previsto para 2073) não é possível.[45] Em 2020, o carro vai passar a 6.9 milhões de quilômetros de Marte, bem além de sua esfera de influência gravitacional.[46]

O Virtual Telescope Project observou o Tesla dois dias depois do lançamento, onde ele tinha uma magnitude aparente de 15.5 ,[47] comparável com a lua de Plutão Caronte. O Roadster foi automaticamente visto e registrado pelo telescópio Asteroid Terrestrial-impact Last Alert System (ATLAS) operado pela Universidade do Havaí.[48] O carro foi observado pelo Deimos Sky Survey (DeSS) a uma distância de 720 000 quilômetros (450 000 mi) com um efeito de flash o que sugere um giro.[49]

Maior parte das fotografias escuras com pequenos pontos brancos fazem o campo estelar, datado de 8 de fevereiro de 2018. Quatro pontos brancos em uma linha são circulados em vermelho e marcados com uma marcação de tempo que indicam a posição do Tesla Roadster enquanto se move pelo céu num intervalo de quatro minutos.
Roadster fotografado com um telescópio de 0.43 m do Observatório Dubbo na Austrália, em 8 de fevereiro de 2018, 16:29-16:50 UTC, a uma distância de 550,000 km (1.4 distâncias lunares) da Terra. Brilho que varia sugere um giro.

Por medir mudanças no brilho do carro em rotação, os astrônomos determinaram que o Roadster está rotacionando com um período de 4.7589 +/- 0.0060 minutos. Por 11 de fevereiro de 2018, medidas de astrometria de 241 observações independentes foram coletadas, refinando as posições em até um décimo de um arco segundo[50]—mais acurado que a maioria das observações de objetos no espaço.[50]

Futuro[editar | editar código-fonte]

Musk disse que o carro deve vagar pelo espaço por um bilhão de anos. Radiação solar, radiação cósmica e impacto de micrometeoritos vão danificar o carro estruturalmente no decorrer do tempo.[51] A radiação vai quebrar o material orgênico e todas as partes com ligação de carbono. Pneus, pintura, plástico e couro devem durar apenas cerca de um ano, enquanto as partes de fibra de carbono devem durar consideravelmente mais. Eventualmente, apenas a estrutura de alumínio, metais inertes e vidro não destruído por meteoritos vão sobrar.[52]

Um rascunho de artigo enviado ao arXiv, baseado em cálculos começando em 10 de fevereiro de 2018 e avaliando 240 simulações acima de um intervalo de tempo de 3 milhões de anos, encontrou que a probabilidade do Roadster colidir com a Terra ser de aproximadamente 6%, ou com Vênus é aproximadamente 2,5%.[53] Essas probabilidades de colisão são similares as encontradas em outros objetos próximos da Terra.[53] A meia vida para as órbitas testadas foi calculada como tendo aproximadamente 20 milhões de anos, mas com trajetórias variando significativamente seguindo a um encontro próximo com o sistema Terra-Lua em 2091.[53]

Reações[editar | editar código-fonte]

A escolha desse carro como uma carga de teste foi variadamente interpretada como um movimento de marketing para a Tesla, um objeto de arte ou lixo espacial.

Marketing[editar | editar código-fonte]

Musk foi louvado como um marqueteiro e gerente de marca visionário que deliberadamente controla o tempo e conteúdo de suas obras de relações públicas corporativas.[54][55][56][57] Depois do lançamento, a Scientific American disse que usar um carro não era inteiramente sem sentido, no sentido de que algo desse tamanho e peso era necessário para um teste bem feito. "Tematicamente, se encaixou com perfeição" usar um carro da Tesla, e não tinha razão para não atacar a oportunidade de se lembrar que a indústria automobilística que Musk está desafiando o status quo tanto nessa arena, como no espaço.[54] Advertising Age concordou com Business Insider de que o lançamento do Roadster no espaço foi o "maior comercial automobilístico sem gastar um centavo em propaganda", demonstrando que Musk está "a quilômetros além dos demais" em alcançar consumidores jovens, onde "meros mortais discutem sobre gastar milhões para lutar um contra o outro em apenas alguns segundos no ar", Musk "apenas executa sua visão."[55][56] Alex Hern, repórter de tecnologia para o The Guardian, disse que a escolha de lançar o carro foi um "híbrido de um avanço genuíno e um golpe de publicidade nerd" sem "nenhum real motivo além de gerar boas fotos para a imprensa", que não devem prejudicar a conquista tecnológica muito mais importante representado pelo lançamento do próprio foguete.[58]

