That Hamilton Woman!

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
That Hamilton Woman!
Lady Hamilton, a Divina Dama[1] (BRA)
Vivien Leigh e Laurence Olivier em cena do filme
 Reino Unido
1941 •  pb •  128 min 
Direção Alexander Korda
Produção Alexander Korda
Roteiro Walter Reisch
R. C. Sherriff
Elenco Vivien Leigh
Laurence Olivier
Alan Mowbray
Gênero filme de drama
Música Miklós Rózsa
Direção de fotografia Rudolph Maté
Direção de arte Lyle R. Wheeler
Efeitos especiais Lawrence W. Butler
Figurino René Hubert
Companhia(s) produtora(s) Alexander Korda Films
Distribuição United Artists
Lançamento Reino Unido 2 de agosto de 1941
Estados Unidos 30 de abril de 1941
Portugal 18 de novembro de 1941
Idioma língua inglesa
língua francesa
língua italiana

That Hamilton Woman! (br Lady Hamilton, a Divina Dama) é um filme britânico de 1941, do gênero drama, dirigido por Alexander Korda e estrelado por Vivien Leigh e Laurence Olivier.

Notas sobre a produção[editar | editar código-fonte]

Réplica do navio HMS Victory, comandado pelo Almirante Nelson na Batalha de Trafalgar, feita especialmente para o filme.

De fundo biográfico, That Hamilton Woman! trata do romance proibido entre o Almirante Nelson e a Lady Emma Hamilton, esposa do embaixador britânico em Nápoles. Entretanto, o filme também traça um paralelo entre a luta bem sucedida de Nelson para derrotar Napoleão e a situação de guerra vivida pela Europa à época das filmagens.[2]

Apesar de inglesa, a produção foi rodada nos Estados Unidos, que ainda não havia entrado no conflito. Produzir filmes sobre a Grã-Bretanha: esta foi a maneira mais fácil encontrada por Hollywood para não ofender os isolacionistas e, ao mesmo tempo, mostrar para onde pendiam suas simpatias.[3]

Esta denúncia contra a ditadura e este chamamento às armas para enfrentar o invasor tirano[4] fizeram deste o filme preferido de Winston Churchill.[2][5][6]

Vivien Leigh, "radiante e vivaz", e Laurence Olivier, "frio e taciturno",[2] estavam casados desde o ano anterior e havia uma grande química entre os dois. Segundo Ken Wlaschin, este é um dos dez melhores filmes da atriz.[7] Craig Butler chega a dizer que é a melhor interpretação de sua carreira.[5]

Grande sucesso, apesar do orçamento apertado,[4] o filme foi considerado uma obra-prima quando de seu lançamento; entretanto, segundo Rubens Ewald Filho, a passagem do tempo evidenciou seu excessivo academicismo, o que teria feito com que ele envelhecesse mal.[8]

Sinopse[editar | editar código-fonte]

Em 1786, Emma Hart casa-se com Sir William Hamilton, embaixador em Nápoles. Sete anos depois, ela conhece o Almirante Horatio Nelson, que viera obter a anuência do rei da cidade para a guerra contra Napoleão Bonaparte. Os dois se apaixonam e, ao retornar para a Inglaterra, passam a morar juntos. Todavia, Lady Frances Nelson, a esposa do almirante, recusa o divórcio. Quando a derrota para a França se torna uma possibilidade, Emma convence Nelson a reassumir o comando das forças britânicas. Ele alcança memorável vitória em Trafalgar, mas é mortalmente ferido. Após seu falecimento, Emma cai em depressão e desespero.[9]

Premiações[editar | editar código-fonte]

Patrocinador Prêmio Categoria Situação
Academia de Artes e Ciências Cinematográficas Oscar Melhor Direção de Arte (preto e branco)
Melhor Fotografia (preto e branco)
Melhor Mixagem de Som
Melhores Efeitos Especiais
Indicado[carece de fontes?]
Indicado[carece de fontes?]
Vencedor[carece de fontes?]
Indicado[carece de fontes?]

Elenco[editar | editar código-fonte]

Ator/Atriz Personagem
Vivien Leigh Lady Emma Hamilton
Laurence Olivier Almirante Horatio Nelson
Alan Mowbray Sir William Hamilton
Sara Allgood Senhora Cadogan-Lyon
Gladys Cooper Lady Frances Nelson
Henry Wilcoxon Capitão Hardy
Heather Angel Uma jovem das ruas
Halliwell Hobbes Reverendo Nelson
Gilbert Emery Lord Spencer
Miles Mander Lord Keith
Ronald Sinclair Josiah
Luis Alberni Rei de Nápoles
Norma Drury Rainha de Nápoles
Olaf Hytten Gavin
Juliette Compton Lady Spencer
Portal A Wikipédia tem os portais:

Referências

  1. Lady Hamilton, A Divina Dama no CinePlayers (Brasil)
  2. a b c Bergan, Ronald (1986). The United Artists Story (em inglês). Londres: Octopus Books. ISBN 9780706425819 
  3. Shindler, Colin (1984). "Hollywood Goes to War" in Movies of the Forties (em inglês). Londres: Orbis. ISBN 9780856136610 
  4. a b Richards, Jeffrey (1984). "Them and Us" in Movies of the Forties (em inglês). Londres: Orbis. ISBN 9780856136610 
  5. a b Butler, Craig. «That Hamilton Woman» (em inglês). AllMovie. Consultado em 27 de outubro de 2016 
  6. Maltin, Leonard (2010). Classic Movie Guide (em inglês) segunda ed. Nova Iorque: Plume. ISBN 9780452295773 
  7. Wlaschin, Ken (1985). The World's Great Movie Stars and Their Films (em inglês). Londres: Peerage Books. ISBN 1850520046 
  8. Filho, Rubens Ewald (2002). Dicionário de Cineastas. São Paulo: Companhia Editora Nacional. ISBN 8504000885 
  9. Brenner, Paul. «That Hamilton Woman» (em inglês). AllMovie. Consultado em 28 de outubro de 2016 
Ícone de esboço Este artigo sobre um filme britânico é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.