Saltar para o conteúdo

The Game Awards 2021

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
The Game Awards 2021
The Game Awards 2021
Data 9 de dezembro de 2021
Local Microsoft Theater (Los Angeles, Califórnia)
País Estados Unidos
Apresentação Geoff Keighley
Destaques
Maior número de prémios 3 prêmios:
Maior número de nomeações Deathloop (9)
Jogo do Ano It Takes Two
Cobertura televisiva
Audiência 85 milhões
The Game Awards 2020
The Game Awards 2022
Página oficial

The Game Awards 2021 foi a 8ª cerimônia de premiação anual do The Game Awards na qual homenageou os melhores jogos eletrônicos de 2021. O evento foi apresentado por Geoff Keighley e dirigido a um público convidado no Microsoft Theater, em Los Angeles, no dia 9 de dezembro de 2021. O pré-show foi apresentado por Sydnee Goodman. O evento foi transmitido ao vivo em mais de 40 plataformas digitais. Apresentou performances musicais de Imagine Dragons, JID, Darren Korb e Sting, além de apresentações de celebridades como Reggie Fils-Aimé, Keanu Reeves, Ben Schwartz e Ming-Na Wen. A Activision Blizzard foi excluída do evento, com exceção de seus jogos indicados, depois que a empresa foi processada pelo California Department of Fair Employment and Housing por alegações de assédio sexual e discriminação de funcionários em julho de 2021.

Deathloop liderou o número de indicações, com nove; venceu o prêmio de Melhor Direção de Jogo e Melhor Direção de Arte. Forza Horizon 5 e It Takes Two empataram como os jogos com mais vitórias, com três, com este último vencendo como Jogo do Ano. Marvel's Guardians of the Galaxy foi premiado como Melhor Narrativa, e Maggie Robertson venceu na categoria de Melhor Performance por seu papel como Lady Dimitrescu em Resident Evil Village. Vários novos jogos foram anunciados durante o evento, incluindo Alan Wake II, The Expanse: A Telltale Series e Sonic Frontiers, e a estreia dos primeiros trailers completos da série de televisão Halo e do filme Sonic the Hedgehog 2. O evento nomeou várias personalidades no prêmio Future Class, destinado a representar o futuro dos jogos eletrônicos. Quatro personalidades da mídia também foram nomeadas como Cidadãos Globais de Jogos por seu impacto na indústria. O evento teve mais de 85 milhões de transmissões ao vivo. Ele teve uma recepção mista das publicações da mídia, algumas das quais criticaram sua duração e seu maior foco em anúncios do que prêmios.

Vencedores e indicados

[editar | editar código-fonte]

Os indicados foram anunciados em 16 de novembro de 2021.[1][2] Qualquer jogo lançado em ou antes de 19 de novembro de 2021 podiam ser elegíveis. Os indicados foram compilados por um júri composto por membros de mais de 100 meios de comunicação em todo o mundo. Os vencedores são determinados entre o voto do júri (90% de impacto nos resultados finais) e votos do público (10%); este último foi realizado no site oficial e em plataformas de redes sociais como Facebook, Twitter e Bilibili até 8 de dezembro.[3] A exceção é a categoria "Voz dos Jogadores", totalmente nomeada e votada pelo público;[4] o vencedor foi anunciado em 8 de dezembro após três rodadas de votação.[5] Júris especializados decidem os nomeados e vencedores em categorias como acessibilidade e esportes eletrônicos.[3] A votação para a categoria de Melhor Time de e-Sports também é realizada através do servidor do Discord do evento e por meio de mensagens diretas no Twitter.[6]