Lori Garver, ex vice-diretora da NASA inicialmente disse que a escolha para a carga do voo inicial do Falcon Heavy foi um truque e perda de oportunidade para um maior avanço na ciência - mas depois esclareceu que "Um SpaceX VP (vice-presidente) me contou que eles ofereceram lançamentos gratuitos para a NASA, Força Aérea e etc, mas ninguém aceitou."[59]

Arte[editar | editar código-fonte]

Alice Gorman, uma palestrante de arqueologia e estudos espaciais disse que o propósito primário é comunicação simbólica, que "o carro esporte vermelho simboliza a masculinidade - poder, riqueza e velocidade[60] – mas também quão frágil a masculinidade é" e então citando outro arqueologista, que "O carro é também uma armadura contra a morte, um talismã que suprime o medo profundo da mortalidade."[61] Gorman escreveu que "o traje espacial também é sobre a morte. [...] O Starman nunca viveu, mas agora ele está assombrando o espaço."[61]

The Verge comparou o Roadster como um trabalho artístico lembrando o "Ready-made", igual a peça A Fonte, de 1917 do Marcel Duchamp, criada colocando um objeto do dia a dia numa posição, contexto e orientação incomuns.[62]

Lixo espacial[editar | editar código-fonte]

Alguns comentadores criticaram o lançamento do Tesla como crasso ou irresponsável.[58][59][63] Hugh Lewis, um perito em detritos espaciais da Universidade de Southampton, tweetou que "Intencionalmente lançar um carro para uma órbita de longa duração não é o que você quer ouvir de uma companhia planejando lançar 1000 satélites em LEO."[63] O perito em detritos orbitais Darren McKnight disse que desde que o carro esteja fora da órbita da Terra, ele não vê risco, mas "O entusiasmo e interesse que ele [Musk] gera mais do que compensa o infinitesimalmente pequeno 'lixo' no cosmos."[64]

O escritor científico Mark Kaufman disse que o carro orbital do Musk foi "sensacionalista" e uma "grotesca apresentação de riqueza", também como uma oportunidade perdida de coletar algum dado astronômico mínimo ao lançar uma instrumentação básica no lugar de um carro. Tommy Stanford, diretor do Commercial Spaceflight Federation, opinou que o carro e seu estágio do foguete não são mais "lixo espacial" do que o material comum normalmente usado em outros voos teste. Simuladores de massa são as vezes colocados numa órbita cemitério ou enviadas numa trajetória de espaço profundo, onde não são um perigo.[65]

A Sociedade Planetária estava preocupada que lançar um objeto não esterelizado ao espaço interplanetário possa causar contaminação biológica de um objeto planetário.[66][67]

Impacto Cultural[editar | editar código-fonte]

O carro no espaço rapidamente se tornou um tópico para memes na Internet.[68][69] Western Australia Police distribuiu uma foto de uma arma radar apontada para o Roadster enquanto ele estava acima da Austrália.[70][71] Škoda produziu um vídeo paródia de um Škoda Superb sendo dirigido para Marte (uma vila no centro da França).[72][73]

