The Deadly Companions

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
The Deadly Companions
Companheiros da morte (PT)
Parceiros da morte / O homem que eu devia odiar (BR)
1961 • cor • 93 min 
Direção Sam Peckinpah
Roteiro Albert Sidney Fleischman
Elenco Maureen O'Hara
Brian Keith
Steve Cochran
Chill Wills
Género faroeste
País  Estados Unidos
Idioma inglês
Página no IMDb (em inglês)

The Deadly Companions (br.: Parceiros da morte / O homem que eu devia odiar / pt.: Companheiros da Morte) é um filme estadunidense de 1961 do gênero western, dirigido por Sam Peckinpah. Roteiro de Albert Sidney Fleischman baseado em livro homônimo próprio. Foi o primeiro filme dirigido por Sam Peckinpah .

Elenco[editar | editar código-fonte]

Sinopse[editar | editar código-fonte]

O ex-sargento da União conhecido por Yellowleg procura por cinco anos o soldado confederado que o mutilou na cabeça e o encontra prestes a ser enforcado por homens que o acusaram de trapacear num jogo de cartas. O confederado se chama Turk e tem como parceiro o mexicano Billy Keplinger que é um pistoleiro rápido no gatilho e o salva. Yellowleg propõe aos dois parceria num roubo a banco mas ao chegarem na cidade de Hila City, encontram outros ladrões que atacaram o estabelecimento primeiro. No tiroteio para impedir a fuga dos ladrões, Yellowleg acerta acidentalmente e mata o menino Mead, filho da dançarina viúva Kit. Ela não quer que o menino seja enterrado na cidade onde todos a hostilizam e resolve viajar até Siringo, um povoado fantasma no meio do desértico território Apache, pois ali fica a sepultura do marido. Yellowleg a acompanha contra a vontade dela, junto de seus dois companheiros. Ele espera o momento certo para acertar as contas com seu inimigo mas os homens tem seus próprios planos enquanto os índios renegados rondam pela região.

Produção[editar | editar código-fonte]

Diretor estreante

Após o cancelamento da série de TV The Westerner (1959-1960), Brian Keith foi contratado para ser o protagonista masculino de The Deadly Companions. Ele sugeriu Sam Peckinpah (que fora produtor e diretor de The Westerner) para a direção do filme e o produtor Charles B. Fitzsimons aceitou a ideia. O filme está em domínio público nos Estados Unidos.

Locações

No Arizona, nos estúdios Old Tucson, 201 S. Kinney Road, Tucson, Arizona, Estados Unidos

Referências

Leituras
  • Bliss, Michael. Justified Lives: Morality and Narrative in the Films of Sam Peckinpah. [S.l.]: Southern Illinois University Press, 1993. ISBN 978-0809318230
  • Dukore, Bernard F.. Sam Peckinpah's Feature Films. [S.l.]: University of Illinois Press, 1999. ISBN 978-0252024863
  • Engel, Leonard ed.. Sam Peckinpah's West: New Perspectives. [S.l.]: University of Utah Press, 2003. ISBN 978-0874807721
  • Evans, Max. Sam Peckinpah: Master of Violence. [S.l.]: Dakota Press, 1972. ISBN 978-0882490113
  • Fine, Marshall. Bloody Sam: The Life and Films of Sam Peckinpah. [S.l.]: Donald I. Fine, 1991. ISBN 978-1556112362
  • Hayes, Kevin J.. Sam Peckinpah: Interviews. [S.l.]: University Press of Mississippi, 2008. ISBN 978-1934110638
  • Seydor, Paul. Peckinpah: The Western Films, A Reconsideration. [S.l.]: University of Illinois Press, 1996. ISBN 978-0252022685
  • Simons, John L.. Peckinpah's Tragic Westerns: A Critical Study. [S.l.]: McFarland, 2011. ISBN 978-0786461332
  • Weddle, David. If They Move ... Kill 'Em! The Life and Times of Sam Peckipah. [S.l.]: Grove Press, 1994. ISBN 978-0802115461

Ligações externas[editar | editar código-fonte]