O criador e produtor do evento Geoff Keighley notou que sua propriedade do evento o levou a ser acusado de desprezo nas indicações, apesar de não estar envolvido no processo de votação.[7] Em relação aos potenciais vencedores, Keighley sentiu que seria "o tipo de prêmio para qualquer jogo este ano", mas que, como produtor do evento, ele costuma preferir cerimônias como The Game Awards 2018 com a rivalidade entre God of War e Red Dead Redemption 2.[8] Ele observou que cerimônias futuras poderiam ter a adição de prêmios por adaptações e conteúdos gerados pelo usuário, mas sentiu que "simplesmente não há o suficiente ainda".[9]

Títulos em negrito e listados em primeiro venceram nas respectivas categorias:[10][11]

Jogos eletrônicos

[editar | editar código-fonte]
Jogo do Ano Melhor Direção de Jogo
Melhor Narrativa Melhor Direção de Arte
Melhor Trilha Sonora Melhor Design de Áudio
Melhor Performance Jogo Mais Impactante
Melhor Jogo Contínuo Melhor Jogo Independente
Melhor Jogo Mobile Melhor Suporte à Comunidade
Melhor Jogo de VR/AR Inovação em Acessibilidade
Melhor Jogo de Ação Melhor Jogo de Ação-aventura
Melhor Jogo de RPG Melhor Jogo de Luta
Melhor Jogo para Família Melhor Jogo de Esporte/Corrida
Melhor Jogo de Simulação/Estratégia Melhor Jogo Multiplayer
Melhor Estreia Independente[a] Jogo Mais Aguardado
Voz dos Jogadores[b] Cidadãos Globais de Jogos[c]
  • The Drag Stream Community
    • Deere
    • Samira Close
  • Kahlief Adams (Spawn on Me)
  • Anisa Sanusi (Limit Break)

E-Sports e criadores de conteúdo

[editar | editar código-fonte]
Melhor Jogo de eSports Melhor Jogador de eSports
Melhor Time de eSports Melhor Treinador de eSports
  • Kim "kkOma" Jeong-gyun
    • Airat "Silent" Gaziev
    • Andrey "Engh" Sholokhov
    • Andrei "B1ad3" Horodenskyi
    • James "Crowder" Crowder
Melhor Evento de eSports Criador de Conteúdo do Ano

Jogos com múltiplas indicações e prêmios

[editar | editar código-fonte]

Múltiplas indicações

[editar | editar código-fonte]

Deathloop recebeu o maior número de indicações, com nove. Outros jogos com múltiplas nomeações incluem It Takes Two e Ratchet & Clank: Rift Apart com seis, e Psychonauts 2 e Resident Evil Village com cinco. A Xbox Game Studios[d] lidera como a publicadora com mais indicações, com treze, seguida pela Sony Interactive Entertainment e Electronic Arts com onze, e Bethesda Softworks[d] e Square Enix com dez.[1][6]

Múltiplos prêmios

[editar | editar código-fonte]

Forza Horizon 5 e It Takes Two lideraram o evento com três vitórias cada, seguidos por Deathloop, Final Fantasy XIV e Kena: Bridge of Spirits com dois prêmios cada. A Square Enix e Xbox Game Studios venceram um total de cinco prêmios cada, enquanto que a Electronic Arts venceu três.[11]

Apresentadores e performances musicais

[editar | editar código-fonte]

Apresentadores

[editar | editar código-fonte]

As seguintes personalidades, listadas em ordem de aparição, apresentaram categorias de prêmios ou apresentações de trailers. Todos os outros prêmios foram apresentados por Keighley ou Sydnee Goodman.[10][13][14][15]

