The Funnies

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Disambig grey.svg Nota: Para Funnies (disambiguação), veja The Funnies (desambiguação).
The Funnies (1929–1930)
The-funnies.jpg
The Funnies #28 (13 de setembro de 1930). Arte de Victor E. Pazmiño (assinada).[1]
País de origem Estados Unidos Estados Unidos
Língua de origem Estados Unidos Inglês
Editora(s) Dell Publishing
Periodicidade semanal
Lançada em 1929
Terminou em 1930
Edições 36

The Funnies era o nome de duas publicações americanas da Dell Publishing, a primeira delas de 1920, uma precursora seminal das revistas em quadrinhos, e a segunda, uma revista em quadrinhos padrão da década de 1930.

The Funnies (1929-1930)[editar | editar código-fonte]

Em 1929, a Dell Publishing de George T. Delacorte Jr., fundada oito anos antes, começo a publicar The Funnies, descrita pela Library of Congress como "a short-lived newspaper tabloid insert" ["um folheto de bancas de jornas de curta duração",].[2] O historiador de quadrinhos, Ron Goulart, descreve o periódico de 16 páginas, quatro cores em papel jornal, como "mais uma secção de quadrinhos dominical sem o resto o jornal do que mesmo um revista em quadrinhos verdadeira. Mas trouxe todo o material original e foi vendido em bancas de jornais".[3]

A revista que teve 36 edições semanais, publicada de sábado de 16 de janeiro de 1929 até 16 de outubro de 1930.[4] O preço de capa subiu de 10¢ para 30¢ a partir da edição #3.[5] E reduzido a um níquel a partir da edição #22 até seu encerramento.[5]

The Funnies lançou as bases para duas publicações subsequentes em 1933: um tabloide de tiras de jornal de 8 páginas, Funnies on Parade da Eastern Color Printing, e o Famous Funnies: A Carnival of Comics,[6] que veio depois de uma colaboração da Eastern Color / Dell e é considerado pelos historiadores como a primeira revista em quadrinhos americana verdadeira.[7]

The Funnies (1936 até 1942) e New Funnies[editar | editar código-fonte]

The Funnies vol. 2 (1936–1942)
The Funnies vol2 1.jpg
'The Funnies vol. 2, #1 (Out. de 1936), estrelando Major Hoople da Our Boarding House de Gene Ahern. Artista da capa desconhecido.
País de origem Estados Unidos Estados Unidos
Língua de origem Estados Unidos Inglês
Editora(s) Dell Publishing
Periodicidade semanal
Lançada em The Funnies: 1936
New Funnies: 1942
Terminou em The Funnies: 1942
New Funnies: 1962
Edições 64

A segunda publicação da Dell Publishing com esse nome foi uma revista em quadrinhos americana padrão publicada durante os anos de 1930 e 1940, período esse conhecido pelos fãs e historiadores como a Era de Ouro das Histórias em Quadrinhos. Uma rival bem sucedida da série de quadrinhos Famous Funnies da Eastern Color,[8] trouxe reimpressões similares de tiras de jornais como Alley Oop de V. T. Hamlin, e Captain Easy de Roy Crane, assim como outros, entre eles, Mutt e Jeff de Bud Fisher, e Tailspin Tommy de Hal Forrest.[8] Sob os cuidados de Max Gaines e do editor Sheldon Mayer,[8] contou com 64 edições (cover date: outubro de 1936 — maio de 1942).[9]

Começou lançando material original como Scribbly de Mayer, sobre um cartunista infantil, projetado para se assimilar com as tiras de quadrinhos de jornal dominical. Após a saída de Gaines e Mayer para a produção de trabalhos para a All-American Publications, a maioria das republicações além de Alley Oop foram abandonadas em favor do conteúdo original, entre eles, "Mr. District Attorney", baseado na série de rádio de mesmo nome, e "John Carter of Mars", adaptado da série literária Barsoom de Edgar Rice Burroughs,e depois de algumas edições ilustradas por seu filho, John Coleman Burroughs.[8]

A HQ alterou formato e título e passou a chamar-se de New Funnies a partir da edição 65 (Julho de 1942).[10] Agora dedicado aos personagens infantis como Raggedy Ann e Andy, e personagens funny animal baseados em curtas de animação como Felix the Cat, Oswald the Lucky Rabbit, e Woody Woodpecker, durou até a edição 288 (Abril de 1962), sendo seu título alterado para Walter Lantz New Funnies depois de 44 edições, começado na edição 109 (Março de 1946).[11]

Referências

  1. Goulart, Ron. Comic Book Culture: An Illustrated History (Collectors Press), p. 11. (ISBN 978-1-888054-38-5)
  2. U.S. Library of Congress, The Funnies, "American Treasures of the Library of Congress" exhibition. WebCitation archive.
  3. Goulart, Ron (2004). «The Funnies: I». Comic Book Encyclopedia. New York: Harper Entertainment. p. 163. ISBN 978-0060538163 
  4. Funnies, The (Dell, Film Humor, Inc. [#1-2]; Dell Publishing Co. [#3-36] imprint, 1929 Series) no Grand Comics Database
  5. a b Coville, Jamie (n.d.). «The History of Comic Books: Introduction and 'The Platinum Age 1897 - 1938]'». CollectorTimes.com via TheComicBooks.com. Cópia arquivada em 26 de setembro de 2010 
  6. Famous Famous - Carnival of Comics no Grand Comics Database.
  7. Goulart, p.144, for example, calls it "the cornerstone for one of the most lucrative branches of magazine publishing".
  8. a b c d Goulart, Ron. "The Funnies: II" Comic Book Encyclopedia, p. 163
  9. Funnies, The (Dell, 1936 Series) at the Grand Comics Database.
  10. New Funnies no Grand Comics Database.
  11. Walter Lantz New Funnies no Grand Comics Database.

Bibliografia[editar | editar código-fonte]


Ligações externas[editar | editar código-fonte]