The 100 (série de televisão)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
The 100
Informação geral
Formato Série
Gênero
Duração 42 minutos
Baseado em The 100 
de Kass Morgan
Desenvolvedor(es) Jason Rothenberg
País de origem  Estados Unidos
Idioma original Inglês
Produção
Produtor(es)
  • Jae Marchant
  • Tim Scanlan
  • Aaron Ginsburg
  • Wade McIntyre
  • T.J. Brady
  • Rasheed Newson
Produtor(es) executivo(s)
  • Jason Rothenberg
  • Leslie Morgenstein
  • Matt Miller
  • Gina Girolamo
  • Bharat Nalluri
  • Elizabeth Craft
Distribuída por Warner Bros. Television Distribution
Elenco
Compositor da música tema
  • Evan Frankfort
  • Marc Dauer
  • Liz Phair
  • Tree Adams
Empresa(s) de produção
Exibição
Emissora de televisão original The CW
Formato de exibição HDTV 1080i
Transmissão original 19 de março de 2014 (2014-03-19) – presente
N.º de temporadas 4
N.º de episódios 58 (lista de episódios)

The 100 (pronuncia-se The Hundred[1]) é uma série de televisão americana desenvolvida por Jason Rothenberg, transmitida pela emissora The CW desde 19 de março de 2014, e estrelada por Eliza Taylor. É baseada no livro homônimo "The 100" (2013), o primeiro de uma série de Kass Morgan. A série foi oficializada no primeiro semestre de 2013,[2] com ordem de 13 episódios para a primeira temporada, que estreou em 19 de março de 2014. A segunda temporada foi lançada em 22 de outubro de 2014, a terceira estreou no dia 21 de janeiro de 2016 e a quarta temporada estreou em 1 de fevereiro de 2017.

No Brasil, a série foi exibida pela MTV, e agora é exibida pela Warner Channel.

Sinopse[editar | editar código-fonte]

A série se passa 97 anos após uma guerra nuclear devastadora que dizimou quase toda a vida na Terra. Os sobreviventes conhecidos são os moradores de doze estações espaciais em órbita da Terra, que já viviam nesta antes do fim da guerra. As estações espaciais se uniram para formar uma única estação, chamada "Arca", onde cerca de 2.400 pessoas vivem sob a liderança do Chanceler Jaha. Os recursos são escassos e todos os crimes, não importando sua natureza ou gravidade, são puníveis com a morte por ejeção ao vácuo ("flutuante"), a menos que o autor do crime seja menor de 18 anos. Depois dos sistemas de suporte de vida da Arca serem encontrados falhando criticamente, 100 prisioneiros juvenis são declarados "dispensáveis" e enviados para a superfície em uma última tentativa de determinar se a Terra é habitável novamente em um programa chamado "Os 100", do qual a série recebe o nome. Os adolescentes chegam em um belo planeta que eles só têm visto do espaço. Era suposto que eles encontrassem refúgio e suprimentos em uma antiga instalação militar chamada Mount Weather, mas aterrissaram um pouco distantes dela. Confrontando os perigos deste mundo novo acidentado, eles lutam para formar uma comunidade experimental. No entanto, eles descobrem que nem toda a humanidade foi exterminada; algumas pessoas na Terra, chamados de "terrestres", sobreviveram à guerra, e ainda há mais perigos à espreita - Ceifadores (terrestres que se tornaram canibais) e "Os Homens da Montanha", que vivem na base onde os jovens deveriam ter aterrissado (Mount Weather). Os 100 jovens enviados encontram vários sobreviventes da guerra nuclear. Os primeiros sobreviventes encontrados, vivem em uma forma de sociedade tribal e guerreira, e dispostos a defenderem seu território se tornam hostis. Enquanto isso, a "Arca" tenta monitorar os sinais vitais dos 100 enviados para descobrir se a terra é habitável, mas passa uma crise política interna, que se agrava conforme seus recursos de sobrevivência se tornam escassos. A descoberta se a terra é habitável e uma possível evacuação torna-se uma corrida contra o tempo, assim como a luta por sobrevivência dos 100, já em guerra com os "Terra-Firmes".

