Saltar para o conteúdo

The Cat in the Hat

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.

The Cat in the Hat é um livro para crianças escrito e ilustrado por Theodore Geisel com o pseudônimo de Dr. Seuss, e publicado, pela primeira vez, em 1957. A história tem por base um gato antropomórfico, de grande estatura, que usa um chapéu às riscas vermelhas e brancas e uma gravata tipo laço. O Gato aparece em casa de Sally, e do seu irmão, num dia chuvoso, quando a mãe deles se encontra fora. Ignorando, repetidamente, as objecções do peixe das crianças, o Gato mostra-lhes alguns dos seus truques numa tentativa de os entreter. Neste processo, ele e os seus dois companheiros, Thing One e Thing Two, viram a casa do avesso. As crianças e o peixe ficam cada vez mais alarmados até que o Gato constrói uma máquina que utiliza para limpar tudo. O Gato acaba por desaparecer momentos antes de a mãe das crianças entrar em casa.

Geisel em 1957 com uma cópia de The Cat in the Hat.

Geisel criou o livro em resposta a um debate nos Estados Unidos sobre a literacia nas crianças de tenra idade e a ineficiência dos tradicionais livros infantis, como Dick and Jane. William Spaulding, pediu a Geisel que escrevesse um livro infantil com um conteúdo mais divertido. Spaulding, que tinha conhecido Geisel na Segunda Guerra Mundial, e que, na época, era director da divisão educacional de Houghton Mifflin. Contudo, porque Geisel tinha um contrato com a Random House, os dois editores acordaram no seguinte: a Houghton Mifflin publicava a edição educacional, que era vendida nas escolas, e a Random House publicava a edição comercial, vendida em livrarias.

A origem de The Cat in the Hat tem várias versões segundo Geisel mas, de acordo com a versão que ele mais relata, estava tão frustrado com a lista de palavras que tinha à sua frente para escolher aquelas para escrever a história, que decidiu olhar para essa lista e criar uma história baseada nas duas primeiras palavras que formassem uma rima. Os termos encontrados foram cat e hat. O livro recebeu logo elogios e sucesso financeiro. Os críticos e analistas elogiaram o trabalho de Geisel afirmando ser uma espantosa alternativa aos livros primários tradicionais. Três anos após o seu lançamento, o livro já tinha vendido mais de um milhão de cópias e, em 2001, a Publishers Weekly listou o livro em nono lugar na sua lista de livros infantis mais vendidos de sempre. O sucesso do livro deu origem à Beginner Books, uma editora especializada em livros de natureza semelhante. Em 1983, Geisel afirmou: "orgulho-me deste livro pois teve alguma influência no fim [dos livros do tipo] de Dick and Jane." A obra foi adaptada para televisão em 1971 e para cinema em 2003.

Adaptações[editar | editar código-fonte]

The Cat in the Hat foi adaptado para diversas mídias, incluindo teatro, televisão e cinema.

Televisão[editar | editar código-fonte]

O Gato é o apresentador de The Wubbulous World of Dr. Seuss, uma série americana de fantoches que estreou em 13 de outubro de 1996 e terminou em 28 de dezembro de 1998. Sua personalidade caótica e confusa do livro original Cat in the Hat foi visivelmente tonificada para baixo, retratando-o mais como um malandro onisciente, narrando e ajudando outros personagens em histórias de Seussville. O personagem foi interpretado por Bruce Lanoil na primeira temporada da série, com Martin P. Robinson assumindo na 2ª temporada. Em vez da Coisa Um e da Coisa Dois da história original, o Gato geralmente é visto na companhia dos Gatinhos A, B. e C de Volta.

The Cat in the Hat é um especial musical animado para TV que estreou em 1971 e estrelou Allan Sherman como o Gato. Em 1973, Sherman reprisou o papel em Dr. Seuss on the Loose, onde o Gato apresentou três histórias, e foi seu último projeto antes de sua morte naquele mesmo ano.