Nome Função
Giancarlo Esposito Apresentou a categoria de Melhor Jogo Independente
Laura Bailey Apresentaram a categoria de Melhor Performance
Ashley Johnson
Sam Lake Apresentou o trailer de anúncio de Alan Wake II
Ben Schwartz Apresentou o trailer do filme Sonic the Hedgehog 2
Simu Liu Apresentou a categoria de Melhor Jogo de Ação
Aaryn Flynn Apresentou o trailer de anúncio de Nightingale
Hideo Kojima Apresentou o trailer do filme Nightmare Alley
Guillermo del Toro Apresentou a categoria de Melhor Direção de Arte
Aerial Powers Apresentou a categoria de Melhor Jogo Mobile
Ming-Na Wen Apresentou a categoria de Melhor Narrativa
Debra Wilson Apresentou o trailer de jogabilidade de Suicide Squad: Kill the Justice League[16]
Ella Balinska Apresentaram o trailer de Forspoken[17]
Pollyanna McIntosh
Clive Standen Apresentaram o trailer de anúncio de Warhammer 40,000: Space Marine 2[18]
Tim Willits
Paul George Apresentou a categoria de Melhor Jogo de Ação-aventura
Will Arnett Apresentaram o trailer de Tiny Tina's Wonderlands
Ashly Burch
Reggie Fils-Aimé Apresentou a categoria de Melhor Jogo Contínuo
Morgan Baker Apresentaram a categoria de Inovação em Acessibilidade
Jacksepticeye
Simon Viklund Apresentou o trailer de lançamento de GTFO[19]
Donald Mustard Apresentou a categoria de Melhor Direção de Jogo
Carrie-Anne Moss Apresentaram o trailer de revelação de The Matrix Awakens
Keanu Reeves
Neil Druckmann Apresentou a categoria de Jogo do Ano
Darren Korb
The Game Awards 2021 apresentou apresentações de vários artistas, todos auxiliados pela The Game Awards Orchestra.[e]

Os seguintes artistas ou grupos executaram números musicais.[10][13][14][15] Todas as apresentações foram auxiliadas pela The Game Awards Orchestra.[20][e]

Nome Canção Jogo(s) ou série de TV
Sting "What Could Have Been" Arcane
Julie Elven "Promise of the West" Horizon Forbidden West
The Game Awards Orchestra[e] "The Delicious Last Course Overture" Cuphead: The Delicious Last Course
Luena[f] "ROCKSTAR" DokeV
Ashley Barrett "Build That Wall (Zia's Theme)" Bastion
Darren Korb
Imagine Dragons "Enemy" Arcane
JID
The Game Awards Orchestra[e] Medley de Jogo do Ano Deathloop
It Takes Two
Metroid Dread
Psychonauts 2
Ratchet & Clank: Rift Apart
Resident Evil Village

Informações da cerimônia

[editar | editar código-fonte]
Um homem com cabelo castanho sorrindo enquanto olha para a esquerda da câmera.
O criador e produtor do evento Geoff Keighley.

Assim como nas edições anteriores do The Game Awards, o evento foi apresentado e produzido pelo jornalista canadense Geoff Keighley; o pré-show foi apresentado por Sydnee Goodman.[10] Após o sucesso do The Game Awards 2020 — que foi transmitido virtualmente devido à pandemia de COVID-19 — Keighley recebeu sugestões para seguir o mesmo formato; por volta de meados de 2021, ele decidiu que a cerimônia voltaria para um evento presencial no Microsoft Theater em Los Angeles já que ele "realmente sentia falta da energia das pessoas aceitando seus prêmios ao vivo e das reações".[8] Vários protocolos de segurança foram implementados, incluindo redução do público presencial pela metade, vacinação obrigatória e uso de máscaras faciais;[8] planos de contingência também foram estabelecidos em caso de variantes inesperadas da COVID-19 ou outros problemas.[9] Keighley observou que estava ansioso para voltar ao evento presencial, afirmando que foi a primeira vez em dois anos que a indústria conseguiu se reunir.[8]