Episódios[editar | editar código-fonte]

Ver artigo principal: Lista de episódios de The 100
Temporada Episódios Exibição original
Estreia da temporada Final da temporada
1 13 19 de março de 2014 (2014-03-19) 11 de junho de 2014 (2014-06-11)
2 16 22 de outubro de 2014 (2014-10-22) 11 de março de 2015 (2015-03-11)
3 16 21 de janeiro de 2016 (2016-01-21) 19 de maio de 2016 (2016-05-19)
4 13 1 de fevereiro de 2017 (2017-02-01) 24 de maio de 2017 (2017-05-24)

1ª temporada (2014)[editar | editar código-fonte]

Ver artigo principal: The 100 (1.ª temporada)

97 anos antes, um apocalipse nuclear dizimou o planeta Terra e destruiu a civilização. Os únicos sobreviventes foram os 400 habitantes de 12 estações espaciais que estavam em órbita durante o acontecimento. Depois de tantos anos, a população das aeronaves aumentou e os recursos estão quase acabando, o que pode significar o fim dos seres humanos. Por isso, os comandantes enviam para a Terra cem jovens prisioneiros, na tentativa de testar a situação no nosso planeta e descobrir se existe a possibilidade de retorno ao local. Além de lidarem com as próprias diferenças, o grupo precisa se unir para enfrentar os perigos que os aguardam por causa da radiação. Para complicar, tudo indica que eles não estão sozinhos.

2ª temporada (2014–2015)[editar | editar código-fonte]

Ver artigo principal: The 100 (2.ª temporada)

Os 48 restantes dos 100 são levados para Mount Weather, onde descobrem uma comunidade de sobreviventes. É finalmente revelado que a equipe médica do local está extraindo medula óssea dos 100 e dos Terra-Firmes para que eles finalmente sejam capazes de sobreviver no lado de fora. Enquanto isso, o restante dos habitantes da Arca conseguem aterrissar várias estações na Terra e iniciam uma aliança com os Terra-Firmes para salvar seus grupos.

3ª temporada (2016)[editar | editar código-fonte]

Ver artigo principal: The 100 (3.ª temporada)

A Arkadia assume uma nova administração quando Pike, um ex-professor e mentor, é eleito como Chanceler no lugar de Kane e começa uma guerra com os Terra-Firmes. Uma inteligência artificial, chamada A.L.I.E., é revelada como responsável pelo apocalipse nuclear que devastou a Terra há 97 anos antes dos 100 voltarem para o planeta, e ela toma conta das mentes de quase todos na Arkadia e na Polis – a capital dos Terra-Firmes.

4ª temporada (2017)[editar | editar código-fonte]

Ver artigo principal: The 100 (4.ª temporada)

Centenas de reatores nucleares em todo o mundo estão demolindo devido a décadas de negligência, tornando a Terra inabitável novamente. Clarke e os outros procuram maneiras de sobreviver à onda de radiação. Quando é descoberto que Sanguinários da Noite, descendentes dos primeiros Sanguinários da Noite originais, que incluem Becca, a primeira Comandante e criadora de A.L.I.E., são imunes aos efeitos da radiação, Clarke e os outros tentam recriar a fórmula, mas suas tentativas falham. Um abrigo antigo é descoberto, o que pode proteger 1.200 pessoas por cerca de 5 anos; cada um dos doze clãs escolhe 100 pessoas para ficar no abrigo, enquanto um pequeno grupo decide voltar para o espaço e sobreviver nos restos da Arca original.

