The David Lee Roth Band

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
The David Lee Roth Band
Informação geral
País Estados Unidos
Gênero(s) Glam metal
Hard rock
Heavy metal
Período em atividade 1986 - 2006
Gravadora(s) Warner Bros., Yessup Recording
Afiliação(ões) David Lee Roth
Van Halen
Integrantes David Lee Roth
Steve Vai
Billy Sheehan
Gregg Bissonette
Ex-integrantes Jason Becker (guitarra)
Steve Hunter (guitarra)
John 5 (guitarra)
Matt Bissonette (baixo)
Ray Luzier (bateria)
Brett Tuggle (teclados)

The David Lee Roth Band foi um supergrupo formado em 1985 pelo ex-vocalista do Van Halen, David Lee Roth. Para a formação original e mais conhecida deste supergrupo, David Lee Roth chamou 3 músicos considerados virtuosos em seus respectivos instrumentos: Steve Vai (guitarra), Billy Sheehan (baixo) e Gregg Bissonette (bateria). Para muitos, esta formação foi a melhor banda já montada no hard rock, com instrumentistas de teoria e técnica muito sólidas.[1][2]

Alguns outros músicos famosos que mais tarde integrariam a banda são: Jason Becker (guitarra), Steve Hunter (guitarra), John 5 (guitarra), Matt Bissonette (baixo), Ray Luzier (bateria), Brett Tuggle (teclados). Os maiores hits da banda são: "Yankee Rose", "Goin' Crazy!", "Shy Boy", "Just Like Paradise", "Stand Up", "Damn Good", "A Lil Ain't Enough", "She's My Machine", e "Slam Dunk!"

História[editar | editar código-fonte]

Em 1985, o primeiro disco da carreira solo de David Lee Roth foi lançado, ainda sem o supergrupo. Intitulado Crazy from the Heat, foi lançado enquanto ele ainda era um membro do Van Halen.

No final de 1985, Roth abandonou o Van Halen devido a algumas intrigas, e deu lugar a Sammy Hagar. Foi então que ele montou este supergrupo.

Eat 'Em and Smile[editar | editar código-fonte]

Produzido por Ted Templeman, produtor da grande maioria dos álbuns do Van Halen, The David Lee Roth Band lançou o seu primeiro álbum solo, "Eat 'Em and Smile", em Julho de 1986

A primeira faixa deste álbum (Yankee Rose) é o maior clássico da banda, e tem um curioso diálogo entre Roth e a guitarra de Steve Vai. Segundo o próprio guitarrista, o diálogo com a guitarra chegou a ser realmente escrito. "Havia algumas palavras em minha mente, mas não lembro quais eram. Com certeza, algo bobo", disse ele, em entrevista dada a revista Examiner, em 2012.[2] A canção foi composta por Vai e Roth, em homenagem à Estátua da Liberdade, que na época completava 100 anos de sua inauguração. Outra que se destacou foi “Shy Boy”, composição de Sheehan que até hoje é executada casualmente pelo Mr. Big.

Além dela, o álbum traz alguns covers: "Tobacco Road", que foi 'hit' nos anos 1960, "I'm Easy" e "That’s Life" (imortalizada por Frank Sinatra). Em 1987, por ideia de Billy Sheehan, o álbum Eat 'Em and Smile foi relançado, com o nome Sonrisa Salvaje, com os vocais em espanhol. A sonoridade é 99% idêntica, com exceção justamente dos vocais.[3][4]

No dia 25 de Novembro de 2015, com o álbum prestes a completar 30 anos, a banda decidiu se reunir novamente para um show, em que tocariam o álbum na integra.[5] A reunião, porém, foi cancelada em cima da hora, por oficiais do corpo de bombeiros no Lucky Strike Live em Hollywood.[6]

Set list das músicas tocadas na Turnê
  1. "Shy Boy"
  2. "Tobacco Road"
  3. "Unchained" (cover do Van Halen)
  4. "Panama" (cover do Van Halen)
  5. Drum Solo
  6. "Oh, Pretty Woman" (cover de Roy Orbison)
  7. "Ladies' Nite in Buffalo?"
  8. "Everybody Wants Some!!" (cover do Van Halen)
  9. "On Fire" (cover do Van Halen)
  10. "Bump and Grind"
  11. "Ice Cream Man" (cover de John Brim)
  12. "Big Trouble"
  13. "Yankee Rose"
  14. Bass/Guitar Solos
  15. "Ain't Talkin' 'bout Love" (cover do Van Halen)
  16. "Goin' Crazy!"
  17. "Jump" (cover do Van Halen)
  18. "California Girls"[7]

Skyscraper, e as Saídas de Billy Sheehan e Steve Vai[editar | editar código-fonte]

Produzido por Roth e Steve Vai, este álbum traz uma sonoridade mais Pop que seu antecessor, e a presença de sintetizadores começa a ser mais sentida.

