The Beguiled

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Disambig grey.svg Nota: Se procura o film por Sofia Coppola, veja The Beguiled (2017).
Question book.svg
Este artigo ou secção não cita fontes confiáveis e independentes (desde maio de 2013). Ajude a inserir referências.
O conteúdo não verificável pode ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
The Beguiled
Ritual de Guerra (PRT)
O Estranho que Nós Amamos (BRA)
 Estados Unidos
1971 •  cor •  105 min 
Direção Don Siegel
Roteiro Thomas Cullinan (história)
Albert Maltz (roteiro)
Irene Kamp (roteiro)
Elenco Clint Eastwood
Geraldine Page
Elizabeth Hartman
Jo Ann Harris
Gênero drama , suspense
Idioma inglês
Página no IMDb (em inglês)

The Beguiled (br: O Estranho que Nós Amamos; pt: Ritual de Guerra) é um filme estadunidense de 1971, dos gêneros drama e suspense, dirigido por Don Siegel. O roteiro de Albert Maltz é baseado na novela de 1966 de autoria de Thomas Cullinan chamada A Painted Devil, exemplar do gênero literário americano chamado de Southern Gothic. Essas obras exploram temas sobrenaturais, não usuais, grotescos ou mesmo irônicos, que se passam sempre no Sul dos Estados Unidos.

Sinopse[editar | editar código-fonte]

Proximo do término da Guerra Civil Americana, um cabo ianque é ferido gravemente na perna durante um tiroteio na Louisiana. Recolhido a um internato feminino confederado, sua presença faz com que as mulheres que vivem isoladas ali há varios anos e escondidas da guerra, professoras e alunas, passem a sofrer todo tipo de efeitos, desde o temor do inimigo ou de serem acusadas de traição por acolhê-lo, até fantasias de amor e sexo numa atmosfera de sexualidade reprimida.

Elenco[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Applications-multimedia.svg A Wikipédia tem o
Ícone de esboço Este artigo sobre um filme é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.