Algumas notícias relataram a semelhança entre as imagens reais de um carro orbitando a Terra e a sequência título do filme de animação feito em 1981 Heavy Metal, onde um viajante espacial pousa na Terra em um conversível de dois lugares.[74][75]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b c Miley, Jessica (9 de fevereiro de 2018). «NASA Officially Lists Elon Musk's Floating Tesla Roadster As a Celestial Object». Interesting Engineering. Consultado em 14 de fevereiro de 2018.  JPL designated the artificial object as "Tesla Roadster (Starman, 2018-017A)"
  2. Kyle, Ed. «SpaceX Falcon Heavy Data Sheet». www.spacelaunchreport.com 
  3. a b c d e f g «Tesla Roadster (spacecraft) (solution #7)». JPL Horizons On-Line Ephemeris System. 13 de fevereiro de 2018. Consultado em 15 de fevereiro de 2018. 
  4. a b Harwood, William (8 de fevereiro de 2017). «'Starman' puts Earth in the rearview mirror». CBS News – via Spaceflight Now 
  5. a b Live Views of Starman – via YouTube 
  6. Musk, Elon (31 de março de 2017), «Considering trying to bring upper stage back on Falcon Heavy demo... [tweet thread]», Twitter 
  7. «Elon Musk says SpaceX will try to launch his Tesla Roadster on new heavy-lift rocket». Space Flight Now 
  8. Malik, Tariq (1 de dezembro de 2017). «Elon Musk Will Launch His Tesla Roadster to Mars on SpaceX's 1st Falcon Heavy Rocket». Space.com 
  9. «Falcon Heavy's Debut Flight Payload: A Tesla Roadster». Aviation Week & Space Technology. 6 de dezembro de 2017. Consultado em 7 de dezembro de 2017. 
  10. Mosher, Dave (9 de fevereiro de 2018), «Launching Elon Musk's car toward Mars was a backup plan — here's what SpaceX actually wanted to do with Falcon Heavy's first flight», Business Insider 
  11. «The First Car in Space». 30 de dezembro de 2017. Consultado em 14 de janeiro de 2018. 
  12. «The Apollo Lunar Roving Vehicle». NASA. 15 de novembro de 2005. Consultado em 16 de maio de 2010. 
  13. «Falcon Heavy to Launch Next Month, Musk Says He's Sending His Roadster to Mars». Tesla Motors Club. Consultado em 6 de fevereiro de 2018. 
  14. Erro de citação: Código <ref> inválido; não foi fornecido texto para as refs de nome musk-20171202-billion
  15. Musk, Elon (27 de março de 2012). «Driving with Elon Musk: Tesla's Iron Man Behind the Wheel». Forbes Life (entrevista). Entrevista com Hannah Elliott. Hannah Elliott. Consultado em 7 de fevereiro de 2018. 
  16. Joe Pappalardo (5 de fevereiro de 2018). «Elon Musk's Space Tesla Isn't Going to Mars. It's Going Somewhere More Important.». Popular Mechanics 
  17. Elon Musk Unveils 'Starman' in Tesla Roadster Launching on SpaceX's Falcon Heavy Rocket. Hanneke Weitering, Space.com. February 5, 2018.
  18. «SpaceX Successfully Launches the Falcon HeavyPredefinição:Sndand Elon Musk's Roadster» 🔗. WIRED. Consultado em 7 de fevereiro de 2018. 
  19. «Car Playing David Bowie's Music Will Be Shot Into Space». Ultimate Classic Rock 
  20. Can you hear sounds in space? (Beginner). Cornell University.
  21. «Elon Musk Sent a Tesla Playing David Bowie to Mars Yesterday». 7 de fevereiro de 2018 
  22. tiamaria68uk (December 8, 2017). «Will the glove box contain "The Hitchhikers Guide To The Galaxy"?» (Tweet). Consultado em December 8, 2017. – via Twitter  Verifique data em: |acessodata=, |data= (ajuda)
  23. elonmusk (December 8, 2017). «Yes» (Tweet). Consultado em December 8, 2017. – via Twitter  Verifique data em: |acessodata=, |data= (ajuda)