Comercialmente falando, Skyscraper consagrou de vez a banda, com boas vendas. Isto se deveu ao sucesso do single “Just Like Paradise”, que foi um hit mundial e mostrou resultado ao chegar ao 6° lugar das paradas americanas.

A mudança na sonoridade, porém, não agradou aos críticos, e nem ao Vai e ao Sheehan, que deixariam a banda.

Billy Sheehan deixou a banda (e se juntaor ao Mr. Big) logo após o lançamento do álbum, alegando que a sonoridade das demos ficou melhor que no disco lançado.[8] Assim, para a turnê de divulgação do álbum, Roth chamou o baixista Matt Bissonette. A turnê teve uma grande produção, com Roth surfando por cima da platéia em uma prancha suspensa por fios, e também um ringue de boxe. Ambas as partes do show podem ser vistas no videoclipe da música "Just Like Paradise". O show também contou com a banda tocando tambores de aço do Caribe e também fizeram um segmento acústico, onde a banda fez alguns covers de clássicos como "Little Susie Wake-up", dos Everly Brothers.

A turnê foi um grande sucesso e reuniu críticas positivas em muitos lugares. Apesar dos triunfos, Steve Vai deixou a banda para seguir carreira solo, gravar e fazer turnês com o Whitesnake.

Set list das músicas tocadas na Turnê
  1. "The Bottom Line"
  2. "Ain't Talkin' 'bout Love" (cover do Van Halen)
  3. "Just Like Paradise"
  4. "Knucklebones"
  5. "Goin' Crazy!"
  6. "Hot for Teacher" (cover do Van Halen)
  7. "Easy Street" (cover de Edgar Winter)
  8. "Skyscraper"
  9. "Hot Dog and a Shake"
  10. "Just a Gigolo / I Ain't Got Nobody"
  11. "Yankee Rose"
  12. "Panama" (cover do Van Halen)
  13. "California Girls"
  14. "You Really Got Me"
  15. "Jump" (cover do Van Halen)[9]

Novos músicos e o lançamento do 3º álbum (A Little Ain't Enough)[editar | editar código-fonte]

Em 1989, Steve Vai decide excursionar com o Whitesnake. Para seu lugar, David convidou Jason Becker, então um talentoso guitarrista de apenas 20 anos.[10]

Enquanto gravava o álbum A Little Ain't Enough, que seria lançado em 1990, ele começou a sentir uma certa parestesia em sua perna esquerda. Após pressão de seus amigos e familiares, ele foi ao médico, que pediu exames mais profundos. Constatou-se, então, a manifestação da Doença de Lou Gehrig, também conhecida como ALSesclerose lateral amiotrófica.[10]

Embora Jason tivesse concluído as gravações do álbum, já com algum esforço, e com algumas técnicas, como usar um encordamento bem mais fino, ele não estava mais em condições de sair em turnê com a banda. Por conta disso, ele foi substituído pelo guitarrista Joe Holmes, do Lizzy Borden.[10] Desde então, Jason não toca mais, devido à paralisia total do seu corpo devido a doença.

Produzido por Bob Rock, o álbum teve cmo destaque a faixa-título (A Lil' Ain't Enough), que acabou ganhando maior notoriedade graças ao videoclipe, que foi censurado pela MTV após poucas exibições por mostrar moças voluptuosas e anões.

O álbum vendeu mais de 400 mil cópias apenas na época de seu lançamento, alcançando a posição de número 18 no Top 200 da Billboard.

O show da turnê deste álbum incluiu duas estátuas do diabo, Roth simulando urinar Whisky no público e um par de pernas infláveis gigantes. Porém, com a chegada do movimento Grunge, esta turnê não foi tão bem financeiramente como o planejado.

O álbum parou de ser impresso pela gravadora Warner Bros. em 1996. Em 2007, porém, ele foi remasterizado e vendido durante a Friday Music label.

Your Filthy Little Mouth[editar | editar código-fonte]

Produzido por Nile Rodgers, este álbum combinou elementos de rock, música country, reggae, hip hop, lounge, entre outros. Não foi bem aceito pelo público, sendo, por isso, considerado por muitos como um fracasso comercial.