O evento foi produzido executivamente por Keighley e Kimmie Kim, com LeRoy Bennett servindo como diretor criativo e Richard Preuss como diretor.[20] The Game Awards fez parceria com o Spotify para produzir um podcast de quatro episódios intitulado Inside the Game Awards, no qual Keighley fala aos convidados sobre o evento, seus indicados e as apresentações musicais; o primeiro episódio foi lançado em 22 de novembro de 2021.[22] The Game Awards foi a segunda cerimônia a apresentar o Future Class, uma lista de indivíduos de toda a indústria de jogos eletrônicos que melhor representam o futuro dos jogos;[13] os induzidos incluíram profissionais da indústria, como o produtor de Capybara Games Farah Coculuzzi, a gerente de marketing social do Xbox Hailey Geller, a editora-chefe da Gayming Magazine, Aimee Hart, a ativista pelos direitos das pessoas com deficiência Amy Kavanagh e o diretor narrativo da Deck Nine Games, Felice Kuan.[23] A apresentação foi ao ar em 9 de dezembro de 2021, transmitida ao vivo em mais de 40 plataformas on-line.[20] O evento fez parceria com a Nodwin Gaming para distribuição na Índia, onde foi transmitido em plataformas como Disney+, Jio TV, MTV Índia, MX Player e Voot.[24]

Keighley disse que estava reavaliando o relacionamento do evento com a Activision Blizzard depois que a empresa foi processada pelo California Department of Fair Employment and Housing por acusações de assédio sexual e discriminação de funcionários em julho de 2021, acrescentando que queria que o evento apoiasse funcionários e desenvolvedores sem diminuir as realizações individuais;[25] Ethan Gach, da Kotaku, caracterizou a declaração de Keighley como uma recusa em "tomar partido", e observou que o conselho consultivo do evento incluía o presidente da Activision, Rob Kostich.[26] Após algumas críticas, Keighley afirmou que a Activision Blizzard não faria parte da cerimônia com exceção de seus jogos nomeados, e escreveu que o evento estava comprometido em "trabalhar juntos para construir um ambiente melhor e mais inclusivo".[27] Antes da cerimônia, alguns funcionários e apoiadores da Activision Blizzard ficaram do lado de fora do Microsoft Theater em protesto contra a recente demissão de cerca de 20 funcionários da empresa subsidiária Raven Software.[13] No início do evento, Keighley denunciou o abuso na indústria; Gach, da Kotaku, criticou a declaração de Keighley, observando que ele não se referiu à Activision Blizzard pelo nome e que sua declaração falhou em "expandir significativamente" seus compromissos prometidos.[28]

De acordo com Keighley, o evento apresentaria cerca de 50 jogos, com novos anúncios "provavelmente na casa dos dois dígitos";[8] ele disse mais tarde que haveria seis revelações principais e vários trailers de filmes.[25] Ele disse que foi um ano muito agitado para lançamentos de anúncios, observando que a popularidade e acessibilidade do evento fizeram com que mais desenvolvedoras e publicadoras buscassem envolvimento nele.[8] Keighley afirmou que alguns estúdios têm pedidos específicos para a colocação de seus anúncios dentro do evento, mas que ele normalmente decide cerca de um mês antes de permitir todas as inscrições. Ele sentiu que alguns dos anúncios de jogos estavam tirando proveito da nova geração de consoles pela primeira vez.[9] Keighley também observou que o evento tentaria incluir mídias relacionadas, incluindo séries de televisão e filmes como The Cuphead Show!, The Witcher e Uncharted;[9] os primeiros trailers completos da série de televisão Halo e do filme Sonic the Hedgehog 2 estrearam durante o evento.[29][30]

Anúncios sobre jogos lançados e futuros foram feitos para A Plague Tale: Requiem, Babylon's Fall, Chivalry II, Cuphead: The Delicious Last Course, Destiny 2: The Witch Queen, Evil West, Fall Guys, Final Fantasy VII Remake Intergrade, Forspoken, Genshin Impact, Homeworld 3, Horizon Forbidden West, The King of Fighters XV, Lost Ark, The Matrix Awakens, Monster Hunter Rise, Senua's Saga: Hellblade II, Somerville, Suicide Squad: Kill the Justice League, Tchia, Tunic e Warhammer: Vermintide 2. Novos jogos anunciados durante a cerimônia incluíram:[31]

