The Guru

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita nenhuma fonte ou referência, o que compromete sua credibilidade (desde Janeiro de 2013).
Por favor, melhore este artigo providenciando fontes fiáveis e independentes, inserindo-as no corpo do texto por meio de notas de rodapé. Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoScirusBing. Veja como referenciar e citar as fontes.

The Guru (br: O Guru do Sexo), é um filme britânico de 2002, do gênero comédia, escrito por Tracey Jackson e dirigido por Daisy von Scherler Mayer. Rendeu 11 milhões de dólares.

Sinopse[editar | editar código-fonte]

Um professor de dança, o indiano Ramu Gupta, seduzido pelos exageros de seu primo Vijay, que, morando na cidade de Nova York conta-lhe muitas vantagens, parte para Nova York, sonhando em se tornar uma estrela do cinema. Incidentalmente torna-se um conselheiro espiritual, e com os pensamentos e conselhos de uma atriz pornô retransmite seus ensinamentos filosóficos e torna-se um guru do sexo.

Ao fazer um trabalho de garçom em uma festa, depara-se com a situação em que o swami contratado está bêbedo e Ramu o substitui. Sem saber o que falar, improvisa repetindo o conselho que tinha sido dado por Sharonna (Heather Graham), atriz pornô com quem tivera contato anteriormente.

Lexi (Marisa Tomei), tem um relacionamento sexual com ele e promove-o entre seus amigos. Para manter o status swami, paga a Sharonna por lições de filosofia sexual.

Sharonna que tem um noivado com um bombeiro que a respeita como uma virgem, diz que é professora primária ao noivo, mas passa seus ensinamentos a Ramu.

O sucesso de Ramu na alta sociedade é tanta que o mesmo chega a Broadway como o guru do sexo.

Atores[editar | editar código-fonte]

Recepção da crítica[editar | editar código-fonte]

Embora favoráveis, The Guru tem recepção mista por parte da crítica especializada. Com tomatometer de 57% em base de 87 críticas, o Rotten Tomatoes publicou um consenso: “Uma doce comédia romântica boba, mas extremamente fina”. Tem 40% de aprovação por parte da audiência, usada para calcular a recepção do público a partir de votos dos usuários do site.[1]

Referências

  1. The Guru (em inglês). Rotten Tomatoes. Página visitada em 10 de abril de 2014.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]