The Cat in the Hat Knows a Lot About That! é uma série de animação anglo-canadense-americana que estreou em 7 de agosto de 2010 e terminou em 14 de outubro de 2018. Foi baseada na série de livros "The Cat in the Hat's Learning Library" que revela o nome do menino que narrou o livro original como sendo Dick.[1] Estrelou Martin Short como a voz do Gato. O Gato nesta série é retratado como um guia genuinamente sábio, mas ainda aventureiro, para Sally e Nick (que substituiu o irmão de Sally, Dick).

Filmes[editar | editar código-fonte]

Em 2003, The Cat in the Hat, uma adaptação cinematográfica live-action, foi lançada, estrelando Mike Myers como o Gato. O filme arrecadou US$ 133.960.541 em todo o mundo com um orçamento estimado de US$ 109 milhões.[2] Foi mal recebido pela crítica e uma sequência planejada foi posteriormente cancelada. Devido ao fracasso do filme, Audrey Geisel, viúva de Seuss, decidiu não permitir mais adaptações live-action da obra de seu marido.

Em 2012, após o sucesso financeiro de The Lorax, uma adaptação cinematográfica de animação do livro de mesmo nome, a Universal Pictures e a Illumination Entertainment anunciaram planos para produzir uma adaptação CGI de The Cat in the Hat.[3] Rob Lieber foi contratado para escrever o roteiro, com Chris Meledandri como produtor e Audrey Geisel como produtora executiva, mas o projeto nunca se concretizou.

Em janeiro de 2018, o Warner Animation Group adquiriu os direitos do filme animado The Cat in the Hat como parte de uma parceria criativa com Seuss Enterprises.[4] Em outubro de 2020, Erica Rivinoja e Art Hernandez foram anunciados como diretores.[5] No entanto, em junho de 2023, Hernandez foi substituído por Alessandro Carloni, enquanto Carloni e Rivinoja também escreveram o roteiro do filme.[6] Em março de 2024, Bill Hader foi escalado para o papel do Gato e também atuará como produtor executivo.[7] Hader já interpretou o Gato em um esquete do Saturday Night Live em 2014.[8] Mais tarde naquele mês, foi anunciado que a DNEG Animation faria a animação do filme, que Quinta Brunson, Bowen Yang, Xochitl Gomez, Matt Berry e Paula Pell se juntariam ao elenco e que o filme seria lançado em 6 de março de 2026. depois de anteriormente esperado para 2025.[9]

VÍdeo games[editar | editar código-fonte]

The Cat in the Hat foi transposto para três videogames do mesmo título. O primeiro jogo foi publicado em 1997. Um segundo videogame, baseado no filme de 2003, foi publicado no mesmo ano, seguido por um terceiro videogame em 2005.

PC[editar | editar código-fonte]

Em 1997, o livro foi transformado em uma adaptação em Living Books para PC..[10]

Peça de teatro[editar | editar código-fonte]

Em 2009, o Royal National Theatre de Londres criou uma versão teatral do livro, adaptada e dirigida por Katie Mitchell.[11] Desde então, a peça excursionou pelo Reino Unido e foi reencenada.[12]

Personagem e temas[editar | editar código-fonte]

Seussical ,uma adaptação musical que incorpora aspectos de muitas obras do Dr. Seuss, apresenta o Gato como narrator.[13] O musical recebeu críticas fracas quando estreou em novembro de 2001, mas acabou se tornando um marco nos teatros regionais e escolares..[13]

Um passeio no parque Islands of Adventure do Universal Studios em Orlando, Flórida, tem como tema o Gato.[14]

Em 26 de julho de 2016, a Random House e a Dr. Seuss Enterprises anunciaram que o Gato estava concorrendo à presidência dos Estados Unidos..[15][16][17][18]