  24. elonmusk (December 8, 2017). «Plus a towel and a sign saying 'Don't Panic'» (Tweet). Consultado em December 8, 2017. – via Twitter  Verifique data em: |acessodata=, |data= (ajuda)
  25. «Elon Musk on Instagram: "Printed on the circuit board of a car in deep space"». Instagram (em inglês) 
  26. Chris Taylor (9 de fevereiro de 2018). «Forget the Tesla, Elon Musk launched the first books in an ever-lasting space library». Mashable. Consultado em 17 de fevereiro de 2018. 
  27. «Home». Arch Mission 
  28. Eric Olson (14 de fevereiro de 2018). «Backing Up Humanity: First Arch Launched on Falcon Heavy». IEEE GlobalSpec. Consultado em 17 de fevereiro de 2018. 
  29. a b Wong, Kenneth; Office of Commercial Space Transportation (2 de fevereiro de 2018). License Number: LLS 18-107 (PDF) (Relatório). Consultado em 5 de fevereiro de 2018.. Arquivado do original em 3 de fevereiro de 2018. Space Exploration Technologies is authorized … flight of the Falcon Heavy launch vehicle from Kennedy Space Center Launch Complex 39A at Kennedy Space Center (KSC) transporting the modified Tesla Roadster (mass simulator) to a hyperbolic orbit 
  30. Knapp, Alex (22 de dezembro de 2017). «Elon Musk Shows Off Photos of a Tesla Roadster Getting Prepped to Go to Mars». Forbes (em inglês). Consultado em 23 de dezembro de 2017. 
  31. Brinkmann & Santana. «SpaceX Falcon Heavy launch live coverage: Liftoff successful». Orlando Sentinel. Consultado em 6 de fevereiro de 2018. 
  32. Berger, Eric. «Elon Musk says the Falcon Heavy has a 50-50 chance of success». Ars Technica (em inglês). Consultado em 6 de fevereiro de 2018. 
  33. Gebhardt, Chris. «SpaceX set to debut Falcon Heavy in demonstration launch from KSC – NASASpaceFlight.com». NASAspaceflight.com. Consultado em 6 de fevereiro de 2018. 
  34. Boyle, Alan (6 de fevereiro de 2018). «Elon Musk explains why SpaceX's Falcon Heavy rocket is risky – and revolutionary». GeekWire. Consultado em 6 de fevereiro de 2018. 
  35. Weitering, Hanneke (6 de fevereiro de 2018). «Watch Live Views of SpaceX's Starman Riding a Tesla Roadster in Space!». Space.com. Consultado em 6 de fevereiro de 2018. 
  36. «This is what a Tesla Roadster looks like floating through space». CNBC. 6 de fevereiro de 2018. Consultado em 7 de fevereiro de 2018. 
  37. jeff_foust (February 5, 2018). «Musk: will be three cameras mounted on the Roadster, should provide "epic views" if all goes well.» (Tweet) (em inglês) – via Twitter  Verifique data em: |data= (ajuda)
  38. Michael Zhang (8 de fevereiro de 2018). «This is the Last Photo of the Tesla That's Flying Away From Earth». PetaPixel. Consultado em 18 de fevereiro de 2018.. The photo was shared by billionaire Elon Musk on Instagram and SpaceX on Flickr. As you might remember, SpaceX began publishing all of its Flickr photos to the public domain in March 2015, leading Flickr to add a public domain designation just days later. 
  39. Molly Brown (23 de março de 2015). «Elon Musk makes SpaceX photos free for public use». GeekWire. Consultado em 18 de fevereiro de 2018. 
  40. planet4589 (February 8, 2018). «I now have confirmation that the Tesla remains attached to the Falcon 2nd stage, which is being observed by asteroid experts» (Tweet). Consultado em February 11, 2018. – via Twitter  Verifique data em: |acessodata=, |data= (ajuda)
  41. «Musk says Tesla car will fly on first Falcon Heavy launch - SpaceNews.com». 2 de dezembro de 2017 