5ª temporada[editar | editar código-fonte]

Em 10 de março de 2017, a série foi renovada para uma quinta temporada pela emissora The CW.[3]

Elenco e personagens[editar | editar código-fonte]

Principal[editar | editar código-fonte]

Ator Personagem Temporadas
1 2 3 4 5
Eliza Taylor Clarke Griffin Principal
Paige Turco Abigail "Abby" Griffin Principal
Thomas McDonell Finn Collins Principal
Eli Goree Wells Jaha Principal Participação
Bob Morley Bellamy Blake Principal
Marie Avgeropoulos Octavia Blake Principal
Kelly Hu Callie "Cece" Cartwig Principal
Christopher Larkin Monty Green Principal
Devon Bostick Jasper Jordan Principal
Isaiah Washington Thelonius Jaha Principal Recorrente
Henry Ian Cusick Marcus Kane Principal
Lindsey Morgan Raven Reyes Recorrente Principal
Ricky Whittle Lincoln Recorrente Principal
Richard Harmon John Murphy Recorrente Principal
Zach McGowan Roan Recorrente Principal
Tasya Teles Echo Recorrente Participação Recorrente Principal

Recorrente[editar | editar código-fonte]

Ator Personagem Temporadas
1 2 3 4 5
Sachin Sahel Eric Jackson Recorrente
Jojo Ahenkorah Costa Recorrente
Alyson Bath Bree Participação Recorrente
Chelsey Reist Harper McIntyre Recorrente
Jarod Joseph Nathan Miller Recorrente
Dichen Lachman Anya Recorrente
Rhys Ward Atom Recorrente
Izabela Vidovic Charlotte Recorrente
Josh Ssettuba Connor Recorrente
Victor Zinck Jr. Dax Recorrente Participação
Kate Vernon Diana Sydney Recorrente
Genevieve Buechner Fox Recorrente Participação
Alessandro Juliani Jacapo Sinclair Recorrente Participação
Chris Browning Jake Griffin Recorrente
Aaron Miko John Mbege Recorrente Participação
Shane Symons Jones Recorrente Participação
Steve Talley Kyle Wick Recorrente
Brendan Meyer Myles Recorrente
Celia Reid Roma Recorrente Participação
Terry Chen Shumway Recorrente
Keenan Tracey Sterling Recorrente
Joseph Gatt Tristan Recorrente
Katie Stuart Zoe Monroe Recorrente
Erica Cerra A.L.I.E. / Becca Participação Recorrente
Cameron Roberts Artigas Recorrente
Kendall Cross Byrne Recorrente
Johnny Whitworth Cage Wallace Recorrente
Toby Levins Carl Emerson Recorrente
James Neate Chris Participação Recorrente
Raymond J. Barry Dante Wallace Recorrente
Chris Shields David Miller Recorrente
Luisa D'Oliveira Emori Participação Recorrente
Aleks Paunovic Gustus Recorrente
Adina Porter Indra Recorrente
Nick Hunnings Lee Recorrente
Alycia Debnam-Carey Lexa Recorrente
Rekha Sharma Lorelei Tsing Recorrente
Eve Harlow Maya Vie Recorrente
Ty Olsson Nyko Recorrente
Mik Byskov Otan Participação Recorrente
Ian Tracey Vicent Vie Recorrente
Cory Gruter-Andrew Aden Recorrente
Jonathan Whitesell Bryan Recorrente Participação TBA
Michael Beach Charles Pike Recorrente Participação
John DeSantis Gideon Recorrente
Leah Gibson Gina Martin Recorrente
Donna Yamamoto Hannah Green Recorrente
Nadia Hilker Luna Recorrente
Brenda Strong Nia Recorrente
Jessica Harmon Niylah Recorrente
Rhiannon Fish Ontari Recorrente
Neil Sandilands Titus Recorrente
Tati Gabrielle Gaia Recorrente
Chai Romruen Ilian Recorrente
Ben Sullivan Riley Recorrente

Episódio piloto[editar | editar código-fonte]

O primeiro episódio, intitulado Pilot, foi escrito por Jason Rothenberg e dirigido por Bharat Nalluri. O episódio foi exibido oficialmente em 19 de março de 2014 na emissora norte-americana The CW, e no Brasil foi exibido pelas emissoras MTV Brasil e Warner Channel.