Alguns jornalistas sentiram que Forza Horizon 5 e Returnal foram desprezados nas indicações para a categoria de Jogo do Ano da premiação.[32][33][34] Matthew Byrd, do Den of Geek, criticou a ausência de nomeações para The Forgotten City em Melhor Narrativa, Hitman 3 em Melhor Jogo de Ação-aventura e Unpacking em Melhor Jogo Independente, e considerou que a indicação de Cyberpunk 2077 para Melhor Jogo de RPG e Far Cry 6 para Melhor Jogo de Ação não foram merecidos.[33] Josh Coulson, do TheGamer, sentiu que The Forgotten City, Lost Judgment e MLB The Show 21 não foram reconhecidos, e que Keanu Reeves merecia uma indicação por seu papel como Johnny Silverhand em Cyberpunk 2077.[35] Rachel Kaser, do VentureBeat, elogiou a diversidade dos indicados para Melhor Performance.[36]

O evento teve uma recepção mista das publicações da mídia. Liam Croft, da Push Square, gostou dos novos anúncios, observando que eles continuam melhorando a cada ano.[37] Steffan Powell, da BBC, considerou o anúncio da Wonder Woman a maior surpresa.[38] Dean Takahashi, da VentureBeat, também elogiou os anúncios, descrevendo The Matrix Awakens como "uma das demos mais inspiradoras do evento", e sentiu que os vencedores foram bem merecidos e focados em "inovação e jogabilidade em relação às marcas"; ele observou que, com apresentadores e performances como Reeves, Liu, Sting e Imagine Dragons, o evento provou ser o grande sucesso da indústria de jogos eletrônicos.[39] Kellen Browning, do The New York Times, chamou a cerimônia de "uma espécie de volta da vitória para a comunidade de jogos eletrônicos", identificando seu cruzamento com outros meios de entretenimento.[40]

O jornalista Jason Schreier, da Bloomberg News, descreveu o evento como "uma experiência exaustiva" após a cerimônia virtual de 2020, e ouviu membros da audiência reclamando sobre a "enxurrada ininterrupta de trailers" e a duração do evento.[41] Escrevendo para o The Washington Post, Nathan Grayson afirmou que o público em pessoa parou de prestar atenção no final da cerimônia, e Shannon Liao disse que alguns estavam deixando o local pelo menos dez minutos antes do encerramento; Grayson descreveu alguns dos discursos dos apresentadores como "brincalhões, enlatados" e sentiu que o evento estava perdendo "momentos inesperados ao vivo que capturam a atenção de todos" de cerimônias anteriores.[13] Wesley Yin-Poole, da Eurogamer, ecoou o último sentimento, e escreveu que "a parte dos prêmios do The Game Awards pareceu apressada".[14] Todd Marten, do Los Angeles Times, também sentiu que a cerimônia gastava mais tempo com anúncios do que com prêmios e criticou a falta de ativismo em comparação com a reação de outras cerimônias de premiação, como o Óscar e o Globo de Ouro; ele gostou da prévia da série de televisão Halo e das performances de Imagine Dragons e Sting, mas criticou o discurso de aceitação de Metroid Dread de Doug Bowser como "pontos de discussão de marketing para apertar o botão da soneca".[42]

Após a transmissão da cerimônia, Keighley suspeitou que ela atraiu mais espectadores do que os 83 milhões de 2020, embora as estatísticas preliminares não estivessem disponíveis naquele momento.[40] Mais de 85 milhões de transmissões ao vivo foram feitas para ver a cerimônia, a maior na história do evento.[43]