  42. SpaceX shows off stunning pictures of its Falcon Heavy rocket fully assembled on the launchpad. Loren Grush, The Verge. January 4, 2018.
  43. a b Plait, Phil. «Elon Musk: On the Roadster to Mars». Syfy Wire. Consultado em 7 de dezembro de 2017. 
  44. Where is Elon Musk's Tesla Roadster? Arquivado em fevereiro 9, 2018[Erro data trocada], no Wayback Machine.. A web site tracking the car's position in orbit. February 2018.
  45. Langbroek, Marco; Starr, Peter (9 de fevereiro de 2018). «Starman (Falcon Heavy/Tesla Roadster) 2018-017A imaged in Space». Consultado em 9 de fevereiro de 2018.. Cópia arquivada em 10 de fevereiro de 2018. images were taken, 16:39-16:50 UT on 8 February 2018 … distance of 550 000 km or about 1.4 Lunar distances c.q. 0.0037 AU … 30-second exposures taken by Peter Starr and me with the 0.43-m F6.8 remote robotic telescope of Dubbo Observatory in Australia … 2073 close encounter … is no longer on the table. 
  46. Elon Musk's Tesla overshot Mars' orbit, but it won't reach the asteroid belt as claimed Arquivado em fevereiro 8, 2018[Erro data trocada], no Wayback Machine.. Loren Grush, The Verge. 8 February 2018.
  47. Masi, Gianluca (8 de fevereiro de 2018). «Elon Musk's Tesla Roadster imaged and filmed!». virtualtelescope.eu. Consultado em 9 de fevereiro de 2018.. Cópia arquivada em 9 de fevereiro de 2018 
  48. Predefinição:Cite pressrelease
  49. «New images of SpaceX's Starman Tesla». Elecnor Deimos. 9 de fevereiro de 2018. Consultado em 11 de fevereiro de 2018.. captured the vehicle at a distance of 720.000 km from Earth … show a flickering effect that suggests that the Tesla Roadster is spinning fast. 
  50. a b Gray, Bill (11 de fevereiro de 2018). «Re: Tesla roadster and booster observations» – via SeeSat-L mailing list. list of 241 observations and growing … continue to be observed for about two weeks. … know the position of this object to better than a tenth of an arcsecond, … Almost nobody is getting data that accurate. 
  51. Indiana University chemist William Carroll
  52. Lezter, Rafi. «Radiation Will Tear Elon Musk's Rocket Car to Bits in a Year». LiveScience. Consultado em 7 de fevereiro de 2018.. Cópia arquivada em 8 de fevereiro de 2018 
  53. a b c Rein, Hanno; Tamayo, Daniel; Vokrouhlicky, David (13 de fevereiro de 2018). «The random walk of cars and their collision probabilities with planets». arXiv:1802.04718 [astro-ph]. Consultado em 15 de fevereiro de 2018. 
  54. a b Billings, Lee (6 de fevereiro de 2018), «Elon Musk Does It Again; His Falcon Heavy rocket lifts off on the first try, puts a Tesla auto into orbit—and maybe changes the business of space commerce and exploration forever», Scientific American, cópia arquivada em 9 de fevereiro de 2018 
  55. a b Wnek, Mark (8 de fevereiro de 2018), «There's Advertising and Marketing, and Then There's Elon Musk», Advertising Age 
  56. a b Matousek, Mark (7 de fevereiro de 2018), «Tesla created the world's best car commercial without spending a dime on advertising», Business Insider 
  57. «The mega-rich have ambitious plans to improve the world; Should that be a cause for celebration or concern?», The Economist, 8 de fevereiro de 2018 
  58. a b Hern, Alex (7 de fevereiro de 2018), «Forget the car in space: why Elon Musk's reusable rockets are more than a publicity stunt; The onboard Tesla Roadster grabbed the headlines, but the real success of this week's space adventure was the Falcon Heavy launch vehicle», The Guardian, cópia arquivada em 7 de fevereiro de 2018 