Para este álbum, David chamou os músicos Terry Kilgore (guitarras) e John Regan (baixo), Brett Tuglle (teclados e bakc-vocal), e Ron Wikso na bateria.

A turnê de divulgação deste álbum foi mundial e teve duração superior à 10 meses. A banda excursionou pela América do Norte, Japã e Europa.

DLR Band[editar | editar código-fonte]

Em 1998, David convidou os músicos Michael Hartman e John 5 (guitarras), Bourbon Bob (baixo) e Ray Luzier (bateria), para gravar o primeiro trabalho de estúdio da banda através do próprio selo de David, o "Wa Wa Zat".[11]

DLR Band recebeu críticas positivas, principalmente em relação aos seus 2 álbuns antecessores. Apesar disso, com pouca promoção e distribuição limitada, o álbum não foi tão bem, comercialmente falando..

É considerado o último álbum da The David Lee Roth Band, já que seu sucessor, Diamond Dave (2003), foi gravado com vários músicos diferentes em cada faixa. Diamond Dave É considerado uma espécie de "flashback" da carreira do David, por constar basicamente de músicas covers que compuseram o estilo musical de David.

Atualmente[editar | editar código-fonte]

  • Em 2000, o guitarrista John 5 escreve a canção "Look at all the people here tonite!", que foi o primeiro single de rádio através da Internet.
  • Segundo o guitarrista John 5 , a banda chegou a gravar um álbum em 2014, que ainda não tem um título e até o momento não há planos para que ele seja liberado.[12]

Integrantes[editar | editar código-fonte]

Formação original[editar | editar código-fonte]

Outros Músicos[editar | editar código-fonte]

Discografia[editar | editar código-fonte]

Álbuns de Estúdio[editar | editar código-fonte]

Álbum e Detalhes Desempenho nas Paradas Musicais Nº de Vendas Certificações
Estados Unidos
200
[13]
Estados Unidos
Indie
[14]
Austrália
AUS
[15]
Canadá
CAN
[16]
Finlândia
FIN
[17]
Países Baixos
PB
[18]
Nova Zelândia
NZ
[19]
Suécia
SUE
[20]
Suíça
SUI
[21]
Reino Unido
RU
[22]
Eat 'Em and Smile
(Sonrisa Salvaje)
4 13 5 57 50 12 29 28
Skyscraper
  • Lançamento: 26 de janeiro de 1988
  • Gravadora: Warner Bros. Records
6 35 6 1 39 12 13 13 11
A Little Ain't Enough
  • Lançamento: 15 de janeiro de 1991
  • Gravadora: Warner Bros. Records
18 26 21 1 30 11 5 4
Your Filthy Little Mouth
  • Lançamento: 8 de março de 1994
  • Gravadora: Warner Bros. Records
78 12 23 25 28
DLR Band
  • Lançamento: 9 de junho de 1998
  • Gravadora: Wawazat!!
172
"—" denotes releases that did not chart

Coletâneas[editar | editar código-fonte]

Álbum Detalhes Desempenho
Estados Unidos Billboard 200
[13]
Finlândia The Official Finnish Charts
[17]
The Best
  • Data de Lançamento: 28 de outubro de 1997
  • Gravadora: Warner Bros. Records
  • Formatos: CD, cassette
199 30
Greatest Hits/The Deluxe Edition
  • Data de Lançamento: 19 de novembro de 2013
  • Gravadora: Friday Music
  • Formatos: CD

Singles[editar | editar código-fonte]

Year Single Peak chart positions Album
US
[28]
US Rock
[29]
AUS
[30]
CAN
[31]
FIN
[17]
NL
[32]
NZ
[33]
UK
[22]
1986 "Yankee Rose" 16 10 33 29 10 Eat 'Em and Smile
"Goin' Crazy!" 66 12
"That's Life" 85
"Tobacco Road' 10
1988 "Knucklebones" 45 Skyscraper
"Just Like Paradise" 6 1 14 8 6 77 13 27
"Stand Up" 64 5 72
"Damn Good" 2
1991 "A Lil' Ain't Enough" 3 42 41 4 58 32 A Little Ain't Enough
"Sensible Shoes" 6 48 81
"Tell the Truth" 39
1994 "She's My Machine" 12 10 64 Your Filthy Little Mouth
"Night Life" 72
1997 "Don't Piss Me Off" The Best
1998 "Slam Dunk" DLR Band
"—" denotes releases that did not chart

