The Killing Fields

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
The Killing Fields
No Brasil Os Gritos do Silêncio[1]
Em Portugal Terra Sangrenta[2]
 Reino Unido
1984 •  cor •  141 min 
Direção Roland Joffé
Roteiro Bruce Robinson
Baseado em The Death and Life of Dith Pran, de Sydney Schanberg
Elenco Sam Waterston
Haing S. Ngor
John Malkovich
Julian Sands
Craig T. Nelson
Género filme de drama
filme de guerra
Distribuição Europa Filmes (Brasil)[3]
Idioma língua inglesa
língua francesa
língua khmer

The Killing Fields (bra: Os Gritos do Silêncio; prt: Terra Sangrenta) é um filme britânico de 1984, do gênero drama de guerra, dirigido por Roland Joffé.[1][2] O roteiro foi escrito por Bruce Robinson, a produção é de David Puttnam, a trilha sonora de Mike Oldfield e a fotografia de Chris Menges.

Em 2021 a Europa Filmes lançou no Brasil o filme em edição limitada e definitiva do filme em blu-ray em parceria com a Versátil Home Vídeo.[3]

Sinopse[editar | editar código-fonte]

Após a chegada de Pol Pot ao poder e a implantação de uma ditadura comunista, um correspondente americano busca encontrar um amigo nos campos de concentração do Cambodja. Durante essa busca, ele testemunha os efeitos do genocídio perpetrado pelos comunistas, responsáveis pelo assassinato de milhões de Cambojanos.

Sam Waterston
John Malkovich

Elenco[editar | editar código-fonte]

Recepção[editar | editar código-fonte]

The Killing Fields detém uma avaliação de 93% no agregador de críticas Rotten Tomatoes, com base em 40 resenhas de publicações, com o consenso; "Artisticamente composto, atuado com força e alimentado por uma mistura poderosa de raiva e empatia, The Killing Fields é um triunfo que definiu a carreira do diretor Roland Joffé e uma obra-prima do cinema americano."[4]

Principais prêmios e indicações[editar | editar código-fonte]

Oscar 1985 (EUA)

Globo de Ouro 1985 (EUA)

  • Venceu na categoria de melhor ator coadjuvante (Haing S. Ngor).
  • Indicado nas categorias de melhor filme - drama, melhor diretor, melhor ator - drama (Sam Waterston), melhor trilha sonora e melhor roteiro.

BAFTA 1985 (Reino Unido)

  • Venceu nas categorias de melhor filme, melhor ator (Haing S. Ngor), melhor roteiro adaptado, melhor fotografia, melhor edição, melhor som, melhor desenho de produção e melhor revelação (Haing S. Ngor).
  • Indicado nas categorias de melhor diretor, melhor ator (Sam Waterston), melhor maquiagem, melhor trilha sonora e melhores efeitos especiais.

Prêmio César 1986 (França)

  • Indicado na categoria de melhor filme estrangeiro.

Prêmio David 1985 (Itália)

  • Venceu na categoria de melhor produtor estrangeiro.

Academia Japonesa de Cinema 1986 (Japão)

  • Indicado na categoria de melhor filme estrangeiro.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b Os Gritos do Silêncio no CinePlayers (Brasil)
  2. a b «Terra Sangrenta». no CineCartaz (Portugal) 
  3. a b «Blu-ray: Os Gritos do Silêncio - Edição Definitiva Limitada (1 Blu-ray + 1 DVD)». Versátil Home Vídeo. Consultado em 15 de setembro de 2021. Cópia arquivada em 15 de agosto de 2021 
  4. «The Killing Fields». Rotten Tomatoes (em inglês). Consultado em 23 de maio de 2021 
Ícone de esboço Este artigo sobre um filme britânico é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.