Notas

  1. Premiado como o melhor jogo de estreia de um estúdio independente em 2021.
  2. A categoria "Voz dos Jogadores" (no original, "Player's Voice") é um prêmio 100% votado pelos fãs que teve um processo de indicação em três rodadas que começou com 30 jogos.[4]
  3. Apresentado em conjunto com o Facebook Gaming
  4. a b c d Deathloop foi publicado pela Bethesda Softworks independentemente da Xbox Game Studios, sua empresa empresa-mãe.[12]
  5. a b c d Conduzida por Lorne Balfe[20]
  6. Performance virtual com coreografia de dança da 1MILLION Dance Studio[21]

Referências

  1. a b Ankers, Adele (16 de novembro de 2021). «The Game Awards 2021 Nominations Announced». IGN. Ziff Davis. Consultado em 17 de novembro de 2021. Cópia arquivada em 16 de novembro de 2021 
  2. Beresford, Trilby (16 de novembro de 2021). «The Game Awards: 'It Takes Two,' 'Deathloop' Among 2021 Nominations». The Hollywood Reporter. Penske Media Corporation. Consultado em 17 de novembro de 2021. Cópia arquivada em 17 de novembro de 2021 
  3. a b «FAQ». The Game Awards. Consultado em 15 de novembro de 2021. Cópia arquivada em 15 de novembro de 2021 
  4. a b Devore, Jordan (7 de dezembro de 2021). «The Game Awards 2021 audience award will go to one of these five finalists (Update)». Destructoid. Enthusiast Gaming. Consultado em 8 de dezembro de 2021. Cópia arquivada em 8 de dezembro de 2021 
  5. McKeand, Kirk (9 de dezembro de 2021). «Halo Infinite wins Player's Voice at The Game Awards». USA Today. Gannett. Consultado em 10 de dezembro de 2021. Cópia arquivada em 9 de dezembro de 2021 
  6. a b Nunneley, Stephany (16 de novembro de 2021). «The Game Awards 2021: Deathloop, Ratchet & Clank: Rift Apart, It Takes Two and Psychonauts 2 lead nominations». VG247. videogaming247 Ltd. Consultado em 17 de novembro de 2021. Cópia arquivada em 17 de novembro de 2021 
  7. McKeand, Kirk (6 de dezembro de 2021). «Game Awards interview - 'there are four or five' reveals on the scale of Elden Ring». USA Today. Gannett. Consultado em 7 de dezembro de 2021. Cópia arquivada em 7 de dezembro de 2021 
  8. a b c d e f Crecente, Brian (11 de novembro de 2021). «Geoff Keighley details The Game Awards 2021 and Beyond». Epic Games. Consultado em 15 de novembro de 2021. Cópia arquivada em 10 de novembro de 2021 
  9. a b c d Reiner, Andrew (19 de novembro de 2021). «An Interview With Geoff Keighley About The Game Awards 2021 And The Game He'd Love To See Announced». Game Informer. GameStop. Consultado em 23 de novembro de 2021. Cópia arquivada em 20 de novembro de 2021 
  10. a b c d Van Boom, Daniel (9 de dezembro de 2021). «The Game Awards: Winners, live updates and new trailers». CNET. Red Ventures. Consultado em 10 de dezembro de 2021 
  11. a b Bankhurst, Adam (9 de dezembro de 2021). «The Game Awards 2021 Winners: The Full List». IGN. Ziff Davis. Consultado em 10 de dezembro de 2021. Cópia arquivada em 10 de dezembro de 2021 
  12. Zwiezen, Zack (9 de julho de 2021). «Sony Will Lose Another Big PS5 Exclusive In September 2022». Kotaku. G/O Media. Consultado em 18 de novembro de 2021. Cópia arquivada em 9 de julho de 2021 