Referências

  1. Worth, Bonnie (2003). If I Ran the Rain Forest. [S.l.]: Random House Children's Books. ISBN 0375810978 
  2. «Dr. Seuss' The Cat in the Hat». Boxoffice.com. Consultado em 27 November 2013. Cópia arquivada em 3 December 2013  Verifique data em: |acessodata=, |arquivodata= (ajuda)
  3. Minovitz, Ethan (March 18, 2012). «The Cat In The Hat comes back as animated feature». Big Cartoon News. Consultado em March 18, 2012. Cópia arquivada em December 3, 2012  Verifique data em: |acessodata=, |arquivodata=, |data= (ajuda)
  4. Kit, Borys (January 24, 2018). «New 'Cat in the Hat' Movie in the Works From Warner Bros.». The Hollywood Reporter. Consultado em March 5, 2018  Verifique data em: |acessodata=, |data= (ajuda)
  5. «Warner Animation Group Dr. Seuss Enterprises Expand World Dr. Seuss Feature Films». Warner Bros. 1 October 2020. Consultado em 13 April 2023  Verifique data em: |acessodata=, |data= (ajuda)
  6. D'Alessandro, Anthony (June 9, 2023). «New Warner Bros Pictures Animation Boss Bill Damaschke On Group Rebrand, New Mission, 'Flintstones' Pic & More». Deadline. Consultado em March 9, 2024  Verifique data em: |acessodata=, |data= (ajuda)
  7. «Dr. Seuss-ive Exclusive: Bill Hader to Lead WB's Animated 'Cat in the Hat' Movie Due in 2025» 
  8. «Let's Hope Bill Hader's 'Cat in the Hat' Movie is as Horny as This 'SNL' Sketch». 15 March 2024  Verifique data em: |data= (ajuda)
  9. D'Alessandro, Anthony (18 March 2024). «Revamped Warner Bros Animation Sets 'Cat In The Hat' With Bill Hader, Quinta Brunson, Bowen Yang & More; Eyes Spring 2026 Release». Deadline Hollywood. Consultado em 31 March 2024  Verifique data em: |acessodata=, |data= (ajuda)
  10. Living Books (1997), Dr Seuss's The Cat in the Hat (Living Books) (1997), consultado em 22 de dezembro de 2020 
  11. Spencer, Charles (17 December 2009). «The Cat in the Hat at the National Theatre, review». The Daily Telegraph. Consultado em 27 November 2013. Cópia arquivada em 12 de janeiro de 2022  Verifique o valor de |url-access=subscription (ajuda); Verifique data em: |acessodata=, |data= (ajuda)
  12. «The Cat In The Hat UK Tour 2015». LondonTheatre1 (em inglês). 22 de dezembro de 2014. Consultado em 6 de setembro de 2023 
  13. a b Connema, Richard. «Seussical is a Charming Musical». Talkin Broadway. Consultado em 27 November 2013  Verifique data em: |acessodata= (ajuda)
  14. «Cat in the Hat at Universal's Islands of Adventure». Orlando Informer. Consultado em 1 April 2016  Verifique data em: |acessodata= (ajuda)
  15. «The Cat in the Hat announces candidacy for president | Boston.com». www.boston.com (em inglês). Consultado em 20 de dezembro de 2019 
  16. «Dr. Seuss' Cat in the Hat tosses his hat into the 2016 presidential race at Springfield rally (photos)». masslive (em inglês). 26 de julho de 2016. Consultado em 20 de dezembro de 2019 
  17. «Cat in the Hat Tosses Red, White and Blue Stovepipe Cap Into Presidential Ring». The Hollywood Reporter (em inglês). 26 July 2016. Consultado em 20 de dezembro de 2019  Verifique data em: |data= (ajuda)
  18. Books, Random House Children's. «Dr. Seuss's the Cat in the Hat Tosses Red and White Stovepipe Hat in the Ring for 2016 Presidential Election, as the Kids' Candidate!». www.prnewswire.com (Nota de imprensa) (em inglês). Consultado em 20 de dezembro de 2019 

Bibliografia[editar | editar código-fonte]