The Great Escape (filme)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
The Great Escape
A Grande Evasão (PT)
Fugindo do Inferno (BR)
 Estados Unidos
1963 •  Cor •  172 min 
Direção John Sturges
Produção John Sturges
Roteiro James Clavell
W.R. Burnett
Elenco Steve McQueen
James Garner
Richard Attenborough
James Donald
Charles Bronson
Donald Pleasence
James Coburn
Género Guerra
Aventura
Música Elmer Bernstein
Direção de arte Fernando Carrere
Direção de fotografia Daniel L. Fapp
Edição Ferris Webster
Companhia(s) produtora(s) Mirisch Company
Distribuição United Artists
Lançamento 4 de julho de 1963
Idioma Inglês
Alemão
Francês
Página no IMDb (em inglês)

The Great Escape (br: Fugindo do Inferno / pt: A Grande Evasão) é um filme estadunidense de 1963, do gênero guerra, dirigido por John Sturges.

Escrito por James Clavell, W.R. Burnett, o filme se baseia em uma história real ocorrida na Segunda Guerra Mundial, contada em um livro homônimo de Paul Brickhill. É sobre prisioneiros de guerra aliados que tentam fugir de um campo alemão, o Stalag Luft III, considerado pela Luftwaffe como o mais seguro do gênero, com capacidade para 250 homens.

Sinopse[editar | editar código-fonte]

Gtk-paste.svg Aviso: Este artigo ou se(c)ção contém revelações sobre o enredo.

Os mais perigosos prisioneiros de guerra aliados são levados a um novo campo de prisioneiros de segurança máxima. O Chefe de Grupo Ramsay é o interlocutor dos prisioneiros com o comandante do campo, Coronel von Luger. Muitos deles contavam com várias fugas e recapturas.

Liderados pelo Líder de Esquadrão Roger Bartlett, conhecido por "Big X", planejam escapar construindo, não um mas três túneis, chamados de “Tom”, “Dick” e “Harry”, para o caso de um ser descoberto, migrarem para outro. O túnel deverá propiciar a fuga sem precedentes de 250 homens. São designados responsáveis por cada área do plano: cavar (Willie e Danny), alfaiataria (Griff), documentos falsos (Blythe), mecânica (Sedwick), segurança (Sorren), inteligência (Mac), entretenimento (Nimmo e Haynes) e contrabando (Hendley). Enquanto isso, o capitão Hilts, um dos três americanos do campo, e o escocês Archie Ives tentam escapar sozinhos mas são recapturados. Bartlett e Mac tentam convence-lo a se juntar a empreitada do túnel mas Hilts prefere tentar fugir novamente com Ives. Durante a comemoração do Dia da Independência dos Estados Unidos, organizada pelos três prisioneiros americanos (Hilts, Hendley e Goff), os alemães descobrem por acaso o quase finalizado túnel “Tom”. Em meio a consternação geral, Ives se atira deliberadamente na cerca onde é metralhado e morto. Hilts resolve se juntar aos esforços do restante dos prisioneiros e foge mais uma vez apenas para coletar dados dos arredores do Campo e se deixar capturar. Mais uma vez é levado para a solitária, com sua luva e bola de beisebol.

“Harry” é concluído e assim que Hilts deixa a solitária, a fuga começa. Imprevistos de última hora como a percepção de que o túnel ficou alguns metros mais curto, não alcançando as árvores e a claustrofobia de Danny, não impedem a fuga de setenta e seis homens. Após intensa caçada, cinqüenta fugitivos são mortos pela Gestapo e onze reconduzidos ao campo. Willie e Danny conseguem embarcar em um cargueiro sueco. Sedwick, com a ajuda da Resistência francesa, atravessa a fronteira para a neutra Espanha.

Fim do verdadeiro túnel "Harry" (no outro lado da pista) mostrando como ele não atingiu a cobertura das árvores

Elenco[editar | editar código-fonte]

Por ordem de créditos

  • Steve McQueen.... Capitão Virgil Hilts
  • James Garner.... Tenente Bob Hendley,
  • Richard Attenborough.... Líder de esquadrão Roger Bartlett / Big X
  • James Donald.... Chefe de Grupo Ramsey
  • Charles Bronson.... Tenente Danny Velinski
  • Donald Pleasence.... Tenente Colin Blythe
  • James Coburn.... Oficial-aviador Louis Sedwick
  • Hannes Messemer.... Coronel von Luger
  • David McCallum.... Tenente Eric Ashley-Pitt
  • Gordon Jackson.... Tenente Andy "Mac" MacDonald
  • John Leyton.... Tenente William "Willie" Dickes
  • Angus Lennie.... Oficial-aviador Archibald "Archie" Ives
  • Nigel Stock.... Tenente Denis Cavendish
  • Robert Graf....Werner
  • Jud Taylor.... Tenente Goff
  • Hans Reisser.... Kuhn, da Gestapo
  • Harry Riebauer.... Hauptfeldwebel Strachwitz
  • William Russell.... Tenente Sorren
  • Robert Freitag.... Capitão Posen, assistente de Von Luger
  • Ulrich Beiger.... Preissen, da Gestapo
  • George Mikell.... SS-Obersturmführer Dietrich
  • Lawrence Montaigne.... Oficial-aviador Haynes
  • Robert Desmond.... "Griff" Griffith
  • Til Kiwe.... Frick
  • Heinz Weiss.... Kramer
  • Tom Adams.... Tenente "Dai" Nimmo
  • Karl-Otto Alberty.... SS-Obersturmführer Steinach