  13. a b c d e Park, Gene; Amenabar, Teddy; Liao, Shannon; Grayson, Nathan; Klimentov, Mikhail; Stanley, Alyse (9 de dezembro de 2021). «The Game Awards 2021: Announcements, highlights, winner and live updates». The Washington Post. Nash Holdings. Consultado em 10 de dezembro de 2021. Cópia arquivada em 10 de dezembro de 2021 
  14. a b c Robinson, Martin (10 de dezembro de 2021). «The Game Awards 2021 live report». Eurogamer. Gamer Network. Consultado em 10 de dezembro de 2021. Cópia arquivada em 10 de dezembro de 2021 
  15. a b Barker, Sammy (9 de dezembro de 2021). «Live: Watch The Game Awards 2021 Right Here». Push Square. Hookshot Media. Consultado em 10 de dezembro de 2021. Cópia arquivada em 10 de dezembro de 2021 
  16. Carson, John (9 de dezembro de 2021). «Suicide Squad: Kill The Justice League Gameplay Debuts At The Game Awards». Game Informer. GameStop. Consultado em 10 de dezembro de 2021. Cópia arquivada em 10 de dezembro de 2021 
  17. King, Andrew (9 de dezembro de 2021). «Forspoken Release Date Confirmed For May 2022 At The Game Awards; New Trailer Released». GameSpot. Red Ventures. Consultado em 10 de dezembro de 2021. Cópia arquivada em 10 de dezembro de 2021 
  18. Carr, James (9 de dezembro de 2021). «Warhammer 40K: Space Marine 2 Announced At The Game Awards». GameSpot. Red Ventures. Consultado em 10 de dezembro de 2021. Cópia arquivada em 10 de dezembro de 2021 
  19. Capel, Chris J. (10 de dezembro de 2021). «GTFO has left Early Access, and you can get it on sale this week». PCGamesN. Network N. Consultado em 10 de dezembro de 2021. Cópia arquivada em 10 de dezembro de 2021 
  20. a b c d Del Rosario, Alexandra (16 de novembro de 2021). «The Game Awards Nominees: 'Deathloop,' 'Ratchet & Clank: Rift Apart' Lead 2021 List». Deadline. Penske Media Corporation. Consultado em 17 de novembro de 2021. Cópia arquivada em 16 de novembro de 2021 
  21. Carr, James (9 de dezembro de 2021). «Colorful Monster Collector DokeV Reveals New Music Video During The Game Awards». GameSpot. Red Ventures. Consultado em 10 de dezembro de 2021. Cópia arquivada em 10 de dezembro de 2021 
  22. LeBlanc, Wesley (22 de novembro de 2021). «Geoff Keighley Hosting 'Inside The Game Awards' Podcast In New Partnership With Spotify». Game Informer. GameStop. Consultado em 23 de novembro de 2021. Cópia arquivada em 23 de novembro de 2021 
  23. «Future Class». The Game Awards. Consultado em 10 de dezembro de 2021. Cópia arquivada em 10 de dezembro de 2021 
  24. «The Game Awards 2021 to air on Indian networks». The Indian Express. Indian Express Limited. 26 de novembro de 2021. Consultado em 27 de novembro de 2021. Cópia arquivada em 26 de novembro de 2021 
  25. a b Liao, Shannon (3 de dezembro de 2021). «What to expect at the 2021 Game Awards». The Washington Post. Nash Holdings. Consultado em 4 de dezembro de 2021. Cópia arquivada em 3 de dezembro de 2021 
  26. Gach, Ethan (3 de dezembro de 2021). «The Game Awards Won't Take Sides On Activision Fallout To Focus On Reveals». Kotaku. G/O Media. Consultado em 4 de dezembro de 2021. Cópia arquivada em 3 de dezembro de 2021 
  27. Scullion, Chris (4 de dezembro de 2021). «Activision 'will not be a part of' The Game Awards, Geoff Keighley says». Video Games Chronicle. Gamer Network. Consultado em 5 de dezembro de 2021. Cópia arquivada em 4 de dezembro de 2021 
