That's All Right

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade (desde novembro de 2014). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)


"That's All Right"
Single de Elvis Presley
Lado B Blue Moon of Kentucky
Lançamento 19 de Julho de 1954
Formato(s) Disco de Vinil
Gravação 5 de Julho de 1954
Gênero(s) Rockabilly
Duração 1:57
Gravadora(s) Sun Records
Composição Arthur Crudup
Produção Sam Phillips
Cronologia de singles de Elvis Presley
Good Rocking Tonight
Amostra de áudio
informação do ficheiro · ajuda

That’s All Right” é o nome do primeiro single lançado por Elvis Presley, escrito e originalmente cantado pelo cantor de Blues Arthur Crudup. A versão de Elvis for gravada em 5 de julho de 1954, e lançada em 19 de julho de 1954 com “Blue Moon of Kentucky" sendo o lado B. Em 2004, a Revista Rolling Stone classificou-a como a #112 melhor música de todos os tempos em sua “Lista das 500 melhores canções de todos os tempos”.

História[editar | editar código-fonte]

A música escrita por Arthur “Big Boy” Crudup, e originalmente gravada por ele mesmo em Chicago em 6 de Setembro de 1946, com o título de “That’s All Right”. Foi lançada como single pela RCA Victor , mas não foi bem sucedida como as antigas canções de Crudup. Na mesma sessão, ele gravou uma música praticamente idêntica mas com a letra diferente, “I Don’t Know It”, que também foi lançada como single (RCA Victor 20-2307). No começo de março de 1949, a canção foi lançada com o título “That’s All Right, Mama” (RCA Victor 50-0000), que foi emitido como a primeira canção de rhythm and blues lançada pela RCA no formato de 45 rpm, em um vinil laranja claro.

A versão de Elvis Presley foi gravada em Julho de 1954, e lançando “Blue Moon of Kentucky” como lado B. No número do catálogo era “Sun 209”. O título era “That’s All Right” (omitindo “Mama” do título original). Arthur Crudup é creditado no título como compositor, mesmo ele nunca tendo recebido royalties da gravação.

Uma versão country da canção foi lançada por Marty Robbins, e conseguiu alcançar número 7 em 1955 na “Billboard Hot Country Singles Chart”, a parada country americanda.

Gravação de Elvis Presley[editar | editar código-fonte]

Durante uma gravação rotineira no estúdio da gravadora Sun, na noite de 5 de Julho de 1954, Presley, Scotty Moore (guitarra) e Bill Black (contrabaixo) estavam fazendo uma pausa entre as gravações quando Presley começou a brincar com uma versão ritmada da música de Arthur Crudup, “That’s All Right, Mama”. Black se juntou com Presley em seu contra-baixo, e logo Moore se juntou na guitarra. O produtor Sam Phillips, surpreendido pelo repentino ambiente otimista, pediu aos três para começarem de novo, para ele poder gravar.

A gravação não contém bateria nem nenhum outro instrumento. A canção foi produzida no estilo de uma gravação “ao vivo” (todas as partes tocadas de uma vez e gravado em uma única faixa. Na noite seguinte, o trio gravou “Blue Moon of Kentucky” em um estilo similar, e foi selecionado como o lado B de “That’s All Right”.

A sessão de gravação foi a quinta visita ao estúdio da gravadora Sun. Nas suas duas primeiras vezes, no verão de 1953 e janeiro de 1954, tinham sido gravações privadas, seguidas por duas mais visitas no verão de 1954.

Lançamento[editar | editar código-fonte]

Sam Phillips deu cópias do disco para os Disc Jockeys locais, Dewey Phillips (sem relação com o produtor) da rádio WHBQ, Uncle Richard da rádio WMPS, e para Sleepy Eyed John Lepley da rádio WHHM. Em 7 de Julho de 1954, Dewey Phillips tocou “That’s All Right” em seu popular programa de rádio “Red, Hot & Blue”. Quando ouviu a notícia de que Dewey iria tocar o seu disco, Presley foi até o cinema local para acalmar o seus nervos.

O interesse pelo disco era tão intenso que Dewey teria tocado o disco quatorze vezes e recebeu mais de quarenta telefonemas. Presley foi convencido a ir para a estação de rádio para uma entrevista no ar naquela noite. Sem saber que o microfone estava ao vivo, Preseley respondeu as perguntas de Dewey, incluindo uma sobre qual colégio ele frequentou: uma forma indireta de informar o público da raça Presley sem realmente fazer a pergunta.


“That’s All Right” foi oficialmente lançado em 19 de Julho de 1954, e vendeu cerca de vinte mil cópias. Esse número não foi o suficiente para alcançar a parada nacional, mas o single alcançou número quatro na parada local de Memphis.

Importância na história da música[editar | editar código-fonte]

A revista Rolling Stone argumentou em um artigo de 2004 que a gravação de Elvis Presley de "That's All Right" foi o primeiro disco de Rock and Roll.