The Emperor's Naked Army Marches On

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Yuki Yukite Shingun
The Emperor’s Naked Army Marches On (BR)
 Japão
1987 •  cor •  122 min 
Direção Kazuo Hara
Género Documentário
Idioma Japonês
Página no IMDb (em inglês)

The Emperor’s Naked Army Marches On, em japonês: ゆきゆきて、神軍, Yuki Yukite Shingun, é um documentário realizado por Kazuo Hara e que aborda a busca de Okuzaki Kenzo, sobrevivente da Segunda Guerra Mundial, pela verdade acerca de um assassinato ocorrido logo após o termino da guerra na Nova Guiné. 40 anos após o fuzilamento, que legalmente poderia ser considerado um homicídio dadas as circunstâncias de término da guerra, ele vai atrás dos combatentes envolvidos para iluminar a questão e exigir que se desculpem.

Okuzaki passou anos presos na cadeia em virtude de protestos relacionados à guerra, o que envolveu atirar com estilingue e fazer charges pornográficas com a imagem do Imperador Hirohito e matar um homem. Ele se propôs como missão de vida denunciar os crimes de guerra japoneses, utilizando para isso um carro de som.

Tema amplo do filme é a consciência de que as marcas da guerra são indeléveis, marcado pela crença de Okuzaki de que não se sai de uma guerra impune e de que ela não pode ser esquecida. Seus protestos são fortemente motivados para que próximas guerras sejam evitadas, acreditando então que cabe aos sobreviventes compartilhar suas experiências.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre um filme é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.