  59. a b Richards, Alexandra (9 de fevereiro de 2018). «Elon Musk's SpaceX Falcon Heavy launch was just a gimmick, says former NASA boss Lori Garver». Evening Standard. Consultado em 9 de fevereiro de 2018.. Cópia arquivada em 9 de fevereiro de 2018 
  60. Tesla Roadster gets Interplanetary ID. Leonard David. Space. 9 February 2018.
  61. a b Gorman, Alice; Flinders University (7 de fevereiro de 2018). «A sports car and a glitter ball are now in space – what does that say about us as humans?». The Conversation. Consultado em 15 de fevereiro de 2018. 
  62. Chayka, Kyle (10 de fevereiro de 2018). «Elon Musk made history launching a car into space. Did he make art too?». a staggering image … and so impressive that the video seems somehow unreal. It's the greatest car ad of all time. … In 1917, Marcel Duchamp put a urinal on a pedestal, titled it Fountain … and called it art. … a readymade, his word for a combination of everyday objects reassembled or re-contextualized by an artist. 
  63. a b What you need to know about SpaceX's Falcon Heavy launch. Conor Dillon, Deutsche Welle - Science. 6 February 2018.
  64. Is the Tesla Roadster Flying on the Falcon Heavy's Maiden Flight Just Space Junk?. Leonard David, Space, 5 February 2018.
  65. Kaufman, Mark (8 de fevereiro de 2018). «Elon Musk's 'Starman' Tesla Roadster isn't your typical piece of space junk». Mashable. Consultado em 15 de fevereiro de 2018. 
  66. Shooting a Tesla into orbit: A slap in the face to real science Salon.com, Retrieved February 13, 2018.
  67. Let's talk about Elon Musk launching his Tesla into space. Jason Davis, The Planetary Society. 5 February 2018.
  68. Bayle, Alfred (7 de fevereiro de 2018). «Tesla Roadster in space becomes internet's new favorite meme». Philippine Daily Inquirer. Consultado em 10 de fevereiro de 2018. 
  69. Ilona (7 de fevereiro de 2018). «20+ Of The Funniest Reactions To Elon Musk Sending Tesla Car To Mars». Bored Panda. Consultado em 15 de fevereiro de 2018. 
  70. «Hilarisch: Australische politie slingert ruimte-Tesla op de bon vanwege hoge snelheid» [Hilarious: Australian Police send orbiting Tesla a speeding ticket]. RTL Nieuws (em holandês). 7 de fevereiro de 2018. Consultado em 16 de fevereiro de 2018. 
  71. Predefinição:Cite twitter
  72. Padeanu, Adrian (14 de fevereiro de 2018). «Skoda Releases Video Proof Of Sending Superb To Mars». Motor1.com (em inglês). Consultado em 15 de fevereiro de 2018. 
  73. Škoda France (14 de fevereiro de 2018). Škoda - #MissionToMars (em inglês e francês). Consultado em 15 de fevereiro de 2018. – via Youtube 
  74. Cross, Alan (7 de fevereiro de 2018). «A Canadian-American predicted what Elon Musk's rocket roadster did yesterday—in 1981!». CFNY-FM. Consultado em 11 de fevereiro de 2018.. picture is not fake … photo is from space … resemblance to the opening sequence of a Canadian-American adult animated movie from 1981 called Heavy Metal 
  75. DeBord, Matthew (10 de fevereiro de 2018). «The Falcon Heavy Roadster Launch reveals how Tesla and SpaceX are already beginning to merge». Business Insider UK. Consultado em 11 de fevereiro de 2018.. Roadster orbiting Earth … like something out of the … opening sequence from the 1981 grownup animated movie "Heavy Metal" 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Tesla Roadster de Elon Musk


Ícone de esboço Este artigo sobre automóveis é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.