The Cartridge Family

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
"The Cartridge Family"
"A Família Cartucho" (BR)
183.º episódio da .ª temporada de Os Simpsons
The Simpsons 5F01.png
Homer compra uma arma.
Informação geral
Enredo por John Swartzwelder
Produzido por Mike Scully
Transmissão original 2 de Novembro de 1997
Cronologia
"Treehouse of Horror VIII"

The Cartridge Family é o quinto episódio da nona temporada do seriado de animação The Simpsons, exibido originalmente pela Fox Broadcasting Company em 2 de Novembro de 1997. No episódio, Homer compra uma arma para proteger sua família, o que faz Marge se aprovar. O episódio teve a intenção de mostrar as armas de uma forma neutra, e enfrentou alguns problemas. O episódio foi escrito por John Swartzwelder e dirigido por Pete Michels.[1]

Em sua exibição original, o episódio foi assistido por 10,3 milhões de espectadores.[2]

Enredo[editar | editar código-fonte]

A Federação Internacional de Futebol chega a Springfield com "o jogo que decidirá qual a melhor nação: Portugal X México" e os Simpsons decidem ir ao estádio ver o jogo. Antes do jogo começar, Pelé faz propaganda de um creme e é pago na hora. Quando o jogo começa, os jogadores fazem os mesmos movimentos o tempo todo, que só fazem passar a bola um ao outro; o que irrita os torcedores. Quando Sideshow Mel quer sair do estádio, Moe que vai sair primeiro, quando Ned Flanders diz que há saída para todos, e então Moe briga com Ned, e depois Lenny briga com Skinner, e de repente todos no estádio estão brigando. A violência no estádio foi tanta que até o pessoal que está na rua está brigando. Marge sugere que Homer arranje algo que proteja a família dos bandidos, e Homer faz um alarme-antiladrão improvisado, mas acaba sendo roubado.

Um ex-detento vai até a casa dos Simpsons dizer o que pode ser melhorado para protegê-los, e ele sugere que seja colocada Lucita nas janelas, mas Marge discorda. Então Homer decide fazer uma coisa: comprar um revólver, mas ele teria de esperar cinco dias para recebê-lo para poderem checar os antecedentes dele e as atividades dele. Quando finalmente ganha o revólver, Homer o exibe para Marge, que diz não querer uma arma dentro de casa, e por isso a toma de Homer. Na tentativa de convencer Marge que uma arma não é perigosa, Homer a leva para a Associação do Rifle, onde todos estão armados. Homer se registra na associação. Enquanto tentava pegar picolés junto de Milhouse, Bart sem querer encontra a arma; e Marge a toma. Decepcionada com o comportamento de Homer, Marge diz que eles não poderão viver sobre o mesmo teto, e por isso ela e as criaças saem de casa. O próximo encontro da Associação do Rifle é na casa de Homer, e ele usa a arma para fazer tudo; até ligar a Televisão.

Pela irresponsabilidade de Homer, todos decidem expulsar Homer da associação. Por indicação de Patty, Marge e as crianças vão para um hotel. Triste por não ter nada para proteger, Homer vai até o motel e pede para Marge voltar pra casa e diz que se livrou da arma. Na saída do motel, Snake faz um assalto e faz do Prefeito Quimby refém. Homer aponta a sua arma para ele, e Marge diz que não acredita que ele mentiu. Homer se distrai com a conversa e Snake rouba a arma, e Quimby foge. Homer diz que a arma está sem munição, mas acaba dando a munição para Snake (por burrice). De repente, alguns membros da Associação do Rifle aparecem e mandam Snake se render. Snake rouba o dinheiro e foge. Homer pede para Marge se livrar da arma, pois ela "possui muito poder sobre Homer". Na hora em que vai se livrar da arma, Marge decide ficar com ela e sai do hotel.[1]

Referências

  1. a b Gimple, Scott (1999). The Simpsons Forever!: A Complete Guide to Our Favorite Family ...Continued. [S.l.]: Harper Collins Publishers. p. 16. ISBN 0-06-098763-4 
  2. Associated Press (6 de novembro de 1997). «'Cinderella' works magic for ABC». Sun-Sentinel. p. 4E