Produção[editar | editar código-fonte]

Roteiro[editar | editar código-fonte]

A história é uma adaptação feita por James Clavell, W.R. Burnett do livro de Paul Brickhill, The Great Escape. Brickhill tinha sido um prisioneiro no Stalag Luft III, durante a Segunda Guerra Mundial.

Apesar da advertência no início do filme de que "é uma história verídica, ainda que os personagens representem pessoas reais, e o tempo e lugares comprimidos, todos os detalhes da fuga são exatamente como ocorreram", filme foi romanceado e apenas vagamente baseado no caso real. Muitos de seus personagens são fictícios ou uma mescla de vários personagens reais. O personagem de Roger Bartlett/Big X é baseado em Roger Bushell, um britânco nascido na África do Sul, Colin Blythe em Tim Walenn, o coronel von Luger no coronel Friedrich Wilhelm von Lindeiner-Wildau, Archibald Ives em Jimmy Kiddel, que foi morto a tiros enquanto tentava escalar o muro. O quantitativo de três fugitivos que obtiveram sucesso no filme é verdadeiro. No entanto, nenhum dos três eram britânicos. Danny e Willie foram baseados do sucesso de dois noruegueses, Per Bergsland e Jens Müller, que fugiram de barco para a neutra Suécia. Já a fuga de Sedwick através da Espanha foi baseada no êxito do neerlandês Bram van der Stok.

Não houve fuga de motocicleta ou de aeronave. Os roteiristas aumentaram a importância dos papéis dos prisioneiros de guerra norte-americanos. Apesar de participarem na construção inicial dos túneis e planos de fuga, nenhum dos fugitivos eram americanos.[1] Eles foram separados dos prisioneiros europeus antes da conclusão dos túneis. A travessia de Hilts de motocicleta pela fronteira foi um pedido de Steve McQueen, que fez as cenas, exceto a do salto final.[2]

Os verdadeiros ex-prisioneiros solicitaram aos produtores, e foram atendidos, para se excluir do filme os detalhes sobre a ajuda que receberam em seus países de origem, tais como mapas, documentos e ferramentas escondidas em pacotes, sob pena de prejudicar futuras fugas de prisioneiros de guerra.[3] No final do filme há a dedicatória "aos cinquenta".

Locação[editar | editar código-fonte]

O filme foi feito nos estúdios da Bavaria Film no subúrbio de Munique, onde os cenários principais foram construídos. A cidade alemã perto do campo de prisioneiros, chamada Neustadt no filme, foi realmente Sagan (agora Żagań).[4] Muitas cenas foram filmadas dentro e ao redor da cidade de Füssen, incluindo a sua estação ferroviária. O distrito vizinho de Pfronten com a sua igreja também é mostrado no filme.[4] O filme retrata as entradas do túneis "Tom" sob um fogão e "Harry" em um ralo no banheiro. Na realidade, a entrada de "Dick" foi no ralo, de "Harry" sob o fogão, e "Tom" em um canto escuro ao lado de uma chaminé de fogão.

O filme foi um sucesso de bilheteria, um dos maiores do ano de 1963.[5]

Em 2009, sete ex-prisioneiros do campo retornam ao Stalag Luft III, para o 65 º aniversário da fuga e assistiram ao filme. De acordo com os veteranos, a primeira metade descreve a vida no campo de forma autêntica, mas um veterano criticou McQueen por glamourizar a situação.[6][7]

Referências

  1. Tim Wolter (2001). "POW baseball in World War II". McFarland. pp. 24–5. ISBN 978-0786411863(em inglês)
  2. Steve McQueen 40 Summers Ago...(em inglês)
  3. The Great Escape: Heroes Underground documentary, disponível no DVD The Great Escape Special Edition
  4. a b The Great Escape Locations Site
  5. The Great Escape (1963)-Review by Bruce Eden(em inglês)
  6. Veterans of the Great Escape visit old stalag (em inglês)
  7. Great Escape PoWs remember comrades... and boo 'silly' Steve McQueen", The Times(em inglês)

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre um filme é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.