Referências

  1. guitarplayer.uol.com.br/ ÁLBUNS CLÁSSICOS: EAT 'EM AND SMILE, DAVID LEE ROTH
  2. a b whiplash.net/ Steve Vai: relembrando os tempos em que comia e sorria
  3. whiplash.net/ David Lee Roth: 28 anos depois, CD soa datado, por isso é tão bom
  4. territoriodamusica.com/ David Lee Roth relança álbuns de carreira-solo
  5. guitarplayer.uol.com.br/ DAVID LEE ROTH: SHOW DE ANIVERSÁRIO PARA "EAT ´EM AND SMILE"
  6. whiplash.net/ David Lee Roth: reunião "Eat 'Em And Smile" cancelada em cima da hora
  7. «David Lee Roth Setlist at Cobo Arena, Detroit, MI, September 26, 1986». Setlist.fm. Consultado em 17 de outubro de 2015 
  8. examiner.com/ Q&A with Steve Vai on ‘The Story of Light,’ David Lee Roth: Part 2 of 2
  9. «David Lee Roth Setlist at Kingswood Music Theatre, Vaughan, ON, Canada , August 3, 1988». Setlist.fm. Consultado em 25 de outubro de 2015 
  10. a b c whiplash.net/ Jason Becker: ouça o teste para a banda de David Lee Roth
  11. whiplash.net/ Em 09/06/1998: David Lee Roth e sua DLR Band editam seu primeiro trabalho de estúdio
  12. rockmasters.com.br/ John 5: Álbum que gravou com David Lee Roth soa como o “antigo Van Halen”
  13. a b «David Lee Roth Album & Song Chart History - Billboard 200». Billboard. Prometheus Global Media. Consultado em 8 de agosto de 2011 
  14. «David Lee Roth Album & Song Chart History - Independent Albums». Billboard. Prometheus Global Media. Consultado em 8 de agosto de 2011 
  15. «australian-charts.com - Australian charts portal». Hung Medien. Consultado em 8 de agosto de 2011 
  16. «Results - RPM - Library and Archives Canada - Top Albums/CDs». RPM. Consultado em 8 de agosto de 2011. Arquivado do original em 19 de abril de 2016 
  17. a b c «Sisältää Hitin (Finnish Charts since 1961)». Timo Pennanen. Consultado em 20 de agosto de 2015 
  18. «dutchcharts.nl - Dutch charts portal». Hung Medien. Consultado em 9 de agosto de 2011 
  19. «charts.org.nz - New Zealand charts portal». Hung Medien. Consultado em 8 de agosto de 2011 
  20. «swedishcharts.com - Swedish charts portal». Hung Medien. Consultado em 9 de agosto de 2011 
  21. «Die Offizielle Schweizer Hitparade und Music Community». Hung Medien. Consultado em 9 de agosto de 2011 
  22. a b «Chart Stats - David Lee Roth». chartstats.com. Consultado em 8 de agosto de 2011 
  23. a b c «RIAA: Certification Criteria». Recording Industry Association of America. Consultado em 7 de março de 2010 
  24. a b c «BPI Search Results - Searchable Database». British Phonographic Industry. Consultado em 8 de agosto de 2011 
  25. a b c «RIAA - Recording Industry Association of America - Searchable Database». Recording Industry Association of America. Consultado em 8 de agosto de 2011 
  26. «Gold & Platinum Search - Music Canada - David Lee Roth». Music Canada. Consultado em 8 de agosto de 2011 
  27. a b «Sludge Scan For January 2000». www.metalsludge.tv. Consultado em 8 de agosto de 2011. Arquivado do original em 29 de julho de 2014 
  28. Gráfico ilegal entrouall «David Lee Roth Album & Song Chart History - Hot 100» Verifique valor |url= (ajuda). Billboard. Prometheus Global Media. Consultado em 9 de agosto de 2011 
  29. «David Lee Roth : Allmusic : Billboard Singles». Allmusic. Consultado em 9 de agosto de 2011 
  30. «australian-charts.com - Australian charts portal». Hung Medien. Consultado em 9 de agosto de 2011 
  31. «Results - RPM - Library and Archives Canada - Top Singles». RPM. Consultado em 9 de agosto de 2011. Arquivado do original em 24 de outubro de 2012 
  32. «dutchcharts.nl - Dutch charts portal». Hung Medien. Consultado em 9 de agosto de 2011 
  33. «charts.org.nz - New Zealand charts portal». Hung Medien. Consultado em 9 de agosto de 2011