The Craft

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Disambig grey.svg Nota: "Jovens Bruxas" redireciona para este artigo. Para a telessérie, veja Charmed.
The Craft
O Feitiço (PT)
Jovens Bruxas (BR)
 Estados Unidos
1996 •  cor •  101 min 
Direção Andrew Fleming
Roteiro Andrew Fleming
Peter Filardi
Elenco Robin Tunney
Fairuza Balk
Neve Campbell
Rachel True
Skeet Ulrich
Assumpta Serna
Género terror, fantasia
Idioma inglês
Página no IMDb (em inglês)

The Craft (no Brasil: Jovens Bruxas / em Portugal: O Feitiço) é um filme de 1996, dirigido por Andrew Fleming que estreou Robin Tunney, Rachel True, Fairuza Balk e Neve Campbell.

Sinopse[editar | editar código-fonte]

The Craft é sobre Sarah Bailey, uma adolescente que se muda de São Francisco, Califórnia para Los Angeles e que acaba fazendo amizade com três garotas - Nancy, Bonnie e Rochelle - que lhe ensinam bruxaria. Quanto mais se aprofundam na magia com intenções negativas , mais experimentam sorte e colocam maldições seus inimigos. Sarah, interpretada por Robin Tunney, entretanto, separa-se das outras três garotas à medida que percebe que elas vão longe demais com seus planos e logo descobre que suas melhores amigas podem se tornar suas piores inimigas. Mais tarde, descobre que sua falecida mãe foi uma poderosa bruxa do bem e que, diferentemente de Nancy, Bonnie e Rochelle, possui o dom da bruxaria.

Tag Line: Welcome to the witching hour.

Elenco[editar | editar código-fonte]

Impacto na cultura pop[editar | editar código-fonte]

O filme empregou efeitos especiais de ponta, apresentando a "moda gótica" e o comportamento pagão para a geração MTV de uma maneira atraente. Por essa exposição, muitos adolescentes se interessaram por paganismo e bruxaria, especialmente wicca. Ainda que muito desse interesse tenha passado, o filme ajudou religiões menos conhecidas a "aparecerem" por um tempo. The Craft é ficção, mas muitos detalhes desta obra são baseados em crenças e práticas neo-pagãs.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]