The Coo Coo Bird

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade (desde dezembro de 2012). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
The Coo Coo Bird

O Passarinho do Relógio
Série Woody Woodpecker 
 Estados Unidos

1947 ı cor ı 6'45 min

Produção Walter Lantz
História Ben Hardaway
Milt Schaffer
Vozes Ben Hardaway
Música Darrell Calker
Animação Hal Mason
Sidney Pillet
LaVerne Harding
Grim Natwick
Les Kline
Stanley C. Onaitis
Leiautes Fred Brunish
Estúdio Walter Lantz Productions
Formato Technicolor
Distribuição Universal Pictures

Precedido por Smoked Hams (1947)
Seguido por Well Oiled (1947)

The Coo Coo Bird (O Passarinho do Relógio em português) é um desenho animado criado por Walter Lantz, dirigido por Dick Lundy e produzido pelo próprio Lantz para a série animada do Pica-Pau. Estreou nos cinemas em 24 de março de 1947.

Enredo[editar | editar código-fonte]

É de noite e o Pica-Pau está lendo seu jornal, que tem como manchete a abertura da temporada de caça. O pássaro prepara o material antes de dormir. Ao tentar dormir para o dia seguinte, percebe algo piscando, que é um letreiro de neon que está bem em frente a janela. Pica-Pau tenta fechar a persiana de várias formas, numa delas amarra a corda em uma estufa, mas sempre acaba levantando e o letreiro segue piscando. Como a tentativa não deu certo, vai procurar outro local para dormir e justamente embaixo dum relógio cuco. O tic-tac do relógio faz o corpo do pássaro se mexer. Impaciente, Pica-Pau tenta parar o pêndulo, mas é jogado para longe. Isso fez com que Pica-Pau fique furioso e pregue o pêndulo, mas a casinha acaba se mexendo e a prega também. Depois de um tempo aparece o passarinho do relógio fazendo seu conhecido som de "cuco, cuco" e o Pica-Pau tenta com um alicate cortá-lo, mas automaticamente se vinga e corta o topete de Pica-Pau.

Após isso, o pássaro consegue derrubar o cuco, mas acaba destruindo sua cama, mesmo assim, tenta pegar o passarinho de madeira com um taco e o acha na rua, mas a janela se fecha sozinha. Pica-Pau tenta sair e consegue. Com a cama quebrada, o pássaro encontra uma mesa que sobe e desce sozinha, mas tem dificuldade para controlá-la, pois quando uma ponta dela se abaixa outra levanta, de tanto mexer na mesa, ela se transforma sozinha em cavalo fazendo Pica-Pau ir para a rua até parar numa moita. Alguns passarinhos o jogam para fora e é atropelado por cães de caça, do qual foge, mas acaba se batendo com os cães numa casinha ficando no meio dos cachorros. O desenho termina com os três passarinhos atrás do arbusto imitando a risada do Pica-Pau.

Curiosidades[editar | editar código-fonte]

Ver também[editar | editar código-fonte]