  28. Gach, Ethan (9 de dezembro de 2021). «Geoff Keighley Opens Game Awards With Disappointing Vagueness». Kotaku. G/O Media. Consultado em 10 de dezembro de 2021. Cópia arquivada em 10 de dezembro de 2021 
  29. Plant, Logan (7 de dezembro de 2021). «First Full Trailer for Halo Will Premiere at The Game Awards». IGN. Ziff Davis. Consultado em 8 de dezembro de 2021. Cópia arquivada em 7 de dezembro de 2021 
  30. Moore, Jared (8 de dezembro de 2021). «Sonic 2: Movie Trailer Coming Tomorrow, New Poster Revealed». IGN. Ziff Davis. Consultado em 9 de dezembro de 2021. Cópia arquivada em 8 de dezembro de 2021 
  31. O'Gorman, Shane Michael (21 de novembro de 2021). «Forza Horizon 5 Game Awards Snub Doesn't Make Any Sense». Game Rant. Valnet. Consultado em 23 de novembro de 2021. Cópia arquivada em 21 de novembro de 2021 
  32. a b Byrd, Matthew (16 de novembro de 2021). «The Game Awards 2021 Nominations: Biggest Snubs and Surprises». Den of Geek. Dennis Publishing. Consultado em 17 de novembro de 2021. Cópia arquivada em 16 de novembro de 2021 
  33. Croft, Liam (16 de novembro de 2021). «The Game Awards 2021 Nominations Revealed, Deathloop Gets Eight Nominations But Returnal Snubbed». Push Square. Hookshot Media. Consultado em 17 de novembro de 2021. Cópia arquivada em 16 de novembro de 2021 
  34. Coulson, Josh (20 de novembro de 2021). «The Game Awards 2021: This Year's Biggest Snubs». TheGamer. Valnet. Consultado em 23 de novembro de 2021. Cópia arquivada em 20 de novembro de 2021 
  35. Kaser, Rachel (16 de novembro de 2021). «The Game Awards 2021 nominees revealed, Deathloop leads nominations». VentureBeat. Consultado em 17 de novembro de 2021. Cópia arquivada em 16 de novembro de 2021 
  36. Croft, Liam (10 de dezembro de 2021). «Round Up: What Was Announced at The Game Awards 2021?». Push Square. Hookshot Media. Consultado em 10 de dezembro de 2021. Cópia arquivada em 10 de dezembro de 2021 
  37. Powell, Steffan (10 de dezembro de 2021). «Game Awards 2021: It Takes Two wins game of the year». BBC. Consultado em 11 de dezembro de 2021. Cópia arquivada em 10 de dezembro de 2021 
  38. Takahashi, Dean (10 de dezembro de 2021). «The DeanBeat: The Game Awards and the game industry are back». VentureBeat. Consultado em 11 de dezembro de 2021. Cópia arquivada em 11 de dezembro de 2021 
  39. a b Browning, Kellen (10 de dezembro de 2021). «The Game Awards Returns With Glitz and an Industry Asserting Its Muscle». The New York Times. Consultado em 11 de dezembro de 2021. Cópia arquivada em 11 de dezembro de 2021 
  40. Schreier, Jason (10 de dezembro de 2021). «The Game Awards Were a Test of Endurance and a Peek Into the Future». Bloomberg News. Bloomberg L.P. Consultado em 11 de dezembro de 2021. Cópia arquivada em 11 de dezembro de 2021 
  41. Martens, Todd (10 de dezembro de 2021). «Game Awards, with audience in the millions, must now be bold and address industry issues». Los Angeles Times. Consultado em 11 de dezembro de 2021. Cópia arquivada em 10 de dezembro de 2021 
  42. Beresford, Trilby (20 de dezembro de 2021). «The Game Awards Claims High of 85M Views». The Hollywood Reporter. MRC. Consultado em 21 de dezembro de 2021. Cópia arquivada em 20 de dezembro de 2021 

Ligações externas

[editar | editar código-fonte]