Recepção da crítica[editar | editar código-fonte]

O episódio piloto foi assistido por uma audiência estimada em 2.73 milhões de telespectadores. A série foi considerada a mais assistida em seu horário na emissora The CW desde 2010, com a série Life Unexpected.[4]

No site Rotten Tomatoes, a primeira temporada da série foi avaliada como "fresh", com 72% da crítica especializada avaliando-a positivamente, com um consenso de que "embora seja inundada de estereótipos, a atmosfera de suspense ajuda a tornar The 100 um raro prazer culpado altamente conceituado". No site agregador de arte Metacritic, a primeira temporada possui uma avaliação de 63/100, indicando "críticas geralmente favoráveis".

A segunda temporada recebeu críticas mais favoráveis, com 100% no site Rotten Tomatoes. Em uma crítica do último episódio da segunda temporada, Kyle Fowle, do jornal The A.V. Club, disse: "Poucas séries conseguem empurrar os limites do compromisso moral de uma forma que parece legitimamente difícil. Breaking Bad fez isso. The Sopranos fez isso. Game of Thrones fez isso. Essas séries nunca recuam da escuridão filosófica de seus mundos, recusando-se a prover um final feliz e arrumado se não achar certo. Com "Blood Must Have Blood, Part Two", The 100 fez o mesmo, não evitou tratar das estacas moralmente complexas que passou a temporada inteira construindo".[5]

Maurice Ryan, do site The Huffington Post, em outra crítica positiva, escreveu: "Posso dizer com toda certeza que raramente vejo um programa demonstrar o tipo de consistência e dedicação temática que The 100 tem demonstrado em suas duas primeiras temporadas. Esta é uma série sobre escolhas morais e as consequências dessas escolhas, e tem estado louvavelmente comprometida com essas ideias desde seu primeiro dia."[6]

A terceira temporada também recebeu críticas bastante favoráveis, porém, uma porcentagem menor da crítica especializada a avaliou positivamente, com 89% no Rotten Tomatoes. No site IMDb, recebeu 7.8/10 pelas avaliações de seus usuários. O site Entertainment Weekly foi o primeiro a divulgar a crítica da terceira temporada de The 100: "O desenrolar dos efeitos colaterais na terceira temporada expande o mundo e rende temas ressonantes como xenofobia, terrorismo, inteligência artificial e religião".[7]

A quarta temporada foi segunda com melhor critica especializada da série, com 92% no site Rotten Tomatoes, esta temporada de The 100 recompensa os espectadores de longa data com um olhar mais profundo sobre seus personagens favoritos, além de adicionar nuances e profundidades excepcionais às suas circunstâncias emocionantes. A revista Forbes, um dos meios de comunicação de maior influência mundial, teceu alguns elogios ao episódio final da série, na matéria com o título "Toda série deve aprender com The 100 como fazer um cliffhanger de final de temporada perfeito", o jornalista Paul Tassi disse que o gancho do último episódio "é um dos cliffhangers de final de temporada mais bem orquestrados que já assisti".[8]

Referências

  1. Ellis, Kate. «Dangerous planet Earth: The CW's new sci-fi drama 'The 100' premieres». Consultado em 21 de abril de 2014. Cópia arquivada em 26 de abril de 2014 
  2. «Amor alienígena, apocalipse e drama histórico são três novos pilotos da CW». Minha Série. 28 de janeiro de 2013 
  3. «The 100' Renewed For Season 5 By CW». Deadline.com. 10 de março de 2017. Consultado em 10 de março de 2017 
  4. «'The 100' Premiere is the CW's Most Watched Show in the Time Period Since 2010». TV by the Numbers. 20 de março de 2014. Consultado em 20 de março de 2014 
  5. «The 100: "Blood Must Have Blood, Part Two"». The A.V. Club. 11 de março de 2015. Consultado em 11 de março de 2015 
  6. «What Happened On The Season Finale Of 'The 100'?». The Huffington Post. 11 de março de 2015. Consultado em 11 de março de 2015 
  7. Oliveira, Amanda (21 de janeiro de 2016). «[SEM SPOILERS] Primeira crítica da 3ª temporada de The 100 - The 100 Brasil». The 100 Brasil 
  8. Guckert, Guilherme (28 de maio de 2017). «Forbes diz que "Toda série deve aprender com The 100 como fazer um cliffhanger de final de temporada perfeito" - The 100 Brasil». The 100 Brasil 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]